Avebury e Cotswolds, o coração da Inglaterra

Olá, hoje estou postando por dois dias porque ontem a internet do hotel não funcionava. Vamos falar de Avebury, mais um sítio arqueológico com monolitos de pedra e o inesquecível passeio pelas Cotswolds, região também chamada de coração da Inglaterra, que guarda a alma interiorana do país.

Bem, chegamos aqui nessa cidade (que carinhosamente chamarei de Stratford) apenas ao anoitecer (às 16h) e como já era muito tarde, e as lojas estavam quase fechando a gente deu um jeito de ir de uma vez para a cidade e deixamos o ajuste das fotos e o blog para depois. Daí jantamos ali pelas 18:30 (e os restaurantes todos lotados), assistindo a cidade já vazia e deserta, com um ou outro carro passando… É aqui o ritmo é muito diferente daí do Brasil!

Mas vamos então às fotos do dia, que foi cheio. Primeiro saímos do nosso hotel, que na verdade era um Bed and Breakfeast (poderia ser traduzido como pousada, mas é diferente porque é a casa das próprias pessoas com capacidade de apenas 3 quartos!). O lugar era “lovely”, o café da manhã, muito elegante. O local era um tal de Farmborough, pertinho de Bath.

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:4
11
Nov
2009
Bath

Olá pessoas! Para começar, coloquei essa foto aí embaixo, é a vista do hotel que ficamos em St. Ives, na cornualha.

Como eu havia dito, o local é um balneário e até bem simpático. Deve ser bem legal no verão. Nosso hotel tinha até piscina coberta (desativada, claro!).

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:0
11
Nov
2009
Mais Cornualha

Bem, hoje de manhã acordamos com disposição para visitar umas 6 atrações em uma península aqui da Cornualha chamada Penrith. É a pontinha da pontinha dessa região do mundo, o fim sudoeste da Grã Bretanha.

Há várias coisas típicas daqui como o sorvete e os pastéis assados (pasties), além de que esse povo daqui tem uma língua própria (o Córnico, língua de origem céltica). Bem, foi aqui também que a gente ouviu a primeira buzina de toda a viagem!

O povo inglês é todo educadíssimo, mas aqui a gente viu o primeiro que perdeu a paciência, eheheh. E aqui vemos que alguns não gostam de esperar nas “roundabouts” (rotatórias), conforme manda o figurino.

Bem, a gente tá com essa palavra “roundabout” na cabeça por culpa da Mary Jane. Ela mesma, a mulherzinha que está sempre com a gente e sabe como andar por aqui. É ela quem nos leva a todos os lugares (o GPS!!!). E dê-lhe Mary Jane: cross the roundabout, right on the roundabout… etc… etc… Só que ela, na sua mania de querer andar pelo lugar mais perto, coloca a gente em cada biboca!

Tem hora que ela dá uma enlouquecida, manda virar onde não tem rua… Várias vezes a gente se socou dentro de  estacionamentos procurando a saída… É bem engraçado, mas se não fosse ela…
Bem, vamos às fotos e às explicações…

A primeira parada foi na praia da cidadezinha que estamos: St. Ives, que no verão BOMBA! Isso mesmo, estamos na Porto Seguro daqui… E como estavam tórridos 14 graus, tinha uma galera de manga curta pela rua, bermuda… E a gente ali todo encasacado no meio deles, heheh.

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:0
09
Nov
2009
Cornualha, Tintagel e Boscastle

Olha, é graças ao café da manhã inglês (bacon, feijão, salsicha, tomates!!!) que eu acho que ainda consigo ter um pouco de energia para estar acordado até essa hora escrevendo aqui nesse blog depois de TUDO o que a gente caminhou hoje.

A Gleibertur hoje estava inspirada, afinal estamos na terra natal do Rei Arthur, a Cornualha! E o reino dele, como se chamava mesmo? Camelot!!! Isso mesmo! A terra dos camelos aqui! Então hoje foi o dia oficial para camelar…

Leia mais

Compartilhe:
comentario:1
08
Nov
2009
Glastonbury – Um pouco de misticismo

Hoje estamos num importante centro energético e esotérico daqui da Inglaterra. Sério! Há quase 2000 anos, o local é um centro de peregrinações espirituais… Primeiro porque (segundo a lenda) aqui foi um dos primeiros povoamentos cristãos (fundado por José de Arimatéia), onde foi erguida a primeira abadia cristã, e onde estaria enterrado o Santo Graal..

Há uma colina bem grande onde estão as ruínas da igreja de São Miguel e de onde se avistam quilômetros e quilômetros de paisagem a frente. Acredita-se que esse monte (Tor Hill) seria a antiga ilha de Avalon, pois a região era antigamente toda alagada por pântanos e deles subiam suas famosas Brumas. Nas ruínas da antiga abadia (a mais antiga daqui) estariam os restos mortais do próprio Rei Arthur.

Nos últimos 50 anos, os místicos e esotéricos descobriram esse local e o transformaram em um centro da Nova Religião. Então por todo lado há bruxas, curandeiros, tarólogos, xamãs e todo o tipo de espiritualismo que se possa imaginar. Há inúmeras lojas de cristais, de artigos mágicos, vendendo cálices, livros de magia e até mesmo uma loja de ervas mágicas e velas. Incrível! É realmente um outro mundo!

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:4
07
Nov
2009
Página 4 de 6« Primeira23456