Ilha de Hvar num bate e volta: não faça isso!

Ilha de Hvar, um dos paraísos mais fantásticos do Adriático, terra de baladas famosas, gente bonita e paisagens estonteantes, o que você faz?

Ilha de Hvar Croacia 18

(a) Programa logo uma semana na ilha para aproveitar bem tudo o que ela tem a oferecer; ou
(b) Faz um bate e volta (das 12 às 17h) e não consegue conhecer nada.

Acreditam que a gente escolheu a letra (b)?

 

Como chegar na Ilha de Hvar?

Para começar, não pensem que foi fácil chegar lá! Estávamos na cidade de Split que é o ponto perfeito para alcançar as lindas ilhas da Croácia. De lá partem várias opções de barco (ferries e catamarãs – já explico a diferença) que servem para chegar, virtualmente, em qualquer outro destino insular do país.

Ilha de Hvar Croacia ferry

Logo ao chegar no porto de Split para comprar nossas passagens, acontece o que eu temia. Os horários não casavam! Meu plano era acordar o mais cedo possível e chegar de manhã em Hvar, de preferência na cidade principal – Hvar Town. Na hora de voltar, queríamos algum barco ao entardecer, pois ainda íamos dirigir uns 300km naquela noite!

Ilha de Hvar Croacia 02Ferry embarcando alguns veículos no porto de Split

Mas por incrível que pareça, achamos uma saída, indo por um porto e voltando por outro. Para vocês entenderem, a ilha de Hvar tem 4 portos:

  • Hvar Town: só permite barcos menores, os catamarãs, que só transportam pessoas e não veículos;
  • Stari Grad: onde atracam os ferries, barcos grandes que carregam veículos;
  • Sucuraj: enquanto os dois portos acima recebem barcos de Split, este recebe ferries vindos de Drvenik, uma cidadezinha do litoral croata que fica entre Split e Dubrovnik. Os preços dos barcos aqui são muito menores;
  • Jelsa: um porto secundário, que não recebe ferries (só catamarãs).

hvar-mapMapa extraído do site oficial da ilha de Hvar: http://www.hvarinfo.com/

A “cidade” mesmo da ilha de Hvar é Hvar Town, então o melhor negócio para nós, que planejamos um bate e volta era ir e voltar por este porto, sem atravessar o carro (paga-se uma pequena fortuna para isso!). Mas a gente teve que ir por Hvar Town e voltar por Stari Grad, por causa da agenda desses malditos barcos.

Veja esse mapa com as rotas dos principais ferries e catamarãs que circulam pela região.

hvar_dalmatiaMapa extraído do site oficial da ilha de Hvar: http://www.hvarinfo.com/

A principal empresa de Ferries na Croácia é a Jadrolinija. Dá para entrar no site deles e ver os horários de todos os tipos de barcos, que vão para todos os portos acima. Mas prepare-se para ter que chegar nas ilhas sempre de tardezinha e para sair bem cedo no dia de voltar.

Ilha de Hvar Croacia 04A gente na fila do catamarã para Hvar Town

Para facilitar, veja os links abaixo, todos em inglês:

 

Chegamos em Hvar, e agora? Por onde começar?

Nós pegamos o catamarã das 11:30h da manhã. Deu tempo para tomar café da manhã no centro de Split (nosso “hotel” era, na verdade, um apartamento, e não dava direito a café, lembram?). Conseguimos até passear pela cidade velha. Era a nossa chance de visitá-la de dia, com a luz do Sol iluminando o belo palácio de Diocleciano.

Leia mais:
+ Turismo em Split – vale passar o dia?
+ Dica de hospedagem em Split

O catamarã era fechado, não dava para sair ao ar livre para pegar um ar ou tirar boas fotos. Chegando cedo na fila, às vezes até dá para pegar um lugar na janelinha. Tempo de viagem: 1h. Chegamos na fantástica ilha de Hvar às 12:30h e agora? Por onde começar?

Ilha de Hvar Croacia dentro do catamaraUma hora dentro do catamarã

Resolvemos passear primeiro pelo porto e pela praça principal, bem na chegada. O calor era de matar, faziam pelo menos uns 40 graus e o Sol de rachar dava uma preguiça… A Trg Svetog Stjepana (o nome da tal praça), ao menos rendeu boas fotos.

Ilha de Hvar Croacia praca central

Por ali fica o centro de informações turísticas. Resolvemos entrar um pouco e foi aí que começou o mal humor do Sandro…

Ilha de Hvar Croacia 05Foto tirada de dentro do catamarã, pela janelinha, mostrando a chegada à Hvar

 

Visitando Hvar debaixo de profundo mal humor…

A menina do centro de informações turísticas começou a mostrar tudo o que a ilha tinha para oferecer… Tantos lugares lindos, tantas praias legais, tantos passeios… Tudo LONGE! Cada coisa que perguntávamos, era uma decepção. Não ia dar tempo de visitar nada.

Foi então que o Sandro chegou a uma óbvia conclusão: o que a gente veio fazer aqui, se o nosso barco sai lá de um outro porto distante às 17h? E eu, empolgado com a beleza do lugar, no auge da minha sabedoria de blogueiro, respondi: “- Sei lá! Vamos sair por aí caminhando!”

Ilha de Hvar Croacia porto de Hvar TownPorto de Hvar Town

Fomos até o lugar onde se pega o ônibus que liga Hvar Town (onde estávamos) a Stari Grad (de onde sairia o nosso barco de volta) e descobrimos que não era possível comprar a passagem com antecedência! Tínhamos que estar uns 30min antes na fila para garantir lugar!

E tem mais: precisávamos ainda escolher um busão que chegasse no porto a tempo de não perdermos o bendito ferry! Para resumir: já era 1 da tarde àquela altura do campeonato. E teríamos que estar de volta no ponto de ônibus, no máximo às 15:30h.

Ilha de Hvar Croacia mar esmeraldaCalor infernal e o marzinho ali gelado dando sopa

Eu deveria mudar o título desse post para: “Como não conhecer Hvar Island em duas horas e meia”. Entenderam o motivo da carranca do Sandro?

 

Como Conhecer a Ilha de Hvar em 2 horas e meia

Bem, foi aí que eu sentei e chorei olhei para o mar, respirei fundo, e decidi: vamos caminhando para o lado direito. O mapa apontava algumas praias. Todas de pedra, obviamente. E o Sandro não tinha se acertado com as tais praias de pedra!

Ilha de Hvar Croacia 14

Machucavam, não era confortável de se deitar em cima, não davam pé… Um transtorno só. Sem falar na temperatura da água! Apesar do calorão, o mar piscininha não é morno não! Serve para refrescar, mas é difícil se acostumar.

Ilha de Hvar Croacia perto do Hula Hula

Depois de passar por uns beach clubs caríssimos (que daí davam direitos a uma espriguiçadeira) e uns hotéis chiquetésimos, vimos que não ia ser fácil achar um bom lugar para nos instalarmos. Os melhores pontos estavam delimitados para particulares!

Ilha de Hvar Croacia 11

Mas o calorão falou mais alto e, mesmo sem achar um bom lugar, eu dei um piti, tirei a roupa no meio da rua e tibum! Dei um mergulho. O Sandro ficou meio puto, porque o lugar não dava pé e ele, que não sabe nadar, obviamente não ia conseguir fazer o mesmo. Só fiz foi deixá-lo passando mais vontade…

Ilha de Hvar Croacia hotel

Aí eu concordei em voltar para a praça (a tal Trg Svetog Stjepana). Estávamos com fome, mas os restaurantes eram todos daqueles lindos e, consequentemente, caros. O Sandro quando fica mal-humorado também fica pão duro. Então a solução para a fome foi se embrenhar em um mercado de frutas que fica atrás da praça.

Compramos bananas, uvas, ameixas e pêssegos (baratíssimos, lindos e suculentos!), lavamos ali mesmo numa espécie de pia comunitária e mandamos ver. Refeição saudável e perfeita para a próxima indiada da Gleibetur: subir até o forte que fica uns 200m de altura, de onde se tem uma ótima vista de toda a baía.

Ilha de Hvar Croacia 08

 

Subida até o Forte de Hvar

Se o calor já estava matando, imagina depois de começar a subir escadas? Eu até hoje não sei como convenci o Sandro a ir comigo! O caminho até não é tão longo, mas é o suficiente para te deixar bem cansado. Lá do alto, temos a fantástica vista do porto e de todas a ilhas que ficam no entorno de Hvar.

Ilha de Hvar Croacia vista

Eu fiquei fotografando enlouquecidamente, enquanto o Sandro curtia o seu mau-humor, sempre me avisando que havia pouco tempo até pegarmos nosso ônibus até Stari Grad.

Ilha de Hvar Croacia panorama

Realmente, não deu para ficar lá por muito. Até porque não há quase nada para fazer lá em cima, hehehe. O Sandro, com cara de vitorioso, dizia: “então, satisfeito em subir até aqui em cima para nada?”. Eu, sem dar o braço a torcer, ainda queria dar mais um mergulho.

Ilha de Hvar Croacia vista do porto

Voltamos à praça e de olho para o mar, resolvemos dessa vez seguir pelo lado esquerdo. Eu achei outro lugar para entrar no mar, me refrescar e dar trabalho andando de sunga molhada por aí. Já o Sandro… voltou de Hvar seco.

Ilha de Hvar Croacia navio de cruzeiroNavios de cruzeiro também aparecem por ali

 

E as Baladas de Hvar?

Como falar de Hvar e não falar nas baladas??? A verdade é que a gente passou perto, muito perto das duas principais baladas da ilha: a Veneranda e o Hula Hula. Na verdade, quando a gente ia chegar no Hula Hula durante a nossa caminhada pela beira-mar, acabamos voltando.

Ilha de Hvar Croacia beach clubUm beach club

Obviamente, não ia dar tempo de curtir o famoso por do Sol regado a espumante e música eletrônica que rola por ali. Então nem tentamos visitá-los.

Bem, se a sua é curtição, tanto o Hula Hula quanto o Veneranda ficam “do lado direito” de quem olha para o mar, estando no porto da cidade. Para chegar ao Hula Hula é só seguir a passarela à beira mar. Já o Veneranda Club fica subindo a rua Ulica Dinka Kovacevica (a primeira a direita de quem está no porto e quer ir ao Hula Hula).

Para facilitar, aí vão os sites deles e do Carpe Diem, outro spot famoso, que fica numa ilha vizinha:

 

Onde conhecer a ilha de Hvar de verdade

Como a gente nem ficou lá tempo suficiente para conhecer a ilha direito, vale viajar também por esses outros blogs que verdadeiramente conseguiram ficar um tempo neste super destino:

Blog Diário Radical – Hvar, uma ilha encantadora na Croácia
Blog Diário Radical – Hvar – passeio pelo forte e muralhas
Blog Diário Radical – Hvar – passeio pelas Pakleni Islands
Blog Diário Radical – Hvar – os melhores bares e baladas
Blog Manu do Outro Lado do Mundo – A fabulosa ilha de Hvar
Blog A Viagem Certa – Hvar: o paraíso do Adriático
Blog Viaplan – Hvar

Ilha de Hvar Croacia barcos

Eu não sei vocês, mas depois de olhar para essas fotos que fizemos por lá, fiquei aqui pensando… Acho que não foi tão ruim assim ter conhecido a ilha de Hvar, mesmo que fosse só por um pouquinho. Ou será que até hoje, não consigo dar o braço a torcer para o Sandro?

Digam aí na caixa de comentários, o que vocês acham?

 

Pera aí, Gleiber! E a história, como terminou?

Bem, a gente conseguiu pegar o ônibus até Stari Grad, chegar a tempo de pegar um bom lugar no ferry para Split (2h de viagem!) e ainda pegar o nosso carro são e salvo no estacionamento do nosso apartamento.

 

A essa altura já tinha anoitecido e a gente tinha reserva num hotel que estava a uns 260km de distância. Ou seja, tinha ainda bastante estrada pela frente!

A gente até conseguiu chegar lá, mas não sem passar antes por uns mal bocados. Veja o próximo post sobre mais um perrengue na Croácia. Clicando no banner abaixo, você encontra tudo o que já publicamos sobre o país:

andarilhos do mundo croacia e eslovenia

Mais links dessa aventura:

Dicas do que fazer em Dubrovnik
Turismo em Split – vale ficar um dia?
Dica de hospedagem em Split
Lagos de Plitvice – o lugar mais lindo da Croácia

 

Procurando por um hotel no país? Faça a busca na caixa do Booking.com abaixo, que a gente ganha uma comissão:

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:29
Posts Relacionados:
06
Feb
2014
29 comentários
  1. Paula Brum
    06/02/2014

    Bom, acho que apesar de lindissima, você não quer mesmo dar o braço a torcer, no que faz muito bem. Deixa quieto, por daqui a pouco tem outro perrengue e ele ainda dirá: “não é melhor se dar por vencido agora, do que daqui uns meses como fez com Hvar?” Hahaha!!! Estou curtindo muito a viagem (perrengues, tb) de vcs e já esperando o próximo post – olha que curiosa!!!! Beijo!

    • Oi Paula! Tomara que eu consiga escrever logo o restante dessa história, porque o tempo aqui anda tão escasso… :/ Obrigado pela visita.

  2. Jennefer
    07/02/2014

    (Correndo o risco de que alguém fique bravo comigo também 😉 me diverti muuuito com o post. De qualquer maneira não foi de todo perdido pq as fotos ficaram realmente muito bonitas.

  3. Milena Neves
    31/05/2014

    Oi, Gleiber!!
    Morri de rir com as partes de: o Sandro isso… O Sandro aquilo” kkkkkk
    Meu namorado é ultra meticuloso e também tem crises de ranzinza nessas horas! Vocês voltarão a Hvar por cima! Faço votos! 🙂
    Estou indo em agosto. Ficarei 4 noites lá mas já estou ansiosa para chegar cedíssimo e não perder muito do primeiro dia em Ferries. Desembarco em Split 9:30 e vou direto pro porto. Alguma dica de um ferry mais rápido ou mais agradável!? Beijos e obrigada! Amei seu jeito de escrever (de redatora para redator). Bjos!

    • O ferry mais rápido é o que não leva carros, que vai de Split direto para Hvar Town. O ferry que leva carros vai para Stari Grad. Tem um inclusive, que sai às 10:30h e chega em Hvar às 12:10h. Boa sorte.

  4. Buti e Milvia
    22/06/2014

    Demos boas risadas com seu otimo texto. Estamos em Split e amanhã cedo faremos um bate volta a Hvar.Acho que nos dois estamos nos sentindo “Sandro”. Ela so pensa em se banhar no Adriatico(tirando”onda”com maiô da Leny Niemeyer). Muralhas nem pensar.Sonha tambem com um lauto almoço de frutos do mar e um tempo para comprar alfazemas e outras “cocitas maas”. Depois disso tudo acho que “the dream is over”.
    P.S. Milvia ainda quer saber se Sandro voltaria la….
    Buti
    PS Por via das duvidas vou levar meu snorquel que usei na então paradisiaca Paqueta.

    • Oi pessoal,
      Passear nas lojinhas, um banho de mar e umas comprinhas dá tempo sim! E, pode falar para a Milvia que o Sandro que sim, voltar! A gente ainda vai precisar voltar à Croácia com tempo para conhecer o país de verdade.
      Abração.

  5. Paulo
    12/07/2014

    Olá, Gleiber.

    Pretendo ir de Dubrovnik para Split de ônibus. Vi num site que há saída em vários horários e que a viagem dura 4 horas e meia. Sabe se vale a pena, ou seja, se o ônibus é confortável? Não gostaríamos de dirigir e estamos meio sem opção…

    Obrigado desde já e parabéns pelo blog. Sensacional!

    Ab,

    Paulo

    • Oi Paulo,
      O ônibus leva esse tempo mesmo e é confortável, pode usá-lo sem medo. Muita gente que conheço fez essa viagem.

  6. Vinicius Farias
    11/09/2014

    Olá Gleiber, tudo bem ?

    Preciso muito de uma ajuda…
    Estou montando um roteiro pela Croácia e algumas dúvidas estão surgindo.

    Quero fazer o seguinte roteiro:
    Croacia :
    Dubrovnik : 3 dias
    Hvar : 3 dias
    Zadar 2 dias
    Plitvice 1 dias
    Zagreb 2 dias

    Pelas suas dicas, pretendo ir para Hvar partindo de Sucuraj. O que você acha? Depois posso descer em Split passar um dia e seguir direto para Zadar. O que acha?

    • Te respondi num outro comentário que você deixou num outro post. Teu roteiro ficou muito bom! Não mudaria nada.

  7. […] vi transporte coletivo em Hvar e o único post que encontrei de quem visitou a ilha sem carro foi aqui , no Andarilhos do […]

  8. Jose Altschuller
    18/01/2015

    Oi Gleiber , tudo bem

    Preciso de sua ajuda. Estarei de carro em Split e pretendo ir para Hvar ( passar 2 dias no Amphora Hotel ) e depois seguir para Dubrovnik .
    Opção A – deixar o carro em Split, pegar o catamarã, voltar para Split, pegar o carro e seguir estrada para Dubrovnik .
    Opção B – ir de ferry com o carro para Hvar e voltar pelo porto de Sucuraj , descendo em Drvenik e seguir viagem para Dubrovnik.
    Opção C – devolver o carro em Split, pegar o catamarã para Hvar , na volta pegar o ferry em Sucuraj , descer em Drvenik e, ou alugar um carro ( dizem que o caminho é muito bonito ) ou ir de ônibus , lembrando que o ponto final da viagem será em Dubrovnik ( lembre-se do transtorno de carregar malas ).
    Qual sua sugestão ?

    • Oi José,
      Decisão difícil, viu?
      Vamos lá… Eu ia preferir a opção B, embora ache que ela seja a mais cara. Mas é infinitamente a mais confortável. Acho legal estar de carro em Hvar porque tem muitos lugares para conhecer que ficam longe e te faz depender de ônibus/táxi (os táxis são muito caros).
      A opção mais barata será a C, mas também a menos confortável… Veja aí como está o seu orçamento. Quando estamos de férias, temos que pensar no nosso conforto também, né?
      Abraços.

  9. Jose Altschuller
    25/01/2015

    Gleiber. Muito Obrigado. Vou seguir sua recomendação e ir de opção B. Um abraço

  10. Luciana
    04/05/2015

    Olá, Gleiber
    Muito bom o seu blog com ótimas dicas!!
    Vou de carro de Drvenik para Sucuraj e, depois, de Stari Grad para Split.
    Os tickets para os ferries devem ser comprados online antecipadamente ou podemos comprá-los antes do embarque? Os locais de compra e embarque são bem sinalizados? Minha preocupação maior é em Drvenik, pois estaremos chegando de Mostar, na Bósnia, momentos antes do horário do embarque.
    Um abraço,
    Luciana

    • Oi Luciana,
      Dá para comprar os tickets na hora sim. É super bem sinalizado: tanto a fila de carros, quanto o balcão de venda de bilhetes. Minha dica: quando chegar lá, procure a fila de carros e já posicione o seu carro no lugar certo. Daí desçam e vão comprar os bilhetes. Abraços.

  11. Clayton
    11/05/2015

    Oi Gleiber, excelentes dicas.
    Estarei na Croácia na semana que vem e penso em ficar de 3 a 4 dias nas ilhas. O que você me aconselha: ficar em Split indo e voltando para Hvar, Korcula e Bol ou ir de ferry de uma ilha para outra?
    Obrigado pela ajuda.
    PS: depois irei para Dubrovnik.
    Clayton

    • Oi Clayton
      Com certeza vá entre as ilhas. Fique em Hvar e faça os passeios de bate-e-volta para Bol. Não cheguei a ver como se faz para ir a Korcula. Abraços.

  12. Thais
    14/06/2015

    Olá Gleiber como vai?
    Me diverti muito com seu texto…kkk
    Irei para Hvar em Agosto, e confesso que fico cada vez mais confusa com relação onde ficar por conta desses 4 portos que existem na cidade. Eu e mais 3 amigas, chegaremos em Split de ônibus (trajeto beeem longo, Viena/Split, 12hrs d viagem +ou-). Me deparei com seu blog e quando o assunto são os 4 pontos de chegada a Hvar, penso ainda mais onde desço e onde fico! Ainda não fechamos hospedagem por conta da localização (vi que seria o ideal, ficar em Hvar Town mesmo!), mas estou achando suuuuper confuso ver as rotas e horários desses benditos “barcos”, qual vai pra onde e bla bla bla. Qual a rota exata que vocês fizeram pra chegar em Hvar Town? Só pra eu buscar os dias e horários corretos e me basear em hospedagens próximas ao porto.
    Muito obrigada!!!

    • Oi Thaís,
      Então…
      Para hospedagem, sugiro ficar em Hvar Town mesmo. De lá, você se desloca para qualquer outro ponto da ilha, seja de ônibus, táxi, bicicleta ou carro alugado. Isso sem falar que, se você está a pé, vale a pena pegar o catamarã (que não transporta carros), que já vai direito de Split para Hvar Town e é mais barato. Para ver os horários dos catamarãs, basta olhar no site da companhia (http://www.jadrolinija.hr/). Hvar Town aparece no site como HVAR mesmo. Os outros porto da ilha de Hvar estão no site com os nomes dos portos: Stari Grad ou Jelsa. Abraços.

  13. Jak
    27/06/2015

    Relato singular e fantástico!

    Obrigada Gleiber por dividir essa super experiência conosco!

    Sou consultora de viagens e sempre procuro bons materiais para ler e ter impressões de pontos de vistas diferentes, uma vez que infelizmente não podemos visitar todos os lugares para os quais nossos cientes pretendem viajar.

    Minha intenção era só ter uma ideia da diferença de tempo entre os diversos tipos de barcos que oferecem a travessia, mas sua sua história proporcionou bem mais que isso, sem contar sua ótima escrita.

    Parabéns e por certo voltarei a consultar sua página. Um abraço!

    • Que legal, Jak
      Que bom que podemos prestar esse serviço às pessoas.
      Muito obrigado pelos elogios.

  14. sérgio luís cópia
    08/07/2015

    Oi, Gleiber! Eu, Sérgio, e esposa Dirce iremos no dia 16 para Croácia. Gostaria de sua ajuda para o gasto com refeições, pois temos café da manhã. Quais locais de alimentação. Não precisa ser só restaurantes nem refeições cheias. Ficaremos 15 dias, mas temos a programação para Bósnia, Eslovênia e Montenegro. O roteiro sai do Brasil com guia. Aguardo e um abraço.

    • Oi Sérgio,
      Calcule que o preço da alimentação por lá vai sair uns 50% mais caro que aqui no Brasil (com o dólar comercial a R$ 3,40). Mas se o dólar subir mais, essa conta pode sair mais salgada. Pense nisso para restaurantes do mesmo nível. Se for comer num restaurante do nível Outback aqui, compare com outro do mesmo nível lá, entendeu?
      Abraços.

  15. […] olhando para o mar Adriático, dezenas (senão centenas) de ilhas paradisíacas estão disponíveis:Hvar, Vis, Brac e Korcula são as mais famosas, mas não as […]

  16. BRUNA
    06/01/2017

    Oi, Gleiber.

    EStou planejando uma viagem à Hvar. Entrei no site do jandrolinja e vi que o último barco para Hvar é as 16 horas. Você sabe se tem alguma outra companhia que oferece barco para mais tarde?
    Pois sairei de Dubrovnik e gostaria de chegar a noite em hvar (vou me hospedar lá).

    Obrigada!

    • Minha referência é o site da Jadrolinja, não conheço outro, Bruna. 🙁
      Mas boa sorte aí.