Bento Gonçalves: Serra Gaúcha, Vinhos e Italianos

Para quem deseja conhecer, a Serra Gaúcha é dividida em três setores: Região das Hortênsias, de colonização alemã (Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Chico), Campos de Cima da Serra (Cambará do Sul e Região dos Cânions) e, por último a Região da Uva de do Vinho que é a principal produtora da bebida no Brasil.

Pois bem, o nosso destino dessa vez foi Bento Gonçalves, perto de Garibaldi, cidades de colonização italiana e que abrigam 83 vinícolas, em conjunto com os outros 10 municípios da região.


Uma andarilha italiana convidada!

Nosso objetivo era sair de Porto Alegre bem cedo para conseguir em um só dia completar três roteiros, mas infelizmente só saímos depois das 10h. A viagem de 2 horas (por boas estradas, mas com pedágio) nos deixou mortos de fome, num restaurante da cidade. Então, o que acabou vingando do roteiro foi o seguinte:

 

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:7
21
jul
2011
Natal Luz de Gramado. A Serra Gaúcha sempre “in”

Finalmente colocando em dia as viagens de 2010 (essa foi a última do ano), vamos falar da cidade de conto de fadas aqui da Serra Gaúcha: Gramado. Sua vizinha Canela não deixa por menos, felizmente. Esse é um pedacinho do Brasil em que as coisas funcionam, dão certo, são limpinhas e organizadas. O pior é que não dá para explicar em palavras o profissionalismo turístico dessas duas cidades. Só visitando para entender.

Natal Luz de Gramado

Para qualquer porto-alegrense, Gramado é um pulinho, são meros 125km (cheios de pardais e lombadas eletrônicas para os desavisados) de estradas cenográficas e paisagens de cinema.

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:7
27
dez
2010
Cânions parte 3 – Fortaleza

Então, vamos finalmente terminar de contar a viagem de um fim de semana pelos cânions da Serra Gaúcha de Agosto de 2010. Você pode acessar a parte 1 e a parte 2 dessa viagem clicando nos links.

Em Cambará do Sul, que foi a nossa sede, havia poucas opções de restaurantes para a noite, mas acabamos encontrando uma autêntica cantina italiana (uma Galeteria, na verdade) de tirar o chapéu. Chama-se “O Casarão” e todo mundo da cidade conhece.

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:2
29
ago
2010
Cânions parte 2 – Itaimbezinho

Vamos falar de Cambará propriamente dita, portal para a região dos cânions. A viagem, desde São Chico deveria ser rápida e sem muitos contratempos, mas a estradinha RS 020 anda tenebrosa. Prepare para amassar as rodas do seu carro, principalmente se forem de liga leve, ehehe (ainda bem que o nosso não era!). Acho que fazem isso de propósito, para que a cidade, super pequena, não receba turistas demais.

Ao chegar, a gente percebe que esta é realmente uma região muito simples do estado. Um potencial turístico grande, uma boa chance de produção de renda, mas infelizmente pouco utilizada. Resumo: poucas pousadas legais na cidade em si e poucas opções de lazer.

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:2
28
ago
2010
Cânions gaúchos parte 1 – Chegando a Cambará

Depois de quase 9 meses sem escrever nada aqui no blog, senti um pouco de saudades e resolvi postar de novo… Claro que o motivo da ausência vocês podem imaginar: não fiz nenhuma outra viagem desde então. Na verdade, eu fiz pequenas viagens sim: fui a Torres num bate-e-volta, além de algumas vezes a Gramado e São Francisco de Paula, mas nada que justificasse publicar. Bem, pelo menos assim eu pensava…

Hoje, daí, resolvi que tentarei manter uma certa atividade, pois nem só de viagens internacionais vivem os Andarilhos e o espírito do viajante existirá sempre, se tivermos olhos atentos o suficiente para notá-lo. Os pés que buscam novas rotas e estradas são os mesmos, seja em Paris, em Nova Iorque, ou em Uberaba city!

Então vamos parar de enrolação e vamos para a última das aventuras: Cambará do Sul!

Leia mais

Compartilhe:
comentarios:0
28
ago
2010