Dicas para uma viagem à Islândia

Se você está pensando em fazer uma viagem à Islândia, esse post é o guia completo que vai te ajudar a programar a sua viagem, sem erros, bem redondinha.

viagem à Islandia

Vamos esclarecer várias dúvidas que já respondemos nas caixas de comentários dos nossos outros posts. E tentarei explicar algumas outras coisas que tive de descobrir durante a preparação para essa viagem épica.

 

 

Imigração e Espaço Schengen

Antes de mais nada, algumas informações importantes. A Islândia é um país europeu, mas não pertence à União Europeia.

Mesmo assim, ela faz parte do espaço Schengen, o que quer dizer que você pode circular meio que à vontade entre os países membros desse espaço sem necessariamente ter que fazer uma nova imigração.

 

Se você quer saber mais sobre o que é espaço Schengen, a Wikipedia explica bonitinho neste link.

Por CrazyPhunk – Obra do próprio, Domínio público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=2132704

Estados-membros pertencentes à União Europeia
Estados-membros não pertencentes à União Europeia
Estados-membros que aguardam a implementação
Estados-membros que apenas cooperam policial e judicialmente

 

 

 

 

Se você sabe das exigências para entrar em qualquer país europeu, saiba que em uma viagem à Islândia é igualzinho. Por exemplo, não é necessário visto para brasileiros, nem vacina para a febre amarela. Por outro lado, costumam ser solicitados na imigração: passagem de volta, seguro-saúde e endereço do hotel em que você ficará hospedado na primeira noite.

Se você já fez a imigração antes em outro país europeu membro do espaço Schengen, provavelmente entrará na Islândia sem nenhuma verificação de documentos. Na saída do aeroporto, ficam uns fiscais e eles podem te abordar e fazer algumas perguntas (como aconteceu conosco). Mas foi tudo bem tranquilo.

Se o seu voo vem de fora do espaço Schengen (tipo, dos Estados Unidos ou Canadá), é feita a imigração normalzinha.

 

Moeda

A moeda do país é a coroa islandesa. E não, eles não aceitam euros nem nos restaurantes, nem nos hotéis (um ou outro pode aceitar, mas não é a regra). A gente usou muito o cartão de crédito. Gostamos da praticidade.

Se você está pão duro com o IOF, leve euros na sua viagem à Islândia e troque pela moeda local nas diversas casas de câmbio do centro de Reykjavík (evite o aeroporto, em que a cotação costuma ser mais desfavorável).

 

Clima

A Islândia é um país frio. Não tão frio quanto poderia ser, dada a sua latitude. Mas para nós, brasileiros, certamente é frio. No verão, quando estivemos lá, pegamos máxima de 13 graus! E mínima de 6-7 graus à noite.


Olha a sorte desse sol a 13 graus!

No inverno é comum a temperatura ficar entre -5 e 0 grau. Neva bastante. E também chove bastante. O vento é quase ininterrupto. O ano todo! É muito comum o tempo mudar várias vezes ao longo do dia, em qualquer estação do ano: lindo céu azul, depois nublado, daí chuva torrencial, arco-íris, abre o tempo, chove de novo, e nem é meio-dia ainda…

Depois desse tempo nublado abriu um lindo sol, para depois nublar de novo

Se você quer se preparar para esse frio todo, a gente escreveu um post bem explicadinho, ensinando o segredo das camadas:

Roupas para enfrentar o frio intenso

 

Como chegar à Islândia

A gente escreveu um post específico para contar a nossa jornada. Não foi nada fácil achar os melhores voos para nossa viagem à Islândia. Mas a gente conseguiu.

voo aviao islandia

Contamos tudo em detalhes neste post:

Como chegar à Islândia

 

Roteiro de carro para a sua viagem à Islândia

A melhor forma de circular pelo país é de carro alugado. Não tem jeito. Vai te dar mais liberdade para visitar cada atração e as paisagens são tão lindas que é legal poder parar na beira da estrada à vontade para fotografar.

Uma opção bacana e comum é alugar uma campervan. Aqui no Brasil a gente vê pouco, mas lá você verá por toda a parte. É um veículo (tipo uma van) cuja parte traseira se converte em cama. A nossa tinha também uma minicozinha nos fundos, com fogão portátil e uma mini geladeira.

Para montar o seu roteiro de viagem à Islândia, a gente escreveu esses dois posts que se complementam. Veja:

Nosso Roteiro de Carro pela Islândia
Alugando uma Campervan pela Islândia

 

Hospedagem

Tirando Reykjavík que é uma cidade de porte médio, cheia de hotéis bacanas, a Islândia é um destino selvagem, salpicado de vilarejos minúsculos. Mesmo assim, como o país investe muito no turismo, há opções de hospedagem espalhadas por toda a parte, mesmo em lugares mais improváveis.

As áreas de camping são onipresentes, o que facilita muito a vida de quem está de campervan ou trailer. Não sei se é porque a gente estava atento a isso, mas nunca tinha visto nenhum outro país no mundo com tantas áreas de camping na vida!

camping

Mas hotéis de guest houses também são fáceis de encontrar. Já os preços… Como o custo de vida na Islândia é muito alto, os hotéis acompanham. Os campings também não são nada baratos, e costumam inclusive cobrar uma taxa extra para usar os chuveiros!

A gente chegou a dormir num hotel simples mas bacana perto do Aeroporto. Foi muito útil porque era mais barato do que mais uma diária da campervan e serviu para a nossa última noite no país, depois de já termos devolvido o veículo.

Outra vantagem da Alex Guesthouse é que eles dão traslado grátis para o aeroporto.

 

Alimentação

A comida na Islândia também é sempre muito cara. A gente experimentou de tudo: restaurantes, lanchonetes, sanduíches em beira de estrada e supermercado. De longe, a opção mais barata são os supermercados. E o melhor: você sempre encontrará um por perto, mesmo nas cidades pequenas.

Os postos de gasolina também costuma ter lojas de conveniência bacanas, com opções para lanchinhos ou até mesmo refeições rápidas. Usamos muito.

conveniencia

A comida islandesa típica pode ser meio estranha ao nosso paladar: arenque cru, tubarão fermentado, entre outras iguarias. Mas não deixe de conhecer pelo menos um ou outro prato. Você pode se surpreender.

peixe cru arenque islandiaPeixe cru

 

Orçamento

E por fim, o que todo mundo pergunta. Quanto levo para gastar por dia? Eu vou ser bem direto. Tirando hospedagem e deslocamento (o preço do aluguel de carro e do avião para chegar lá não está neste cálculo!), reserve um 100 euros por dia, por pessoa. Sério.

Isso deve servir para ingressos, passeios e alimentação. No caso do carro alugado, deve ser suficiente para cobrir os gastos com gasolina. Ir para a Islândia com menos do que isso é uma ilusão e você vai ficar passando vontade.

gulfoss cachoeira

 

Tem mais alguma dúvida? Coloque aí na caixa de comentários!

 

Não está afim de dormir dentro de um veículo e está procurando um hotel de verdade na Islândia? A caixa de busca abaixo pode te dar uma mão. Caso chegue a fechar uma reserva com o Booking.com, a gente ganha uma comissão de alguns centavos. É pouco, mas ajuda nosso blog a se manter vivo.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:0
Posts Relacionados:
17
Jan
2017
Nenhum comentário