Nova atração de Porto Alegre: Cais Mauá

Pouca gente sabe que a capital dos gaúchos, apesar de levar em seu próprio nome as lembranças de um glorioso passado naval, hoje vive de costas às águas poluídas do rio Guaiba e abandonou à degradação urbana e social uma área de 3,2km de extensão do seu Porto.

Seus armazéns erguidos com material importado de Paris e hoje tombados pelo patrimônio histórico se transformaram em um verdadeiro elefante branco sem utilidade, fadado à deterioração. A região que já foi símbolo de progresso e desenvolvimento e levou quase 50 anos para ser construída durante a primeira metade do século XX hoje é apenas mais uma parte renegada do centro histórico da cidade.

Ultimamente, os armazéns do cais Mauá só têm sido utilizados (e muito bem, por sinal) como sede das Bienais do Mercosul (que em 2011 teve a sua 8a edição). Mas todos concordam que é um crime uma região com tanto potencial só ter serventia por uns 4 meses a cada dois anos!

A MAIS legal das obras na Bienal de 2011: formigas entre as bandeiras

O Porto, na verdade, não está 100% desativado, pois ainda restam cerca de 5km em operação, o Cais Navegantes e o Cais Marcílio Dias. E parece que no mundo inteiro, as zonas portuárias acabam condenadas a se converter em áreas de baixo desenvolvimento econômico, convivendo com pobreza, prostituição e criminalidade.


Armazéns abandonados

Algumas cidade, entretanto, resolveram ir contra essa tendência e transformar seus portos em zonas de lazer, comércio, entretenimento, negócios e principalmente, de turismo! Exemplos bem sucedidos são Hamburgo, na Alemanha, San Diego, nos EUA e Barcelona, na Espanha.


Barcelona

Dizem que o Puerto Madero em Buenos Aires, exemplo mais conhecido dos brasileiros de porto revitalizado, vem dando prejuízo. Não sei se é verdade, mas que nós adoramos passear por lá, disso eu tenho certeza!


Puerto Madeiro e seus prédios de

Porto Alegre tem vontade de reerguer o Cais Mauá há mais de 30 anos. Mas o projeto ficou atolado em burocracias políticas por pelo menos 20! Apressado talvez copa do Mundo ou pelo exemplo do Rio de Janeiro, que já começou a tocar o seu próprio projeto, finalmente nesse mês de Novembro de 2011 a zona foi entregue ao consórcio vencedor da licitação.


Quanto tempo esses armazéns ainda durariam?

A empresa é a mesma que fez a reconstrução em Barcelona e se o projeto for mesmo levado à cabo, teremos hotel, shopping center, estacionamentos, bares, restaurantes e uma grande área verde de lazer para curtimos o pôr do sol no Guaiba!

As imagens do projeto (extraídas do site: http://goo.gl/xPL4Q – todos os direitos reservados) são de entusiasmar e pode ser que sirva não só aos moradores da cidade, como também a turistas de outras regiões do Brasil (e quem sabe, até do mundo).

Enfim, esperamos que Porto Alegre consiga abandonar essa política de crescer de costas ao seu principal patrimônio natural e que usufrua de forma sustentável das águas do nosso querido Guaiba!

Um abraço a todos!

 

MAIS POSTS SOBRE O BRASIL?

 

Foz do Iguaçu
Índice completo de Posts do #BlogTurFoz

Alagoas
Índice completo de Posts de Alagoas

Rio Grande do Sul
Índice completo de Posts do Rio Grande do Sul

Brasília
Brasília: Beleza Árida

Compartilhe:
comentarios:4
04
Dec
2011
Página 1 de 11