Eslovênia – um país que vai surpreender você

Eslovênia? Qual a capital? Ljubljana? Como é que se pronuncia isso? E o mais importante: para que visitar um lugar com esse nome? Se vocês ainda não perceberam, a gente adora um lugar, digamos, diferente. E pode escrever: este país vai surpreender você.

Eslovenia Panorama Bandeira no Barquinho

Apesar de ser perto de pontos turísticos muito famosos (praticamente do lado de Veneza, sabiam?), a Eslovênia parece um lugar distante e exótico. Mas na verdade, é a região mais moderna e desenvolvida daquilo que um dia foi Iugoslávia, um antigo país comunista.

 

Eslovênia – um país jovem, uma nação antiga

Vamos falar um pouco então de história primeiro. Todo mundo deve se lembrar da queda do muro de Berlim e da desintegração do bloco comunista que existia na antiga Europa Oriental, não é mesmo?

A Iugoslávia, uma república dominada pela sérvios, acabou se desmembrando em seis repúblicas menores: Eslovênia, Croácia, Bósnia, Sérvia, Montenegro e Macedônia (tem aí também um tal de Kosovo, mas há controvérsias se ele é independente mesmo ou não).

De todos estes, a Eslovênia foi o primeiro a se juntar à União Europeia e a adotar o Euro como moeda. Tudo isso graças à sua proximidade com o mundo ocidental. E isso é palpável quando se percorre as estradas do país.

Eslovenia Panorama Estrada ao por do sol

 

A paisagem da Eslovênia

Nós entramos no país vindos da Croácia, num carro alugado em Dubrovnik. E ao atravessar a fronteira notamos a diferença na paisagem. A parte litorânea da Croácia se espreme entre o mar e uma montanha, estreita e levemente árida, pedregosa. Quando vamos para interior começam a aparecer vales, rios e zonas férteis.

Mas nada se compara com a beleza bucólica das colinas eslovenas. Sabe aquela cena do tipo “alpes suíços” de vaquinhas pastando em meio a riachos, bosques e flores do campo? Então! É bem assim!

Eslovenia Panorama Paisagem bucolica

Você dirige por estradas modernas, sinalização de nível alemão, placas bilíngues, auto-pistas impecáveis enquanto assiste uma paisagem camponesa pela janelinha. Sempre tem alguma parte dos Alpes nevados por perto para embelezar ainda mais a cena. Fantástico!

Eslovenia Panorama Paisagem

 

E para entrar e circular no país? Como é?

A Eslovênia faz parte do espaço Schengen, ou seja, entrar lá é como entrar na França, ou na Alemanha. Perguntas de praxe: quanto tempo vai ficar, passaporte, documento do carro e seguro saúde. Mesmo na fronteira terrestre com a Croácia, que já faz parte da União Europeia, mas ainda não implantou o Espaço Schengen.

Eslovenia Panorama Estrada

Mas foi tudo tranquilo. Não carimbaram nossos passaportes quando entramos e saímos da Bósnia, mas ao entrar na Eslovênia, os guardinhas cumpriram direitinho o ritual. Logo na saída da alfândega, atenção. Você vai ver um trailer vendendo o selinho do pedágio – o Vignette. Pare imediatamente e compre o seu!!!

Foto 06-04-14 19 33 24O Vignette é um selinho amarelinho desses

A gente parou, olhou no para-brisas e viu um selinho já colado no nosso carro igual ao que eles vendiam e pensamos que estávamos com o pedágio pago… Ledo engano. Circulamos por todas as estradas achando que estávamos abafando!!!

Nas praças de pedágio eles têm filas separadas para quem já tem o vignette e para quem prefere pagar o pedágio em dinheiro vivo, na hora. Sem pestanejar, passamos sempre pela fila dos quites! E adivinha? No final da viagem, quando estávamos cruzando a fronteira de volta para a Croácia, os policiais nos pararam e tivemos que pagar uma multa de 300 euros!

Multa por não pagar pedagio na Eslovenia

O selinho (Vignete é o nome, lê-se “vinhete”) que tínhamos no carro estava vencido há meses. E não sei porque cargas d’água o espertinho aqui achou que a locadora de carros tinha dado um de presente para nós, só porque avisei que ia circular pela Eslovênia.

Folheto explicativo sobre Pedagio Vignette Eslovenia

Fica então a dica: Para as estradas pedagiadas (auto-pistas) da Eslovênia (e também da Áustria e da Suíça) compre o seu vignette antes de sair andando por aí, principalmente se está com um carro alugado em outro país. Na Croácia, você paga o pedágio como no Brasil, em lugares próprios colocados ao longo das pistas principais.

Estradas onde o Vignette é obrigatorio Eslovenia

Site oficial com informações sobre preços e como usar o Vignette (em inglês): clique aqui.

 

E os lugares mais legais para conhecer?

Apesar do país ser muito pequeno, tem um monte de lugar legal para visitar. A sugestão é hospedar-se na capital Ljubljana (leia cada “j” como se fosse “i” e você acerta!). Como fica bem no centro, qualquer ponto turístico que você escolher ficará a menos de 200km de distância!

Eslovenia Ljubljana NoiteLjubljana à noite

Então dá para sair cedo, conhecer as atrações selecionadas e depois voltar para dormir na capital, onde a vida noturna é uma delícia. Isso vale para aqueles que estão de carro próprio, mas também para aqueles que vão contratar excursão. Prepare-se para babar com a estrutura turística que o país oferece.

Eslovenia Panorama Lago Bled

Mas vamos à lista dos lugares mais imperdíveis:

a) Castelo, Lago e cidadezinha de Bled: direto ao ponto, ao lugar mais fantástico e mais inesquecível do país. Fica ao norte, a meros 56km da capital e vai te deixar completamente apaixonado pelo país. Torça só para o dia estar bonito e suas fotos vão parecer aquelas de revista!

Eslovenia Panorama Sandro em Bled

 

b) Cavernas de Postojna: 52km ao sul da capital, é o maior complexo de cavernas visitáveis da Europa, com uma organização e estrutura que dariam inveja a qualquer germânico. Apesar de parecer um lugar para aventureiros, a mordomia de um trenzinho que te leva até o coração da terra deixa o passeio fácil e adorável até para crianças.

Eslovenia Cavernas em Postojna

 

c) Castelo de Predjama: do ladinho de Postojna, dá para acreditar que eles construíram uma coisa imensa dessas encravada na rocha? Para quem gosta de castelos como nós, uma atração imperdível. Para quem não gosta tanto, vale para admirar a engenharia medieval por trás de uma obra como aquela.

Eslovenia Predjama Caslte

 

d) Castelo de Otocec: este é pequeno, e conhecemos só de passagem. Fica nas margens da autopista que conecta Zagreb e Ljubljana, ou seja, no seu caminho. Fica numa ilhota entre dois braços de rio que mais parecem fossos medievais. Paisagem de contos de fadas e o mais inusitado, você pode dormir lá porque é um hotel!

Eslovenia Otocec Gleiber

 

e) Ljubljana, a capital: muito mais charmosa e agradável que a capital croata. Um lugar cheio de gente bonita, alegre e que gosta de curtir um programa ao ar livre às margens do rio Lubljanica. No símbolo da cidade, um dragão verde, que pode ser visto em esculturas e souvenirs. Não é demais?

Eslovenia Dragao de Ljubljana

 

Há outros lugares, mas com o tempo escasso que tínhamos, só conhecemos esses lugares. Acho que foi bom para ter uma noção geral da ex-república iugoslava que hoje já é uma potência do turismo da Europa Central.

Eslovenia Lago e Castelo de Bled

 

Procurando um hotel no país? Se você usar nossa caixa de busca, a gente ganha uma comissão do Booking.com! Ajuda aeee!

Que ler mais posts sobre esta viagem pela Croácia e Eslovênia? Clique no banner abaixo:

andarilhos do mundo croacia e eslovenia

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:81
Posts Relacionados:
06
Apr
2014
81 comentários
  1. Fernanda
    06/04/2014

    A Eslovênia está na minha bucket list há tempos!!!!

    • Oi Fernanda!
      Vai tranquila, você não vai se arrepender! E dá para encaixar junto com viagem a qualquer um dos países vizinhos, porque todos valem a pena! Abração.

  2. Francisco
    07/04/2014

    Fantastico a descrição. Me deixou ainda mais com desejo de conhecer essas maravilhas.

  3. Felipe
    07/04/2014

    Bela descrição, obrigado!
    Vcs recomendam qtos dias lá, no mínimo?

    • Oi Felipe,
      A gente ficou 3 dias e deu para conhecer tudo isso. Um 4o dia seria legal para conhecer melhor a capital.
      Abração e obrigado pela visita.

  4. Boia Paulista
    07/04/2014

    Oi, Gleiber. Tudo bem? 🙂

    Esse seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

    • Oi Natalie! Duas semanas consecutivas? Vou ficar todo bobo desse jeito! 🙂 (se sentindo felizão!)

  5. Tania
    07/04/2014

    Oi Gleiber, tudo bem?
    Estou indo agora em maio para Europa e meu roteiro inclui Croácia e Eslovênia, além do triângulo tradicional Budapeste, Viena e Praga. Inclusive meu roteiro na Eslovênia é bem parecido com esse seu, adorei o post!
    Vamos fazer tudo de carro, mas a minha dúvida é sempre com relação a transitar entre os países. Por exemplo: Vindo de Veneza, para entrar na Croácia, eu preciso de algum ticket como o Vignette na Eslovênia ou é somente pagamento de pedágio? E depois indo de Ljubljana para Zagreb, também é só pedágio?
    Outra coisa, perde-se muito tempo nessas duas fronteiras? Minha preocupação é que sairei de Veneza já de tarde e não gostaria de chegar ao meu primeiro destino que é Opatija (a Rainha do Adriático :)) muito tarde da noite.
    Obrigada novamente pelas ótimas dicas!!

    • Rodrigo Molina
      07/04/2014

      Oi Tania…
      Tenho certeza que sua viagem vai ser inesquecível.
      Praga ainda para mim é a melhor cidade do mundo…. Depois de ir 3 vezes quase me considero um tcheco e tenho certeza que não irá se arrepender!!!
      Budapeste é maior e mais imponente… linda mesmo! Dê uma olhada nos nossos relatos de viagem em Budapeste, tenho certeza que vai gostar bastante!!!

      Ótima viagem!!!

    • Oi Tania,
      Para a Croácia, não precisa de Vignette em nenhuma estrada. O pedágio é cobrado como no Brasil, em praças próprias. Dá para pagar em cash ou cartão. A aduana (onde se faz a imigração) é bem rápida. A gente pegou filas imensas no pedágio da saída de Zagreb indo para a Eslovênia – 1:30h mais ou menos, mas foi porque pegamos a fila de quem pagaria em cash, a fila para pagamento com cartão de crédito estava bem pequena, a gente é que foi burro mesmo. Já na aduana, foram só uns 15 minutinhos de fila.

  6. A madrinha do meu marido mora em Gorizia, na fronteira da Italia com a Eslovênia. Ele ja foi extraditado de la quando o pais ainda não fazia parte da União Europeia, atravessou a rua com pai e bim! Cruzaram a fronteira sem saber.
    Quando voltamos, ha 3 anos, eu fui correr e atravessei a mesma fronteira, que não tem mais os pontos de controle da policia de fronteira. Corri da Italia pra Eslovênia 🙂 O pouco que vi ja encantou, e agora tenho certeza que precisamos voltar pra visitar a madrinha e dar uma esticada do outro lado da rua!

    • Pois é Natália, tem que tirar um tempinho para desbravar o país! Obrigado pela visita! Bjim.

  7. Marcelo
    08/04/2014

    Parabéns pelo relato !
    Já estive na Eslovenia duas vezes com minha esposa.A avó dela nasceu lá quando esta pequena jóia europeia ainda fazia parte do Império Austro húngaro em plena primeira guerra mundial. O mais incrível é que ela ainda está viva e acabou de completar esse ano, 99 anos. Ela sempre fez propaganda de sua terra, e quando estive lá pude constatar quão belo é este país .
    O roteiro percorrido se assemelha muito com o meu. Gostaria de contribuir para indicar outros lugares lindos de lá. Rio soca (considerado o rio mais limpo e belo da Europa ), a caverna de scokjan e a cidade litorânea de piran com um arquitetura veneziana (visto que já pertenceu a república de Veneza ). Recomendo para que estiver em trip pela Europa , incluir uma visita a este pequeno e encantados país.

    • Oi Marcelo!
      Obrigado pelas dicas! A gente só bateu ponto nos lugares mais famosos mesmo, essas suas sugestões já são de alguém mais experiente!!! 🙂 Adorei! Agora já achei uma desculpa para voltar lá um dia. Abração.

  8. Hugo Bissembayev
    09/04/2014

    Olá!

    Penso em incluir a Eslovênia em meu roteiro pela Europa , entretanto , li em alguns sites ”gringos” que alguns viajantes tiveram problemas de cunho racial por lá , inclusive uns ficaram na iminência de serem agredidos fisicamente! Tenho descendência provinda da Ásia Central e não tive problemas na Rússia , Estônia e Letônia mas me preoucupo por ter lido que há muitos grupos xenofóbicos na Eslovênia e Croácia , o que me recomenda? teve algum problema quando esteve na SVN?

    Abraços!

    • Puxa Hugo,
      Eu não ouvi falar nada a respeito e torço para que você não deixe de visitar um lugar desses tão lindo por essa razão. Infelizmente, a Europa tem dessas coisas. Mas se bem entendo, grupos como esses existem em todos os países e ter o azar de encontrá-los um risco a correr. Assim como um gringo não deveria evitar de vir ao Brasil apenas pelo risco de ser assaltado/violentado/estuprado, acho que você não deveria deixar de ir na Eslovênia por isso. O risco existe? Existe! Pode acontecer algum problema? Pode! Mas qual é a probabilidade de você ir à Ásia e um Tsunami te pegar? Boa sorte!

  9. Melissa
    09/04/2014

    Nossaaa amei Gleiber. Mas que legal!!! Quero ir tb!!! Eu que esyive em Veneza nem sabia.

    Dicas preciosas no seu blog. Parabens!!

    E essa do pedagio. Nossa. Na alemanha andamos de onibus achando q nao precisava pagar. Minha irma ne. Mas se encontrassem levaria multa. E no trem na Italia, um cara foi multado na minha frente por esquecer de validar o cartao… cento e poucos euros…

    Q lastima. Beijos

    • Oi Melissa! Então… A gente tem que se ligar nessas coisas. No meu caso, eu achei (sei lá porque) que o cara da locadora de veículos tinha colado um Vignete para mim porque eu avisei que dirigiria pela Eslovênia e, de fato, tinha um Vignete (vencido! kkkkk) grudado no pára brisa do carro. Minha mania de não conversar com as pessoas dá nisso… O Sandro foi quem ficou um pouco bravo. Eu me senti, assim, merecendo! kkkkkk

  10. Gleiber,
    Que post bacana. Passei pela Eslovênia em uma viagem de carro como você (mas com vignette 😛 ). Amei Bled e achei o pouco que vi de Ljubljana uma graça.
    Dependendo da direção de viagem recomendo ao menos uma parada em Trieste. Foi uma belíssima surpresa.
    Abraços

    • Legal, Deb!
      Triste já é na Itália, né? No caminho para Veneza (vi no Google Maps, hehehe). Eu adorei Ljubljana, mas acho que foi porque a minha última capital tinha sido Zagreb, que é um patinho feio!
      Valeu pela dica e pela visita. Abraços.

  11. Eva Aguiar
    14/04/2014

    Gleiber, gosto da forma que você narra suas viagens. E muito bacana! Você me leva a vivenciar a cada passo da viagem. Continue assim. Sou apaixonada por estrada. Viajar é renovar a cada instante. Curto até o feio e difícil… pois todos sabem que viajar pelas estradas brasileiras não é uma tarefa fácil(buracos,falta de sinalização e acostamento etc…) mas as paisagens do nosso BRASIL são tão belas que esqueço a parte ruim. Já estive em todas as regiões brasileiras. Agora… O desafio é conhecer os países vizinhos e depois partir para Europa(já fui a Itália e Portugal) E certamente seguirei seus rastros. Abraços para vocês. Eva

    • Oi Eva,
      Sabe que eu preciso viajar mais no Brasil, viu? Tem tanta coisa boa aqui perto, pena que a gente tenha que pagar tão caro, para serviços de turismo às vezes precários. Mas a coisa já melhorou muito e está melhorando a cada dia. Já há destinos que dão exemplo para muito gringo! Um abraço e obrigado pela visita.

  12. Artur Barz
    05/05/2014

    Me surgiu uma dúvida…Há alguma influencia da língua italiana no lugar, alem do sugestivo nome “vignette”? O alemão por lá é forte?

    • O alemão é forte sim, mas o termo vignette é usado também na Áustria e na Suíça. Mas com certeza a origem da palavra é o italiano.

  13. Sonia
    12/05/2014

    Gleiber que pena que não li a sua advertência antes de ir pra Ljubljana ….
    Saí da Croácia e passei direto pela fronteira e não me liguei que precisava
    comprar a tal vinhete … na verdade nem vi onde estava o aviso.
    Com o dinheiro contado pra só fazer um bate-volta ,minha amiga e eu nos vimos em apuros . Nossa sorte que a multa foi menor ..150 euros + 15 euros da vinhete …juntando..era tudo o que eu e minha amiga tínhamos na bolsa.
    O guardinha ainda disse ..”olha, aí na frente tem um posto onde as senhoras
    podem sacar dinheiro”.
    Fiquei rezando pra maquina não engolir meu cartão …e lá fomos nós conhecer a nos surpreendermos com tanta beleza e modernidade.
    Assino cada palavra do que você escreveu.

    • Puxa, Sônia. Escrevi o post meio atrasado! kkkk Que pena que aconteceu contigo a mesma coisa… 🙁

  14. Fabiola
    26/08/2014

    Ola! Adorei o relato de voces e me animei para incluir a Eslovenia no meu roteiro da Croacia. Uma duvida: quantas noites sugere na Ljubljana, pensando que chego no final do dia de Zagreb ( provavelmente nao consiga visitar a cidade nesta noite), pretendo um dia para Bled e outro para Postojna, ou seja, quanto tempo levamos para conhecer estes dois lugares? Acha que consigo conhecer a cidade num destes dias? Ou melhor separar um dia inteiro? Outra pergunta, estarei com minha filha de 7 anos, acha tranquila a estrutura la para crianca? Obrigada!!!

    • Oi Fabíola. Como você está com criança, reserve 3 dias para Ljubljana. Um dia para conhecer a cidade em si, outro para Bled e outro para Postojna. A estrutura para crianças é perfeita. Em Postojna, por exemplo, ela vai AMAR! Abraços.

  15. Wildes
    15/12/2014

    Estive na Eslovenia em maio/2014, pena que foi a trabalho em Velenje. Só tive tempo de conhecer Bled. Mas o pais é realmente bonito!
    Vale a pena!!

  16. Renata
    16/01/2015

    Muito bom o texto. Vai ajudar! Obrigada!

  17. LuJu
    28/01/2015

    Gleiber, parabéns pelo relato Eslovênia e pelo blog como um todo. Gostaria de lhe pedir algumas dicas, se possível:
    1-quantos dias em Zagreb?
    2-quantos dias em Ljubljana?
    3-de Zagreb para Ljubljana qual seria meio seria melhor: carro alugado ou trem?

    • Oi Luju,
      Para Zagreb, 2 dias são mais do que suficientes!
      Para Ljubljana, depende… Se vai usar como base para explorar o resto do país, passe ao menos 3-4 dias. Se é para conhecer a cidade propriamente dita, um dia e uma noite são suficientes.
      Abraços.

  18. Pianetti
    26/02/2015

    Somos colegas de profissão (neurocirurgião), porém bem mais velho, mas nada me impede de sair viajando por aí. Em junho farei um roteiro muito parecido com o seu (Dubroninick – Split – Plitvice – Liubliana – Zagreb), tudo de carro. Já conheço o vigente da Suíça e foi bom seu alerta. Ficarei dois dias completos em Liubliana. O tempo seria suficiente para ver Bled, Postojna e Liubliana? Vou deixar o carro em Zagreb, onde seria, aeroporto ou gare? Agradeço a atenção. Pianetti

    • Oi Pianetti,
      Bled e Postojna são bem perto de Ljubljana. Dá para você conhecer os dois num só dia e terá outro dia inteiro para Ljubljana. Ou vc pode fazer como a gente. Ir cada dia num desses lugares e deixar as tardezinhas para a capital. Deixe o carro em Zagreb na gare se for ficar na cidade para passear um pouco antes de pegar o seu voo.
      Abraços.

  19. Renata Campos
    15/03/2015

    Ei Gleiber, adorei o post!
    Estava em dúvida se valia a pena incluir a Eslovênia na minha viagem e já descobri que sim!! rs
    Tô querendo abrir mão de conhecer Zagreb pra ir pra Eslôvenia. Acha que é uma boa troca?
    Obrigada! Bjo

  20. Guilherme
    23/04/2015

    Muito legal esse e outros posts do seu blog! Parabéns!
    Você achou Eslovênia um país caro para passear? Fazendo todos esse passeios+hotel+alimentação, qual seria o custo aprox.? Obrigado!

    • Oi Guilherme
      Eu acho muito difícil dar uma previsão de preço. A gente costuma alugar carro, por exemplo. Então não sabemos preço de excursão. Para hospedagem, faça uma busca rápida no Booking.com para ter uma ideia. Para alimentação, o preço vai variar muito conforme o seu perfil de restaurante. 🙁
      Mas no geral, não achei um país caro não. Se assemelha à Áustria e é um pouco mais barato do que a Alemanha.
      Abraços.

  21. Bruno paixão
    04/06/2015

    Boa noite , quero ficar na Eslovênia uns 5 dias e 4 na Croácia qual é a melhor maneira de ir da Eslovênia para croacia ? Alugar carro, trem ? Como é a questão cultural a racismo ? Como existe na Bélgica e Áustria ?

    • Oi Bruno,
      Então… A gente gosta muito do esquema de alugar carro para fazer nossas jornadas. Então foi a nossa opção (pegamos um engarrafamento monstro na saída de Zagreb para Ljubljana que foi horrível, mesmo assim). Há a opção de ir de trem também. Deve ser até mais rápido e confortável.

      Sobre o racismo, difícil dizer… A gente não notou nada e nunca ouvimos falar nada a respeito. Mas também não sabia na Bélgica e a Áustria havia muito racismo… Então talvez eu esteja mesma bem por fora a respeito dessa questão afinal.

      Abraços e boa sorte. Ambos são países lindos!

  22. cyntia
    15/06/2015

    boa tarde , vamos somente atravessar a eslovenia para a croacia, preciso colocar esse selo no carro?? se sim consigo comprar na frnteira do pais, vou de veneza para croacia, e vice versa… obrigada

    • Precisa Cyntia,
      Assim que você atravessa a fronteira, pare no primeiro posto de gasolina, ou então fique de olho em alguma placa indicativa (no nosso caso, havia a aduana e ali um cartaz enorme indicando o lugar para comprar). Da Itália para a Eslovênia não deve ter aduana, mas haverá alguma indicação. Tem selo só para uma semana e é barato. Melhor do que pagar multa. Se você não andar nas auto-pistas, não vai precisar, veja o mapa das auto-pistas no post, estão marcadas em verde.
      Abraços.

  23. Ana Lúcia
    25/07/2015

    Vamos para Trieste no fim de novembro para a formatura do meu filho e gostaríamos de aproveitar e conhecer a Eslovênia e a Croácia. Nessa época é muito frio, neva, quais passeios e cidades que você indicaria?!

    • Oi Ana Lúcia,
      Em novembro já é friozinho sim, mas a chance de neve é pequena. Na Eslovênia é mais frio do que no litoral dálmata (quanto mais perto do mar, menos extremos de temperatura). Mas as paisagens deve estar lindas na Eslovênia porque será outono. Vá a Ljubljana, Bled, Postojna e Predjama. Na Croácia, dá para curtir Zadar, Split e até Zagreb.
      Abraços.

  24. Sol
    10/08/2015

    Gleiber!
    Amei as dicas. Direto e reto e, ao mesmo tempo, faz com que nem pensemos em outro roteiro!
    Separei uma semana de setembro pra visitar a Eslovênia, apesar de ter pouca coisa na Internet sobre este país, tudo o que li é muito cativante.
    Farei os trechos de trem ou excursão. Creio que eles possuem uma boa estrutura pra isso, certo?
    E vou me hospedar na capital, pra poder me locomover mais facilmente para o restante do país.
    Você saberia dizer se há trem direto pra Milão? É de lá que meu avião partirá para o Brasil…
    Muito obrigada pelas dicas!
    Vida longa pro seu site!
    :*

    • Oi Sol,
      A Eslovênia é mesmo apaixonante.
      Não deve ter trem direito não, mas com algumas baldeações, deve conseguir chegar lá fácil. Tem trem direito de Ljubljana para Veneza, por exemplo. Abraços.

  25. Roberto
    11/10/2015

    Nossa, adorei as informações. Vi uma matéria na TV um tempo atrás sobre a Eslovênia e tenho muita vontade de ir futuramente. Suas dicas são ótimas. Parabéns.

  26. Luciana Marcondes
    20/10/2015

    Uma forma muito mais econômica e também segura de passar pela Eslovênia partindo da Italia em direção à Croácia sem pagar pelo selo pedágio “Vignette” é não pegar a autoestrada, mas sim a E61. Na estrada Veneza-Trieste, seguir a indicação Fiume/Basovizza. Embora não seja uma autoestrada, a E61 é excelente e não compensa pagar pelo selo se a Eslovenia for apenas uma passagem. A fronteira é muito tranquila de passar. Embora verifiquem os passaportes, não é necessário sair do carro. Ingressando na Croácia, o sistema de pedágio é o mesmo da Itália.Em território croata, é importante comprar Kunas tão logo apareçam as indicações de câmbio por causa dos pedágios. Mas não compre demais porque o valor Kunas x Euros não é muito vantajoso (1E = 7 KN, sendo que o valor correto seria 7,58). Para finalizar, antes de alugar um carro para rodar na Italia e pretendendo ir à Croácia, deve-se perguntar se é permitido pois, algumas empresas não autorizam a entrada na Croácia.Um abraço.

    • Oi Luciana,
      Excelente dica. Realmente, as rodovias pedagiadas são apenas algumas. Dá para viajar tranquilo sem passar por pedágio.
      Abraços e obrigado por contribuir com o nosso blog.

  27. Simone
    25/12/2015

    Obrigado pelas dicas. Estivemos no país e gostamos muito (http://viagemeslovenia.blogspot.com.br)

  28. Carol Akemi
    19/01/2016

    Oi Gleiber,
    Como sempre seus posts sao otimos!!!! Adoro todos!
    Estou pensando em levar meu sogro para Eslovenia, porem ele tem dificuldade de andar muito. Pelo seu post acredito que seja tranquilo, pois parece que voce andou bastante de carro e foi ate os lugares para visitar, certo? Ou essa foi uma viagem em que voce teve que andar bastante?
    Bjos

  29. Nilva Tusek
    21/02/2016

    Olá Gleiber,
    Parabéns pelo seu blog, meu marido leu é Esloveno, vivemos no Brasil desde 2008.
    Existe uma cidade na Eslovênia chamada PTUJ, vale a pena conhecer,é uma cidade pequena, mais encantadora.
    Existe um porão de vinho que pega mais ou menos 1/3 da cidade.Geralmente as visitas são agendadas, mais vale muito a pena, no final da visita eles servem dois tipos diferentes de vinhos, esse porão tem toda uma história, bem interessante.Se falar que a cidadezinha é linda.Abraços

    • Oi Nilva,
      Muuuuito legal sua dica. Um dia espero voltar ao país com mais calma e já anotei a dica.
      Abração.

  30. Liliane Inglez
    09/03/2016

    Gleiber, que super legal este post! (como sempre!!). Eslovênia está na minha wishlist e como ainda não fechei minha viagem de julho, estou considerando… Além de Croácia, vocês visitaram quais outros países nesta viagem? Abraços!!!!

  31. Ana Paula Ribeiro
    03/04/2016

    Olá Gleiber, adorei suas dicas. Desde que assisti ao Globo Repórter em que a Glória Maria visita a Eslovênia, imediatamente este local entrou para a minha wishlist, estamos pretendendo ir agora no início de Maio se hospedar em Ljubljana por 5 nts, chegaremos pelo aeroporto e alugaremos um carro lá, o hotel que escolhemos fica a 4 km do centro e gostaria de saber se na cidade é fácil para estacionar o carro? Como deve ser o procedimento? Pretendemos conhecer Bled, Predjama, Postjonga e Piran. Estaremos comemorando 20 anos de casados e queremos fazer também um bate e volta para Veneza (já conhecemos), mas seria para a comemoração, vc acha que compensa? Chegando em Veneza, onde podemos deixar o carro estacionado? No dia da chegada em Ljubljana, devemos estar lá por volta das12:00, se conseguirmos sair do hotel até umas 15:00 você acha que daria para conhecer O Castelo de Predjama e as Cavernas de Postjonga no mesmo dia? Devemos comprar ingressos antes ou na própria bilheteria? Só mais uma dúvida, compensa passar o dia em Piran ou é melhor reservar um hotel e ficar por uma noite? Muito obrigada e desculpe pelas inúmeras perguntas. Muito sucesso!!!

    • Oi Ana Paula
      Vamos lá:
      1) Estacionar é muito fácil. Eu gosto sempre de colocar o carro em edifícios-garagem. Você pega o tíquete na entrada e paga em uma máquina (normalmente com cartão de crédito) na hora de ir embora. Como nos shoppings do Brasil.
      2) Acho que dá para ir a Veneza sim, mas a gente não tem muita noção da logística lá porque quando fomos há muuuuuitos anos atrás, foi de excursão, então não aprendemos nada. 🙁
      3) Reserve um dia todo para Predjama e Postojna porque tudo é com horário marcado e normalmente é difícil ter a sorte de conseguir casar os horários tão perfeitamente para conseguirem fazer isso com pouco tempo.
      4) Comprem com calma na bilheteria, quando chegarem lá.
      5) Não conheci Piran, mas vi no google que são só 120km. Faça um bate-volta.

      Abração. Desculpe a demora em conseguir te responder… 🙁

  32. Elisangela Perdigão
    29/04/2016

    Olá Gleiber,
    Iremos fazer um tour pela Europa no mês de Junho e um dos países de destino será a Eslovênia. Fiquei entusiasmada com as dicas que você postou. Parabéns pelo Blog e quando retornar, vou compartilhar a minha experiência.

  33. Marcelo Fuertes
    13/06/2016

    Gleiber, muito legal a sua história e parabéns pelo seu Blog

    Minha familia (Esposa e 2 filhas 3 e 4 aninhos)e eu faremos uma viagem de carro pela Itália, gostamos de colocar o pé na estrada rsrs.
    Gostaria de saber se é tranquilo sair de Veneza em direção a Ljubljana e se no mês de Junho é uma boa época para conhecer a Eslovênia.

    Obrigado,

    Marcelo Fuertes

    • Oi Marcelo,
      Os mês de Junho é ótimo. O verão é lindo por lá e as estradas são ótimas. Só lembre de comprar um Vignete assim que cruzar a fronteira (é o pedágio para as estradas eslovenas) e nem é caro!
      Abração.

  34. […] o texto do Gleiber do blog Andarilhos do Mundo. A única diferença foi o carimbo no […]

  35. Juliana
    07/08/2016

    Oi Gleiber, adorei a reportagem e com certeza a Eslovênia agora faz parte da minha wishlist, eu só tenho uma dúvida e é quanto o idioma, dá pra ter uma viagem legal apenas com o inglês ou seria melhor aprender o idioma local?
    Abs

  36. FLAVIA R A PRADO
    19/08/2016

    Olá … muito bom te achar por aqui! Por favor, dá pra se virar falando espanhol (e um pouco de Italiano), ou tem que falar no mínimo o ingles?

    • Oi Flávia
      Como a minha 2a língua é o inglês, nunca cheguei a arriscar outra língua. Talvez seja fácil o italiano. Mas com o inglês tudo é mais garantido.
      Abraços.

  37. notonn clebber da silva
    24/08/2016

    queria comprar uma passagem de ida pra italia.e depois sair de pé com uma mochila na escosta pra conhecer a eslovenia…{tem como fazer isso]queria conhecer a eslovenia qual o jeito mais facil ou melhor.{sou leigo nisso}

    • Oi Notonn,
      Não entendi. Você quer ir à pé? Acho melhor pegar trem, ou ônibus.
      Abraços.

  38. Débora
    29/08/2016

    Eu e o meu noivo queremos passar a lua de mel na Eslovenia. Li seu post e fiquei com mais vontade ainda Rs. Você diz que precisa do seguro saúde, é obrigatório mesmo para entrar no país ou só se for de carro?

    • Oi Débora,
      O seguro saúde pode ser solicitado para todo brasileiro que está entrando a turismo em algum país da União Europeia. Quando eles pedem, é na entrevista da imigração, no país de ingresso. Mas nem sempre pedem. Mesmo assim, eu acho super recomendável. Não é caro e já pensou se vocês precisam de qualquer atendimento médico?
      Abraços.

  39. Leonardo
    11/10/2016

    Fui à Eslovênia ano passado, esticando após uma viagem pela Itália. São realmente impressionantes as paisagens de lá. Como estávamos com um pequeno viajante de 3 anos, já cansado de alguns dias de estrada (rodamos a Itália de trem), alugamos um carro em Ljubljana (minha nova cidade preferida no mundo!) para rodar um pouco com paz e liberdade. Essa para mim é uma dica fundamental para quem quer rodar a SLO com crianças. Dormimos três noites em Bled que, além de linda, também serviu de base para Bohinj (o teleférico para Vogel é sensacional) e Vintgar Gore. A caminho de Ljubljana, vale uma parada em Skofja Loka (belíssimo museu/castelo e centro medieval bem legal). Optamos por “gastar” uma tarde no bonitinho e variado zoo de Ljubljana para reanimar a resistência de nosso filho, para depois fazermos Postojna/Prejama (de carro ainda) e conhecer a belíssima “Ljubljena” em três dias cheios (castelo, noites às margens do Ljubljanica, nosso filho se divertindo na inquieta praça Preseren). Uma dica: fizemos Trieste/Ljubljana e Ljubljana/Trieste usando o GoOpti (serviço de shuttle low cost), que, para nós funcionou que foi uma beleza)

  40. Isadora
    03/11/2016

    Obrigada pelas dicas!! Partiremos em dezembro e planejamos conhecer os balcãs em 20 dias. Creio que será suficiente. Pensamos em alugar um carro e conhecer os pequenos e preciosos detalhes e lugarejos destes maravilhosos países, a começar pela Eslovênia.

  41. José Augusto Teixeira
    20/11/2016

    Parabéns pelos comentários e dicas.Também sou de Uberaba e estaremos em Veneza por três dias antes de embarcar num navio para a travessia. Estou pensando em alugar um carro em Veneza só pra ir na Eslovênia e voltar no mesmo dia, pois achei próximo. Pode sugerir a melhor opção. Chegaremos em Veneza dia 25 novembro de 2016 e embarcarem os no dia 29.
    Forte abraço conterrâneo!

    • É pertinho mesmo, conterrâneo.
      Mas honestamente. Veneza é tão linda. Curta o que puder lá. Deixe a Eslovênia para uma viagem mais dedicada àquela região. Combina muito bem com um roteiro de carro pela Áustria.
      Abraços.

  42. Ana Victória
    09/01/2017

    Eu tenho 16, ainda estou terminando o médio e estou pensando em estudar na Europa, uma das minhas opções seria a Eslovênia. Queria saber o que vocês acham do país para morar(para visitar parece incrível <3 ) e provavelmente primeiro vou para a França passar um tempo(irmã mora lá) para depois ir para o país que vou estudar. Existem muitos problemas nessa transição de um país para outro? Principalmente quando se trata desse?

    • Oi Ana Vitória
      Não tenho nenhum conhecimento sobre morar na Europa ou estudar na Europa (só viajar a turismo mesmo)
      Mas que a Eslovênia é um lugar lindo e perfeito para morar, ah isso é!!!
      Abraços.

  43. Karla Tambellini Amaral
    10/01/2017

    Olá, adorei os comentários!
    Vou para Eslovênia em Agosto, estou muito na dúvida em qual voo pegar do Brasil. A minha ideia era chegar em Veneza e alugar um carro para chegar até lá, porém não consigo achar locadora com carro em veneza. A outra pergunta é se é possivel ir até algumas cidadezinhas da Austria de carro. E também se o percurso até a Croácia é tranquilo. 🙂 Obrigada e Parabéns!

    • Oi Karla
      Você não achou locadora de carro em Veneza? Estranho, todos os sites de aluguel de carro tem essa opção. Depois para circular por lá é tranquilo. Mas lembre-se de comprar a vignette (selinho de colocar no parabrisa do carro, como um pedágio) para circular pelas auto-pistas da Eslovênia, da Áustria e da Croácia (cada país tem seu selinho).
      Abraços.

  44. ivana
    20/02/2017

    Olá adorei o post, mas estou com duvida sobre o aluguel de carro e o Vignete.

    Vcs pagaram 300 euros por causa de multa, mas quanto custa o selo Vignete ? É muito caro ?

    Compensa alugar carro e visitar esses paises (eslovenia, croacia) de carro sozinha? Ou de onibus é melhor ?

    Uns amigos me deram dicas que alugar carro na italia é bem mais barato do que alugar na croacia. Verdade ? Obrigada.