Alugar carro em Foz do Iguaçu compensa?

Compensa alugar carro em Foz do Iguaçu? Numa cidade em que tudo fica longe e com tantas atrações imperdíveis, só posso te dizer uma coisa. Vale a pena demais.

Alugar carro em Foz do Iguacu  - estrada para as cataratas argentinas

Claro que é possível conhecer tudo de transporte público ou até mesmo contratar passeios para cada lugar que você quiser visitar. Mas se alugar carro em Foz do Iguaçu não é a opção mais barata, certamente é a opção que te dará mais liberdade.

 

 

Por que alugar carro em Foz do Iguaçu?

Quando estávamos montando o nosso roteiro de 3 dias em Foz do Iguaçu, começamos a fazer o orçamento de cada passeio e concluímos: se a gente fosse pagar traslado para cada atração que quiséssemos conhecer, iríamos gastar uma fortuna!

Estávamos em 6 pessoas, equacionar isso nos deu um baita trabalho, mas no final, batemos o martelo. De carro alugado, se a coisa não saísse mais barata, pelo menos seria extremamente confortável.

Então entramos em contato com os nossos amigos da principal agência de turismo receptivo de Foz, a Loumar Turismo e eles descolaram uma cortesia para a gente. Para 6 pessoas, foram necessários 2 carros. Mas um, pelo menos, foi na faixa.

Se você já acompanha o nosso blog, sabe que essa é a preferência dos Andarilhos do Mundo. Sempre. De carro, podemos acordar a hora que der na telha, dirigir até a atração que nos interessa e sair de lá no nosso tempo.

Alugar carro em Foz do Iguacu  - Andarilhos do Mundo

Mas a principal razão de se alugar carro em Foz do Iguaçu é a liberdade de entrar e sair de Puerto Iguazú, na Argentina. Dá para jantar todas as noites nos excelentes restaurantes da cidade vizinha e aproveitar os baixos preços da boa gastronomia hermana.

Poder ficar no lado argentino das cataratas até a hora do parque fechar também é uma mordomia que só quem está de carro alugado em Foz do Iguaçu pode ter.

 

Mas como funciona para atravessar a fronteira de carro alugado?

Ao alugar carro em Foz do Iguaçu, com uma locadora local como a IguFoz (que nos patrocinou), eles geralmente preparam a documentação necessária, desde que você avise com 48h de antecedência.

Além da documentação normal necessária para o aluguel do carro (carteira de motorista válida e cartão de crédito), são necessários dois documentos adicionais.

O primeiro documento é a autorização feita pelo proprietário do veículo (no caso, a IguFoz) cedendo ao motorista uma autorização para cruzar a fronteira. Geralmente é cobrada uma pequena taxa para a emissão deste documento. Pergunte sempre ao fazer o seu orçamento.

Alugar carro em Foz do Iguacu  - Aduana ParaguaiAtenção: nenhuma locadora autoriza cruzar a fronteira com o Paraguai!

O segundo documento é a Carta Verde, um seguro que cobre danos a terceiros, obrigatório para circular nas estradas dos países do Mercosul.

 

Como funciona e quanto custa a Carta Verde?

Não sei se vocês sabem, mas a Carta Verde pode ser comprada em qualquer seguradora, em qualquer lugar do Brasil. Se você comprar com o seu corretor de seguros, não precisa comprar da IguFoz, por exemplo.

Você paga pelo número de dias que vai circular no exterior. No nosso caso, pagamos R$ 95,00 para os 3 dias. É bom avisar com 48h de antecedência que você vai precisar do documento, senão pode acontecer de a locadora não te autorizar a cruzar a fronteira com a Argentina, que é a principal razão de alugar carro em Foz do Iguaçu.

Já estou até prevendo a seguinte pergunta na caixa de comentários ali embaixo:

– A carta verde é realmente necessária? Mesmo para ir só em Puerto Iguazú?

Alugar carro em Foz do Iguacu  - entrada em Puerto Iguazu

Então… Nós cruzamos a fronteira duas vezes e eles não pediram para ver a nossa Carta Verde. Mas em ambas as vezes os agentes da imigração nos perguntaram onde iríamos e a gente explicou nosso destino, que era Puerto Iguazú e as Cataratas.

Parece (veja bem, parece) que a Carta Verde só é cobrada mesmo de quem vai seguir viagem pela Argentina além de Puerto Iguazú. Mas eu, se fosse você, não arriscaria.

No caso de qualquer acidente menor, o guarda de trânsito vai te cobrar o documento e se você não estiver com ele é multa na certa. Vamos fazer a coisa correta, né?

Alugar carro em Foz do Iguacu  - Gi e AleGi (minha irmã) e o Alê no carro alugado, parceria nessa jornada

Agora que você já sabe tudo sobre como é alugar carro em Foz do Iguaçu, lembre-se de cotar com a IguFoz, que nos cedeu gentilmente esta cortesia.

Mas se a sua necessidade for um hotel na cidade, a caixa de busca abaixo pode te dar uma mão. Caso chegue a fechar uma reserva com o Booking.com, a gente ganha uma comissão de alguns centavos. É pouco, mas ajuda nosso blog a se manter vivo.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:20
Posts Relacionados:
25
May
2015
20 comentários
  1. Muito bom post! E sobre a Carta Verde: Já me pediram, mesmo eu dizendo que iria só até Puerto Iguazú. Tivemos que dar meia volta… Realmente, não dá pra arriscar.

    • Oi Letícia!
      Tá vendo! Eu sou sempre assim, meio caxias… Para evitar essa meia volta aí.
      Abraços.

  2. marcia
    25/05/2015

    Eu li sobre a Carta Verde em blogs, mas quando aluguei carro em El Calafate para cruzar a fronteira con o Chile, nem na locadora e nem na aduaneira chilena ou argentina me foi solicitada. Eu estava com o seguro de veículos oferecido pelo meu cartão de crédito. Quando perguntei à funcionária da Hertz sobre a necessidade da tal Carta Verde, ela desdenhou. Será que é só para quem cruza a fronteira saindo do Brasil?

    • Então…
      A Carta Verde é um seguro com cobertura de danos a terceiros, feito para veículos brasileiros quando estiverem nos países do Mercosul. No seu caso, você pegou um veículo argentino, daí pode ser que a regra seja outra.

      Independente disso, uma coisa é certeza: desde o final de 2013, veículos estrangeiros devem entrar no Chile portando um seguro exclusivo, chamado SOAPEX. Veja o link: http://www.magallanes.cl/MagallanesWebNeo/index.aspx?channel=8212

      Abraços.

  3. Alessandro
    27/05/2015

    Ja atravessei pra argentina sem a carta verde, e acabei que bati em um outro carro, nada grave, só um amassado… mas me pediram a carta verde, dizendo que é por ela que a seguradora cobre… tive que pagar o amassado pro argentino na hora, pq senão eles iriam apreender o meu carro, para garantir que eu assumisse o prejuízo. Morri com 300 reais ali na hora… e se eu nao tivesse dinheiro?

    • Oi Alessandro,
      É isso mesmo. Já pensou se o dano fosse maior? Eu sempre sempre tento andar conforme as regras e me precaver ao máximo. Muito legal compartilhar com a gente a sua história. Obrigado.
      Abraços

  4. […] é pegar um transfer e pagar R$49,00 pela Loumar Turismo, e outra é alugar carro (achei neste blog umas dicas […]

  5. Nery
    16/06/2015

    Excelente dicas! Até citei vocês no post que fiz no blog https://tenhominhaloucura.wordpress.com/2015/06/13/viagem-relampago-foz-do-iguacu-e-missiones/. Abraço

  6. gostaria de saber se as agencias dao autorizacfao para a travessia ao Paraguai e se la no Paraguai temos facilidade de encontrar estacionamento? obrigada.

    • Não dão, Maria das Graças. As seguradoras não cobrem sinistros no país. 🙁
      Melhor ir a pé ou de van.
      Abraços.

  7. Thiago Rocha
    01/05/2016

    Boa tarde. Adorei as dicas, como somos 4 (família) realmente salgaria os passeios por agências, bem como essa questão da liberdade de horário. Bem. Vc tbm daria dica de hospedagem de bom custo benefício em Foz, e se é melhor compras na ARG ou PAR? *no caso, Paraguai só por transporte contratado, já q a locadora não permite?

    • Oi Thiago,
      Sobre hotel, acho sempre mais fácil usar o Booking.com e sua ferramenta de busca.
      Sobre ir para o Paraguai com carro alugado, os seguros não cobrem qualquer sinistro, por isso não é indicado.
      Abraços.

  8. Ana Cormack
    13/06/2016

    Oi Gleiber, Bom dia, achei seu blog hoje e dixa ver se eu entendi : De carro alugado no Paraguai não dá mesmo que voce tenha comprado o Carta Verde? Mesmo com o seguro a locadora não autoriza?

    • Oi Ana,
      A carta verde é uma coisa, o seguro é outra.
      A carta verde é exigida pelo país (no caso o Paraguai) para permitir que você circule lá dentro. Ela garante proteção contra terceiros caso você se meta num sinistro.
      O seguro protege você e seu carro. E os seguros NÃO dão cobertura a sinistros no Paraguai. Por isso as locadoras não permitem. Tecnicamente, você até poderia atravessar a fronteira, mas se o seu carro for roubado do lado de lá, você terá que dar um carro novo para locadora, entendeu? Porque o seguro não cobre!
      Abraços.

  9. Mayara
    17/06/2016

    Olá Gleiber, estarei indo a Foz do Iguaçu em Novembro, iremos de carro próprio e um dos passeios é conhecer a Argentina, principalmente o IceBar.
    Como é carro próprio, como será meu procedimento para atravessar a fronteira. Poderia me ajudar?
    Obrigada.

    • Oi Mayara,
      Basta levar os documentos do carro, dos ocupantes (carteira de motorista e identidade ou passaporte), além do seguro carta verde. Normalmente, só para ir em Puerto Iguazu eles não perdem a carta verde não, mas é bom garantir. O carro precisa estar no nome de uma das pessoas que está viajando com vocês. Ou seja, super tranquilo.
      Abraços.

    • Paula
      23/09/2016

      Mayara, apenas complementando a resposta, como irá viajar com carro próprio, pode se adiantar e pedir a Carta Verde na sua cidade mesmo. Eu pedi em Porto Alegre, quando viajei para Montevideo com o meu carro 🙂

  10. Wesley
    21/11/2016

    Olá Gleiber, se eu deixar meu carro no estacionamento antes de atravessar a ponte da amizade, na hora da volta com compras você acha seguro voltar a pé pela ponte da amizade? O que fazer?