O que tem para ver em Estocolmo, Suécia

Tem tanta coisa legal para ver em Estocolmo, na Suécia, que eu nem sei direito por onde começar. A capital mais linda e charmosa da Escandinávia me arrebatou de jeito. Quando vi, já estava apaixonado por ela. E olha que era inverno!

O que tem para ver em Estocolmo Suecia Pontes e Canais

Assentada sobre quatorze lindas ilhas, a natureza e o mar Báltico foram muito generosos com a região. Daí veio o homem, construiu uma arquitetura fabulosa e inaugurou museus, shoppings e parques. Pronto. Não vai faltar coisa legal para fazer em Estocolmo.

 

Estocolmo, quem é você?

Estocolmo é a capital da Suécia e fica na região leste do país, banhada pelo mar Báltico. Na verdade, não é bem o mar, mas uma espécie de lago recheado por centenas e centenas de ilhas. O resultado disso é que as águas que banham a cidade permitem a navegação e a comunicação com o resto da Europa.

Estocolmo mapa

Quando uma cidade é formada por várias ilhas, com quem ela acaba sendo comparada? Acertaram! Estocolmo é a “Veneza do Norte“. E vou dizer… Eles até têm razão. Tanto pela preservação dos edifícios históricos quanto pela infinidade de pontes.

Mas daí vem a grande diferença. Estamos na Suécia, gente! O nível de desenvolvimento econômico deixa os italianos no chinelo. Afinal, estamos falando de um dos lugares mais limpos, organizados e seguros do mundo.

Estocolmo Suecia Escultura de RuaComo não há mendigos, eles tiveram que improvisar…

Quando a gente chegou no nosso hotel, vimos que a TV tinha um canal exclusivo para divulgar a cidade e seus atrativos turísticos. E a cada “comercial” citava-se sua posição em algum ranking mundial. Algo assim:

– Você sabia que Estocolmo é a cidade número 1 do mundo em _______ ?

Daí preencha o espaço com qualquer coisa muito maravilhosa. Tinha alguns indicadores em que os suecos ficavam em segundo ou terceiro lugar, perdendo para Oslo ou Copenhagen. Tadinhos. Dava até dó.

 

Locomoção e Transportes em Estocolmo

Aqui vamos reconhecer uma enorme falha nossa, aqui dos Andarilhos do Mundo. Nós só testamos uma única forma de transporte por lá: os nossos próprios pés.

É que as atrações turísticas de Estocolmo ficam todas em uma região central facilmente percorrida a pé. Não precisamos nem do metrô, nem dos trens de superfície e nem usamos os barcos.

Mas não vamos deixar vocês na mão! O site oficial do sistema público de transportes está em inglês e está aqui para vocês:

+ Sistema público de transporte de Estocolmo

Nesse site você pode ver os preços dos bilhetes e dos passes de 24h. Afinal, a gente é acostumado a caminhar bastante, apreciando tudo o que tem para ver em Estocolmo, mas você pode precisar de alguma agilidade.

 

Clima de Estocolmo

Já sei que essa vai ser a dúvida de muita gente. Então vamos direito à resposta. Sim! Estocolmo é fria, gente! Mesmo no verão, para os nossos padrões brasileiros. No inverno, então… Pode se preparar para comprar roupas próprias para o frio (clique no link para ver nossas dicas sobre isso).

Leia mais:
+ Dicas de compras e onde comer em Estocolmo
+ Que roupas vestir para encarar o frio extremo?

Para vocês sentirem o cutuco, no inverno a temperatura vai de -10 a +2ºC e no verão, entre 14 e 22ºC. A gente esteve lá em Março e, amigo, nevou bastante! Com o aquecimento global a todo vapor, está começando a ficar frequente temperaturas de até 32 graus ali pelo mês de agosto.

Estocolmo-Suecia-Palacio-Real

Mesmo assim, tivemos a sorte de pegarmos um dia bem ensolarado. E foi lá que aprendemos a lição: em lugares muito frios, os dias ensolarados são justamente os mais frios.

 

Para Ver em Estocolmo

Então vamos ao que interessa, né? Através de um mapa, eu vou mostrar as principais atrações turísticas de Estocolmo, principalmente as que a gente conseguiu conhecer ou ao menos passar na frente.

Como fica rodeada por canais e lagos por todos os lados, já é divertido simplesmente caminhar pela orla e apreciar os monumentos e construções. Você não precisa necessariamente entrar dentro de todos eles, até porque os ingressos costumam ser bem salgados.

Estocolmo-Suecia-Cais-na-StrandvagenOrla de Estocolmo. Já pensou isso aqui no verão?

Sobre os museus, resolvi dedicar um post exclusivo para o Historiska (Museu de história da Suécia), que a gente visitou. A gente também foi no Kungliga slottet (Palácio real de Estocolmo), mas era proibido tirar fotos lá de dentro.

Outra ideia que eu tive, para tornar a coisa mais didática, foi apresentar a cidade através de seus distritos e de suas ilhas. Tomara que dê para ter uma boa noção.

 

1. Norrmalm

Norrmalm é o centro do centro de Estocolmo. É onde fica a praça principal da cidade (a Gustav Adolfs torg). Se o seu hotel fica aqui nessa zona, você com certeza pagou caro, mas ficará muito bem localizado.

Esse foi o nosso caso, ficamos em 2 hotéis diferentes nos 3 dias que passamos na cidade: no Radisson Blu Waterfront e no Scandic Hotel Sergel Plaza. Se você clicar nos nossos links e reservar qualquer hotel no Booking.com, a gente ganha uma comissão. Legal, né?

A estação central de trens, principal via de acesso para quem vai ou chega à cidade por esse meio de transporte, fica nessa região e é um bom ponto de referência para o turista.

Estocolmo Suecia Estacao central de trens

Da estação central, você tem duas opções, seguir em direção ao próximo bairro, a cidade velha (Gamla Stan – veja adiante), ou continuar em Norrmalm, cruzando o calçadão Drottninggatan até chegar ao parque Kungsträdgården.

Centro de Estocolmo

Drottninggatan é um calçadão exclusivo para pedestres, cheio de lojinhas. Tem bastante souvenir, mas também lojas normais e comuns, como livrarias e cafeterias. Na direção norte, ela te leva até a praça Sergels, pertinho dos principais shoppings da cidade, como o NH Stockholm, o Ahléns e o Gallerian.

Leia mais:
+ Compras em Estocolmo

Estocolmo Suecia Cachorro Quente no Calcadao

Chegando no divertido parque Kungsträd, você vai ver o monumental edifício da Ópera Real Sueca e a inconfundível fachada da igreja de St. Jacob (com sua cor de tijolo berrante). Essa praça, mais do que a Gustav, acabou sendo o nosso principal ponto de referência.

Estocolmo Suecia Igreja de Saint Jacob

Ficamos imaginando como seria estar ali no verão, com tudo aberto e funcionando: carrinhos de cachorro quente, de sorvete, pipoca. Isso sem falar no verde, nas flores e nos shows ao vivo. No inverno, a paisagem fica sempre um pouco mais triste.

Estocolmo-Suecia-Praca-Square-KungstradgardenSe bem que os coelhinhos garantem a diversão, seja inverno ou verão

Atravessando a ponte (qualquer uma delas) indo na direção de Gamla Stan (veja abaixo), você verá um prédio enorme marrom à sua direita, do lado de lá do canal. É a prefeitura da cidade.

Estocolmo Suecia Prefeitura da Cidade

 

2. Gamla Stan (Cidade Velha)

Essa dica é unânime. Todo mundo vai indicar Gamla Stan como o lugar mais imperdível para ver em Estocolmo. E não é à toa. A região guarda prédios e palacetes preservados desde a idade média, ou pelo menos desde a época que a cidade era uma das potências da Liga Hanseática.

Diferentes de outras regiões antigas da Europa, aqui não há muralhas cercando o centro histórico, mas água, muita água. É que a sede do Reino da Suécia fica numa quase-ilha, presa no bairro de Södermalm apenas por um pequeno estreito.

Gamla Stan

O Palácio Real ainda está lá, mesmo depois de ter sido vítima de diversos incêndios. Tivemos a oportunidade de visitar o seu interior, alguns salões reais decorados e conhecemos algumas obras da coleção particular da família real sueca. A propósito, vocês sabiam que a rainha da Suécia já morou em São Paulo?

Quando estivemos na cidade, eles tinham transformado as escadarias do Palácio em pista de esqui para que atletas pudessem participar de uma competição do esporte na cidade.

Estocolmo-Suecia-Escadarias-do-Palacio-Real

Dá para acreditar? É como se tivessem liberado a rampa do Palácio do Planalto para skatistas! Esses suecos são mesmo fantásticos!

A gente circulou muito pelo bairro, por seus pubs, cafés e lojas. E atravessamos todas as pontes que ligam Gamla Stan ao “continente” várias vezes. Reparem no nosso mapinha como são inúmeras as ilhas e pontes. Isso deixa tudo ainda mais lindo, né não?

Estocolmo Suecia Gamla Stan

O mais legal é que algumas delas passam dentro do prédio do Parlamento, que é redondo de um lado e de fachada neoclássica e imponente do outro. É possível visitar o seu interior também, mas a gente pulou essa.

O que tem para ver em Estocolmo Suecia Fundos do ParlamentoUma das fachadas do parlamento

Estocolmo Suecia ParlamentoAtravessando por dentro do Parlamento, pelo lado “redondo”

A gente também pulou o museu do Nobel, que fica perto dessa pracinha simpática, a Stortorget. Clicamos para provar que o bairro é cheio de fachadas e igrejas com séculos e séculos de idade.

Estocolmo Suecia Stortorget Perto do Museu do Nobel

 

3. Skeppsholmen

Skeppsholmen é mais uma das ilhas da cidade. A gente adorou ir até lá, mesmo tendo ido a esmo, sem saber o que iríamos encontrar.

Skeppsholmen

Para começar, ainda no “continente”, fica o Museu Nacional de Belas Artes, hoje desativado. Mesmo assim, sua fachada chama a atenção, você não terá como não notá-la.

Estocolmo Suecia Museus de Belas Artes

A ponte que liga o Museu de Belas Artes à ilha Skeppsholmen (holmen, em sueco, significa ilha…) se chama Skeppsholmsbron (bron, em sueco, significa ponte). É que esse é um dos lugares mais clicados da cidade, por sua extensão, sua beleza e pelo cenário de fundo, que pode incluir a Igreja de Santa Catarina, como na nossa imagem abaixo.

Estocolmo Suecia Ponte SkeppsholmsbronA coroa é o brasão do país

E depois de chegar lá, descobrimos que há um belo museu a céu aberto com obras de arte moderna. A vista da cidade de Estocolmo por esse outro ângulo também valeu muito a pernada. A única coisa que não foi legal foi o frio que passamos ali (estava uns -5ºC). Encana um vento nessa ponte…

Estocolmo Suecia Ilha Skeppsholmen

Esse prédio redondo aí à esquerda eu até hoje não descobri o que é e para que serve. O mesmo digo sobre esse outro prédio cor de tijolo, que encontramos na outra ilha mais à frente.

Estocolmo Suecia Paisagem de Inverno

 

4. Östermalm e os museus de Djurgarden

Östermalm é um bairro que fica ainda no “continente”, bem vizinho ao centro mesmo de Estocolmo, o Norrmalm. Nós acabamos indo ali por obra do acaso, num dia em que eu me atrapalhei com os mapas e botei a gente numa caminhada quilométrica em busca do Museu Vasa, na ilha de Djurgarden.

Ostermalm e Djurgarden

É que todo mundo tinha me dito que esse Museu Vasa era muito legal e tal, mas ele fica longe à beça. Talvez fosse o caso de ter ido de trem ou ônibus… Mas infelizmente, acabamos numa furada. É que o museu estava fechado para reforma! O esperto aqui não tinha checado a informação…

Bem perto fica o Museu do ABBA, mas em 2013 quando estivemos por lá, o museu ainda não tinha sido inaugurado. Pertinho dali estava o Nordiska Museet, um prédio inconfundível. Este museu é dedicado à cultura do povo sueco e suas artes, roupas e tapeçarias.

Estocolmo Suecia Nordiska Museet - Museu Nordico

Estava muito, muito frio e cansados, desistimos de visitá-lo, mesmo de graça (tinha uma promoção: naquele dia, a partir daquela hora, a entrada seria gratuita). Mas não sem antes burlar a lei na hora de usar o banheiro (a gente não tinha moedinhas para liberar a porta, mas aproveitamos que alguém a deixou aberta).

Decidimos guardar nossos esforços para o Museu de História da Suécia, que gostamos tanto que escrevemos um post próprio, para mostrar as fotos do seu interior.

Estocolmo Suecia O que ver Historiska Museu

Passamos também na porta do Museu do Exército, mas nesse a gente não entrou.

Estocolmo-Suecia-Museu-do-ExercitoMuseu do Exército

Por que é bom se perder às vezes? Porque foi por causa disso que a gente encontrou uma espécie de mercado público, que foi muito, mas muito legal mesmo de conhecer. Lá degustamos até o prato nacional da Suécia: almôndegas! (pode?).

Mas isso tudo é assunto para outro post:

Leia mais:
+ Compras em Estocolmo e um lugares para comer

Preciso comentar ainda sobre o Parque Skansen, o primeiro museu ao ar livre do mundo, nos fundos do Nordiska Museet. Nós não visitamos, porque imaginamos que tudo podia estar debaixo do gelo. Como ali é uma área verde imensa, achamos que deve fazer parte do seu roteiro se você estiver na cidade num dia ensolarado de verão.

E o parque de diversões ali da ilha de Djurgarden? No inverno também não estava nada funcionando… :/

 

E você? Gostou da cidade? No verão deve ser ainda melhor! Mas mesmo no inverno, não tem como não amar Estocolmo.

Estocolmo Suecia Cisnes no Cais

Os cisnes que o digam…

E se você estiver procurando um hotel na cidade, não deixe de dar uma forcinha para a gente, clicando em um dos nossos links. Se você fizer isso, na hora de efetuar sua reserva, a gente ganha uma comissãozinha (mixuruca, mas já vale!) do Booking.com.

Banner Horizontal Andarilhos Boreais

Clique no banner acima para ler mais posts sobre a nossa jornada pela Escandinávia. Ou nos links abaixo:

+ Compras em Estocolmo e onde comer
+ Museu de História da Suécia
+ A Estocolmo da Ana Regina

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:40
Posts Relacionados:
30
Nov
2014
40 comentários
  1. […] O que tem para ver em Estocolmo (Andarilhos do […]

  2. Boia Paulista
    05/12/2014

    Oi, Gleiber. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Boia – Natalie

    • Oi Natalie!!! Fazia tempo que não recebia um comment desses seus, hehehehe. Já estava ficando com saudades… Bjim. E feliz aniversário!

  3. Eu amooooo os posts de vocês! Todos! E esses mapas, o que são??? Não rola um cursinho de como fazer? A Escandinávia tá na lista pra 2016 🙂 já favoritei esse post!
    Bjos, Claudia @pequenoviajante

    • Oi Claudia
      Que legal que você comentou… Adoro fazer esses mapas, hehehehe. Mas é bem fácil, na verdade. Só dar print e recortar. Uso o editor de fotos nativo do mac para escrever, é bem simplesinho…

  4. pf.simardi
    21/12/2014

    I was in Stockholm for a week last year and I was very impressed with its beauty and cleanness. I recommend all of you to visit the Metro Stations because they are a real máster piece . I stayed in a very interesting Hostel, near downtown where there is a boat with a lot of cabins where you can stay.

  5. Silvia
    06/01/2015

    Olá Gleiber (além de ser parecido com meu amigo
    Ronaldo que ama viajar tb… só exoticos tipo Katmandu, Nepal, etc….vcs têm o mesmo sobrenome..)Estamos pretendendo incluir Estocolmo (Suécia) no nosso roteiro de agosto..como será o clima lá nesta época..agora estamos em dúvida de qual cidade mais incluir..talvez ao invés de Oslo (Noruega) e Copenhagen (Dinamarca), como estou querendo conhecer Praga (Rep. Tcheca) e Budapeste (Hungria)…talvez fique com estas e quem sabe mais Varsóvia (Polônia), Viena (Áustria) o que vcs sugerem? Obrigada pelas dicas.

    • Oi Silvia
      Estocolmo nessa época está no verão. É um calorzinho agradável, mas que não dispensa uma blusinha de frio no anoitecer. Quando for para Estocolomo, combine com Oslo, Copenhagem e, quem sabe, Helsinque e São Petersburgo (na Rússia). Quando for a Praga, combine com Varsóvia, Viena e Budapeste. São temas de viagem bem diferentes. Abraços.

  6. Olà Gleiber, parabéns pelo blog cara. Muito legal mesmo! Bem detalhado com comentarios pertinentes e muito bem organizado! Nao conheço a Suécia ainda, mas estou planejando uma visita ainda esse ano. Eu também comecei a escrever alguns relatos das minhas viagens pela Europa e criei alguns roteiros. Ta no começo ainda, mas pra quem quiser dar uuma olhada, aqui vai o link: http://www.viagemeuropa.org/category/roteirosdeviagem
    Obrigado e espero ler mais de voces!

    • Oi,
      Dei uma olhada lá no seu blog, tá parecendo que vai longe, viu? Boa sorte. É muito legal ser blogueiro, mas dá bastante trabalho. Boa sorte e vida longa ao Roteiro de Viagem!
      Abraços.

  7. Sandra Emi
    10/02/2015

    Oi, Gleiber.
    Seu blog é ótimo, muito prático!!
    Iremos passear em Estocolmo em final de junho, ficaremos por uns 15 dias. Fico em dúvida entre contratar a parte terrestre para conhecer Noruega, Dinamarca e Finlândia ou tentar na raça…oque compensa mais?
    Obrigada, abraço, Sandra.

    • Oi Sandra,
      eu gosto de tentar na raça, eheheh
      Mas minha dica é ver lá. Não compre pacotes desse tipo aqui do Brasil, geralmente são revendas das revendas de passeios que já existem lá. Se tem a oportunidade de comprar direito deles, sem intermediários, vai valer à pena.
      Abraços.

  8. mariana
    09/07/2015

    Estou VICIADA neste blog, parabéns pelo trabalho.
    Abraços

  9. Tatiane Cruz
    26/08/2015

    Gleiber, adorei seu blog, estou indo no próximo fdspra lá e suas dicas estão valendo muuito! Obrigada!

  10. MARIO
    10/01/2016

    Boa noite Gleiber. Primeiramente parabéns pelo site. A forma objetiva de abordagem determinou minha decisão em conhecer a Escandinávia. Acostumado aos países europeus normalmente visitados, sentia certa insegurança em uma viagem para aquelas bandas, principalmente considerando que não poderei ficar muito tempo em cada cidade pois terminarei com mais tempo numa visita à sobrinha em Madri. Para não perder tempo, tomarei como programa de viagem suas sugestões, entretanto minha dúvida agora são as hospedagens. Valeria a pena alugar apartamento tipo airbnb? Abraços e obrigado

  11. Melissa
    09/03/2016

    Olá Gleiber, descobri o blog e estou amando!! Parabéns!!
    Vou ficar 2 dias em Estocolmo. Vc acha que consigo visitar todos esses pontos que vc falou?
    Beijos!!

  12. Fernanda
    23/04/2016

    Gente!!! Primeiramente, parabéns pela matéria. Muito bacana mesmo. Linda Suécia. Adorei também a originalidade que vocês escrevem a respeito. Muito bom mesmo. Super diretos, divertia e profissionais. Gostei. Parabéns. Continuem assim!

  13. Thiago
    25/05/2016

    Bacana a postagem. Vou pra Estocolmo dia 15 de agosto. Será frio lá? Os pontos turísticos são pertos? dá pra ir a pé? Vou ficar 3 dias na cidade. Depois vou pegar um navio que vai até Savonna,Italy. Abraços.

    • Oi Thiago
      Vai ser verão. Não espere 30 graus e leve um casaquinho. Mas menos de 15 graus não faz. Prometo.
      Abraços.

  14. Henrique Governo
    05/06/2016

    Boa noite! Vou à Estónia em Agosto e na minha viagem de regresso para Portugal vou fazer uma escala de aproximadamente 9 horas… gostava de saber o que me recomendam ver, se possível, durante este curto período de tempo na cidade!

    Desde já obrigado 😀 Fiquei encantado só com as fotos desse post…
    Abraços.

    • Oi Henrique,
      Em 9 horas dá para aproveitar muita coisa. Minha sugestão é ir para a região da Ópera Real Sueca (Kungliga Operan, no mapinha) e daí bater perna pelos arredores (principalmente Gamla Stan). Vá seguindo a beira-mar (ou beira-rio, sei lá) até o Vasamusee. Essa orla é muito “gira”. Como é verão, você pode dar uma chegada no parque Skansen, é outro lugar que fiquei com vontade de conhecer, mas que perdi por ser inverno.
      Abração.

  15. Tereza
    07/06/2016

    Adorei seu blogue, está explicando bem detalhados mesmo muito lindo o país não sou eu que vou viajar e sim minha filha agora em junho.

  16. Estocolmo é uma das minhas cidades europeias. É linda, tranquila, agradável, com gente simpática e, mais importante, parece que tudo na cidade foi pensado para as pessoas. Como escrevi uma vez, para mim Estocolmo foi amor à primeira visita. Grande abraço desde Portugal e obrigado pelo post.

    • Teu blog é ótimo Filipe! Estou louco para começar a escrever sobre a minha ida a Portugal ano passado. Abraços.

  17. Olá Gleiber, tudo bem?
    Estaremos em Helsinke em novembro e encontrei um “cruzeiro” com um dia em Estocolmo.
    Porém chegamos as 10h e já saímos as 16:30. Queríamos fazer esse tour para não rpecisar carregar mala e tudo mais, mas lendo aqui estou achando que vamos nos arrepender muito…
    Tu também acredita que em um dia não conseguiremso visitar a cidade?

    A outra opção é passar uma noite lá e voltar no dia seguinte, daí teríamos das 10 horas até as 16:30 do dia seguinte. Custaria o dobro do preço, mas lendo teu relato achei Estocolmo tão legal…

    Obrigada pela opinião.

    • Oi Camila,
      Estocolmo é uma cidade muito bacana. Tem que dormir ao menos um dia na cidade. Mas Cruzeiro é outra vibe, a ideia nas paradas é dar uma geral na cidade, só para ver como é… Não é para conhecer, conhecer, entende? Serve para saber os lugares que você voltaria um dia para conhecer melhor. Então se você gostar mesmo (acho que você vai gostar!), volte em uma outra oportunidade. Na verdade acho que é por isso que eu não costumo fazer cruzeiros, hehehehe…
      Abraços.

  18. Deusimar martins
    30/06/2016

    Muito lindo

  19. Regy
    09/07/2016

    Olá… Estou viajando pra Estocolmo em Setembro de 2016, achei o seu blog maravilhoso, tem de tudo um pouco, muito bem explicado, parabéns. Gostaria de saber algumas dicas sobre o mês de Setembro, porque as vezes a temperatura nem é tão baixa, ms o vento é forte…

    • Oi Regy
      Então… A gente foi em Março, então as dicas que a gente tem são essas mesmo. Não saberia dizer como seria a diferença indo em Setembro. Talvez seja bem parecido, só que sem a neve?
      Abraços.

  20. […] Blog Andarilhos do Mundo […]

  21. Pedro Hora
    01/08/2016

    E aí cara, estou pretendendo fazer uma viagem para os paises nordicos em dezembro-janeiro, p finlandia,suecia,dinamarca e noruega, quantos dias vc me indicaria para ficar em estocolmo sendo bastante ligeiro nos passeios? rs
    Abraco

    • Acho ideal pelo menos 3 dias para Estocolmo, Pedro.
      2 dias só se não tiver jeito mesmo.
      Abraços.

  22. Daiana Araújo
    12/09/2016

    Mais lindo que imaginei, não vejo a hora de chegar minha vez de conhecer!

  23. Fernanda Camargo
    04/12/2016

    Não poderia deixar de parabenizá-lo pelo blog! E agradecê-lo também…rsrs…suas dicas são maravilhosas! A cidade é linda demais…mas haja perna viu… Só uma dica aqui para os futuros viajantes… Nesta época do ano os dias ficam mais curtos e o sol bem longe. É frio, mesmo com roupas apropriadas, o rosto congela… Eu particularmente gosto da iluminação para tirar fotos mais legais já que não possuo câmera apropriada e gosto do celular mesmo. A partir do meio de novembro até a presente data não achei a melhor época pra viajar não… principalmente turista como eu que estou sozinha e adoro caminhar! Prefiro o dia e a luz!Abr

  24. Eric Persson
    31/01/2017

    Parabens pelo artigo sobre Estocolmo, ficou muito bom, porém gostaria de informar sobre um erro.
    Como um bom Sueco não quis deixar de corrigir esta informação que é importantissima.

    O verão em Estocolmo que vai de final de junho a final de agosto a temperatura pode chegar em ate 32 graus