7 Coisas que não gostei em Lima, Peru

Acho que tem muita gente que vai ficar bravo com o esse post. Mas não posso deixar de escrevê-lo. Vou falar sobre 7 coisas que não gostei em Lima, no Peru. Mas prestem atenção! Isso não significa que a cidade não valha a visita.

Lima Primeiras Impressoes Peru 3Na Plaza de Armas, uma Lima que é bem linda!

E para não ser muito xingado, podem ficar tranquilos que já está no ar um outro post sobre as coisas que gostei na cidade. Afinal, a maioria dos lugares tem sem lado bom e seu lado ruim, concordam?

 

Vamos deixar bem claro aqui algumas coisas. Eu, pessoalmente, não gostei muito da cidade não. Tinha lido vários artigos e reviews falando bem de uma das capitais que mais cresce na América Latina. Seu desenvolvimento econômico recente tem sido, sem dúvida, espetacular.

Quanto à indústria do turismo, é nítido e visível como o Peru tem realizado investimentos e feito de tudo para proporcionar aos visitantes uma boa experiência. Sei que sou uma exceção, a maioria das pessoas AMA Lima. Talvez eu tenha ido para lá com expectativas demais (isso nunca dá em boa coisa).

 

1) Os Táxis

Tenho uma birra imensa quando entro num táxi e o cara não faz o óbvio: ligar o taxímetro e me cobrar o preço da corrida, conforme a distância e o tempo, como em qualquer lugar civilizado do mundo. Na verdade, não. Não tenho birra. Tenho ódio!

E eu já fui para o Peru sabendo que lá não existe taxímetro! Imaginaram eu sofrendo por antecipação só de saber que teria que negociar preços para ir do Aeroporto ao hotel? E que eu precisaria fazer isso não uma ou duas, mas várias vezes?

Isso já é o suficiente para me deixar de mal de uma cidade. Sério! Isso que eu não falei que eles podem simplesmente não querer te levar, dependendo do seu destino. Isso que eu não falei que eles costumam colocar outros passageiros junto contigo durante uma corrida.

 

2) A Falta de um Transporte Público de Qualidade

Eu sei que isso é um mal da maioria das cidades do terceiro mundo. Mas às vezes a gente tem como contornar isso pegando um metrô, ou usando linhas de ônibus fora dos horários de pico. Em Lima não. Não há metrô, os táxis são carros de particulares que resolveram se intitular “motoristas” e os ônibus…

* Atualização (10/01/2014): Gente, Lima tem metrô sim! Mas ele liga zonas não lá muito turísticas. Ou seja, muito provavelmente você não vai poder aproveitar a comodidade. Uma boa opção é o bus metropolitano, que tem linhas que ligam Miraflores ao Centro Histórico. Aí sim é uma alternativa que vale a pena. Pena saber disso só agora.

Lima Primeiras Impressoes Peru Ônibus

Os ônibus parecem jardineiras dos anos 50, todos (sem exceção) caindo aos pedaços, abarrotados de gente, sem linhas lá muito bem definidas. Eles param nos pontos, um cobrador desce e começa a gritar o nome do destino para “atrair” fregueses. É algo, tipo, assustador!

 

3) As atrações ficam muito longe umas das outras

Há muitas coisas legais para conhecer em Lima. Dá para passar uma semana lá se divertindo e visitando lugares fantásticos. Mas tudo fica muito longe. Você pode até ficar em Miraflores e ver bastante coisa legal a pé. Mas se quiser ir à Plaza de Armas, é longe. Também é  longe ir ao Parque das Águas (Parque de la Reserva), é longe ir ao Museu Larco, é longe para Huaca Pucllana.

Quão longe? O suficiente para você ser obrigado a pegar um táxi para ir e outro para voltar. Veja o item “táxi” acima. É estresse na ida e na volta. E a cada vez que tiver que fazer qualquer deslocamento. Quer ir ao bairro Barranco? Táxi. E ao centro? Táxi. Que chatice!!!

 

4) O Trânsito

Sabendo que seríamos obrigados a cruzar a cidade toda vez que fôssemos visitar alguma atração legal em Lima, resolvemos alugar um carro. Assim, a gente se escapava dos táxis. O remendo não poderia ter saído pior.

O trânsito de Lima é tão caótico, mas tão caótico, que eu desafio vocês a encontrarem algum carro que não esteja amassado! Vimos vários (eu disse VÁRIOS) pequenos acidentes acontecendo ali à nossa frente, por causa das manobras mirabolantes que aqueles loucos fazem! E eles seguem como se nada tivesse acontecido, como se fosse tudo muito normal (e deve ser).

Lima Primeiras Impressoes Peru EngarrafamentoReparem no congestionamento

Ninguém respeita nenhuma regra, semáforo, cruzam onde é proibido, retornam no meio de avenidas, convergem para a direita estando na 3a pista da esquerda e atravessando na frente de todo mundo! Parece que manda quem buzina mais alto. Uma loucura! E a gente se meteu a dirigir ali no meio daquilo. Com certeza, depois dessa experiência, negociar com taxistas agora já me parece uma boa ideia…

 

5) As semelhanças com o Brasil

Quando vamos ao exterior, queremos conhecer novas culturas, admirar uma arquitetura diferente, ver outras formas de levar a vida. Atenção! Em Lima, a gente até encontra isso. Em Cusco e no Vale Sagrado, entretanto, isso é muito mais evidente e interessante.

Como capital de um país, claro que eu não esperava ver só prédios antigos, ou só arquitetura de design, ou só coisas diferentemente ousadas. Mas quando se vai a Santiago, a Montevideo ou a Buenos Aires, a gente tem a nítida sensação de que está em outro país, não importa em que bairro você esteja.

Lima Primeiras Impressoes Peru RuasUma rua que poderia estar em qualquer cidade brasileira, exceto pelas feições do nosso amigo peruano ali, ao celular

Em Lima, tirando alguns locais obviamente bem diferentes (como Miraflores, onde ficamos hospedados), eu me sentia numa cidade grande brasileira. O estilo dos prédios residenciais, das ruas, o tipo de comércio, de comida a venda no dia-a-dia, o vuco-vuco do centro da cidade… Tudo me parecia muito com o Brasil no geral. E isso me decepcionou.

Lima Primeiras Impressoes Peru CamelôsCamelôs tão parecidos com os nossos aqui do Brasil…

Esse talvez seja um dos pontos mais polêmicos desse artigo, porque é óbvio que há alguns edifícios de estilo colonial espanhol. Mas achei que eles eram tão poucos que não conseguem dar a cidade uma identidade muito clara.

 

6) Lima: a cidade eternamente nublada

Lima tem um clima muito, mas muito estranho. Está eternamente nublada e úmida. Mas quase nunca chove. Apesar de estar na mesma latitude de Salvador, quase não faz calor. E rola até um leve friozinho de noite.

Lima Praia Litoral Nublado Peru

O mar, que tinha tudo (pela latitude) para dar boas praias, tem uma água tão gelada, que só mesmo alguns surfistas encaram (devidamente paramentados com neoprene). Esse astral carregado, dá um ar meio pesado para a capital. Não gostei. As fotos ficam sempre meio cinzas…

 

7) A comida barata não é boa

Todo mundo fala sobre a vocação da cidade para a alta gastronomia. De fato, reconheço que há muitos restaurantes de extrema qualidade e bom gosto, liderados por chefs dos mais reconhecidos pelo mundo. Mas e quando a gente não está com grana para ir nesses lugares e quer só fazer uma refeição simples?

Lima Primeiras Impressoes Peru Fast Food

Eu já me conformei que no exterior não temos a comodidade dos nossos self-services (também chamados de buffets). Mas achar um lugarzinho bom e barato não foi fácil para a gente. Ou melhor, não achamos. As opções eram comer em um fast food gorduroso (daí, no caso, muito mega hiper gorduroso) ou em finíssimas casas de bom gosto.

 

E você? Concorda com a gente? Já conheceu Lima? Gostou da cidade? Aguardem que novos posts em breve vão pintar por aqui, até porque todo mundo que vai para Machu Picchu sempre acaba esticando uns 3 dias por aqui.

 

E para pesquisar o seu hotel em Lima, vale a pena conferir o site do Booking.com. Reservando após clicar no nosso link, a gente ganha até 1% de comissão, gente! É uma merreca, eu sei, mas vai ajudar o nosso site a continuar vivo. Ajuda aeee!

 

Veja outros posts nossos sobre o Peru clicando no banner abaixo ou nos links que estão logo depois.

Banner Horizontal Peru

 

Lima

7 Coisas que GOSTEI em Lima

 

Machu Picchu

Como Chegar a Machu Picchu
Como montar seu Roteiro
Aguas Calientes – o portal para Machu Picchu
E finalmente… Visitando Machu Picchu
Subindo Huayna Picchu

Cusco

City Tour em Cusco parte 1 – Catedral e Qorikancha
City Tour em Cusco parte 2 – Sacsayhuaman
Entenda o Boleto Turístico de Cusco
Batendo pernas em Cusco – devagarinho…
Museus inclusos no Boleto Turístico
Centro Qosqo – show de danças peruanas de graça

 

Vale Sagrado

Vale Sagrado dos Incas
Hotel Rio Sagrado – luxo no Peru
Maras e Moray
Vale Sagrado Sul

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:239
Posts Relacionados:
02
Dec
2013
239 comentários
  1. Poliana
    02/12/2013

    É, concordo em partes, discordo em outras partes e acho que exagera em muitas.
    mas, é como você é disse é sua visão. quer saber as minhas impressões sobre Lima?
    http://www.comendochucruteesalsicha.com.br/ads/lima-peru
    http://www.comendochucruteesalsicha.com.br/ads/comer-em-lima-peru
    Abraços e boas viagens! 😉
    http://www.comendochucruteesalsicha.com.br

    • Oi Poliana. Eu confesso que posso ter dado uma exageradinha… ops! Mas é bem isso: foi a MINHA visão. A visão de quem acabou perdendo horas do seu pouco tempo na cidade preso em engarrafamentos e precisando se desviar de motoristas malucos porque não gosta de negociar táxis. Numa cidade em que tudo é longe, calcule aí o quanto eu me irritei. :/

      • Buni
        28/07/2016

        Passei algumas horas lá ontem pra fazer escala e acabei entrando na cidade. NA Colômbia uma semana antes me senti como no Brasil, muita beleza, a cidade, as pessoas, e as favelas uma pobreza como no Brasil. Mas o Peru foi diferente, tudo era mais feio, e acabado. E parece a meu ver pobre. Enquanto no Rio temos as vãs gritando, mas pelo menos estão em bom estado. Lá os ônibus são bizarros e caindo aos pedaços. Furrecos, ferro velho lá é o mais comum, e tudo muito sujo. Tudo mesmo kkk, o ar da cidade, os carros, ônibus,taxis também nesse estado. E o trânsito entao. Fiquei 15 minutos ou mais em um sinal de transito em Callao. HAHAHAHA< ) Não quero desrespeitar o país dos outros, e sei q não foi o objetivo do artigo, mas é muito importante ressaltar isso pra quem for lá. Também o Brasil tem seus defeitos e não importo que exponham, mas o Peru é grande (sem duplo sentido) e todos que foram pra outros lados gostaram.E sobre Lima, dizem que bonito mesmo só San Isidro e Miraflores, que é outro mundo. Mas no constante, se vê mais coisas feias mesmo e muita confusão. Apesar disso a economia deles cresce, e dizem ser mais seguro que Brasil e Colombia, muito mais. Isso é um ponto positivo. Eu gostei muito de Bogotá, Medellin, assustei com Lima por onde fui. Mas ainda conheceria Cusco e Macchu Pichu se tivesse oportunidade.

      • Lima De
        19/02/2017

        Olá parceiro, gostei muito desses comentários. Embora não conheço ainda esse país. Mas com esses relatos fiquei curioso para vivenciar todas essas experiências vividas por vcs. Minha próxima viagem será para Lima. O que procuro é aventura mesmo.. Kkkkkkk… Vlw tdbaao..

  2. Luíza Antunes
    02/12/2013

    Oi Gleiber, morri de rir do seu post. Essa sua relação com os táxis em Lima me lembrou a Índia. Inclusive o trânsito também. Acho que não tinha reparado a semelhança quando estive lá… e também não me incomodei tanto, porque já estava acostumada!

    Mas gostei muito de Lima. Dos passeios e da comida. E olha que eu era muito viajante econômica, mas consegui achar restaurantes bons e baratíssimos.

    Minha birra na América Latina é com Santiago.

    abraço!

    • Oi Luíza, essa coisa dos restaurantes foi mesmo muito chata. A gente só deu azar. Era só escolher um lugar para comer e ou era caro, ou era ruim! Às vezes esses “azares” fazem a gente pegar birra de um lugar. Fazer o quê, né? E eu gostei bastante de Santiago, a propósito.

  3. Grande Gleiber

    Primeiro, blog não precisa só elogiar, sinceridade e opinião são importantes e dão credibilidade.
    Não fui a Lima, fui somente Cuzco e Machu Picchu, onde os táxi também precisavam ser bem negociados e fomos expulsos. Mas achei o povo Peruano mais pacato e mais fácil de fazer esta negociação.
    Possuo muita curiosidade sobre Lima, e não foi seu post que vai fazer eu desistir de conhecê-la, mas sim ir mais esperto.

    Abraço
    @GusBelli

    • Oi Gustavo, eu às vezes fico com medo de ser mal interpretado quando escreve esse tipo de post. Deus me livre ter a responsabilidade de fazer alguém deixar de ir a algum lugar por minha culpa! Hehehehe Vou escrever (hoje ainda, se der tempo) o post falando das coisas que gostei na cidade, para fazer o contraponto.

  4. Flávia Peixoto
    02/12/2013

    Adoro post assim.. dizendo o que não é bom.. raros são os blogs que fazem isso… uma pena.. Bom saber disso tudo.. quando for à Lima não vou me surpreender negativamente.. beijo grande

    • Valeu Flávia! Vou escrever um post com as coisas que eu gosto também. Não pense que lá só tem defeito não, viu?

  5. Gleiber,

    Parabéns pelo post! Voltei de Lima há uma semana, e concordo com você em quase todos os itens. Realmente a loucura do trânsito impressionou, com os carros se metendo na frente um dos outros em cruzamentos bem movimentados sem semáforo. Já tinha visto coisa parecida em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. A ausência do taxímetro irrita mesmo. Só não achei Lima parecida com as cidades brasileiras, talvez por morar no Rio. E numa coisa Lima ganha disparado do Rio: as ruas são bem mais limpas. Quanto ao fog, pelas fotos parece que tivemos sorte parecida – muita névoa em Miraflores e sol no centro, na bela Plaza de Armas.

    Abs.

    • Pode deixar que vou comentar sobre a limpeza e sobre a segurança no post sobre as coisas que eu ADOREI em Lima. Como é uma cidade de terceiro mundo como as nossas é inevitável a comparação, até porque Lima é imensa!

  6. Adoreiiiiiiiiii!!!!!!!!
    Bom demais posts desse tipo. Simplesmente fantástico!
    Parabéns Doutor, sou seu fã 😉
    Abração

    • Oi Maurício, depois de passar meses tendo tão pouco tempo para escrever, achei que tinha já perdido a mão. Valeu! 🙂

  7. Rafael
    03/12/2013

    Não concordo! hahaha!

    Eu curti Lima. Estive lá uma semana depois de passar por Santiago, que eu não amei e nem odiei. Mas certamente achei Lima muito mais legal. =)

    De qualquer forma, curto muito quando um blog tem a coragem de fazer um post assim, sincero. É isso mesmo, tem que dizer o que você viu e achou. Ou então ficamos todos com o mesmo discurso, né?

    Abraço.

    • Valeu, Rafael. Natural pessoas diferentes terem opiniões diferentes do mesmo lugar (menos Dubrovnik, na Croácia, que todo mundo ama… kkkkk). E Santiago eu até gostei, mas também não amei. E, cá entre nós, tenho problemas com cidades grandes. Geralmente não gosto delas. Já Cusco eu amei.

  8. Rafael Carvalho
    03/12/2013

    Eu sou APAIXONADO por Lima, mas concordo que você pegou os pontos que não são bons (só não concordo com a comida). Mas se precisar de 30 motivos pra amar Lima, me chama kkkk. Abração

    • Tá saindo o post com 7 pontos positivos. Mas me esforcei para encontrá-los, hein?

      • Rafael Carvalho
        04/12/2013

        Hahahaha falei pra me chamar! Abração

      • Natalia
        07/05/2014

        Eu acho que voce exagerou um pouco em suas criticas….conheço seu pais e boa parte do Brasil.Tenho trece anos morando em terras Brasileiras.Conheço quase tudo o Brasil desde as capitais até o sertão do nordeste.
        Referente meu pais:
        -Concordo plenamente referente aos taxis….
        -Concordo com o problema do trasporte Publico e sempre eu falei como peruana que eu sou que é uma vergonha que Lima sendo a capital não tenha metro e nunca acabem esse famoso “trem electrico”que só fico na periferia sul da Capital.
        -Se os ônibuses parecem jardineiras dos 50???perai….o mesmo eu vi no povinhos do interior do nordesteeeeeeeee da Bahia,maranhão e cia!! Nooooossaaaaaa agora que eu lembro essos estados ficam no Brasil né????então não todo e bonitinho em seu pais porque tambem tem jardineiras…ops!!
        -Transito de Lima??… fala serio!!!como dissem” la sarten hablando de la olla”.voce conheçe São Paulo???bom eu quero acreditar que sim…porque se voce conheçe sampa,então voce sabe que tem um engarrafamento danado nas manhãs,tarde e noites e são poucas horas que esta livre o transito e se fala de maniobras peruanas ao volante….vc já vialhou para Rio de Janeiro???…nooossa que cada ônibus faz uma mais maravilhosa do que as outras que nunca vi isso em nenhum outro estado ou povinho do Brasil…(agora posso entender porque uma parte de” the fast and the furious” foi filmada por lá)e eles seguem como se nada tivesse acontecido, como se fosse tudo muito normal(e deve ser).
        -Concordo que os carros estão amassados e isso não é bonito,mais eles ficam desse jeito porque voce deve saber que custa uma fortuna arrumar ou comprar carro novo….lembre-se que Peru não fabrica carros como faz seu pais.
        -Concordo que lá a maioria não respeitan muito as regras do Transito em comparação ao Brasil.
        -Eu conheço Buenos Aires e não me chama atenção tambem morei por lá uma temporadinha o unico lugar que vc pode brincar que vc esta morando na Europa é o Bairro da Recoleta ou tô errada???.Referente a Montevideo,Santiago Eu não me sinto que eu tô em outro pais se vc fala de predios e arquitetura e ainda das periferias,mais se fala de limpeça o que te faz sentir que vc esta em outro pais é Chile quem ganha.
        -Referente ao escrito que vc fez embaixo da foto”Uma rua que poderia estar em qualquer cidade brasileira, exceto pelas feições do nosso amigo peruano ali, ao celular” cá em teu pais seria catalogado como racismo.
        – Eu posso ver que voce ficou em zona nobre Miraflores e não saiu muito de lá rsrsrsrs”la clasica del tipico turista”.Vc já foi para Barrios Altos???se vc quere se sentir em outro pais deveria de ir….por instantes vc vai pensar que esta en Madrid mais um conselho leva o basico e vesta bem simple.
        -O clima de Lima ….me lembra a muito com Sampa.Eceito da chuvarada que em minha cidade é chamada erroneamente de garoa.
        -Por suas fotos do mar no mirador da Costa Verde…eu tenho certeça que voce foi no inverno ou outono.Lembre-se que o Oceano Pacifico é muito frio e as aguas oscuras se comparamos com o Oceano Atlantico. Vc ja vialhou para Rio e litoral de Sampa nessa epoca que vc vialhou para meu pais???…a foto do clima é identica.
        -Concordo que Comida barata não é boa.Com certeça!!!assim quando vc vai comer num boteco de ultima nas capitais do seu pais.Posso nombrar os lugares se vc prefere.
        -Se vc quere alguma comida boa e barata na capital o mais economico perto de miraflores é Lince e tem muita mais no Centro de Lima ou Capon(o equivalente ao Bairro Chino em Liberdade em Sampa)mais posso ver que vc de Miraflores não saiu rsrsrsr.
        -Oh sim se vamos a falar de fast food gordurosos.Brasil ganha em sudamerica!!!bom da para entender vcs lideram a produçao gadeira e derivados em toda sudamerica deixando Argentina para trás rsrsrs.
        -Quem precise de algumas dicas para comer bem na capital e lugares que voces possam sentirse em outro pais me avisem que eu posso ajudar.
        -Concordo que voce pode corregir minha ortografia eu vou ficar grata pois o portugues aaprendi por minha propia conta.

        • Oi Natália

          Que legal que você deixou seus comentários. Sendo peruana e vivendo no Brasil há 13 anos, sua opinião é muito mais válida do que a minha! Mas uma coisa vamos esclarecer para o nosso debate ficar bem saudável. Eu não estou comparando Lima ao Brasil e nem falando que lá as coisas são piores do que aqui. O Brasil é um país de 3o mundo, cheio de problemas, talvez até piores do que os problemas do Peru. E eu reclamo também de viajar por aqui, inclusive eu prefiro viajar para o exterior (assumidamente! tem até post em que eu explico isso) justamente por causa dos defeitos daqui!!! Leia: http://andarilhosdomundo.com.br/2011/01/turismo-no-brasil-ou-no-exterior/
          Então quando você fala mal do trânsito de São Paulo, óbvio que eu concordo. Eu, a propósito, detesto São Paulo. Prefiro 20 vezes Lima que São Paulo! Mas isso não diminui os defeitos de Lima, entende?

          Sobre a acusação que você me fez de racismo, achei que foi uma forma muito gratuita de querer me injuriar. Fala sério: o que há de errado, de preconceituoso ou de discriminatório em afirmar que pessoas de um país tenham feições típicas diferentes de um outro? Ou vai me dizer que as feições das pessoas em Buenos Aires é a mesma das pessoas em Mendoza? É racismo dizer que a mistura de etnias que é típica das Américas foi diferente nos diferentes países? Ou um habitante típico do Peru se parece com um habitante típico do Uruguai, fisicamente?

          Abraços e seja feliz.

        • Pedro Pimenta
          22/07/2014

          Natália, tudo bom?

          Estou planejando uma viagem à Lima pro final do ano e estou tentando reunir o máximo de informações que posso, se você puder me ajudar eu agradeceria.
          Meu e-mail é pedrootaviopimenta@hotmail.com.

        • Ivaniza
          10/10/2014

          Oi Natália, estou indo para Lima e quero sugestões de lugares bons e baratos para comer em Lima. Já conheço a cidade e amo de paixão. Ao contrário do post adoro ter de negociar preço do táxi.

        • Roger Pena
          24/03/2015

          Achei legal que a Natalia atraiu mais interesse do pessoal que esse post arrogante. HAHAHA

        • Hilda Maria Lima de Almeida
          05/06/2015

          Natália, vendo seu comentário e sua disposição em dar algumas dicas sobre seu Pais e a sua capital Lima, confesso que gostaria de te-las sim. Estamos viajando, eu e meu esposo para Lima, mês de setembro próximo aproveitando nossas ferias e conhecendo mais um puco da América do Sul.A principio não queria ler o comentário do Sr. Gleiber, mas enfim, li e vi que ele nem conhece seu pais nem o dele também.
          As dicas seria para cidade de Lima; hospedagem, gastronomia, passeios e locais para boas compras (baratas).
          Desde já lhe agradeço e parabenizo pela defesa do seu pais.
          Hilda Maria Lima de Almeida.
          Moramos na capital João Pessoa -Paraiba. Nordeste do Brasil

    • Fabi
      20/07/2016

      Preciso urgente de motivos para amar Lima!
      Me ajuda?

  9. Elizabeth
    03/12/2013

    Concordo em absolutamente TUDO que foi escrito sobre Lima: feia, congestionada, transporte caótico, comida ruim. Enfim, não retornaria por opção.

    • Alguém que me entende!!!! kkkkk

      • Rodrigo Molina
        13/08/2015

        Amigo Andarilho…

        Vendo que havia mensagens para responder dos posts que escrevi me deparo com esta “injúria”que foi escrita pelo seu post…
        Como vc se lembra da nossa época de faculdade, eu acabei “morando” um mês no Peru quando fiz estágio em Lima e poderia reescrever este post como 1000 coisas que não gostei em Lima! Com certeza a capital sulamericana que nao voltaria nunca… ao contrario de outras cidades peruana como Cusco e Macchu Pichu! E conheci todos os bairros de Lima… De vc não gostou de onde ficou iria ODIAR o bairro de La Vitória…. Lima não pode ser comparada nunca a São Paulo, ainda mais que São Paulo é a maior capital da América Latina e a maior cidade do Hemisfério Sul do mundo…. Em Lima tivemos que fugir da guerrilha que jogava bombas nas embaixadas e isso não passamos no Brasil… A nossa amiga peruana que te escreveu quis dizer que temos “jardineiras” e é verdade, porém não nas nossas capitais. Já que ela quer comparar bastaria comparar a capital peruana com a capital brasileira – Brasilia! Patrimonio mundial da Arquitetura!!! Quanto a comida, a comida peruana está na moda, porém ou vc come comida cara de chefes famosos em Lima ou come mal, muito diferente de Buenos Aires, Sampa, Rio, qualquer capital nordestina, Montevideu onde vc comidas boas caras ou em conta!!!
        Parabéns pelo post, muito bem escrito, como sempre!!!!

        • Oi Molina,
          Obrigado pelo apoio aí.
          Ninguém melhor que você, que morou um mês na cidade! Eu só passei 3 dias, foram só impressões, hehehe.
          Abraços.

    • Aaron Job Linares Fuentes
      16/08/2016

      concordo com voces , eu sou de lima, San Juan de Lurigancho , e na verdade lima e caotica , e ha muitos problemas com o transporte publico , pero tambem ha comida barata e boa , eu acho que nao ha exageracao com o post .

      • Lima De
        19/02/2017

        Blz, caro cidadão eu moro aqui no Brasil em Maringá no PR. Já conheci várias cidades desse meu Brasil, mas agora vou começar a visitar a América latina, começando por Lima. Esse post é muito bacana, para mim o que importa é o conhecimento da cultura local e a aventura…… Kkkkkkk…sou apaixonado por isso… Paz aí a todos..

  10. Acho que você deu azar na comida!!! A Manu Tessinari e a Constance vão me dar razão. Tá cheio de anticucherias e sangucherias divinas e baratas em Lima. Abraços!

    • Eu dei azar mesmo. A gente escolhia, escolhia, escolhia e no final nos dávamos mal! :/ A cidade depois é que fica com a má fama… kkkkk

  11. Roseli Ap Baldez
    03/12/2013

    Parabéns !!! Você escreve maravilhosamente bem!! Muito sincero, nos faz amar ou odiar os lugares que você visita.
    Adoro ler seus escritos, pois sempre aprendo muito com você.
    Estou torcendo para que vocês façam uma viagem para um lugar bem lindo, assim você escreve e nos leva viajar também.
    Obrigada pelos ensinamentos.
    Abraços

    • Obrigado Roseli! Viajar eu já viajei. O difícil está sendo arrumar tempo para escrever tudo! Tem Islândia, Irlanda, Eslovênia e outros lugares mágicos que ainda nem comecei a publicar! Mas uma hora eu consigo colocar tudo em dia! Abração.

  12. Anna
    23/12/2013

    Olha, não concordo em dois pontos:
    – Transporte popular: lá em Lima tem uma linha direta, que anda em canaleta exclusiva, de miraflores até o centro histórico. Bem fácil de pegar e de se locomover. Usei algumas vezes enquanto estive lá.

    – comida cara? Nossa, achei bem fácil de comer em Lima. Em Cuzco foi bem mais difícil, as opções eram mais limitadas. Fui até no Astrid e Gastón, porque se você comparar com quanto pagaria no Brasil em um restaurante desses, vale muito a pena.

    Quanto a neblina, faz parte! Mas você não achou um charme as casas coloridas, pintadas assim para evitar que a cidade ficasse toda cinza?

    • Olha uma boa dica pintando aí! Eu não sabia dessa linha direta. Com certeza usaria se voltasse à cidade! Eu curti muito as cores do centro histórico da cidade, mas a faixa litorânea mesmo, achei bem “comum”… Sei lá, acho que foi a experiência estressante de ter alugado carro lá que estragou tudo. Saí de lá achando tudo cinza mesmo com as cores dos prédios! kkkkk

    • Legal Liana! Assim você corrige um erro do nosso texto. Um leitor me explicou até que o bus metropolitano pode ser usado entre Miraflores e o Centro Histórico. Mas o Metrô, eu estava olhando no google… Ele não passa pelos lugares turísticos, né? Então muito provavelmente não vai ser usado pelos visitantes da cidade… Uma pena.

  13. Magda
    14/01/2014

    Olá, Gleiber! Estou de viagem marcada para o Peru em Maio e estou adorando todos os posts que você tem aqui! De verdade está sendo MUITO útil mesmo. Quanto mais eu leio mais aprendo e anoto pra usar na minha viagem e esse post aqui foi bem o que eu precisava ler. Vou ficar em Miraflores também e saber que há uma conexão com o Centro Histórico de ônibus nos custará bem menos, assim espero, hehe.
    Quanto ao restante, só chegando lá pra saber, não é? Abraço.

    • Bem, Miraflores e Barranco são os dois melhores bairros para se hospedar. São zonas muito agradáveis, você vai se sentir no primeiro mundo! Prometo! Escrevi algumas coisas sobre as outras atrações da cidade que conseguimos visitar. Chegou a ver? http://andarilhosdomundo.com.br/categoria/america-do-sul/peru/lima/

    • Natalia
      07/05/2014

      Oi Magda tudo bom???…porque voce não se hospeda em Jesus Maria ou Pueblo Livre mais perto do centro de Lima e os preços são mais baratos do que miraflores…Barranco tambem é uma boa escolha …Barrio bohemio…..ahhh saudade das minhas noitadas por lá!!!

  14. Carlos
    07/02/2014

    Hola Gleiber hasta que por fin encontre un post bien sincero!…..yo soy peruano, y de verdad que concuerdo en muchas cosas. Para visitar Lima tiene que ser muy bien planificado, yo no soy de Lima, pero vivi la mitad de mi vida en esta ciudad siempre gris no hay manera que lima sea de otro color, la mayoria de meses es siempre gris!. Es verdad que el transporte es una reverenda m…. y para la gente que pierde la paciencia bastante rapido no es recomendable Lima el transito es muy fregado.De igual forma, debemos saber escoger lugares buenos en cuestion de comida,y tambien la gente debe planificar bien donde ir a comer, ya que no siempre lo barato que encuentres no va a ser bueno. Si uno quiere comer bien hay que pagar un poco mas y tambien existen una cantidad inmensas de “huariques” que son puntos escondidos donde se come bueno, rico y para felicidad de muchos barato.Taximetro no vas a encontrar en ningun taxi asi que ya estan avisados. Falta mucho para formalizar Lima, pero creeme que se estan esforzando mucho para mejorarlo. Personalmente no gusto de lima, pero tambien debo reconocer que tiene lugares lindos a pesar de ser siempre gris. Como siempre comente, y es un consejo para todos, lo mejor de Perú lo vas a encontrar fuera de Lima, hasta yo siendo peruano me perdi en esta ciudad caotica, asi que me imagino para un extrangero lo complicado que puede ser. Visiten en Lima, San Isidro, Miraflores, El centro de Lima, Barranco, San Borja. Ahora yo estoy en Brasil, para ser mas exactos en Teresópolis, ya conoci unas partes de Rio de Janeiro y es una ciudad muy linda y colorida!…las playas son muy lindas y democraticas! , debo reconocer que a los pocos sitios que entre a comer la comida es mejor preparada, pero por otro lado es demasiado cara, no da para comer todos los dias en un restaurante de comida a kilo por que todo el dinero se te va en un instante, entre a una sorveteria y me cobraron un absurdo,me gusto mucho la organizacion que existe con los buses es mucho mas inteligente, y el cobrador y motorista son mas formales, pero es un problema enorme encontrar buses en ciertos puntos, la cerveza que probe en Rio de Janeiro hasta el momento es la mejor que saborie en mi vida!, bastante suave y refrescante. Les soy sincero que pense emocionarme estar en algun encuentro de carnaval, en donde la gente se reune canta y baila, sinceramente no guste para nada, es solo griteria y gente haciendo shi shi en cualquier lado. Con respecto a Teresópolis, el dedo de Dios es lindo!, lamentablemente es solo eso, la CBF es interesante pero no me atrapo del todo a pesar de lo verde y lindo que es, lleno de casas lujosas, es cosa del gusto den cadan uno, personalemnte prefiero conocer lugares mas simples y con historia. Teresópolis no tiene tantas cosas para ofrecer, el parque nacional es muy lindo por cierto.En pocas palabras, Rio de Janeiro es maravilloso!, lamentablemente el lado malo es que absolutamente todo esta carisimo, aun asi espero conocer el cristo redentor, y el pão de açucar, yo creo que cada pais de sudamerica tiene su lado lindo y su lado feo, siendo nosotros paises vecinos no nos esperemos encontrar algun pais sudamericano cosa del otro mundo ya que tenemos muchas cosas similares, algunas costumbres similares, y hasta construcciones similares, si uno quiere sentir costumbres diferentes creo que tambien debemos visita paises de otros continentes, al menos es mi forma de ver. A pesar de todo pretendo conocer mas de Brasil, su pais es maravilloso!

    • Oi Carlos! Adorei seu relato! Você viu que também falei sobre as 7 coisas que GOSTEI em Lima? http://andarilhosdomundo.com.br/2013/12/7-coisas-que-eu-gostei-em-lima-peru/

      A cidade tem seus pontos negativos e também seus pontos positivos. Eu não gosto de cidades grandes em geral e me senti sufocado por lá. Acho que devo gostar mais de Teresópolis do que do Rio!

      E saiba que os brasileiros voltam de Lima muito impressionados com o crescimento e com o desenvolvimento do Peru. A maioria volta apaixonado por Lima!!! Eu sou uma exceção.

      Muito obrigado por enriquecer o nosso blog com o seu comentário. Seja sempre bem vindo. E quanto ao restante do País, eu me APAIXONEI por Cusco e arredores.

    • Natalia
      07/05/2014

      Carlos peruano Dices:que lo mejor de Perú lo vas a encontrar fuera de Lima.Yo no concuerdo contigo pues lo mejor de Peru esta en todo el Perú.Asi como lo mejor de Brasil va estar en todo el Brasil.
      Dices:hasta yo siendo peruano me perdi en esta ciudad caotica, asi que me imagino para un extrangero lo complicado que puede ser. Visiten en Lima, San Isidro, Miraflores, El centro de Lima, Barranco, San Borja.
      Te olvidas de Pueblo Libre,San Miguel,Jesus Maria,Lince…barrios mas tranquilos cerca al centro y de buen acceso para el turista.
      Conozco la ciudad donde estas nada del otro mundo.Prefiero en belleza el nordeste Brasilero,mas cada uno con su opinion por lo que lei tu comentario puedo ver que recien sales al extranjero aun vas a conocer mas el Brasil…no te emociones tan rapido ve con calma.Un abrazo

  15. felipe
    12/02/2014

    Eu estou vivendo em lima tem 2 meses vim para montar uma empresa de decoração minha esposa e peruana. Chegando na cidade super feliz, doido para conhecer os lugares sair passear me adaptar primeiro antes de fazer qualquer coisa, achei estranho que via as lojas todas fechadas com grade mais nao dei muita importância e fomos a sair e logo notei que todos me olhavam nas ruas no onibus mais ate ai ta bom, ate notar que eu tava numa cidade perigosa de muitos bandidinhos na rua de pessoas com cara de nada amigável.
    Depois de 2 meses e ter passado coisas horrorives ja nao quero andar anoite na rua muito perigoso tao pouco andar de bus anoite os vendedores de bala ambulante a maioria sao ladrão vc nao pode andar de relógio nem de carteira no bolso isso ak nao existe,entra ex presidiários nos ônibus sempre todo o tempo falando que acabo de sair da cadeia que mato tantos e que esta pedindo ajuda que ele poderia estar roubando todos no ônibus mais vai preferir pedir as pessoas dao dinheiro com medo, e isso não e algo que acontece as vezes e sempre.Alugar uma apartamento e caro muito mais caro que no brasil e mesmo assim vc vai morar em um bairro perigoso, as pessoas andam com medo nao se comunicam nao rir se vc nao for amigo nem olham para o lado vivem com medo.
    Unico lugar e mira flores mesmo assim muito caro e viver em copacabana nao tem outro bairro seguro e o unico mesmo assim tem que andar atento. A policia ak nao e igual a do brasil quando ver algum suspeito lhe aborda ak nao a policia so fica passeando nao faz nada. Ja estou querendo voltar desda primeira semana nao e por saudade so, mais si por falta de segurança consequentemente as pessoas andam amargadas nas ruas. Nosso pais nao e perfeito mais podemos sair pegar ônibus fazer amizade nas ruas, conversar , pedir informação e mesmo se ferrando de tanto trabalhar somos felizes em brasil reclamamos pq nao conhecemos muito os outros países, ainda por cima as pessoas tem uma visao do brasil muito diferente como fosse bem pior que ak. Eu reclamava tanto do Rio de janeiro e vejo que agora to num lugar muito pior. Lima e so para visitar ficar em miraflores e vim com dinheiro e depois ir embora mais nao para morar. Breve estarei voltando e dando muito mais valor as pequenas coisas que ak nao existe. Fica a dica.

    • Olha só que legal esse depoimento!!! Felipe, muito obrigado pela contribuição. Isso é bom para a gente dar um pouco de valor ao nosso país!
      Abraços.

    • kleber
      19/03/2014

      BOM DIA, RELATAR QUE A COMIDA DE LIMA E RUIM, FICO BEM CLARO QUE SUA OPINIÃO E TENDENDENCIOSA, TENDO EM VISTA QUE FICOU IRRITADO COM O TRÂNSITO, UMA COISA QUE VC NÃO FALOU QUE OS TAXI DE LIMA SÃO BARATÍSSIMOS, DE MIRAFLORES ATÉ O CENTRO PAGA 10 SOLES MENOS DE 10 REAIS, ÁI VC NÃO PRECISA USAR O TRANSPORTE PÚBLICO, CONHEÇO SANTIAGO, LIMA E MUITO MELHOR EM TODOS OS SENTIDOS

      • Oi Kleber,
        Claro que eu fui tendencioso. A minha experiência foi muito ruim, mas fruto das minhas próprias escolhas. A intenção do artigo é justamente alertar os leitores para que não lhe aconteça o mesmo! Concordo com todos os seus argumento. Abração.

      • Fabio Nemer
        24/11/2016

        Não conheço Lima, mas pelos relatos não desejo ir mais. Amigo, pelo que estão dizendo aqui Lima não é melhor que Santiago nem aqui e nem em vidas passadas. Santiago é uma cidade limpa, com um metrô limpo, organizado, rápido e bastante eficiente. Excelentes restaurantes, pontos turísticos maravilhosos, cerro santa lúcia, cerro san cristobal, Sky costanera, parques maravilhosos como o arauco e o bicentenário, Shoppings modernos e etc. Isso só na cidade, fora os arredores com suas vinícolas e estações de esqui. Acredito que você foi infeliz em seu comentário.

    • Natalia
      07/05/2014

      Nossa Felipe posso ver que tua mulher mora num Bairro da Periferia mesmo e uma pergunta é melhor enontrar ex presidiarios contando sua vida em troca de algumas moedas ou encontrar eles fazendo um 57 bem nervoso dentro do ônibus como é normal cá em Sampa ou em Rio??.Bem-vindo a Sudamerica!!
      -Alugar apartamento é caro???Eu acho que vc é do interior do Brasil vc vai me desculpar porque para que vc fale isso com o custo que tem o real e o custo da vida em Sampa e Rio o aluguel em Peru é barato senaõ cotiçe e pegue a calculadora.Agora eu concordo que comprar uma casa lá e muito mais caro do que cá.
      kkkkk Nossa!! outra mas que pensa que o unico Bairro que presta é Miraflores???…bom eu quero acreditar porque ai fica a Embaixada do Brasil e vc quere matar saudade do seu pais.
      -Concordo A Policia lá sempre foi pessima.
      -Por falta de segurança as pessoas ficam amargadas??…what?? o_0
      Beijinho no hombro

  16. Regina Maria
    26/04/2014

    Estive em Lima, Peru, duas vezes. Tive mais pontos positivos para apreciar que negativos.
    Quando viajo, uma das coisas que mais amo fazer, tiro proveito de tudo.Aspectos positivos e negativos existem, porém foco meu olhar para apreciar as diferenças entre as culturas desses povos em comparação com meu Brasil. Realmente me chamou a atenção, em Lima, o trânsito caótico, sem regras , onde quase todos fazem o que querem. Os táxis são em geral, de péssimo estado de conservação. Por outro lado somei muitos aspectos positivos. A cidade de Lima, à noite é linda para ser visitada. Um city tour é recomendado. A gastronomia é variada com pratos muitos saudáveis, o artesanato também. Conheci um casal peruano que são uns amores.
    Miraflores é um bairro encantador que atrai milhares de turistas de todos os lugares.

    • Miraflores é fantástico. A gastronomia é famosa mundialmente e o povo peruano, uma simpatia só. Mas para uma cidade em que 90% das pessoas amam e elogiam, achei que era meu dever avisar ao turista sobre alguns erros que não devem ser cometidos, como alugar carro, por exemplo! Se eu só elogiar todos os destinos que visitar, minha credibilidade como blogueiro vai por água abaixo, hehehehe. Abraços e obrigado pela contribuição ao nosso blog.

  17. peruano
    28/04/2014

    1) Os taxis estressam mesmo mas custam a metade do preço comparado com as capitais brasileiras.
    2) Peru não é um pais de terceiro mundo, é um pais em vias de desenvolvimento que tem o mesmo IDH que o Brasil e a mesma esperança de vida. O resto da queixa totalmente válida.
    3) Nossa cara exagero total, chorão.
    4) Bom trânsito é o mal de toda cidade grande, SP é bem pior.
    5) É muito lógico posto que espanhóis e portugueses tiveram a mesma origem cultural.
    6) Isso faz a cidade diferente, o mar gelado é o motivo pelo qual a variedade de frutos do mar são excelentes.
    7) Em qual cidade do mundo a comida barata é boa? nas capitais brasileiras a comida boa custa o dobro que os restaurantes chiques do Peru, já os restaurantes chiques do Brasil tem preço surreal.

    • Legal, peruano. Vamos lá!
      1) Tem toda a razão. Mas estressam. Fato.
      2) “Terceiro mundo” é um termo obsoleto, tem razão. Mas você concordou que lá não é um país já desenvolvido, né? Nessa “classificação”, nós brasileiros somos terceiro mundo também, com certeza. Muita gente que não conhece o Peru acha que eles são mais pobres do que nós, brasileiros. E a impressão que tive foi justamente a de que estamos muito parecidos. Se continuarem crescendo na mesma velocidade dos últimos anos, em breve serão mais desenvolvidos que o Brasil.
      3) Cidades imensas (como Praga 1,27 milhões de habitantes,)às vezes tem a zona turística compacta, fácil de percorrer até a pé, sem necessitar de transporte público. Agora em Lima, combine transporte ruim + tudo longe + ter que negociar com os taxistas = estresse! Claro que isso não é relevante para o morador.
      4) Também detesto SP… kkkkk
      5) Tem razão
      6) Também tem razão. Mas que as fotos ficam feiosas, ficam… kkkkk
      7) Concordo em gênero, número e grau.

      As comparações com o Brasil não servem muito de base. Afinal, a vida do turista que tenta viajar pelo Brasil é cheia de perrengues iguais ou até piores aos que passei por lá. Principalmente quanto ao preço de comida boa! Isso explica porque não atraímos tantos turistas gringos quanto poderíamos. Abraços

  18. LUCIANO RODRIGUEZ
    08/05/2014

    Bom, eu sou totalmente suspeito pra falar sobre o país PERÚ, pois amo muito aquele lugar, mas indico, a todos a cidade de AREQUIPA, que fica ao sul, e quem ficar em LIMA, deve buscar ir acompanhado de um amigo nativo, pois será bem melhor. #ficaadica

  19. Marta
    10/05/2014

    Geralmente quem sai do Brasil quer conhecer cultura, gastronomia, belezas diferentes. O único País que ainda não conheço na América do Sul é o Peru e estava em duvida quanto a ficar em Lima ou outra cidade, gostei dos posts pois a pior coisa que pode ocorrer é ser pego de surpresa.E por conta disso já descartei a capital rs, e estou inclinada para Arequipa.

    • Mas aí vou discordar!!! Vá a Lima sim. Porque 90% das pessoas amam a cidade, eheheheh. Eu é que sou meio chato com cidade grande. Vá ver com os seus próprios olhos. O Museu Larco e o Parque das Águas são fantásticos, além dos conventos e edifícios da Plaza Mayor. Mas que eu preferiria ter conhecido Arequipa, ah eu preferiria!!!

  20. Marta Correia
    12/05/2014

    Eu também sou chata com cidades grandes,… shopping então, sem comentários rs., por essas e outras me destino será Arequipa, depois eu conto, como foi ter preferido esta cidade rs. Valeu as dicas do pessoal, principalmente seu último comentário rs.

    • 🙂 Legal Marta
      Quando eu voltar ao Peru, vou a Arequipa e Puno, e também quero conhecer Juliaca. Quem sabe você não me passa umas dicas? Abraços

  21. Luciana
    16/05/2014

    Discordo em alguns pontos…
    Lima não se parece com cidade brasileira nenhuma! Lima tem muito mais personalidade, e um charme próprio que não se compara com nenhuma outra cidade.
    O que seria de Lima sem o fog? Não seria Lima, e não teria graça nenhuma! Praticamente Londres! Kkkkkkkkkkkkkkk! Mas, vou te dizer que você deu azar, porque quando o sol resolve sair, o mais belo sunset deste mundo pode ser apreciado tomando um sorvetinho no malecón.
    Comida…meu amigo, você perdeu seu tempo (e $$$) indo comer em botecos! Se está na capital gastronômica da América Latina, é pra tirar o escorpião do bolso e mandar bala no que Lima tem de melhor. Com tanto restaurante top, como por exemplo Astrid y Gastón, Malabar, Rafael, Central, La Mar, Maras, El Mercado, Chez Wong, Pescados Capitales, Los Bachiches, Tanta, Osaka, Maido, e muuuitos outros. Fato: em Lima se come maravilhosamente bem, e se ganha (muitos) kilos a mais! Kkkkkkkkkkkkkkk! E sim, dá pra comer bem e barato. É só saber onde ir! Jamais iria na rua das Pizzas…
    Trânsito em Lima é uóooooo! Caótico, salve-se quem puder, tipo Calcutá, mas acredite…já foi pior!
    Eu sou peruana, nascida em Lima, mas moro em São Paulo há mais de 22 anos. Então, toda vez que vou pra lá é uma grata surpresa. Percebo como a cidade cresce, se moderniza, fazendo me sentir muito orgulhosa! 😉

    • Oi Luciana,
      Olha pessoal que lê o blog! Várias dicas de lugares legais para comer aí!
      Sempre me perguntam, mas eu não consegui voltar de Lima com dica nenhuma, então ainda bem que tem vocês aí para me ajudar.
      Concordo contigo quando você diz que a cidade se moderniza. Eu achei Lima, inclusive, muito mais limpa do que qualquer cidade brasileira com mais de 500mil habitantes! E ouvi muito o pessoal dizer sobre o quanto vem melhorando. A economia do Peru está crescendo muito mais rápido do que a brasileira e já já eles nos ultrapassarão! Ouça o que estou lhe dizendo! Mas olha só: fui me meter a dirigir lá e comer na rua das Pizzas. Entenda o meu lado. Como poderia voltar amando a cidade depois de fazer isso? kkkkkk
      A propósito, também tenho a mesma birra por São Paulo.

  22. Fernanda
    28/05/2014

    Olá. Estou indo para o Peru (Lima / Cuzco) dia 28/06. Estava olhando as passagens pela internet e estão altíssimas, mais pelas taxas absurdas que são cobradas para estrangeiros. Alguém que foi por essa data, que é considerada alta temporada, sabe se compensa comprar as passagens em Lima, da alguma diferença? Será que corro o risco de não conseguir achar as passagens lá? Alguém pode da uma dica. Obrigada.

    • Oi Fernanda,
      É possível que você consiga sim. E pode ser mais barato. Mas eu não teria coragem de arriscar. Já pensou se você não consegue? Abração.

  23. Fernanda
    04/06/2014

    Então preferi não arriscar, comprei pelo site da Star Peru e saiu bem em conta, pois peguei taxa básica. Não tive problema na compra usei o Verified by visa, espero que não tenha problema no check in. E muito obrigada.

  24. Eliane m. silva
    21/06/2014

    Pretendo ir ao peru -Lima – San Miguel , e gostaria de saber mais sobre lá . Nunca sai do Brasil. Beijossss

    • Não conhecemos San Miguel, Eliane. É uma cidade?
      Desculpe não poder lhe ajudar.
      Abraços.

  25. anderson
    27/06/2014

    Olá.Estive em Lima agora em maio de 2014.Concordo com vc e me diverti muito qdo contou que inventou de alugar um carro em Lima naquele trânsito caótico. Um grande abraço e PARABÉNS pelos comentários.

  26. Leandro
    22/07/2014

    Gleiber,

    Primeiramente, parabéns pelo post!
    Eu sei como é difícil informar pontos negativos, já que geralmente não é isso que as pessoas querem ouvir/ler. Na minha opinião, essas informações são até mais relevantes do que os pontos positivos, pela seguinte lógica: Ficamos preparados para as dificuldades e surpresos com as coisas boas.
    Minha vontade de conhecer o Peru e sua capital continua a mesma, a diferença é que agora vou mais preparado em relação aos pontos que você mencionou.
    Obrigado!

    • Oi Leandro,
      Que legal! Você realmente entendeu o espírito e a minha intenção ao escrever esse post. Obrigado pela visita.

  27. mel
    26/07/2014

    Olá! O melhor é se informar antes de viajar, pois o azar na verdade é falta de planejamento. De miraflores para Lima (centro) 15 minutos no Metropolitano! Uma pena vc não ter aproveitado a sua viagem! O metropolitano tem uma parada no parque das aguas! Meuuuuu gente por favor antes de comprar passagem pesquisem!!!!!!

    • Tem toda a razão, Mel. Por isso é que coloco essas coisas aqui no blog. Para que as pessoas que fizerem a lição de casa não passem pelos mesmos apuros que a gente. Abraços e obrigado pela contribuição.

  28. Rodrigo Fernández.
    27/07/2014

    Então. Na verdade eu me identifiquei muito com os seus comentários e posso garantir que você está 100% certo e não exagerou em nada.
    Digo isso porque sou quase ´´peruano´´. Pois moro aqui faz mais ou menos três anos. Na verdade você para mim economizou palavras e xingamentos quando comentou sobre Lima e posso dizer até mesmo sobre todo o Perú.
    Têm pessoas boas sim. Mas tem muitas pessoas más aqui, porcas, desorganizadas e orgulhosas defazer as coisas de forma errada e etc.
    O clima de Lima especificamente é horrível. Na maioria do tempo é húmedo, céu cinza e chega a doer a cabeça no frio.
    Para poder se viver mais ou menos bem tem que usar ´´bola seca´´ nos quartos se não pela humide. Inclusive tem muitas pessoas doentes aqui por isso.
    No trânsito é simplesmente o 5 pior do mundo, muita informalidade nas ruas em tudo, gente feia e a polícia maiormente não funciona. A desordem e assustadora e geral.
    Dependendo do lugar aonde você vai tem que estar atento porque podem roubar suas coisas e por 5 Soles vai ter problema.
    A comida é RAZOÁVEL. Nunca vai se comparar com a comida brasileira. Digo isso porque simplesmente aqui o que tem de melhor é o pescado. O demais é de segunda. A matéria prima da comida não tem nem comparação com a nossa. A base da comida peruana é a BATATA que aqui é como água e quase tudo consiste em PICAR ou seja comida ARDIDA que pica a sua boca e você termina não sentindo gosto de nada. Penso que um brasileiro que vem aqui e fala bem da comida é porque falta muito a ele conhecer a comida brasileira ou é esses tipos de pessoas que não tem tempo para nada e sempre come comida rápidas nas grandes capitais e nunca foi a MINAS GERAIS POR EXEMPLO OU INTERIOR DE SÃO PAULO.
    Bom. Para ternimar vocês devem estar perguntando – se: Se você diz tudo isso, por quê está morando aí?
    Socialmente existe MUITO FEMINISMO AQUI. Tanto que é comum ver um homem apanhando duma mulher na rua e casos de mulheres que enganam seus maridos e etc.

    Bom. Respondo: A VIDA AQUI É MUITO BARATA! O único problema do Brasil é a VIDA CARA E A CRESCENTE CORRUPÇÃO POLÍTICA. Porque no mais é um PARAÍSO.
    E PERUANO QUE TEM UM TRABALHO MAIS OU MENOS AÍ…NUNCA MAIS QUER NEM PISAR AQUI E TE NOJO A COMIDA DAQUI.
    Isso acontece com vários amigos que moram aí hoje.

    Agora tirem suas conclusões.

    • Poxa Rodrigo,
      Legal a tua contribuição para a nossa seção tão polêmica. Mas sobre a alta gastronomia peruana, ela é muito premiada mundo afora. Eu não cheguei a experimentá-la, mas parece bem original e autêntica. E eu adorei os Choclos daí, esses vários milhos diferentes. Abraços.

    • Jan Carlo
      03/05/2015

      Cara, teus comentários são de uma pessoa amargurada. Já ta na hora de voltar pro seu Brasil.

  29. mary
    05/08/2014

    Tenho muita vontade de conhecer Lima, mais ao mesmo tempo medo. Nunca sabemos ao certo o que se passa lá, logo nós brasileiros diferenciado na linguagem. Procuro sempre sites que possam me ajudar como fazer e o que fazer quando se esta em outro país .E o pior sozinha. Gostei do site. Parabéns. Abraço!

  30. Aline
    11/08/2014

    Gostei muito do post. Vivo em Lima há mais de um ano e fazem uns 4 meses que desisti de odiar andar de táxi… Como com quase tudo na vida, tô me acostumando. A parte que vc menciona que se sentia no Brasil, confirmo! Eu também me sinto assim em alguns lugares que vou. Eu acho que me divirto mais agora que já conheço formas rápidas (nem sempre em táxi) de chegar a muitos lugares bacanas! E por fim… o clima… Estamos no inverno e faz um frio bem estranho pq mesmo usando todas as roupas que tenho me sinto nua por causa da humidade relativa do ar(80% em média). Bom, como nos relacionamentos amar não significa ignorar os defeitos. Eu amo Lima… rsrsrsrs Um abraço e parabéns pelo site!

    • Isso aí, Aline!
      Alguém que me entende.
      Eu não gosto de cidades grandes em geral, mas amo Porto Alegre. Nem por isso vou ignorar os seus defeitos.
      Abraços e obrigado.

  31. ANDRÉ LUIZ
    12/08/2014

    Olá, primeiramente parabéns pelo seu post.

    vivo em lima há uns dois anos, minha esposa e peruana, e realmente o trânsito e horrível, sem contar que ate hoje ainda não entendo muito bem como funcionam as linhas de ônibus do transporte coletivo, e os amigos taxistas são todos muitos sacanas mesmo rsrs. mais adoro a gastronomia peruana e muito rica em tudo, acredito que vc deu azar de ir em época do ano não muito favorável para a cidade, porem prefiro o céu nubladinho msm como sempre está boa parte do ano rsrs, digo isso porque sou de Manaus morei ´lá boa parte da minha vida, e cara não suporto o calorão que faz por lá o ano inteiro …! confesso que estou com um pouco de pena de vc, ter que se defender de todos que contrariam sua opinião, mais e isso ai mesmo temos que defender lima porq amo muito viver aqui, e um lugar onde me sinto muito bem e não pretendo sair daqui, mas admiro a tua coragem de relatar todos esses pontos, acredito que vai ajudar e muito aquelas pessoas que queiram conhecer lima, ou ate mesmo morar aqui.

    • Oi André Luiz,
      Legal! Alguém que se solidariza comigo! Geralmente as pessoas preferem atirar pedras primeiros e perguntar depois, hehehehe. Mas então, eu jamais escreveria um post com 7 coisas que não gostei em um lugar sem falar de outras 7 coisas que GOSTEI. Mas, com certeza a polêmica sempre dá mais ibope do que os elogios.
      Abraços e obrigado pela solidariedade!

  32. Yuri Matos
    20/08/2014

    Nasci em Lima-Perú e vim morar no Brasil, conheci de perto a real situação do meu País de todos os pontos de vista.
    Realmente é muito precário em algumas coisas se comparado ao Brasil, mas coloquemos os pés no chão, já tive a oportunidade de conhecer outras cidades do nosso Brasil e nada do que foi exposto me surpreenderia aqui na America Latina, só se estivesse morando em umas das cidades da Europa turística.
    Engarrafamento ou taxis, em POA já cheguei a perder meu voo por causa disso!
    A verdade é que estamos num País democrático e respeito deveras o teu ponto de vista, espero que se um dia você for voltar, Lima se mostre de verdade para você e consiga apagar essa má impressão!

    Ter um amigo peruano pra te ajudar é sempre o melhor caminho!

    • Oi Yuri,
      Às vezes as pessoas não entendem que, quando falo mal de Lima, não estou em nenhum momento comparando a cidade com as cidades brasileiras. Eu sou um turista que não gosta de cidades grandes, ou melhor, de cidades que dificultam a nossa vida. Porque Cusco, que amei, não é uma cidade pequena! Mas para a vida do turista, tudo o que interessa visitar em Cusco está acessível.
      Outra coisa que tento deixar clara é fiz algumas escolhas infelizes (ter alugado um carro e escolhido mal os restaurantes), que estão por trás da minha má experiência. Numa outra oportunidade, espero que não cometa as mesmas burrices e torço mesmo para perder a má impressão.
      Abraços e obrigado pelo comentário.

  33. Nogueira
    25/08/2014

    Gostei muito do seu comentário sobre LIMA. Vou pensar duas vezes antes concretizar um antigo sonho de conhecer a terra dos Incas.
    Mas, quando li o seu comentário retrucando um comentário da Natália, em 07/05/2014, tecendo críticas à São Paulo, fiquei decepcionado. Sou Paulistano por adoção. Viajei por todas as capitais brasileiras, estive em Lisboa, Madrid, Barcelona, Roma, Santiago do Chile, Bueno Aires e Montevideo. Gostei de todas elas, mas, em nenhuma, vi a variedade e qualidade gastronômica que existe em São Paulo, com uma variedade de preço, desde os Restaurantes dos Granfinos, até o “Bom Prato”, do Governo do Estado, por um R$ 1,00. Em boa parte delas (exceto Madrid), vi os problemas de transito, idênticos ao vivido pelo povo paulistano. Tirando a hora do Pico, entre as 7:00 e 9:00 horas e 17: as 20:00, é possível usar o transporte público sem maiores problemas. Faço isso a muito tempo. Os táxis, apesar de ter alguns “iguais aos citados na sua reportagem”, são dirigidos por motoristas educados, boa parte deles oferecendo inclusive acesso à Internet (todos tem taxímetro). São Paulo é uma cidade bem sinalizada, muito diferentemente de Salvador, ou mesmo o Rio de janeiro. Existe ainda as opções dos Trens Urbanos e do Metrô. Em Resumo. São Paulo, não têm cafofos para todos. A não ser para aqueles que adoram e procuram cafofos. São Paulo tem o Museu da Lingua Portuguesa, O Memorial da América Latina, o Parque Ibirapuera, a Pinacoteca, a Igreja da Sé, o Masp, etc. Quer almoçar em um local agradável e a um preço razoável? Vá à praça de alimentação da Galeria Metrópole, bem no coração da cidade. Em Resumo: Quer comida oriental? Vá ao Bairro da Liberdade. Ia esquecendo do Mercado Municipal. Quer ir ao Teatro, são incontáveis. Casa de Show? Centenas. Vá a Vila Madalena, por que não no Tatuapé. Não vai faltar opções, para todos os gostos. Quer ir em algum templo? Vá A Igreja do Padre Marcelo, ou ao Templo do Salomão. Tudo isso é São Paulo. Não seria necessário menosprezar a Capital Paulista, para se desculpar diante de uma crítica à Capital Peruana. “PREFIRO VINTE VEZES LIMA À SÃO PAULO”. Não é necessário “acabar” com a cidade de milhões de Brasileiros, até porque milhares de estrangeiros são recebidos com carinho, inclusive a Natália. Perguntem a qualquer um deles se gostariam de voltar a sua terra natal? Duvido.

    • Oi Nogueira,

      Eu sempre fico surpreso quando eu vejo como as pessoas se ofendem quando falo mal de suas cidades / países. Porque eu não estou falando das pessoas, nem levando para o lado pessoal. Reconheço e concordo com todas as qualidades e belezas de São Paulo, mas desculpe. Eu prefiro ir para o Jalapão, no meio do nada, lá no Tocantins, por uma semana, do que ficar em São Paulo por uma semana.

      Mas esse é só o MEU perfil de turista. Repare que eu adoro contar sobre os festivais folclóricos que visitei em vilarejos na Romênia, enquanto confesso que não entendo o que as pessoas veem de tão fantástico em Paris. Tem fobia de multidões (já leu meu post sobre o Paraguai?) e curto atrações naturais, castelos e cidadezinhas históricas.

      E esse blog só se trata disso, de opiniões minhas sobre os lugares. Se eu fosse sempre elogiar e só falar as coisas boas dos lugares que visito, omitindo aquilo que não me agrada, você não poderia confiar no que escrevo. Essa é principal diferença entre ler um artigo de revista, que tenta ser neutro e imparcial, e ler um blog.

      Peço mil desculpas se ofendi a cidade que milhões de brasileiros amam, porque a minha intenção não é ofender as pessoas, mas falar sobre o que eu acho dos lugares. Mas vou aqui te fazer um desafio. Se você gosta de São Paulo, talvez você ADORE Lima! Sério. Porque, vou te contar, 90% das pessoas que conheço AMARAM Lima. Eu sou uma exceção!

      Muitas das coisas que você diz que gosta em São Paulo, tem em Lima. E, sobre a Gastronomia, há muitos críticos que dizem que ela é mais rica e sofisticada do que a paulistana (mas disso não entendo muito, na verdade, então não posso opinar a respeito). Você pode, inclusive, descobrir que talvez também goste 10 vezes mais Lima como turista do que de São Paulo (se bem que, quanto ao trânsito, você tem toda a razão, nisso São Paulo é 10x melhor do que Lima). Quanto a lugar para morar, isso é outra questão que nem vale a pena começar a falar aqui. Afinal, ainda somos um blog de viagens, não é.

      Abraços.

  34. Nogueira
    26/08/2014

    OK! Me convenceu vamos ao Peru, Lima inclusive, no mês de Novembro. Já sabendo o que vamos encontrar, o que torna a “koiza” menos difícil.
    Efetivamente fiquei uma “fera”, com a sua frase. peço desculpas se exagerei, mas sou apaixonado por Sampa, por tudo que ela me proporcionou e proporciona a mim e a todos aqueles que aqui chegam, independentemente da origem, cor da pele ou crença religiosa, apesar da violência e do trânsito maluco. Recebendo os amigos e os parentes aqui em casa, consigo mostrar uma São Paulo diferente daquela que é mostrada pelo Datena ou pelo Marcelo Rezende. Adoro caminhar, adoro conhecer pessoas e ouvir CAUSOS. Nos caminhos que fiz junto com a minha atual namorada (41 anos de namoro), pelo interior de São Paulo (Caminho do Sol) pela serra da Mantiqueira na divisa de São Paulo e Minas(Caminho da Fé), pelo Caminho da Luz (Pico da Bandeira) e pelo Caminho das Missões ai no Rio Grande, tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais desse lindo e culturalmente eclético Brasil. Mas sempre voltamos à São Paulo, onde até o silêncio da noite é barulhento. Valeu e obrigado pelas dicas. Parabéns pelo Blog.

  35. Janet
    02/09/2014

    Oi!Eu sou peruana e moro em Sao Paulo há vários anos e na verdade adoraria voltar morar em Lima porque não é uma cidade tao violenta quanto SP.
    Gosto muito muito de Sao Paulo,na verdade o que eu mais gosto são das pessoas. Nao todos vamos gostar do mesmo, é por isso que eu respeito a sua opinião de não ter gostado de Lima. Porem gostaria de aclarar certas coisas para as outras pessoas que sim tem interesse de viajar para Lima algum dia.
    A comida é muito boa em Lima, pelo geral se come muito bem por um preço justo. O que acontece em Lima como em qualquer cidade do mundo é saber escolher os restaurantes. Por exemplo em Paris não da para comer em qualquer restaurante da Av Champs Elysee, é obvio! Além de ser caro vai ser ruim. Eisso que a comida francesa é uma das melhores do mundo tipo a peruana que já ganhou muitos prêmios ao nível internacional.
    Quando viajar tem que pesquisar um pouco mais ou perguntar para os locais ou para os funcionários do hotel onde estarão hospedados.
    O transito em Lima e muito agressivo, os táxis não tem taxímetro, mas acho que vcs deveriam achar isso legal porque é super hiper mais barato pegar um taxi em Lima do que em Sp! My god!! E beeeeem mais barato.
    Lima sim tem Metro e sim tem estacoes dentro de lugares turísticos, é só pesquisar um pouquinho mais.
    Miraflores e Barranco não são os únicos lugares de Lima.
    Recomendo muito ir até La Punta que é um balneário incrível, tem muitos restaurantes bons que oferecem passeios em veleiro depois de comer. É um balneário pitoresco e muito belo!
    Também poderiam ir no verão ao boulevard de Asia que fica no km 97 da estrada Panamericana Sul e as praias são muito bonitas e tem muita balada no verão e esta cheio de gente bonita.
    Lima tem outro bairros muito interessantes como Surco, La Molina, San Borja, San Isidro, Casuarinas, etc E tem também como em todo lugar do mundo bairros feios tipo a zona leste de Sp. Bom, não assim tao perigosos.
    Mas é melhor evitar esses lugares do mesmo jeito que eu evito a zona leste e as periferias quando estou em SP.
    Para os surfistas o mar peruano é a gloria!! Eles amam Punta Hermosa, Trujillo, Máncora pelas boas ondas que tem.
    O mar é frio no inverno mais não é tao frio quanto Portugal por exemplo.
    Basta colocar um wetsuit para entrar no mar e se preparar para surfar umas ondas incríveis.
    Ahhh pela latitude deveria ter boas praias sim, mais acho que vc só conheceu a costa verde kkkkkk!! A costa verde veria ser como praia grande de Sp , só que não tem baratas na areia. Tem muuuuitas praias em Lima e o mar é bem mais gelado do que em Brasil devido a corrente de HUMBOLDT que vem do SUL. é por isso que Perú uma variedade e qualidade incrível de peixe.
    Os restaurantes que eu mais gosto de Lima são A central, Astrid y Gastón, La Gloria, Raphael, Lima 27 (de noite), Fiesta, ¨Panchita¨ e para comer comida criolla 100% peruana o melhor é um restaurante chamado ¨Aromas¨ é o melhor realmente extraordinário. O restaurante ¨Aromas¨ fica no limite entre os bairros de san Isidro e San Borja Sur. Recomendo este restaurante 100%.
    A melhor padaria pastelaria é ¨San Antonio¨ (experimentem a tartaleta de morango, simplesmente a melhor do mundo) e o melhor bolo de chocolate se come em ¨Capriccio¨, uma delicia!! Saudades!!
    Se querem provar o frango peruano á brasa eu gosto muito de ¨Pardo´s chicken¨ que é barato e também ¨La Granja azul¨.
    A melhor pizza no forno á lenha e ¨Antica¨
    E o melhor ceviche está em La Punta num restaurante chamado ¨El Frontón¨ , super barato 15 reais por pessoa o prato de ceviche e o lugar é impressionante. Também gosto muito do ¨El Mirador¨ fica também en La Punta perto da base naval da marinha de guerra.
    E as melhores sorveterias são ¨4D¨ e ¨Laritza¨. É tipo ¨Bacio di latte¨ porém com sabores diferentes de frutas peruanas e um pouco mais barato.
    Recomendo muito visitar um lugar chamado ¨Azpitia¨ fica em Lima na parte alta ja entrando nas montanhas aí podem desfrutar de uma paisagem diferente e comer a melhor ¨Pachamanca¨ que é uma comida tipica peruana que se cozinha debaixo da terra com pedras quentes.
    Os melhores supermercados são: ¨Wong¨ e ¨Vivanda¨, acho que se compara com Pão de açúcar mais eu gosto mais desses porque tem mais variedade de produtos nacionais e importados nas gondolas e os preços são mais baixos do que em SP (Peru tem um TLC com Europa, USA entre outros países) além da atenção dos funcionários peruanos que são bem respeitosos e te levam as compras até o carro sempre.
    Sao Paulo e Lima são cidades diferentes e não da para compará-las.
    Eu adoro SP , suas pessoas e a feijoada mais na verdade gostaria de voltar algum dia morar em Lima, a qualidade de vida e superior.
    Os melhores meses para viajar á Lima são de Janeiro a Maio e de Outubro a dezembro. O inverno e muito nublado e triste.

    • Oi Janet,
      Fiquei muito feliz com o seu texto! Quantas dicas boas!!! Deu para perceber que você conhece muito bem a cidade e suas indicações fogem muito do básico e do convencional. Não é sempre que a gente encontra esse tipo de informação na internet! Estou pensando em montar um texto com dica dos leitores sobre Lima. Posso usar seu material???
      Abraços.

  36. José
    03/09/2014

    Oi Gleiber
    Eu sou peruano, mas não me senti ofendido em momento nenhum, pelo contrario achei muito engraçado seu post, juro que dei muita risada.
    Já escutei alguns Brasileiros dizer que de lima ninguém gosta a primeira vista, que a Lima tem que se acostumar aos poucos. Eu acho certa aquela apreciação. Se eu, com mais de 40 anos, ainda não me acostumei, imagina você que está de passo.
    Os taxis, a falta de transporte público de qualidade e o transito, como você sinala, é uma realidade que o viajante tem que saber antes de vir para não ficar decepcionado quanto você ficou.
    Abraço

    • Oi José
      Muito obrigado pela solidariedade.
      kkkkkkk
      Mas olha só! Acredite ou não, todo mundo que eu conheço que tinha visitado Lima tinha amado a cidade. Talvez por isso eu tenha ido com tanta empolgação. Empolgação demais sempre atrapalha. Bjos.

  37. Mónica
    05/09/2014

    Sou peruana mesmo, adorei seu blogue mas é de certinho que temos bons lugares.

    É triste que sempre os turistas conhecerem Miraflores ou Barranco. Lima tem muitos distritos bonitos e restaurantes ótimos. Embora concordo com o transporte. Conheco Rio e Sao Paulo e jamais diria que sao ruins e que nao voltaria.

    Uma amiga peruana, meu e-mail mncontreras64@gmail.com para dúvidas turísticas rsrsrs…

    Mónica C. : )

    • Oi Mónica,
      Um dia eu ainda volto para conhecer o que não deu tempo. Se bem que de Miraflores eu não tenho nenhuma reclamação.

  38. Djacir Lucena
    19/09/2014

    Caro Gleiber,
    Achei muito legal o seu post. Concordo com alguns quando se refere a conhecer melhor e ver os pontos positivos e não somente os fracos. Mas concordo e odeio também algumas coisas que falastes como negociar com táxi, táxi particular, ônibus antigo e outros. No geral você tem total razão, mas repito, deveremos valorizar também o que tem de bom, muito embora sejam de em escala menor dos que as ruins. Amigo, talvez esteja indo para lá para trabalhar e as suas declarações me deixaram tristes, sinceramente. Já torço para empresa me mandar para uma cidade do interior e que seja totalmente diferente de Lima nestes aspectos negativos que citou. Dei risada principalmente com a história do racismo. Realmente peruanos, são como japoneses, quase todos iguais. Parecem índios. Isso realmente não é discriminação. É somente uma comparação. A amiga deve ser parecida também com uma indiazinha e por isso se queixou. E índias são bonitas, e porque não?

    • Oi Djacir,
      Não é à toa que eu escrevi o texto sobre as 7 coisas que não gostei, mas também escrevi um outro texto com as 7 coisas que gostei!
      Abração.

  39. Djacir Lucena
    21/09/2014

    Caro Gleiber, ao contrário de você, não sou muito bom em internet, a não ser as coisas relacionadas ao trabalho e no máximo um Facebook ou um Orkut. Com relação a blog, Twitter, e outros, sou fraco. Como faço para contar sobre minhas andanças por alguns países. Fazer algo como você fez sobre Peru? Eu devo criar um blog, isso? Queria relatar e ler opiniões de outras pessoas, igualzinho você fez. Por aqui é seu blog? Sinceramente não entendo. Agradeço a sua resposta. Um abraço. Tenho muito conteúdo, principais aqui no Brasil, onde já trabalhei na maioria do estados. Inclusive no PA, em MG e RS. E também em alguns países da América do Sul. Trabalho numa empresa da construção pesada que me permite isso. Aguardo.

    • Oi Djacir,
      Para começar um blog você precisa entender bastante de internet, realmente. Por isso, meu conselho é compartilhar as suas experiências no próprio facebook, que é um lugar que você sabe mexer melhor. Você pode escrever no seu próprio perfil mesmo (que é mais legal, porque seus amigos vão ver) ou até abrir uma página no facebook só para isso. Coloque fotos bonitas, uma por dia, com um texto legal embaixo, com dicas e contando sua história.
      Abração e boa sorte.

  40. Piero
    23/09/2014

    Concordo contigo Gleiber, infelizmente é a realidade da América Latina, o mesmo acontece no Brasil, na Argentina, Equador, etc… “É América Latina e não é Europa” Contudo, você parece mais argentino do que Brasileiro, digo isto, porque toda vez que vejo um argentino sempre está falando muito mal do Brasil e de outros países…. E percebo que você é uma pessoa muito negativa.

    É mais fácil dizer que fazer. – Tu…, que tens essa língua cortante – de navalha – experimentaste alguma vez, ao menos por casualidade, fazer “bem” o que, segundo a tua “autorizada” opinião, fazem os outros menos bem?
    (Josemaría Escrivá).

    “Só tem o direito de criticar aquele que pretende ajudar” (Lincoln , Abraham)

    A nossa missão não é julgar o que é justo ou injusto: é apenas ajudar.
    (Teresa de Calcutá)

    Obs. Tomara que entendas o termo ajudar nessa colocação.

    Finalmente, se você fosse um alemão, holandês, inglês, etc, seria até “aceitável”, mas, você que é um irmão sul-americano falar mal do outro, isso é brincadeira… Como se o Brasil fosse um país de primeiro mundo… É ridículo!!!

    Imagina, se você convida pra jantar um amigo e depois do jantar o teu amigo começa falar mal da tua casa e da tua comida… Com certeza, você iria ficar muito chateado…

    • Piero,
      Você leu o post sobre as “7 coisas que eu gostei em Lima“?
      Reparou que eu fui só elogios a Cusco?
      Eu não gosto só de lugares de primeiro mundo, inclusive fiquei muito mais apaixonado pela Romênia do que pela Suíça… E sou muito muito exigente quando falo de turismo no Brasil.
      Mas tem horas que a gente tem que ser sincero, para não perder a credibilidade e para avisar as pessoas a não cometerem os mesmos erros que a gente. No fim das contas, tudo não passa de uma questão de opinião, né não?
      Abraços.

  41. Walma
    28/09/2014

    Estou indo para o Peru na próxima quinta e gostei muito de ler seus post sobre o país! Estou ansiosa e espero dar tudo certo já que nesta viagem não utilizei nenhuma agencia,fiz toda a programação baseada nos blogs. Abço!

  42. cleber
    29/09/2014

    poxa aqui não tinha a resposta de quantos dias o peru vive

  43. RAQUEL
    06/10/2014

    Eu sou de Lima e moro 6 anhos no interior de SP…concordo que tem algumas coisas que é vdd no post…mas algumas não..tb sei que vc deu azar mesmo…como qualquer pessoa em qq pais…eu fui a Paris e achei a cidade bem suja…o metro com cheiro de xixi…ao igual que muitas ruas que se encontram em SP…lamentavelmente não tudo pode ser lindo…eu estive ja na Europa, norte America e recorri quase todo Sudamerica e as coisas historicas ou coisas para ver quase nunca ficam perto um da outra..exeto na Roma que da para fazer muita coisa a pe..Miraflores ao Centro de Lima para mim fica perto de onibus não é mais de 40 min de onibus…e de taxi 20 min dependendo da hora tb…em SP as coisas ficam longe demais tb..o mercadão de SP ao zoologico por exemplo…ou ir ao Museo de historia longe para caramba..mais nada que pegar um onibus nao solucione…confeso que o transporte em Lima é ruin mesmo acho que tudo mundo concorda com isso..mais encontrar comida barata em Lima é a coisa mais simples do mundo..Lima parecida a SP? hmmm bom não é que tudo tenha que ser exatamente igual o diferente mais nosso centro historico..ao igual que os balcones, igrejas barrocas, o palaço de goberno e nossas sejam iguales a SP nem de perto!!! Em Lima se tem conseguido conservar muito esse patrimonio historico que temos pelo menos no centro da cidade, na parte turistica…no centro que não é turistico temos muitas casas antigas..muitas casas com sacadas lindas, muitas coisas legais para ver mais lamentavelmente as pessoas terminam não conhecendo…meu noivo é brasileiro e ele tem ido para Lima 4 vezes em 2 ocasiões sozinho…e ele anda sozinho com a laptop nas costas, ACHEI engraçado comparar RIO DE JANEIRO com Lima na perigosidade…de longe mesmo não tem ponto de comparação, Lima é muito mais segura..pelo menos em Lima ainda tem batedores de carteiras e celular mas no Rio de Janeiro ou SP te matam por pegar sua carteira, ou existem os famosos arrastões…coisas que não acontecem em Lima por enquanto…menos no centro historico ou miraflores e lugares turisticos..como manifesto Natalia acho que a pessoa que comento acima morava numa favela bem perigosa… Lima tem muita nuvens pela temperatura do mar e pelas linda cordilheira que temos que não deixa passar as nuvens..nosso mar é frio devido à corrente peruana graças a Deus que é assim porque é por ela que temos um dos mares mais produtivos do mundo…é graças a essa corrente gelada que somos os 1 exportadores de anchoveta para o mundo….e é por isso que não precisamos matar tantos tubarões como no Brasil para tirar unicamente as nadadeiras deles e joga-los novamente na agua para morrer…se querem agua mais quente podem ir ao norte do Peru (Piura ou Tumbes) que a agua chega a uns 25 graus centigrados e que no inverno a cidade tem temperatura de 24 graus e no verão de 35. Tambem achei engraçado falar que algumas pessoas nao gostariam de regresar a sua terra natal..eu estou morrendo de vontade ja…mesmo que eu goste muito do Brasil..porque felizmente moro longe de SP..sempre ando contando os dias para regresar a minha casa..e nao vejo a hora de terminar meus estudos e voltar ao igual que muitos amigos meus que moram ou estudam no exterior por x motivos. E recorrido muitos lugares lindos mas não existe lugar neste mundo que eu gostaria tanto de estar como em minha Lima pança de burro (pelo cinza)!!!

    • Oi Raquel,
      Nada melhor do que a opinião de uma pessoa com conhecimento de causa! Muito obrigado pela sua contribuição ao blog.

  44. nilda souza oitaven
    12/10/2014

    Sobre o trânsito vc tem razão, eu também estranhei os táxis velhos caindo aos pedaços, a gnt tinha q escolher um melhorzinho, lá uma corrida de táxi é bem mais barato q no Brasil. Eu fiquei em Miraflores, amei os jardins bem cuidados, as pessoas são gentis, alguns restaurantes são bons. No famoso restaurante Huaca Aplucana eu escolhi um prato que postei no face e tds os meus amigos acharam graça por ser estranho e feio, lógico q não comi pq era muito ruim. Mas no geral eu gostei de Lima, a praia vista de cima é mto linda. Voltarei se possível.

    • Que legal, Nilda.
      Geralmente, os brasileiros ficam com uma boa impressão de Lima.
      Abração.

      • janete
        19/10/2014

        MEU NAMORADO ES PERUANO I AGORA CASO OU NÃO CASO RSSSSSS

  45. Heber Velasquez
    12/10/2014

    Oi,tambem sou peruanoo e gosto muito do Brasil,mas aqui so vejo que falam de Lima .Lima tem seu lado bom e seu lado ruim como todo lugar (não ha cidade perfeita) mas mesmo assim gosto de ‘la ciudad de los reyes’como Lima e chamada mas o ponto aqui que gostaria mostrar pra vocês e o norte peruano especialmente Trujillo,minha terra digo isto pois aqui no Brasil e bem desconhecida Trujillo tem vários lugares pra se visitar como plaza de armas,centro historico, a praia de huanchaco,centros arqueologicos como chan—chan a cidade de barro maior do mundo,huacas del sol y la luna dentre outros tão impressionantes como machupicchu.uma cidace erguida a beira do mar Trujillo chamada de cidade da eterna primavera pelo seu belo clima e uma das maioral metrópoles do peru com bons restaurantes e o prato bandera da cidade o Ceviche pasear pelas ruar dacidade e uma esperiencia bonita ele a cidade tem experimentado um crescimento em sua economia nos ultimos anos a epoca boa para visitar Trujillo e de outubro a março vocês nao vão se arrepender o Peru não e so Lima e Cusco.Peru e muito mais e Trujillo e o Peru.

    • Oi Heber,
      Muito legal deixar essa dica aqui para a gente. Nós gostamos muito do Peru. E além da região de Trujillo, que muito pouco tinha ouvido falar mesmo, tem ainda o sul do país: Arequipa e Puno. Pode ter certeza que um dia iremos voltar.
      Abraços.
      Gleiber

  46. Clayton Moreira
    23/10/2014

    Concordo em grade parte com você, em relação aos taxis, trânsito, distância entre os monumentos e pontos; mas estou voltando lá na semana que vem para revisitar tudo isso, daí posto novamente minhas impressões…#partiuperu…valeu!

    • Isso aí, Clayton,
      Fazendo diferente, às vezes conseguimos experiências e impressões diferentes. Abraços e boa viagem.

  47. Mauro Bressan
    25/10/2014

    Prezado Gleiber,

    Resido em Porto Alegre e fui a Miami e México pela Avianca/Taca, tendo que passar por Lima para fazer conexão.

    Infelizmente na volta o voo Miami/Lima atrasou muito e perdemos a conexão para Porto Alegre, para tal foi sugerido pernoitar em Lima para embarcar no dia seguinte para Porto Alegre. OK, estava com minha mãe de 65 anos e nos aventuramos em parar neste país (péssima decisão). Lendo o seu relato gostaria de deixar um pouco minha percepção sobre Lima, Avianca, Aeroporto e os Peruanos:

    1- Pessoal de solo da Avianca/Taca em Porto Alegre – Nota 10
    2- Tripulação no voo de Porto Alegre para Lima- Nota 8
    3- Conexão em Lima na ida – Considero a conexão de 30 minutos muito curta pois o voo demorou muito para taxiar no aeroporto e aí começamos a perceber a falta de educação geral dos peruanos e da infra- estrutura daquele aeroporto (nota 4)
    4- Dentro do aeroporto em Lima, conectando para Miami- Quando desembarcamos já encontramos a “zona” do aeroporto e a antipática da mocinha que estava no corredor mandou corrermos (eu e minha mãe com quase 70 anos). Conseguimos embarcar no voo para Miami após esperar uma longa fila para conexões internacionais. Minha antipatia pelos peruanos começou aí pois foram rudes e nada solícitos. Não questiono a segurança que o país “tenta” criar, até mesmo porque sabemos que o Peru é um dos principais exportadores de cocaína do mundo, mas aquele rigor e antipatia não me convenceram (nota 2)
    5- Tripulação voo de Lima para Miami – Antipática e desorganizada. Tive que pedir o formulário da alfândega americana umas 3 vezes e ir até a galley pois não passaram- Não recomendo avianca/taca neste trecho – Nota 2
    6- Em Miami tivemos que esperar por uma hora para a chegada das bagagens – Nota 1
    7- A volta foi um filme de terror. Chegando no aeroporto de Miami descobri que o voo que saria às 1603hs para Lima havia sido alterado para às 1816hs (na realidade saiu quase 19hs) e portanto a funcionária da Avianca já nos alertou que eles teriam que remarcar. Sugeriram embarcar no voo para Lima e embarcar para Porto Alegre no dia seguinte às 2317hs. OK , aceitamos e embarcamos para Lima. O voo de Lima para Miami estava vazio e a tripulação (comissários) fazendo “piadinhas” entre eles na demonstração de segurança. Percebi que a “coisa” não era séria e que teria problemas- Nota 2
    8- Chegando em Lima não havia ninguém para nos orientar e entregar os voucheres para hospedagem (não sabia onde ficaria), alimentação, transporte etc. Por orientação de uma funcionária do aeroporto fomos a caminho de conexões internacionais, passamos pelo Raio X (novamente aquele excesso de rigor e antipatia dos peruanos) e chegamos a um balcão com um funcionário da Avianca e umas 30 pessoas gritando e reclamando muito por conexões perdidas. Neste balcão esperamos por 1 hora. Quando chegou nossa vez o funcionário foi solícito, mas estava totalmente perdido. Após uns 30 minutos recebemos os voucheres para Hotel, alimentação e transporte e outro funcionário chamado Bruce Lee veio nos recepcionar, entregar uma carta para a imigração e nos acompanhar a retirada das bagagens (deixo aqui meus parabéns a este único funcionário que foi educado, gentil e ágil). Chegamos para retirar as bagagens….Onde estavam as bagagens??? Ninguém sabia e tivemos que tratar com uma total desorganização e grosseria dos peruanos. Após duas horas neste local de bagagens (já havia se passado quase 4 horas desde o desembarque de Miami) descobrimos que as bagagens haviam ido para Porto Alegre. Oi??? Como as bagagens foram e nós não? Ninguém soube responder – Nota -10 (10 negativo mesmo). Não recomendo viajar via Lima com Avianca/Taca.
    9- Pegamos os voucheres e fomos para o Hotel reservado. Hotel ruim com frequência estranha e muito barulhento. Hotel Carrera que se diz um 4 estrelas (só se forem estrelas negativas)- Nota -10
    10- Transporte do aeroporto para a cidade- Fiquei realmente assustado com o trânsito e falta de respeito dos motoristas com tudo e todos. Acredito que neste país ninguém tenha carteira de habilitação pois dirigir e respeitar regras de trânsito não são obedecidas por ninguém- Nota -10
    11- Cidade Lima – Horrível e com uma atmosfera estranha. Nos sentimos mal naquele lugar e no meio daquela gente estranha. Nunca voltaria a Lima ou ao Peru por opção. De tudo que ví na cidade de Lima não achei nada bonito. As pessoas brigam o tempo todo (inclusive de soco), a cidade cheira mal, a comida boa é cara e o povo nada cortês ou solícito. Não recomendo ir a este país – Nota 0
    12- Volta para Porto Alegre – Uma zona total e uma absoluta falta de informação e simpatia dos funcionários do aeroporto e da avianca. O check-in já estava feito por Miami e não tinhamos mala para despachar pois haviam sido extraviadas pela Avianca/Taca, ainda sim fomos ao balcão da Avianca perguntar se estava tudo OK. A resposta de umas 3 funcionárias foi que sim,estava tudo certo. Fomos para o embarque internacional. Chegando lá a antipática da funcionária do aeroporto disse que deveríamos pagar USD 30 de taxa de embarque. Como assim perguntei? Estou neste país porque a Avianca atrasou o voo para Porto Alegre. Com a cortesia de um dinossauro a funcionária nos mandou novamente ao check-in (lembrem-se que eu estava com minha mãe de quase 70 anos). Chegamos no balcão da Avianca e a funcionária teve a cara de pau em dizer que deveríamos pagar a taxa de embarque de Lima. Disse NÃOOO vou pagar e pronto. Estava lá não por opção e sim por erros da cia aérea. Depois de argumentar com uma jumenta ela colocou um sticker no bilhete com a taxa de embarque paga pela Avianca. Bom, voltamos ao embarque, passando pelo Raio X, imigração de saída e tudo uma verdadeira zona.

    Nota geral do país 0. Conheço muitos países no mundo, mas nunca vivenciei tamanha falta de educação e desorganização de um país como o Peru. Jamais voltaria a este país e nunca recomendaria a qualquer amigo ir ao mesmo.

  48. Heber Velasquez
    26/10/2014

    para quem critica e diz que lima não tem metrô e onibus ruins . Lima tem metrô sim e estao ampliando as linhas do mesmo para cobrir a cidade.por outro lado para quem disse que os onibus são quebrados e caindo aos pedaços a resposta vem da prefeitura de Lima com o moderno metropolitano e a implementação da linha azul onibus de cor azul que substituirá aqueles ônibus quebrados e velhos que aliás ja estão sendo sucateados aos montes em breve o transporte urbano sera de primeira o mesmo que ja se esta espalhando pelas principais cidades do pais para o bem de nacionais e estrangeiros.

    • Oi Heber,
      É inegável que o desenvolvimento econômico do Peru recentemente vai trazer avanços para esses problemas urbanos que vimos quando estivemos lá, em 2012. Já naquela época, víamos diversas iniciativas para tentar conscientizar os motoristas, propagandas sobre bom comportamento no trânsito, etc. Não duvido que em 10-15 anos eles possam estar muito melhores do que o Brasil nesse sentido, viu?
      Abraços.

  49. jorge guillermo caja canales
    30/10/2014

    meu querido colega .me desculpe com todo respeito e sinceridade como ta sendo você.sincero.eu digo eso e coisa de baitola .porque cabra macho no fica se ligando em pequenos detalhes .eu moro 30 anos no Brasil e aprendi muitas coisas com nordestinos no norte do Brasil não são desse jeito .eu acho que você era mochileiro sim grana não da pra conhecer muita coisa .ate pra eu fazer turismo no Brasil te que ter grana pra gastar .si não vó te que comer churrasquinho de gato.tem turismo no mundo todo e podemos frequentar o lugar que a gente que SO ter grana companheiro abraso

  50. Melissa
    02/11/2014

    Oi, meu nome é Melissa, sou peruana e moro em Belém do Pará. Gostei muito do post e achei muito engraçados os comentários sobre o tránsito limenho. Isso é 100% verdade!! Que pena q vc não se informou antes já q a PIOR coisa que um turista pode fazer é alugar um carro, sério! hahahahaha Sobre os taxis eles são na sua maioria velhos já que os taxistas trabalham de forma particular e como alguém comentou aqui consertar um carro é realmente caro em Lima (mas ainda assim prefiro um milhão de vezes pagar os preços super baratos dos taxis limenhos que pagar 50 reais por um taxi arrumadíssimo hehehe). É realmente triste q vc tenha viajado pra capital sul-americana da gastronomia e não tenha gostado, acho q foi falta de informação já que existem muitos lugares bastante baratos e muito bons! Alguém aqui mencionou q não trocava a culinária brasileira pela peruana, ambos países tem comida muito boa, a diferencia é a variedade de pratos que existem no Peru. A cidade tem um clima bastante diferente,não faz nem muito frio nem muito calor, tem pessoas q gostam outras q não (eu pessoalmente odiava o clima de Lima, mas agora é do que mais sinto falta, já q no verão dificilmente precisa de ar condicionado e o inverno não é tão frio assim, dá para caminhar e passear de boa!). As praias da Costa verde são na sua maioria praias só para surfing, recomendo principalmente no verão as praias ao sul de Lima, a 100 km da cidade, tem muitos ônibus pra lá e tem um lugar chamado Boulevard de Asia que funciona no verão (dezembro até finais de Março) que tem muitas lojas, boates tops, gente bonita (como já mencionaram)e está praticamente na praia. Tem muitos hotéis por lá, e não são muito caros não.
    Sobre o post do Mauro sobre que somos grosseiros e gente estranha, existe todo tipo de pessoas no mundo, pena que você encontrou com pessoas desse tipo durante sua curta estadia em Lima . Acredito que encontrar com pessoas que não são agradáveis e catalogar todas as pessoas de um país assim é muito injusto. Eu mesma no dia que cheguei no Brasil (São Paulo, Guarulhos) fui empurrada por uma senhora q jogou minhas malas no chão e não pediu desculpas, imagina a primeira impressão que tive dos brasileiros, e nem assim os chamei de gente estranha. Adoro as pessoas que conheço aqui sei que as pessoas desagradáveis que conhecí aqui no Brasil não vão fazer eu chamar vcs brasileiros de gente estranha e grosseira. Sobre a cidade cheirar mal, você chegou no dia em que jogamos todo o lixo na rua só para incomodar os turistas hauahahaha. Só uma dica 🙂 Se alguém quiser dicas sobre Lima pode me adicionar no facebook Melissa V. Guevara Carrera. Uma vez mais parabéns pelo post e espero que se algum dia voltar a Lima, escreva pra mim para dar boas dicas e poder mudar um pouco a sua opinião sobre as coisas que não gostou 🙂

    • Oi Melissa,
      Muuuito obrigado. Isso sim é que é legal. Alguém que traz críticas construtivas, sugestões, dicas. Afinal, é isso que esperamos de uma rede social. Tenho certeza de que um dia voltarei a Lima e já sei que vai ser uma experiência muito melhor, porque saberei evitar as furadas. Obrigado pela contribuição e pode deixar que entrarei em contato sim. Bjos.

  51. Lucilia Oliveira
    05/11/2014

    Nossa nunca me decido tão rápido a não ir em algum lugar como o PERU, só de ser um lugar eternamente nublado já de repugna, tenho um sério problema com isso, me deprimi. O quesito transporte então me enlouqueceu.
    Valeu demais! Por que todo mundo só coloca a parte boa.
    Parabéns pela iniciativa

    • Oi Lucilia,
      Não confunda Lima (uma cidade) com o país inteiro, hein? Cusco é grande e maravilhosa, tem um clima agradável (nunca faz muito calor nem frio demais) e trânsito é beeem mais civilizado. Abraços.

  52. Heber Velasquez
    05/11/2014

    Oi Gleiber, aqui so pra te dar uma dica ja que vc pensa voltar ao Peru eu lhe poderia sugerir viajar ao interior do pais :norte,centro ,sul,oriente temos variedade de culturas e cidades como tambem de climas e comida e claro lugares turisticos vc poderia criar um espaço que mostre o pais alem de machupicchu e mostrando as outras cidades como Cajamarca,Trujillo,Piura,Chiclayo,Iquitos,Pucallpa,Arequipa,Huaraz,Tacna,etc.o lado peruano que o Brasil não conhece e convidar o povo brasileiro a conhecer mais o pais vizinho .

    • Oi Heber,
      Tenho certeza de que adoraria conhecer essas cidades todas que você falou. Pode deixar que nesta vida ainda vou até lá de novo. Foi só de Lima mesmo que não gostei… Mas quem quiser contribuir e mandar textos para a gente sobre essas cidades, o convite está feito! Abraços.

  53. Re Abdala
    06/11/2014

    Adorei as informações e realmente eu conheço parte do Peru, e eles são irresponsáveis no trânsito sim, não respeitam sinalização e nem faixa de pedestre.

  54. Alex
    06/11/2014

    Gleiber, você exagerou um pouco. Se tivesse alguem para te dar umas dicas sua viagem seria totalmente diferente. Um abraço. hah! Com relação aos demais comentários: Os que querem sol devem vir no verão rarara.

    • Oi Alex,
      Então… só que o fog litorâneo de Lima também continua durante o verão… Longe da praia, o Sol brilha lindo quase 365 dias por ano. É um fenômeno climático típico de lá, onde praticamente não chove.
      Abraços.

  55. Sergio
    10/11/2014

    Concordo em algumas coisas, como as manobras perigosas dos motoristas, transporte público péssimo, porém acho que nem todos se encomodam em negociar com os taxistas, os preços de táxis em Lima são bem mais baratos do que no Brasil e se você souber negociar lá, pode conseguir bons descontos nos trajetos, mas é a sua opinião. O Clima acho que foi infeliz de sua parte afirmar que sempre é nublado, pois o clima se assemelha muito ao de São Paulo, principalmente em janeiro, fevereiro e março costuma fazer muito calor em Lima. A comida em Lima é um dos pontos fortes, acho que você deve ter dado azar mesmo na escolha dos restaurantes. Lima pode ter algumas semelhanças com o Brasil, porém na sua maioria é bem diferente, não sei em que lugares você passou por lá.

    • Oi Sérgio,
      Falou tudo! O táxis não são o problema em Lima, são a solução. Realmente são baratos e, negociando, ficam ainda mais baratos. A gente é que tem birra mesmo e nos irrita muito fazer a tal negociação a cada deslocamento. Hoje sei que, se voltarmos um dia, não escaparemos de ter que fazer isso.
      O fog de Lima, entretanto, é uma coisa típica da cidade, que acontece em qualquer época do ano e geralmente o ano todo, causada pela corrente marítima fria que circula por lá. Quanto mais longe do litoral, menos fog.
      Sobre as semelhanças com o Brasil, a única área diferente do Brasil é o centro histórico, os outros bairros tem o mesmo estilo arquitetônico.
      Agora, a nossa escolha de restaurantes baratos… realmente foi erro nosso…
      Abração.

  56. Cesare Ricci
    15/11/2014

    Oi Gleiber, sou peruano e moro em Rio Branco e me gostaria muito dar minha opinião sobre tuas palavras sobre minha cidade…LIMA, voce diz que Lima não tem sistema de metrô, vc esta completamente ERRADO e passando desinformação a gente q planeja ir a Lima, minha cidade começou o ano 2012 a construção do seu primeiro moderno sistema de metrô com 3 modos: aéreo, viaduto (ao nivel) e subterraneo com um comprimento total de uns 650 km em 7 linhas e uns 220 estações e agora em novembro 2014 já esta funcionando desde agosto do 2013 a linha 1, vc mesmo pode googlear EL METRO DE LIMA ou de entrar no seu site, http://www.lineauno.pe e tb vc deveria fazer um trabalho de pesquisa atualizada na internet, outro site é http://www.aate.gob.pe entre outros muitos onde vcs poderam ser testemunhas do crescimento e desenvolvimento peruano, chega de apresentar meu pais como um cheio de indios…Peru tem gente branca sim, e muita tambem, eu sou branco, ate parece que vc for chileno, sempre odiando Peru, sempre minimizando Peru, nao basta com tiver ocupado 250,000 km de territorio peruano nas 2 guerras de invasão que fizeram, chega de propaganda anti-peruana, ou e ignorancia ou desinformação, o Peru e o pais que mais crece ao ano na America Latina, nao é nem Chile nem Brasil…e o Peru com seus 7,9% do PIB e estamos melhor que Brasil no IDH e na prova internacional da secundaria. Por favor, tenha a amabilidade de atualizar os dados, mais se vcs quiserem podem me contatar para qualquer tipo de info atualizada do Peru, eu viajo pra la a cada 4 meses pois daqui e muito perto, sao 20 hrs no bus ate Cusco, meu mail e biac14@gmail.com e por favor, nao malinterpretem minhas palavras, eu gosto sim do brasil e das brasileiras, minha esposa e uma delas, o unico q nao gosto e a VIOLENCIA BRASILEIRA, la em Peru nao se conhece o arrastão, nem a dinamite nas ATMs dos bancos, vc tira sua grana das maquinas q estao na rua e nao passa nada, vc pode usar sua corrente de ouro la, aqui nao, aqui os moleques armados de 14 anos MATAM VOCE quando vc tem entregado seu celular e grana, nao adianta entregar pois igual eles atiram a matar pq sabem q no brasil ha IMPUNIDADE. As cidades aqui estao mortas apos as 6 pm, la vc encontra gente nas ruas e as lojas abertas ate as 11 pm, muitos turistas caminhando pelas cidades…e os preços, brasil pune o consumidor com os preços mais caros do mundo, incluso que o Japão ou Suíça, q sao os mais caros, muitos impostos e a troca de que, de mais INSEGURIDADE, de estar fazendo turismo numa praia, ou mata solitaria ou num restaurant e levar um chumbo por entregar tuas coisas, aqui tudo e ate 6 vezes mais caro q no Peru, um exemplo, um carro chery básico la custa 14000 reais novo de concesionaria o q custaria aqui uns 38000 reais…sim, os taxis sao ruins mais nem todos, tem muito carro novo aparecendo por aí, e o trafego de Lima sim é muito caotico nas horas punta em certas partes da cidade mas nunca como os 650 km de engarrafamento de sao paulo, a pesar de todo, gosto do brasil, especialmente do jeito amistoso, alegre, sensual e hospitaleiro dos brasileiros, e o ultimo e o clima, no Peru se tem todos os climas do mundo, dependendo do mes e da zona…..e sobre a cocinha peruana, toda a comida e a base de produtos ORGANICOS e nao transgenicos industrializados como no brasil, e por isso que vem turistas desde o outro lado do mundo só pra comer e lembrem que e a 3 gastronomia depois da francesa e chinesa seģundo a CORDON BLUE. Ese vc tive ma sorte nao sinifica q NÃO exista boa comida a preços justos e razoáveis. Entao convido a vcs a revisitar meu pais que é muito mais do q Cusco e Machu Picchu.

    • Oi Cesare,
      Algo me diz que você não leu realmente o meu artigo, ou leu apenas superficialmente…
      Em primeiro lugar, eu não estou falando sobre o Peru no meu artigo, um país que amei profundamente. Eu estou falando sobre a cidade de Lima. Só sobre Lima. E se você ler o meu post dizendo sobre as 7 coisas que GOSTEI em Lima, vai ver que eu justamente elogio a segurança da cidade, principalmente comparando com cidades brasileiras, em que a violência e a criminalidade me fazem ter vergonha de ser brasileiro.
      Também falo sobre o desenvolvimento econômico impressionante do país e da premiada gastronomia, que é mais elogiada da América do Sul por quem entende.
      Sobre o metrô, no próprio artigo eu trago a correção desde janeiro de 2014 sobre o meu erro.
      De qualquer modo, obrigado pela participação no nosso blog.
      Abraços.

  57. Hiermak Luis retiz Ruiz
    17/11/2014

    Lendo varia vezes este artigo posso concluir que como diz o ditado não sempre boas intenções acabam em boas ações, porque a intenção de orientar os futuros “não turistas para Lima” com esse comentario parece lógico desistir dessa visita, mas uma das caracteristicas do Brasileiro é que ele sabe se virar em situações adversas e no quesito táxi em Lima eu concordo com você que não tem taximetro e se tem não é usado, passando por cima dessa desvantagem uma dica é que o turista pode negociar com o taxista o valor e para issso é bom se informar no hotel o preço aproximado da corrida no trecho que você deseja e tem horários que o preço é melhor do que usando taximetro; no quesito transporte público não concordo com o exposto porque existe em Lima por exemplo um transporte rápido que va pela chamada “via expressa” e passa pelos distritos ou bairros de Barranco, Miraflores, Surquillo, Lince, La Vitoria e acaba em Centro de Lima, nas uma informação que pode ser dada no Hotel, mas mesmo assim existen muitos passeios guiados com meios de transporte adequado para turistas exigentes, de muito conforto, com a segurança requerida e sen perda de tempo; no quesito comida o teu comentario chega a ser prejudicial para o turismo do pais e não só para Lima, hoje em dia a gastronomia peruana está em um nível muito alto, o turista deve se informar nos hoteis os restaurants recomendados para degustar a comida peruana, todos os hoteis tem essa informação e até de preços diferentes.
    Minha recomendação é para os turistas que desejem viajar a Lima que não desistam por informações superficiais e que se informem bem como em todo pais que vão conhecer para não se arriscar a ter uma decepção por motivos que poderiam ser contornados por simplesmente uma boa informação turística e mais uma coisa o nosso real tem um valor um pouquinho maior que a moeda peruana “sol” e isso tambem dá uma grande vantagem em termos de preços.
    Visitem o Perú, visitem Lima, Cuzco, Linhas de Nazca em Ica, Arequipa, Huaraz e tantos outros lindos lugares naravilhosos, não vão se arrepender”.

  58. edmundo mauro perez flores
    22/11/2014

    CONHECO O PERU MUITO BEM A CULINARIA E EXELENTE ATE A MAIS SIMPLE EU ACHO QUE VOÇE NÃO TEVE NUITO TEMPO DE VISITAR E CONHEÇER AS BELEZAS DO PERU A CULINARIA E BASTA E DIVERSIFICADA LA,O SISTEMA JUDICIARIO FUNCIONA DIFERENTE DO BRASIL PODEMOS PASSEAR ENFIM FAÇO MINHAS AS PALABRAS DE NOSSO COLEGA CESARE RICCI.

    • Oi Edmundo,
      A culinária do país é um orgulho nacional! Com certeza! Muita mais premiada e reconhecida do que a brasileira, mesmo assim a gente não deu sorte… Abraços.

  59. Francyane
    01/01/2015

    Fui a Lima e concordo com muitas coisas que escreveu…Adorei todos os seus posts sobre o Peru. Acho engraçado como a maioria das pessoas que comentaram escrevem besteiras, principalmente desprezando o inicio do post onde você diz que vale a pena conhecer e também menciona as 7 coisas que gostou…Em todas minhas viagens sempre há algo que gosto e o que não gosto. É algo cultural, super normal compararmos as diferenças…amarmos umas coisas e odiarmos outras… Normal que os Peruanos defendam sua pátria da mesma forma que eu defenderia o meu Brasil em qualquer lugar do mundo…O que esperamos da capital de um país é que ela seja mais organizada do que as demais cidades do país…Assim como acontece em Buenos Aires, em Brasilia e etc…Os Peruanos que aqui falaram pegaram uma parte ruim de várias cidades do Brasil, até cidades do agreste, para comparar com todo o Brasil…Se é para falar da capital, vamos falar de Brasilia para Lima! Enfirm,amei o Peru, amo este blog e aprecio opiniões sinceras! hehe

  60. Simon Mendes
    09/01/2015

    Estarei em Lima a partir do dia 29 de janeiro de 2015. Gostaria que explicasse melhor como negociar com os taxistas quando não se tem noção de distância.

  61. Fábio de França Moreira
    12/01/2015

    Náo concordo!!! Mas como voce disse è a sua visao. É a segunda vez que visito Lima e é uma cidade fantástica, lògico que possui muitos defeitos como qualquer cidade grande, mas recomendo a viagem sem dùvida alguma. Procuro coisa diferentes ao viajar e Lima sem dùvida alguma é capaz de proporcionar muitas surpresas.

  62. Mauro
    27/01/2015

    Post interessante e polêmico. Além de uma questão de ponto de vista, é uma questão do que se escolhe e do quanto recurso financeiro de dispõe a gastar. A comida de rua é barata e não é saudável da mesma forma que hospedar-se num Oberoi ou Jumeirah não é barato mas é o melhor. Usei carros com motorista em Lima, jantares com comidas maravilhosas com um sabor todo especial da região. A noite de Lima é maravilhosa! Não tenho nenhuma coisa que não gostei em Lima (por se tratar específicamente desse destino). Reformulando o que disse no início do post: depende do ponto de vista que consegues enxergar! Lima é tudo de bom!

    • Oi Mauro,
      Concordo em gênero, número e grau.
      Na verdade, a ideia desse post é mostrar justamente isso: que más decisões como turista podem arruinar a sua viagem.
      Pena que pouca gente entende isso, ainda bem que você entendeu.
      Abração!

  63. Tiago Porto
    31/01/2015

    Gostei do post, quando visitamos Lima acho que se não tivéssemos sidos recebidos por uma família lá, acredito que também teríamos saído com uma má impressão da cidade. O pior que posso relatar é o transito e as buzina.
    Saca só como foi nossa viagem, e ouve o buzinaço num dia normal que pegamos no centro histórico.
    http://www.ondeeuvimparar.com.br/peru-bolivia-chile-e-as-pessoas-que-encontramos-por-la-passando-por-lima-e-conhecendo-uma-familia-bem-acolhedora/

    • Oi Tiago,
      Muito boa essa ideia de postar um vídeo mostrando o caos do trânsito. Assim as pessoas veem que eu não sou um chato louco, kkkkk. Abração. Ficou o link aí para a galera!

  64. Cris 2015
    12/02/2015

    Estive em Lima 3 vezes a trabalho, a última foi semana passada, em Fevereiro 2015. Bom, todo o tempo estive acompanhada de pessoas locais de Lima, que sempre foram muito amáveis, gentis que demonstravam um orgulho muito grande de seu país, de dar gosto de ver, fazendo de tudo para que eu me sentisse bem e conhecesse as melhores coisas da cidade. Comi comidas deliciosas, como Ceviches, Pulpo, Calamares, Mariscos, Causa (com pure de batata com Ají, recheado de atum ou frango), todos os pratos que comi e em todos restaurantes que fui amei, estavam deliciosos, frescos, bem decorados (apresentação dos pratos nota 10, estilo master chef) e baratos, comparado com os preços no Brazil, como por exemplo, comida para 4 pessoas, com entrada, prato principal e bebida (não alcólica) em torno dos 200 soles, que em SP só o prato principal para um casal por volta de 200 reais e sem contar a quantidade das porções, bem fartas. Estive especialmente em San Isidro, Miraflores, Barranco.
    Quanto ao transito bagunçado, isso realmente me assustou bastante, parece que o taxi vai bater a todo momento, sem contar que muito carros, velhos e sujos por dentro, mas tbém peguei uns com veiculos novos e limpos, achei o taxi barato em comparação a São Paulo, quanto aos onibus realemnte muito velhos e lotados e tem ainda as moto taxis (que só tem na periferia – aquelas motos com lona parecido a que vemos na TV da India).
    Bom como conclusao, para quem tem o privilégio de estar com alguém local, a visita se torna muito mais interessante, porque se tem a oportunidade de ir nos melhores restaurantes e pedir os melhores pratos (com recomendação), ah e sem contar a famosa Inca Kola, quem for a Lima, não pode deixar de provar, eu prefiro a versão zero (é menos doce).

    • Oi Cris,
      Eu também adorei a Inca Kola Zero. E com boas recomendações, se come muito bem em Lima mesmo. Os táxis são definitivamente mais baratos. Mas me chocou aquele trânsito. Não esperava tão caótico.
      Abraços e obrigado pela contribuição.

  65. Gleice
    15/02/2015

    Olá Gleiber, tudo bem? Li o seu blog e não poderia deixar de comentar. Realmente Lima pode ser quase tudo isso, mas mesmo assim acho incrivelmente divertida e animada. realmente é uma bagunça, os táxis, as filas,mas o que não concordo com vc é sobre a comida. Nossa, acho que não teve sorte, porque já estive em Lima 05 vezes, inclusive estou aqui agora, é amooooo esse lugar pra comer. Eu amo peixe, lagosta, mariscos, e o preço, mesmo num restaurante caro, é bem mais barato que no Brasil. Eu também ando até o centro de metropolitano, que é super rápido, com faixa exclusiva. As roupas para compras, também são ótimas, pois o algodão é o segundo melhor do mundo. Acho que para vir em Lima, tem que planejar um pouco e ter a certeza que vai encontrar o céu sempre cinza, mas também ter a alegria de sair, sabendo que o céu está cinza e que mesmo cinza não vai chover kkkkkkk, porque em Lima não chove mesmo. Tem que saber que aqui negocia o preço do táxi, geralmente cobram 15 soles para qualquer lugar, se cobram mais, coloca um sorriso no rosto e oferece 15,00, eles podem ficar bravos, mas no final aceitam, se não aceitar, deixa ele ir e pare outro táxi, com certeza conseguirá pagar 15 soles. achei estranho de vc falar que colocam mais de um passageiro juntos, eu nunca vi isso, de todas as seis vezes que estive em Lima, e olha que já andei demaissss de táxi. Pelo menos digo uma coisa, acho bem melhor entrar num táxi sabendo quanto devo pagar, do que pegar um taxi usando taxímetro, e o taxista dar uma volta imensa, como ocorreu comigo no Chile. Em Lima pelo menos eu sei o que vou pagar, mas entendi o seu ponto de vista. Mas no meu ponto de vista é que para vir aqui tem que estar preparado para o caos do trânsito, o cinza do céu, a alegrias das compras, gostar de peixe e marisco, gostar de pisco sour, gostar de parques, gostar de roupas macias, gostar de shoppings lotados, mas se não fosse tudo isso não seria Lima, bjs e parabéns pela matéria.

    • Oi Gleice,
      Obrigado pelo tempo que disponibilizou conosco e por compartilhar sua opinião.
      Concordo com cada linha. A cidade tem essas peculiaridades e me pegou desprevenido, porque só tinha lido artigos deslumbrantes sobre a cidade e por isso nem me preparei para ver com antecedência os restaurantes que encontraria por lá. Planejamento é a chave, por isso mesmo resolvi ser “polêmico”, para dar o contraponto da minha experiência desagradável. Assim, as pessoas vão poder gostar muito mais da cidade, porque já vão preparadas, se escapando das armadilhas que caímos.
      Abraços e mais uma vez, obrigado

  66. luis bazan
    19/02/2015

    caro gleiber e acho q vc. não conheceu Lima fala um monte de coisas que são inverdades, primeiro como vc, foi mochileiro e com suas diarias pagas por alguem significa que pra começar vc estava liso, e liso não da pra comentar nada, dizer q a comida barata e ruim, que o taxis são baratos e isso é ruim e vc usar esa palavra birra, eu acho que tem ir a outro lugar (de baitolas), tem muito lugar barato que en outros lugares do mundo custa um olho da cara se vc foi na rosa nautica ou algum restaurante de gaston acurio e comparar os preços ficaria calado, seu comentario e triste .( vc ja se perguntou se as 7 coisas que vc mencionou gostam de vc?, espero que não volte nunca mais pra lima vou pindurar uma foto sua em Larco Mar se um chochera te encontrar vai te ensinar a respeitar cultura.

    • Só para explicar, Luis, não fomos com diárias pagas para o Peru. Pagamos tudo do nosso bolso. Respeito todas as opiniões (inclusive as agressivas, como a sua), mas preciso esclarecer esse ponto. Sempre que alguém nos patrocina alguma coisa, avisamos claramente no texto.

  67. Sandra Andrea
    28/03/2015

    Realmente o trânsito eh bem caótico e a cidade tem céu cinza. Mas as casas são coloridas exatamente por isto. Eu já fui 5 vezes a Lima e passo 15 dias cada vez adoro a cidade e te digo que existe sim comida boa e barata. Eu comia às vezes nos supermercados wong e plaza vea. Existe várias redes de restaurante de frango na brasa eh barato e bem servido. Pardos chicken eh a mais cara mais os outros são bons e baratos. A fast food de lá eh bem americanizada mas existe uma que eh o Lá lucha de sanduíches em que tanto a carne e o pão são assados no forno a lenha deliciosoooo. Os restaurantes chineses também são bons. O taxi lá eh muito barato mas se preferir existem servicos por telefone ou por aplicativo que são seguros preço fixo mas um pouco mais caros mesmo assim mais baratos que aqui em Fortaleza Desculpe mas avaliando seus 2 posts vi que você demonstrou desconhecimento e uma opinião pra lá de pessoal. No outro post voce nao citou o museu del oro nem o bairro de Barranco. Existem cassinos e parques interessantes como o do Surco e o Los Olivos. O restaurante Tanta eh do grupo gaston ancurio e se come bem por 50 reais por pessoa coisa que nao vejo aqui.Acho que um post destes deve ser mais cuidadoso. Outra dica eh você pesquisar antes de viajar

    • Oi Sandra,
      Concordo que eu não pesquisei suficientemente, principalmente sobre Restaurantes, antes de viajar. Mas uma coisa importante de dizer é sobre ter sido parcial /pessoal ao escrever aqui. Blogs são isso mesmo: lugares para a gente expressar a nossa impressão pessoal.

      Para um artigo jornalísticos, existem as revistas de viagem e os guias, que são imparciais e politicamente corretos. Claro que há blogs que tentam seguir a linha jornalística, mas eu prefiro relatar a minha experiência, com todos os perrengues, para justamente ajudar com que as outras pessoas cometam os mesmos erros que eu cometi.

      Só pelas dicas que você deixou aqui para os outros leitores, acho que já consegui alcançar o que era a minha intenção: ajudar outros viajantes a ter uma experiência melhor que a minha.

      Ah… Sobre lugares interessantes como o Barranco e Los Olivos, eu não comentei porque não fui lá. E eu não falo sobre aquilo que não conheço.

      Abraços e obrigado pela contribuição ao nosso blog.

  68. Daniel Gonçalves
    01/04/2015

    Estou indo de carro pra Lima no começo de maio, fui em 2010 mas passei 3 dias somente, agora estou indo pra ficar por 8 meses, em breve irei postando sobre minha viagem e estadia lá em Lima

    • Manda mesmo, Daniel.
      Muita gente quer saber como é estar lá de carro. Torço para que ele não se arranhe…
      Abraços.

  69. nilton justos
    29/04/2015

    Eu sou peruano e moro há 7 anos no Brasil, pessoalmente queria dar minha opinião dissos destaques sobre Lima , sao exagerados vindo de um brasileiro que nao conhece seu próprio pais, aqui nas grandes cidades de sudamerica sufrimos muito com os engarrafamentos, no horario pico, entao me diz – e isso um problema particular desta cidade ou da maioria das cidades tanto brasileiras como peruanas? E nao quero continuar falando dos outros problemas que Brasil tem ,além dos impostos mais caros do mundo, alto índice de criminalidade, corrupção, e outros.Me desculpe se estpu errado. Mas é minha opinião.

    • Oi Nilton,
      Veja bem. Eu não faço comparações com o Brasil ao longo do texto. Meu problema com Lima não envolve qualquer comparação com os problemas brasileiros, dos quais sou bem ciente. Não gostei de Lima porque achei pior que Cusco. Entendeu agora?
      Abraços e isso também é só uma opinião.

  70. Jussara
    01/05/2015

    Nossa você deu muito azar… com 2 soles eu tomava suco de frutas delicioso e sem agrotóxico ou trangenico, eu pagava 10, 12, 15 soles e comia maravilhosamente bem… pollo a brasa, lombo saltado, cebiche, tudo muito gostoso… só detestei o caldo de galinha…. a culinária deles é maravilhosa, exceto pelos bolos e pães… não gostei de nenhum… não achei nenhum problema em pegar taxi… muito barato se comparado a minha cidade…. e se souber os números dos ônibus fica fácil e muuuito barato.. com 2 soles atravessa a cidade…. Achei bem perigoso próximo ao aeroporto… tem de tomar cuidado… o povo te recebe muito bem.

  71. Gilberto
    09/05/2015

    Olá, Gleiber!

    Parabéns pelo blog… Principalmente pela cordialidade nas respostas durante tanto tempo. Acho legítimo o seu testemunho, não para ser justificativa para eu não ir à Lima – eu nunca deixaria de ir a algum lugar que não fosse devido a minha pós-vivência, por isso mesmo acho muito válido o seu relato, para pessoas que não tem muito tempo para desbravar a cidade, otimizar o acesso ao que satisfaz cada um. Será minha oitava vez no Perú e a primeira vez em Machu Piccu, não me julgue, é que sou apaixonado pelo oceano :-), então, preferi conhecer grande parte do litoral do Perú, seja para o surf, mergulho em plataformas, pesca-sub, etc. Não devemos valorizar um lugar ou menosprezar o outro, como alguns fizeram aqui. Seria a mesma coisa que tentarmos sobrepor a Mata Atlântica em relação ao Oceano Pacífico ou vice-versa, simplesmente não tem nexo, pois essa riqueza diferenciada é base da curiosidade que nos motiva sempre viajar e mais, que fazem qualquer país dependente um aos outros. Tenho certeza que ambos tem vergonha de suas mazelas, seja da crueldade através da violência brasileira ou da produção de cocaína peruana, enfim, prioridades a serem abordadas pelos representantes dos povos de cada País. Bom, estou ansioso por conhecer Machu Piccu, tentarei alugar uma moto em Cusco, ir até a Hidrelétrica e, em seguida, 3 horas de caminhada até Águas Calientes. Serão 6 dias lá, depois, não se espante, reservei 7 dias para ficar junto ao mar! hehe… Se tu fez Cusco – Águas Calientes pela estrada, poderias me passar uma situação do asfalto e no trajeto?

    Obrigado e abraço!

    • Oi Gilberto,
      A gente fez Cusco – Aguas Calientes de trem mesmo. Vou ficar te devendo a informação. Abraços e obrigado pelo comentário. Concordo muito contigo.

  72. Selene fartolino
    13/05/2015

    Você deixa suas impressões e ressalta seus gostos. Pois aqui vão as minhas: achei seus comentários muito pobres e em nada refletem a belíssima Cidade de Lima. Não é por acaso que hoje é a cidade gastronômica do mundo e é um dos lugares mais visitados também.
    Afirmas que não comparas Lima com o Brasil, mas é clara a comparação. Nenhum país ė igual ao outro!
    Sua experiência em Lima foi pobre, em todos os sentidos, pouco tempo, pouquíssimo dinheiro (melhor não viajar), pouquíssima disposição de conhecer uma cidade que não é perfeita mas que fica longe dos seus comentários.
    Acredito que você foi infeliz e pretensioso ao ressaltar os traços do irmão peruano na foto mostrando uma Rua da Cidade de Lima, talvez este seja o ápice do desgosto ou talvez desprezo, com relação não só a cidade, mas ao país que tão calorosamente recebe seus visitantes.
    Críticas mesmo negativas devem construir e não destruir.
    Seja feliz!

    • Oi Selene,
      A minha única comparação entre Lima e o Brasil é que achei a cidade muito parecida com as cidades brasileiras. Essa foi a única comparação. Os outros aspectos: clima / trânsito / táxis / distância entre as atrações não têm nenhuma comparação com o Brasil.

      E sobre o senhor peruano, não entendi porque você achou um ato de desprezo ou desgosto. Se eu defino como “defeito” uma cidade ser parecida demais com o Brasil e ressalto que a única coisa na foto que se destaca como “diferente” do Brasil é justamente o senhor peruano, logo estou dizendo que ele é o que justamente “salva” a cidade de não ser completamente sem graça. Ele é o sinal de que ali há sim algo de diferente, especial e interessante para ser conhecido. Estou dizendo que gosto, ao viajar, de conhecer aquilo que não tenho no Brasil. E o povo peruano é um dos meus interesses porque eles são, de fato, diferentes de nós, com uma cultura diferente, hábitos diferentes, culinária diferente.

      Sobre construir em vez de destruir, não sei se você sabe, mas eu escrevi um post chamado 7 coisas que gostei em Lima. Veja: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/12/7-coisas-que-eu-gostei-em-lima-peru/

      E a intenção desse post é, se você não entendeu ainda, avisar às pessoas que desencanem do trânsito, peguem táxi e não aluguem carro. Outra coisa que achei importante e que não fiz foi levar uma listas de bons restaurantes para poderem aproveitar a cidade melhor do que eu.

      Seja feliz vc também.

  73. daniela soares tallarico
    19/05/2015

    olá;

    somos seres humanos e com mentes diferentes;isso já é fantástico ! Estou indo para o Peru em setembro sozinha e vou participar de um trabalho voluntário por 4 semanas próximo a Lima;gostaria de saber se alguém pode realmente me dar um bom roteiro sobre lima e suas regiões, assim como me responder sobre a segurança;fiquei um pouco assustada pelo fato de estar indo sozinha;é perigoso andar pela cidade, fazer compras, pegar ônibus, etc?obrigada desde já!!!

  74. BUENOS DIAS GENTE…CON MI EXPERIENCIA DE ANDAR POR “EL MUNDO AFUERA” LES RECOMIENDO QUE CUANDO VAYAN A UN LUGAR POR LA PRIMERA VEZ..NUNCA ANDEN SOLITOS, LO MINIMO CON ALGUN GUIA, O CON ALGUNA PERSONA RECOMENDADA POR OTRO ALGUIEN DE GARANTIA. DE ESA FORMA NO VAS A TENER DECEPCIONES DE CUALQUIER GENERO. A VEZES LAS REFERENCIAS QUE LLEVAS DE ANTEMANO NO AYUDAN DE NADA..ESTO ES DEPENDIENDO DE TU PRETENSION. LES DESEO BUENA SUERTE.
    GRATO RAUL.DESDE MANAUS BRASI.

  75. Laura
    21/05/2015

    Oi Gleiber!

    Td bem? Acabo de ler os posts sobre sua passagem por Peru. Eu sou casada com peruano e claro, minha expectativa era altíssima. Chego lá e me deparo com td o que vc postou aqui e concordo que em Lima muita coisa parecida com o Brasil, algumas coisas até menos que no Brasil (fiquei super triste, sentida por tamanha desigualdade social e de certo ponto um comodismo no povo peruano com tamanhas injustiças). Enfim, o trânsito de fato é louco. E o transporte público é contraditório, municipalidades mais ricas com infra estrutura exemplar, municipalidades pobres, proporcional. Acho que a diferença com São Paulo é que aqui há uma Secretaria de Transportes e apesar da precariedade temos uma padronização. Lá é cada um por seu bolso…
    Gostei dos parques. Achei caros os museus, nem lembro mais o nome de um que queria visitar, depois que vi o valor da entrada, desisti.
    Diria que nós brasileiros somos caras de pau, nos metemos em qq canto, lá parece que não. Achei triste isso… Mas de um modo geral, Lima um lugar pouco diferente das grandes cidades brasileiras, viveria lá com garantia de emprego e bom emprego, e casa própria. No mais, só pra visitar a família e voltar.

  76. Muito legal. Essas opiniões todas ajudam muito.
    Pra baixar o excesso de expectativa seria bom passar uma temporada aqui em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Um cemitério de vivos.
    O asfalto é uma capinha ridícula, todo remendado. O carro trepida todo. Mesmo em bairro dito chique é assim. A prefeitura só arrecada, não gasta com manutenção. Quase nem tem lugar pra mostrar a um visitante. Não existe vida noturna. Os vizinhos não se conhecem. Não existe vida comunitária. Na festa junina quase nem tem comida típica. Só coisa que não dá trabalho. O quentão é um xarope. Quadrilha? Só aquelas beneficentes ou colegiais, bem toscas, quando tem. Ultimamente tem um palco com música super alta, com música baiana, que no outro bairro já irrita. Desfile carnavalesco tem minuto de silêncio!
    Em 1993 foi eleita pela Playboy a pior cidade pra paquerar.
    Ótima cidade pra quem gosta de ficar em casa
    Então… Lima é um paraíso
    Hehehehe

    • Oi Mário,
      Pois é, tudo na vida é questão de pontos de vista e perspectivas…
      Abraços.

  77. Nando Traveller
    17/06/2015

    Fantástico. Estava em duvida sobre meu destino nas próximas férias. Nunca um artigo foi tão útil. Lima vai ficar para daqui a 10 anos. Parabéns pelo artigo.

  78. Carmen Florito
    26/06/2015

    Bom Dia.Fui residente em Lima por 2 anos, e sem duvida alguns pontos são fatos,porém a cidade de Lima, lhe da algo que supera todas as criticas.
    S E G U R A N Ç A,nada me deixa mas tranquila do que poder sair sem ter que ter uma carteira e um celular para entregar pro meliante,e isso, se ele nao estiver com uma faca para enfiar em vc.
    Qto a negociaçao com os taxeistas, acho justa, muito mais que o taximeto, que por muita das vezes sao adulterados e sendo assim voce negocia o que de fato vale o percursor.
    Transito – Loucura, mais fluiiiii, e vamos nessa, voce se acomoda. Ja estive em outros lugares pelo mundo que jurei que voltaria para o Brasil num caixao….Fique certo o transito da cidade de Lima, e super viavel.
    Gastronomia,AMO, VENERO, ENLOUQUECIDA pela culinaria PERUANA…Creio que voce nao deu sorte, ou nao esteve nos lugares certos.Conhecestes o MERCADO de Surquillo.
    Os pontos turisticos em Lima/Peru – Sim sem duvidas é necessario um transporte para se deslocar entre os pontos Turisticos.Mas querido, voce por acaso caminha do Pao de Acuçar ao Cristo Redentor? do Puerto Madera a Recoleta?Da Cidade Proibida para as Muralhas da China?…Entao meu amigo,viajar é isso, ir de um lado ao outro do lugar que vc se encontra para conhecer um pouco o local. Sinceramente isso nao é problema
    Transporte Publico em Lima – PESSIMO, SEM DUVIDA.
    MAS COM CERTEZA ABSOLUTA VOCE NAO CONHECEU LIMA, CIDADE SEM IGUAL, AMO TANTO QUE O MEU MAIOR DESEJO É VIVER DEFINITIVAMENTE NESSE PAIS DE TANTAS DIFERENÇAS E GRANDES OPORTUNIDADES..PROBLEMAS TODOS OS LUGARES POSSUEM, MAS RESPEITO PELO CIDADAO E CUIDADO COM O LUGAR QUE SE VIVI, E FUNDAMENTAL PARA A EXISTENCIA HUMANA. E DEFINITIVAMENTE AQUI, BRASIL, RIO DE JANEIRO – ME PERDOA, NAO EXISTE.

  79. Tácio Brasil
    08/07/2015

    Oi,

    Cara ri muito com seu post, olha estou indo em Setembro farei 4 dias em Lima, 5 em cusco, e fui no google maps ver a cidade olha sei o que você sentiu em relação a compara-la com qualquer cidade brasileira, já to sentido que não terei expectativas de ver algo surpreendente por Lima, mas fazer o que a mulher infernizou para irmos preferiria is a Santiago que não conheço.

  80. Debora borgs
    23/07/2015

    Não concordo com tudo! Mas, claro que algumas coisas sim: achei o trânsito bem doido, a cidade cinza, os lugares interessantes são sim distantes uns dos outros. Mas eu AMEI a cidade mesmo assim: o povo, a comida, o centro histórico! Miraflores e Barranco tudo de bom! Voltaria muitas vezes!!
    Agora seu depoimento foi legal sim! Ninguém é obrigado a ter os mesmos gostos! É mostrar os problemas tb é interessante, porque no mínimo te deixa esperto! Vc escreve muito bem, mesmo quando temos opiniões divergentes! gosto sempre de saber o lado bom e o ruim das cidades! Pq convenhamos todas tem! Abraços!

  81. Rosi
    30/07/2015

    Gleiber, tuso bem? Fazendo uma busca por coisas pra fazer em Lima encontrei sue blog. Fiquei impressionada com a quantidade de críticas e acusações, até de comentários rudes diante de uma opinião pessoal, resultado de uma experiência não tão feliz que você teve.
    Acho que todos os pontos de vista são válidos pra o viajante se preparar para possíveis dissabores. Enfim, obrigada por mostrar seu ponto de vista, em breve terei minha própria opinião a respeito de Lima! Bom trabalho.
    Um abraço.
    Rosi

  82. Carlos Barroso
    10/08/2015

    Muito bom , gostei , vivo aqui a 15 anos e achei legal, apesar que vim ler com a impressão ruim de creer que era mais para pixar do que falar bem, muita coisa vc não podia saber como, comer por exemplo, nos mercados municipais como de lince e Magdalenae outros se come de maravillhas , a comida é muito melhor nos restaurantes caros , obvio , até o no brasil é assim! quanto a uma resposta dada por um peruano que vive no brasil sobre segurança é realmente o cara tá por fora, hoje lima é a capital mais perigosa da america do sul, um horror , gangsterismo pra todo lado, acharcando e metendo granadas nos estabelecimentos comerciais para intimidar pequenos comerciantes a pagar aos mafiosos e se não paga mnorre! oS CARTEIS DA DROGA colombianos foram expulsos pelos mexicanos , a guerra aqui é total , com mortos todo dia , o transito é pior do que vc conta , eu dirijo aqui e sei, coisa de terror , não respeitam nada e transporte publico esta melhorando mais ainda é sofrivel , não se pode comparar um transporte limeño com transporte de cidade de interior do nordeste como fez o peruano, se vc for mostrar o transporte que eles usam no interior então … cusco é muito lindo e tem milhoes de coisas para conhecer, naturalmente vc foi muito rapido e não pode conhecer mlehor os habitantes e fazer amizades como eu fiz , vivi um ano em cusco , de sonho.vaelu!

    • Oi Carlos,
      Muito obrigado por dispor do seu tempo um pouco e compartilhar sua opinião. Eu não senti Lima mais perigosa que Porto Alegre, por exemplo. Mas sensação de segurança não significa segurança. Mas para o turista, você acha que esse aumento da violência repercute? Tipo, em Miraflores e no centro histórico continua legal e tranquilo para caminhar a pé? Abraços.

  83. Rodrigo Soares
    11/08/2015

    Velho! Pra que render? Foi um post muito bom
    Com a SUA opinião! Essa galera ai falando mal, te chamando de arrogante e racista principalmente igual essa peruana que parece viver no mundo da lua ne? Fiquei de cara! Quem n aceita opiniões contrárias me lembra o pt isso ai! Povinho mediocre o tal de brasileiro.

  84. Silvana Campos
    14/08/2015

    Olá, pessoal!
    Sou brasileira, mas metade de minha família é peruana. Creio que posso falar com bastante conhecimento de causa, eheheheh…algumas considerações minhas, depois de inúmeras idas a essa cidade:
    1. Realmente, Gleiber…eu também prefiro táxi com taxímetro, ou pelo menos naquele sistema em que a gente paga antes num guichê, pelo destino selecionado. Morro de preguiça de negociar…mas depois do surgimento do estratégico ônibus metropolitano (o da via exclusiva), a coisa melhorou demais, demais mesmo. Tenho até um cartão do Metropolitano comigo, meus tios e primos de lá até acham graça nisso. Agora raramente uso táxi. É tudo uma questão de dar uma olhada no mapa e combinar as alternativas de transporte. Aliás, como costumo fazer também quando estou em São Paulo, capital. Sei lá, pode ser até que não grilo tanto com isso por estar acostumada com cidades muito grandes e, apesar de tudo, gostar delas, tanto que não acho as distâncias entre os pontos interessantes de Lima grandes. Em São Paulo já passei muito mais tempo transitando para ir de um ponto interessante a outro do que em Lima, por exemplo. Mas, realmente, o trânsito de lá é horroroso. Por isso, regra de ouro de nossas viagens (eu e meu esposo): jamais alugar carros para transitar em cidades muito grandes ou, dependendo do caso, até em várias cidades de porte médio. Melhor o transporte público mesmo…ah, estava esquecendo: sobre essa história de táxi sem taxímetro, não é exclusividade de Lima, nem do Peru. Em minhas andanças pela América Latina já encontrei essa coisa chatinha em um monte de outras cidades, e em diferentes países. Aliás, uma vez, em Viña del Mar, no Chile, acabamos descobrindo bem na prática porque chamavam os táxis de “Colectivo”, ahahha…além de não ter taxímetro, o motorista também pegava outros passageiros pelo caminho.
    2. Sobre a comida, dificilmente vou a lugares caros. E comi inúmeras vezes em restaurantes baratos e pequenos, como aqueles que tem aos montes no centro da cidade, nos quais a maioria dos trabalhadores vai. E detalhe: sou do tipo que não gosta de comida gordurosa…acho a comida brasileira muitíssimo mais gordurosa que a peruana, na média. Lembrei agora de um restaurante cuidado por freiras, menu barato e uma comida super saborosa, fica também lá no centrão..nunca tinha ouvido falar dele, até que um belo dia fui almoçar com um amigo limenho nesse lugar, pois ficava perto de seu local de trabalho. Adorei! Se não fosse por esse amigo, nunca teria ouvido falar desse restaurante, cujo nome não consigo lembrar agora…mas tudo isso só pra dizer que é sempre bom dar uma pesquisada antes, perguntar ao pessoal de lá mesmo sobre lugares pra comer, etc.Já em Cusco (também amo Cusco), da última vez que fui tive pouca sorte com comida. Na maioria dos lugares onde eu parava pra comer ou a refeição era cara, ou não tinha tanto sabor assim…meu marido acha que muita gente lá estava entrando na tendência de querer agradar ao gosto de vários gringos…não sei se concordo ou discordo dele, só sei que foi bem difícil, pois amo comida bem temperada e muitas das refeições em Cusco estavam me parecendo comida de hospital…pena, porque aquela cidade é muito especial!
    3. Sobre a violência urbana…me sinto mais segura em Lima do que no Rio de Janeiro, por exemplo. Claro, cidade bem grande sempre tem seus perigos…mas também é questão de saber onde andar, em que horários, em que lugares não se deve passar, como em toda cidade grande. Nunca tive problema lá, mesmo quando caminhava sozinha.

    Bom, o sono me pegou….quem quiser mais dicas de Lima ou do Peru pode me escrever, se quiser…meu email é silvanaif@gmail.com

    • Oi Silvana,
      Que legal o teu depoimento. Bem mais acurado que o meu, a propósito. Afinal, vem de alguém que passou mais do que meros 3 dias na cidade. Obrigado por compartilhar conosco.

  85. Daniela Aguiar Pereira
    26/08/2015

    Goste de todos comentarios gosto de
    País que tenham suas próprias caracteristicas acho lindo os peruanos por suas feições bem tipica também cada país tem seus problemas sejam os de 3* mundo ou os em desenvolvimento o interessante e conheçe penso em morar fora do brasil aqui mesmo pela america do sul peru ,chile ou uruguai e paraguai tou pesquisando se alguém pode me indicar um.

  86. Maristela
    09/09/2015

    Eu moro em Lima há 4 anos, moro em Miraflores no Malecon cisneros , concordo com os táxis , o trânsito caótico , mas vc como turista , infelizmente não conheceu a parte boa, quanto aos táxis , se vc chamar uma empresa seria , eles te mandaram ótimos táxis e eles têm já o valor fixo para cada lugar , só se negocia com táxis clandestinos , quanto ao céu de lima , vc pegou uma péssima época , porque aqui tem dias lindos de céu azul e o céu fica colorido com os parapentes , quanto a comida , vc tb se deu mal , há lugares onde se come muito bem e por preços ótimos ! A melhor época para visitar lima é de novembro até fevereiro , com certeza vc terá dias lindos aqui …. Mas a grande verdade é viajar sem grana é uma merda em qualquer lugar do mundo ! Vc já comeu baratinho em Paris ? A comida é um desastre ! Abraços !

    • Oi Maristela,
      Concordo em tudo!
      Sei que a gente deu azar e esse post é uma tentativa de dizer para as pessoas não cometerem o mesmo erro que a gente. E sobre Paris, não tem verdade maior. O Sandro é traumatizado com as frias em que a gente já se meteu por lá! Abração.

  87. cristiana ribeiro brigido
    13/09/2015

    Fico me perguntando se fui a Lima mesmo. Passei sete dias maravilhosos andando de taxi sem nenhum problema .Não precisei experimentar transporte publico. Taxi é muito muito barato. Comi bem e barato se comparado ao Brasil. Se a policia é ruim não sei mas em Miraflores vc nao anda um quarteirao sem dar de cara com policial a pé de moto ou carro. Compras no shoping de roupas de marca baratas. E ainda tem Polvos Azules.Adorei.E pra finalizar Cusco. Outra coise é que nada me estressa qdo estou viajando.

    • Oi Cristiana,
      Claro que foi. Eu é que dei muito azar. 90% das pessoas adoram Lima.
      Abração.

  88. Claudia Farias Gomes dos Santos
    26/09/2015

    Olá, pessoal! Estou em Lima há três semanas e certamente tem algumas coisas que não gosto. No entanto, penso que viajar significa não só experimentar as coisas boas de uma cidade, mas também conhecer os seus problemas, arquitetura, gastronomia, cultura… É assim que estou conhecendo o Peru. Resolvi experimentar de tudo, dos táxis aos ônibus, dos bairros nobres aos mais simples. E, depois de toda essa disposição, já estava me referindo aos outros como “os turistas”, como seu eu fosse uma limeña (kkkkkkkk). O transporte público realmente parece muito complicado no início. Precisei de uns três dias para entender como funcionava. No entanto, assim como a comida, é bastante barato. Pelo que verifique, em bairros como Miraflores e Barranco (onde se recebe mais turistas) os preços dos serviços são mais caros do que os praticados habitualmente. A comida é boa sim! Eles tem uma grande variedade de frutas, legumes e tubérculos. As refeições são acompanhadas por uma entrada (que pode ser uma sopa ou uma salada) e um refresco. Em geral, não se gasta mais do que 10 reais por isso. Sinto falta do feijão, mas já não sei ficar sem o meu querido emoliente. Abraços!

    • Abração, Cláudia.
      Muito bom o seu depoimento. Afinal, o depoimento de alguém que teve a oportunidade de ficar mas tempo na cidade é muito mais interessante do que o meu, que fiquei só 3 dias. Abração e obrigado por contribuir com o nosso blog.

  89. Elis Regina Suith
    27/09/2015

    Nos fomos de carro atravessamos os 2 país Bolívia e Peru ..TDs que vimos muito lindo …está uma parte boa ahora parte da comida foi uma decepção e o mal cheiro da Bolívia e Peru ..mais gostamos de td não fomos pra Lima ..mais visitamos muitos lugares maravilhos… Eu sou uma pessoa que tem muito medo de altura quando me deparei com tudo que vi achei que não iria volta para meu Brasil que eu amo….lugares muito altos.. Atitude fés com que passamos mal..AFF TDs vomitavam muito..meu Deus..e odor da cidades muito ruim ninguém da minha família conseguia se alimentar…mais graça a Deus voltamos em pás…

  90. Milena
    01/10/2015

    Li ambos os posts e discordo em partes por essa sua negatividade…estive em Lima a 20 dias e AMEI…acho que o clima ruim e a comida não ter te agradado não é relevante já que vc escolheu restaurantes e lanchonetes “nivel mais ou menos”…Lima tem otimos restaurantes…inclusive estive lá no periodo do festival gastronomico Mistura que é internacionalmente conhecido….trânsito caótico tb não é surpresa nenhuma pra nós brasileiros….aliás limpeza….educação. ..segurança entre outros…Lima está anos a frente do Brasil…minha opinião é que…se não está aberto a novas experiências. ..culturas e costumes….se não sabe aproveitar o que de melhor a cidade pode oferecer. …ta sem grana suficiente pra comer bem e curtir….cancele a viagem….assista um filme de comédia pra te animar….fique em casa e descanse…deixe pra uma outra oportunidade onde esteja mais “acessível”…acho que essa sua viagem nao serve mt de parametro pra quem le o blog e quer dicas e roteiros….pra quem tem interesse em conhecer Lima…va adiante. ..tenho certeza que irá se surpreender…pretendo voltar mt em breve…ahhh…Parabéns a Natalia….essa peruana sabe argumentar mt bem….e o seu portugues Natália está ótimo para quem aprendeu sozinha.

  91. Luizze
    06/10/2015

    Em 3 dias nao se pode fazer uma avaliação tão profunda de Lima…..Sou Natalense e mudar para Lima foi algo bem diferente já que nos últimos 10 anos morei na Suécia. Lima tem o caos mas tem os bons lugares ….fds passado fui para casa cor Lima 2015 e conheci o Callao uma área linda com casarões antigos…a cada dia descubro mais de Lima …Barranco é um dos meus bairros favoritos com uma night life agitada , com ateliês, Cafés etc….como meus planos e a vida tá me levando a me fixar aqui estou com a mente positiva . Um abraço! !

  92. Natassia
    02/11/2015

    Olha, este post era tudo o que eu tive de impressão da parte ruim de Lima. Gostei do pontos turísticos, mas a facilidade de transporte não há, como em Santiago no Chile. Gosto de andar a pé e ver tudo. Lá só andei em Miraflores, no centro apenas na área da Praça das Armas. Isso que tenho uma amiga peruana e ela facilitou muito pra gente conhecer a cidade (ela negociou com os taxis, ufa). Comecei a valorizar o trânsito do Brasil depois de ir pra lá.
    Deveria ter estendido os dias em Cusco e deixado menos dias em Lima, mesmo o trânsito de Cusco ser caótico também, mas lá se podia andar a pé.

  93. Ennio Gomes
    03/11/2015

    Não fui e NÃO VOU!

  94. Miguel Carneiro
    07/11/2015

    Depois de tudo que Li, não quero ir a Lima. De porcaria basta o Brasil de hoje. E outra, os comentários fervorosos da Peruana me deram a certeza que Lima não falhe a pena ser visitada. Aliás, nem Lima e nem lugar nenhum do mundo onde o mínimo não consegue ser oferecido.
    Melhor lugar da América do Sul se chama Buenos Aires. Cidade espetacular.

    • Oi Miguel,
      Já conheceu Santiago? Me surpreendeu muito também. Mas também adoro Buenos Aires, e Montevidéu, e Cusco.
      Abraços.

  95. Lisi
    12/11/2015

    Acabei de voltar de Lima e adorei a cidade. Concordo com você sobre o trânsito. Não sobre engarrafamentos em si (dei sorte e não peguei nenhum), mas o risco de você ser atropelada a qualquer momento. O pessoal não respeita faixa de pedestre e nem mesmo sinal para pedestres. Jogam o carro em cima de você e buzinam o tempo todo. É uma coisa cultural. Vi várias campanhas educativas sobre isso por lá. Não tentei pegar ônibus, até porque não consegui entender a lógica. Achei a negociação com os taxis bem tranquila. Taxi em Lima é muito barato e vale a pena pegar. Discordo sobre ser tudo longe, achei tudo relativamente perto e tranquilo (tirando o centro histórico que paguei 15 soles de taxi). Fui caminhando de boa de Miraflores pro Barranco ou de Miraflores para San Isidro, por exemplo. Os trajetos são bem agradáveis, você vai passando por várias lojinhas, galerias, cafés, parques e praças no caminho. Não achei Lima semelhante com as cidades brasileiras (não que eu ache isso um problema), mesmo com as pessoas daqui me vendendo Miraflores como a “Ipanema de Lima”. A arquitetura espanhola é bem interessante e a organização da cidade também. É muito interessante a quantidade de parques públicos que eles tem por lá. Achei o clima ótimo para quem vai a turismo. O fato de ser nublado e não quente ajuda nas caminhadas. Você não fica tão cansado, suado e acabado. Você deve ter tido muito azar com a comida..Comi maravilhosamente bem por lá. Mesmos os restaurantes caros de lá cobram cerca de 30 a 35 soles em um prato super gourmet. Me deu até saudades das comidas agora.

  96. jessica
    14/11/2015

    sobre ter que negociar com os taxis en lima, e bem melhor que pegar um taxi aqui em sao paulo e te cobrarem muito caro, para ir a um lugar tao perto….

  97. Louise
    18/11/2015

    Nossa, é muito bom saber os defeitos de um lugar antes de ir, até pra não cometer os mesmos erros. Claro que quem conhece a cidade vai dizer que tem coisas maravilhosas, etc. Mas é importante também chegar num lugar e ter uma boa impressão, afinal muitas vezes é a que fica, não é mesmo? Tbm acho que o mínimo que podemos esperar de um táxi é um taxímetro! E essa questão da distância entre os lugares também é importante para mim. Por isso adorei Buenos Aires e Santiago. Estava em dúvida entre Lima e Cartagena, seu post ajudou a decidir. Obs.: tenho que registrar que fiquei chocada com a agressividade nos comentários de alguns e com a constatacao de que algumas pessoas não toleram opiniões diferentes das suas.

  98. Marcela
    22/11/2015

    Fico viciada em ler os comentários e acaba me dando uma irritação com as más interpretações! Mas enfim, gostei como você se colocou no seu texto e como usou sangue frio e educação para responder os posta irados. E gostei também do a Natália esqueceu seu blog. Pretendo conhecer o Peru nas próximas férias e vou ler o seu conteúdo sobre o país. Achei bem sincero.
    Continue assim.

  99. Mansu
    25/11/2015

    Acredito que se buscarmos somente os pontos negativos, com certeza vamos absorvê-los somente. Numa viagem como esta, temos que está abertos a tudo, comida, transito, custo, hotelaria, povo, cultura, belezas naturais, arquitetura, enfim tudo mesmo. Ter olhos voltados para aquilo que uma viagem deve proporcionar, que é o prazer de conhecer, faz com que pequenos contratempos virem motivos para futuras piadas, histórias pra contar…
    Se eu me deixasse levar somente por opiniões negativas, não sairia nunca de minha Fortaleza-CE, ou melhor nem nela viveria, afinal, aqui tem muitos problemas, mas é uma cidade e estado que vale a pena conhecer.

  100. Genival nunes
    06/12/2015

    Escrevo comentário justamente (coincidentemente) 2hs depois de chegar do Peru, onde passei 12 dias. Não sou um
    Viajante contumaz , por isso nunca leio nada relacionado ao turismo. Por acaso resolvi pesquisar no Google sobre os efeitos da altitude de Cusco na fisiologia humana e comparar com as sofrimentos que passei, eis que encontro seu blog.
    Estou escrevendo do celular (odeio) mas queria dar meu depoimento:
    1. Achei o povo muito gentil, prestativo e educado , tendo como indicador todos os depoimentos das pessoas que viajaram comigo.
    2. Adorei Cusco , mas sofri muito com a altitude (problema meu , claro rsrs).
    3. Adorei tudo que se refere à Machu Pitchu, exceto a velocidade do trem, muito lento embora a paisagem compense.
    4. Lima tem pontos magníficos, bem cuidados e agradáveis: o caminho pela pela desde moradores; o shopping no barranco; ponte dos suspiros (por do sol e noite maravilhosa); as pirâmides de Huaca Pucllana; museu Rafael Larco; belíssimas praças no centro da cidade etc
    5. Realmente a questão dos táxis chega a ser ridícula. A maioria de carros velhos, sem taxímetro, nao da pra imaginar , só vendo( sentindo).
    6. Acho que a peça mais importante do carro em Lima é a buzina, chega a ser irritante o quanto se tenta resolver ‘tudo na buzina’.
    7. Eu presenciei algumas vzs os motoristas discutindo com os guardas e nada acontecia , falaram-me que as multas são insignificantes. A cidade é bem policiada.
    8. Como brasileiro, nordestino, queria maIs sol.
    9. A uma certa infinitude gris quando miramos o mar.
    10. Achei belíssima a geomorfologia costeira com o recorte das falésias (lindo ).
    Por fim: vale muito a pena ir ao Peru.

  101. Marina
    12/12/2015

    Se vê que o post foi escrito por uma pessoa extremamente arrogante com a velha justificativa de “é minha opiniao, é meu blog, falo o que quiser” se você não está disposto a passar por momentos tão sofridos e extenuantes como ter que negociar uma corrida de taxi deveria ficar no seu próprio país, não acha? Já estive em mais de 30 capitais e afirmo que os taxis em Lima e a comida de rua têm uma ótima relação custo benefício. Comi em restaurantes ótimos que me custaram a metade do que me custariam em um restaurante de mesmo patrão no Brasil. Quanto as comidas de rua no Centro Histórico, por exemplo, achei o preço e qualidade semelhantes ao Brasil, com a vantagem de que as porções são bem maiores. Sobre o clima cinzento de Lima, estive lá no verão e os dias estvam lindos… Por acaso Londres, Pequim, Hong Kong, Bruxelas são ensolaradas o ano todo?
    No post “7 coisas que gostei mais em Lima” você até que tentou melhorar as críticas mas só mostrou que não soube conhecer Lima… Deixou de lado bairros como San Isidro e Barranco (oi???), não conheceu os museus fantasticos que a cidade oferece, não conseguiu enxergar os onibus expressos… Só fez um cntrl c + cntrl v de qualquer guiazinho de bolso
    Concordo que opiniao é pessoal mas é bom ter um pouco de auto crítica também né, amigo, se não acaba pagando mico
    Para uma pessoa que tem a pretensão de dar dicas de viagens, você passou longe do bom senso

  102. Charles
    04/01/2016

    Na verdade queria saber o que você acha melhor, já sabendo dos dois lados da moeda.

    Alugar um carro ou encarar o taxi?

    Eu ficarei 7 dias e quero conhecer o máximo de lugares no Peru!

  103. Rose Garcia
    07/02/2016

    Olá Gleiber, adorei seu relato, isso deu um “bocado” de polêmica kkkkk, bom estou em Lima no feriado de carnaval de 2016, é minha primeira vez por aqui, viemos porque eu queria muito conhecer o Central, o quarto melhor restaurante do mundo, adoramos a cozinha peruana preparada nesse restaurante e também no La Mar que foi delicioso, mas é caríssimo mesmo. reservamos 4 dias inteiros para conhecer Lima, e falando sério, foi um pouco demais. Dois dias já seriam suficientes para conhecer a capital, segunda e terça vamos ficar literalmente “enrolando” para passar o tempo. Tudo é muito caro por aqui, até o famoso pisco não sai por menos de R$ 28,00 (cotação atualizada pelo uol) Taxi tem que pechinchar muuuitoo mesmo, uma corrida de aproximadamente 5km de distancia sai por R$ 12,00, e pra todos os pontos turísticos é quase o dobro dessa distância, se estiverem hospedados em Miraflores. A cidade tem um cheiro estranho no ar, alguns falam que são as algas do Pacífico, mas incomoda à beira mar. Bom fiquei decepcionada por não poder entrar no mar, muito gelado e muitas pedras, e olha que sou louca por água, entro de qualquer jeito, mas nessa praia não tem mesmo a menor chance. Bom adorei a culinária, vim aqui pra isso, mas sabe aquela sentimento de “agora já conheci !!! Não deu vontade de voltar não, a não ser que que seja só um dia para voltar no Central e provar um novo menu degustação. Bom tem outras coisas positivas que tive de impressão, mas vou colocar em outro post, porque esse aqui era para falar das coisas ruins rsrsrs beijão

  104. Luluzinha
    23/02/2016

    Eu não entendo porque tanto estresse com táxi. Se VC gosta tanto de taxímetro é só VC embarcar falar o destino relaxar e pagar o valor que ele te falar quando descer. Pronto acabou o problema.
    Melhor do que pagar 35 reais em um táxi para uma distância de 2 estações de metrô só porque estava no “Jardins” tipo se eu pudesse negociar teria sido muito menos.

    Comida boa e acessível é possível mas daí eu acho que é falta de informação ou frescurite demais. Ou talvez meu paladar não seja tão internacionalmente refinado quanto o seu

    E as fotos ficam sempre cinzas.. Sei lá as minhas só algumas não todas..deve ser meu brilho natural kkkk.

    *Eu tenho um taxista amigo meu que mora lá, pessoa de confiança sabe, não passo nervoso com ele.

  105. Romulo
    11/03/2016

    No dia 13 de Fevereiro de 2016, Sábado, decolamos do Aeroporto do Galeão, às 06:30h, com destino final em San Andrés, no Caribe Colombiano. Para conhecer Lima, fizemos uma escala de 14 horas na cidade. Apenas 05 horas de voo. Chegada em Lima, às 11:15h (Brasília)/08:15h (Lima). No momento de sair do aeroporto, enquanto aguardava a conexão das 22:30h, para Bogotá, fomos surpreendidos a ter que pagar uma taxa, de US$ 31,00/pax, apenas porque iria se ausentar do terminal. Um descalabro. Penalizam o turista que vai gastar no país. Cobram pelo uso do carrinho de bagagem. Câmbio.US$ 1,00 = 3,31 Soles. Antes de sair, deixamos os nossos pertences mais pesados que estavam nas mochilas, no guarda volumes do aeroporto. A seguir, partimos para conhecer a cidade. Ainda no terminal, fomos abordados por vários taxistas, (educados e bem trajados). Resolvi dar atenção a um, da Green Taxi, que me pareceu simpático e cobrou um preço razoável para fazer um citytour. Seu nome, Luís, preço do tour com duração de 04 horas, 200 Soles=US$60. Carro Toyota, com wi-fi, serviço personalizado, nos dando dicas, servindo de guia, fotógrafo, etc. A maioria dos táxis comuns são velhos e não obedecem a um padrão de cor, o que gera confusão do turista ao tentar identificá-los. Achei o trânsito meio caótico, os peruanos trocam de faixa a todo momento, provocando xingamentos e freiadas bruscas dos outros motoristas, mas, não vi nenhum acidente. Primeiramente fomos ao bairro de Miraflores, onde moram as pessoas mais abastadas e onde se localizam os hotéis internacionais, situado num platô, bem acima do nível da praia, e com uma bela vista do Oceano Pacífico. Cidade muita seca. Chove raramente. Muitas pedras, inclusive nas praias de areia escura. Visitamos em Miraflores, a Praça do Amor, onde pode-se ler, várias frases de poetas e escritores peruanos, mencionando o amor. Neste local também fica um jardim bonito, bem cuidado, com muitas flores em que é regado várias vezes por dia, para manter a beleza. Aí também, se localiza o shopping Larcomar, onde, além das lojas de grife, existe um mirante para se apreciar o belo visual do lugar. Passeamos por outros lugares históricos, como o Barranco, o bairro mais boêmio e cult da cidade, muito bonito. Em seguida, paramos para almoçar em um restaurante típico peruano, o “Mi Barrunto”, próximo ao estádio do Alianza, especializado em frutos do mar, ceviches, etc. Ao chegar, percebemos num grande quadro, no salão principal, uma camisa do Flamengo, doada pelo jogador peruano, Paulo Guerreiro, que é considerado um grande ídolo aqui. Apesar do taxista ter dito que o restaurante tinha bom preço, percebemos depois, que era bem caro para o padrão local. Não reclamei porque fui bem atendido, e a comida era boa. Preço do almoço para 04 pessoas, inclusive o motorista, nosso convidado=335 pesos=US$35. Por orientação do nosso guia, pedimos um prato com diversos petiscos locais, à base de peixe com molhos diversos e alguns ceviches, o que muito nos agradou. Terminado o almoço e completadas as 04 horas combinadas do passeio, o taxista nos deixou no centro histórico, prometendo retornar assim que o chamássemos. Aproveitamos esse tempo, para caminhar pelas ruas do centro histórico, onde pudemos fazer nossas compras de artesanatos a preços bem atrativos. Passeamos pela Plaza Mayor, onde estava o palácio do Governo, a Catedral e outros prédios históricos. Curiosidade: Muitos turistas, trocam Dólares por Soles, livremente, nas ruas, aproveitando a cotação mais favorável, com pessoas credenciadas, e com total segurança, situação impensável no nosso país. Centro de Lima, limpo e livre de mendigos ou delinquentes nos ameaçando. Contrastando com esse ambiente de segurança e tranquilidade, assistimos à Polícia local reprimir um pequeno grupo de ativista gays, na praça principal, em frente ao Palácio Presidencial Miraflores, usando um caminhão, jogando jatos de água, em alguns jovens que apenas faziam seu protesto pacificamente. Soubemos, depois, que aquele local, por ser zona turística, não é permitida nenhuma manifestação. Após concluirmos o nosso passeio, chamamos nosso taxista, pelo telefone. O Luís, então, nos levou para um outro ponto turístico na Ponta do Callao, um grande cais e ancoradouro onde pudemos assistir ao pôr do sol, tomando uma cerveja, em um dos muitos barezinhos ao redor. Após isso, retornamos ao aeroporto. Este passeio, durou menos de 02 horas. Por esta segunda parte do citytour, paguei-lhe 120 Soles = 35 Dólares. Nos despedimos e fomos pegar nossas bolsas de mão. Curiosidade: Para chegar ao guarda volumes, que se encontrava na outra extremidade do aeroporto, tínhamos que circular por fora, já que não é permitido circular internamente, passando pela área de desembarque; talvez porque o terminal fosse pequeno. Pagamos 32 soles pela guarda das nossas mochilas, e a seguir fizemos um lanche gostoso e barato no aeroporto. Sem precisar fazer check-in, tivemos apenas que mostrar a taxa de US35,00 paga, para poder ter acesso à área de embarque. Às 22:30h, decolamos com destino a Bogotá.

  106. Marcelo
    23/04/2016

    Pois é, concordo com tudo isso…. O trânsito, não o fato de congestionamento , mas o trânsito em si, que peruano não freia, não da passagem, não respeita faixa ou semáforo, buzina a toda hora, enfim, não sabe dirigido, eh o que mais tem me incomodado vivendo aqui!

    Essa neblina que não sei se é poluição ou neblina, argh…

    Parabéns pelo post

  107. Tati
    17/05/2016

    Concordó com tudo e faria uma lista anida Maior.

  108. Luciene
    05/06/2016

    Cara, nem sei como agradeceu por essa dica. Estou procurando um lugar no exterior para uma proxima viagem. Quanto aos taxis, infelizmente ocorre em qualquer parte do mundo. Quando estive em Lisboa o taximetro marcava € 9,00 uma viagem curta do aeroporto ate o hotel Botânico, o cara de pau me cobrou €20,00 dizendo q era uma taxa. Paguei pq não quiz me estressar, na volta antes de pegar um outro taxi perguntei ao taxista quanto ficaria a corrida.
    Quem vai imaginar q até na Europa tem esses malandros?

  109. Fernan Walter Jr. araujo echê
    15/06/2016

    Olá gleiber!!
    sou peruano, atualmente moro no Brasil em belem do Pará, e ja faz 5 anos que não voltei pro Perú, não sou de LIMA, e sobre seu post, eu ri, tem coisas que eu mesmo nem sabia kkkk, algum pontos eu não concordo, mas eu gostei.
    sobre o Clima do meu querido Perú, eu gosto muito, ate porque não chove em lima, isso eu adoro, as comidas são boas, e não compara nem um pouco com as comiads daqui de belém, eu estou meio que desleixado com as comidas daqui, eu em casa particularmente faço comida peruana faz 5 anos kkkkkk, mas sobrer o transporte aqui realmente eu adorei, os ônibus são bem confortáveis, só a passagem que não baixa de 2,70 🙁
    eu concordo com essa dos onibus; eu que achei que o transito em belem é caotico, mas pelo visto em lima é sofrido mesmo, depois de ler este blog, me deu vontade de fazer um blog kkkkk eu que nunca fiz.

    abraços

  110. Angélica
    15/06/2016

    Olá, ñ conheço ainda outro país da América do Sul q ñ seja o Brasil, por isso procuro obter informações úteis pra n me dar mal. Brgdo pelo post, por vc ser uma dessas pessoas e encontrei esse site pesquisando Machu Picchu ae, caí em Lima kkk qd eu for pra lá dou minhá opinião. Haha ansiosa !! Abrçs, adorei os comentários

  111. Daniel
    21/06/2016

    Estou indo em Outubro para o Peru vou ficar em Miraflores tambem queria, pelo que vi e li nao compensa pegar metros em Lima, é melhor onibus e taxis.

    Otimo post me esclareceu muitas coisas

    • Oi Daniel,
      O táxi é o melhor meio de transporte em Lima, apesar de não ter taxímetro.
      Abraços.

  112. RaulPensador
    27/06/2016

    Bicho, cê é meio fresco em amigo, é mt melhor negociar preço de carro do que entrar no mesmo e já estar marcando 4 reais (Brasil), tem sim mts lugares no Perú n mt cuidados e/ou conservados, mas só de estar lá tudo ou quase tudo vale a pena. Poder de compra é maior, coisas mais baratas, pessoas melhores, cultura e tradição melhores, mulheres são mais bonitas no meu ver, respeito maior, menos putaria, bem menos violência, menos preconceito, etc… Sobre a cidade ser bem nublada n da p saber o q há de ruim nisso… Sobre a comida barata, ela é verdadeiramente ruim ou n faz o seu gosto ? Bem como vc pode n estar acostumado c comida barata, mas com toda certeza o barato de lá bate com o daqui ou é até melhor, Brasil piora cada vez mais, creio q eu tenho uma boa noção disso sendo um carioca haha … Em questão de ter coisas parecidas c aqui(Brasil) eu tb n acho isso bom, porém como eu digo, só de estar no Perú são outros 500, é ter vontade de andar lá e estar presenciando coisas acima do que for, diferente daqui no Brasil q eu n tenho mais prazer algum de sair de casa, ñ pq n tenham mais coisas que me agradem mas eu fico cada vez mais sem aquela vontade e desejo de curtir uma parada por aqui, com pé atrás, aquela falta de vontade grande de sair de casa, isso pq aqui claramente está cada vez mais cheio de porcarias, te digo sinceramente, mts coisas aqui n valem mais a pena e ainda virão a valer menos do que agora. É tanta merda como funk lixo de putaria, de desrespeito e apologia a porcarias; pessoas malucas na rua e em vários ambientes falando besteiras por todos os cantos, agindo escrotamente e de forma q só passa nojo. Brasil é mt clichezão, quase mais nd chama a minha atenção nessa país, por ex é o mesmo carnaval todo santo ano c as mesmas situações ruins, mortes, porcarias, e etc etc etc quase tudo aqui está horrível, parece que quase nada muda para melhor e evolui, e as pessoas são uma das coisas principais que tornam as coisas assim horríveis, escrotas e nojentas, conseguem transformar até algo bom ou divertido em algo ridículo, são tantos e tantos problemas q existem no Brasil q n vou escrever tudo aqui, óbvio, nem dá. Eu sou um cara que particularmente ñ curto mt o carnaval, mt menos aqui, mas para explicar melhor(usando carnaval como um exemplo) se eu estivesse no Perú, da pra curtir as paradas lá, mesmo q n seja algo do meu gosto(aqui no Brasil é cada vez mais difícil curtir qlqr coisa).. da pra sair de casa sem se preocupar com otários, dementes, gente podre, problemas, violência grande, diversos criadores de confusões e tal.. da pra ir pra rua, da pra se fantasiar e etc, o povo tem outra cabeça, outras atitudes, outro coração etc….. ainda que mts peruanos sejam más pessoas o país é outra vibe, outra cara, outros modos….. Brasil só me da nojo e raiva cada vez mais… Com relação a trânsito.. meio difícil ser pior do que aqui em amigão, principalmente quem mora em São Paulo, esses sofrem dms.. e onde eu moro no Rio é um absurdo de barulho de diversas coisas principalmente retardados mentais na rua falando alto a noite bem como músicas altas tbm(algo desrespeitoso e desnecessário) … agr trânsito eu acho q todo país tem… Pra terminar, sobre ônibus eu acredito q alguns defeitos n sejam em todas as cidades peruanas e com certeza o estado dos ônibus e a conservação n são tão piores do que aqui, aliás n devem ser piores, n é um calor absurdo como aqui e as pessoas n são malucas como aqui e nem devem ficar esperniando e pondo musica alta sempre… Se os ônibus peruanos andam bem ja é quase q o suficiente, e vamos combinar que de forma meio geral os governos daqui da américa do Sul n gostam mt de ajudar os países c diversas coisas… (Creio q o governo peruano seja bem melhor que o brasileiro) ainda mais se usarmos como comparação Dilma e Lula, ela especialmente fez mais merdas do q qlqr outra pessoa q ja presidiu isso aqui… Resumindo, na minha mente os males lá do Peru nós temos como dribla-los mts das vzs, nós temos como ter prazer de ver e/ou presenciar qlqr tipo de coisas por lá ou a grande maioria e varias situações tbm… lá mts outras coisas maravilhosas e apaixonantes compensam e MUITO os problemas e cosias desagradáveis, ja aqui no Brasil totalmente o contrário, infelicidade, os males e coisas podres q existem deixam a mim e a muitas pessoas perdidas, desnorteadas, totalmente insatisfeitas, com nojo, sem esperança de melhorias, sem a minima vontade de sair de casa mts vezes seja para ver, viver certas coisas, estar em certos lugares e etc… poucas coisas aqui são agradáveis hj em dia, cada vez mais menos coisas dão certo e funcionam corretamente, no meu ver mais sobrevivemos do que vivemos, se somos felizes no Brasil é só pq construímos essa felicidade sempre momentaneamente, fazemos algo q nos deixa felizes de momento, temos que ficar arrumando coisas q tragam felicidade e bem-estar, damos jeitos em tudo ou quase tudo( tem sempre que ser dando um jeito aqui ou ali, nunca diferente disso).. Agora… esperar que algo te faça feliz aqui nesse país e esperar que felicidade e vontade de fazer coisas aqui venham para vc( (tudo de forma NATURAL) >como é no Perú< …. DESISTA !! Isto já é QUASE IMPOSSÍVEL de acontecer com brasileiros, brasileiro nasce para ñ ser feliz e n estar satisfeito c seu país, nem mesmo sentir prazer nas coisas que vê ( de uma forma quase geral) e eu n estou exagerando… quem é satisfeito com as coisas por aqui ou são bem ricos ou são muito pobres que n tem direito de nada e dependem do governo até para comer razoavelmente e ''ter saúde'' pq nem essas coisas aqui nosso governo oferece direito, então para quem recebe bolsa família e vive só de migalhas ou tem q aceitar bem isso, estarem satisfeitos e achar que está bom ou n se tem nada.. chega a me dar pena de pessoas que acham o país bom sendo q só da porcarias as pessoas e n investem em coisas que realmente importam desde mais de 30 anos, então realmente viver aqui é UMA MERDA, é governo lixo, características lixosas que nosso país tem, e pessoas lixosas tbm q são conformadas dms, n pensam alto, parece q se vc oferecer cocô elas vão aceitar, acham bom ganhar do governo migalhas e aumento de salários mínimos(sendo q as coisas aumentam o dobro) então poder de compra aqui é baixo, e ainda q existam muitas pessoas pobres e que odeiem a situação em que estão, mts dessas n falam nd e n estão procurando fazer nd para que melhorem suas vidas ou seja brasileiro ja é bostinha naturalmente, povo preguiçoso, relaxado, conformado e acostumado com BOSTA e PORCARIAS…. achar q tendo cerveja, funk(q tem uma realidade bem podre), futebol, mulher(vadia no caso) e carnaval já está mt bom.. mds é o FIM… LIXO, SÓ LIXO !!!!!!!!!!!

  113. José Saravia Ocharán
    02/07/2016

    Oi meu amigo. Eu sou limeño mesmo e moro no Rio de Janeiro. Concordo e discordo. Depende muito do perfil do turista. Acho também depende não somente de ler sobre lugares turísticos senão de uma apertura pessoal para experimentar, deixar fluir, observar, entender e sobretudo ler mais da história e o processo de formação. No final das contas, fomos igualmente colonizados por europeus, e portanto, com muita problemática social, política e urbana como no Brasil. Interessante teu olhar. Acho também que acontece uma forte realidade do brasileiro comum, o que é nunca olhar para trás de vocês e pesquisar bem da cultura e processos históricos, acredito que se deve pelo fato de acharem o Brasil como continental, o que está totalmente errado. Nessa falo que existe um grande preconceito que nós os peruanos somos de um estereotipo, mas como você viu mesmo há uma grande diferença entre os andes e a costa, no caso de Lima, e nem que dizer da selva, o que faz rico nosso país tanto como o Brasil. No meu caso, sempre gosto de conhecer a cultura tal como é, aqui no Rio como no Recife, São Paulo, Florianópolis, Vitória, Salvador, Joinville, vejo muita coisa boa e errada também, embora, entendo que é um processo histórico e social forte e que anda evoluindo sempre, e aí está o rico de vocês como de toda latino-américa. Interessante também quando fala de Argentina e Uruguai, é certo, essas cidades mencionadas são muito diferentes, são totalmente europeias, como o sul de Brasil, portanto, o construto socio-urbano e turístico é muito diferente. Nem falo que mataram seu índios dessas regiões.
    Essas pequenas coisinhas fazem rico nossa américa do sul, sua variedade e tal. Cada cidade com o seu, santiago, baires, caracas, quito, etc. etc. É inevitável, eu acho, deixar de ter uma linha base de comparação, pois quase sempre viajamos com expectativas e terminamos comparando com uma espécie de comodidade e padrão definido; razão que acredito e como você comentou, foi com muita expectativa, até parece que suas exigências pelo que estou lendo também no seus comentários, são tão altas como para saber e querer cidades “modernas” “civilizadas” sei lá e inclusive com sua comodidade e estilo pessoal.
    Outra coisa que acontece no mundo tudo quando realmente deixamos fluir e nos adaptamos é que até podemos viver em outras cidades/países. Eu concordo com fatores climáticos, trânsito, etc., mais apesar disso tem muita gente gringa morando no Lima. Ela está em processo de mudança, reivindicação, melhoramento ambiental, etc. como saberá a costa peruana é deserto então temos muitos problemas de falta de água e de saneamento de esgoto, etc. coisas que turistas não enxergam, que nosso povo está em constante luta e manifestos para um desenvolvimento urbano mais acorde com as necessidades da população. Isso tão igual como o Rio e sua problemática, por serem cidades grandes, metrópoles, ou Caracas, etc. Cidades menores com bom desenvolvimento econômico de certa medida têm melhor planejamento urbano e turístico, um adequado orçamento e gasto público destinado a obras e saneamento, corredores ecológicos, etc. gerando vantagens e benefícios integrais.
    Só isso meu querido.
    Boas viagens e tudo de boa.
    Abraços.

    • Eu não esparava que Lima fosse uma cidade europeia, mas que fosse menos o caos de São Paulo. Essa era minha expectativa. Veja, eu amei Cuzco e todos os vilarejos do Vale Sagrado. Não é questão de não ter me preparado para a cultura, foi ver uma “cultura” de “cairo” (transito caótico, uma eterna nuvem sobre a cidade) onde eu esperava cultura andina, muito bem vista no interior.
      Abraços

  114. Gleiber, você comprou uma “briga” séria, hein?
    Não li ainda todos os comentários, que são muuuitos! Copiei e colei para ler com calma, pois daí dá para tirar várias dicas do que fazer ou não na cidade de Lima.
    Acho que você, como administrador do blog, em que várias pessoas de todos os Estados do nosso Brasil procuram dicas de viagem (porque não dizer de colegas estrangeiros, principalmente peruanos)se excedeu um pouco ao falar mal de um país em que somente alguns dias lhe causaram tão má impressão.
    Infelizmente vi que alguns brasileiros nem querem mais saber de conhecer Lima por causa de seus comentários e também da indignação de colegas peruanos por ler coisas depreciativas sobre seu país. Eu também me sentiria desconfortável se algum estrangeiro falasse mal do Brasil em seu BLOG. Claro que o Brasil tem muitas coisas negativas, mas isso não dá o direito de alguém influenciar para não o conhecer, porque aqui, como em todo o Peru sempre existirão coisas boas e más. Estive em Lima com minha esposa em janeiro do ano passado. Ficamos três dias em Miraflores e gostamos tanto da hospitalidade, limpeza, organização, gastronomia e beleza do lugar, que resolvemos retornar nas férias de dezembro próximo. Lima é uma cidade linda, bem policiada, segura e limpa. Espero, sinceramente, que todos os leitores brasileiros que tenham desistido de conhecer por causa de algum comentário, que voltem atrás e conheçam uma cidade, que dá prazer em todos os sentidos, de conhecer.

  115. Ola, Gleiber.
    Você, de fato, comprou uma “briga” feia, hein? Pelo menos fez com que muita gente expressasse sua opinião e com todos os comentários prós e contra, nós viajantes, tiramos o melhor proveito. Eu conheci Lima em janeiro do ano passado. Assim que desembarquei, de fato, me chamou a atenção o cinza da cidade. Como ficamos hospedados em Miraflores, bem perto do mar, tiramos fotos maravilhosas e com o azul do céu, sem cinza. Acho que por causa da época: era janeiro. Gostamos tanto de lá, que estamos de viagem marcada para o final do ano. De lá iremos para Chiclayo, onde reside uma sobrinha, casada com um cidadão peruano. Os táxis de Lima, pelo menos para nós, não foi problema. Apesar de não usarem taxímetro, a corrida para qualquer lugar é bem barata. Aliás esse foi o meio de transporte que utilizamos enquanto lá estivemos. Quanto a gastronomia, achei muito bom todas as refeições que fizemos. Espero que todos os brasileiros que queiram conhecer Lima não mudem sua opinião, pois vale muito a pena conhecer esse lugar maravilhoso.
    Gostei muito do seu blog.
    Abraços.
    Humberto/Manaus-AM

    • Oi Humberto,
      Pouca gente entende o motivo desse post. Não quero jamais que as pessoas deixem de ir a Lima por minha causa. Mas instigá-las é bom pois como você mesmo disse no outro post, choveram dicas aqui nesse post sobre a cidade, que servem para qualquer viajante! Ninguém pode dizer que chegou lá despreparado para encarar a negociação com os taxistas e o trânsito frenético.
      Sobre as pessoas se ofenderem, pois eu estaria criticando o seu país, primeiro que eu nunca falei mal do país, mas de uma cidade bem específica. No post sobre o que gostei na cidade, inclusive elogio a simpatia e a benevolência do povo peruano, sempre disposto a travar um portunhol com a gente numa boa.
      E na capital latinoamericana da gastronomia, é piada levarem a sério quando eu falei mal da comida, né? Eu tento dizer para as pessoas: “aproveitem que em Lima há excelentes restaurantes para conhecerem uma das melhores gastronomias do mundo e não façam como eu que tentou a sorte na rua das pizzas para só se dar mal”. E ainda levo xingada… Será que minha dica é tão assim absurda? Ou o mundo é que não tem mais senso de humor?
      Sobre o clima, eu falo mal do cinza do céu para no outro post elogiar que não chove na cidade. Ou seja, ninguém entende a piada?
      Vai entender.
      Abraços e obrigado por participar do blog.

      P.S. Eu não gosto de cidades imensas, caóticas, claustrofóbicas, em nenhum lugar do mundo. Então, como ia gostar de Lima?

  116. Olá de novo, Gleiber. Pena que a maioria não entendeu a sua opinião. Talvez você pudesse ter falado o que falou com mais sutileza. Enfim, difícil agradar a todos… gostei muito do seu temperamento no modo como se justificou, sem arrogância, com muita diplomacia e convicto de que exagerou um pouco. Confesso que a única coisa que me irritou (muito)em Lima foram as buzinas dos carros particulares, principalmente taxistas. Terrível, estressa qualquer um. Graças a Deus no Brasil não há esse aperreio, mesmo no caos dos engarrafamentos. Isso aconteceu comigo também na cidade de minha sobrinha: Chiclayo, norte do Peru. A cidade é pequena, bem estruturada (também não chove nunca)com grande quantidade de taxistas, competindo para ver quem buzina mais e mais alto, mas o buzinaço deve ser cultural em alguns países da América Latina. Lembro que em Bogotá-CO, pedimos para trocar de quarto, cuja janela dava para a rua, devido ao som das buzinas, tanto de ônibus, quanto dos carros particulares. Buzinam com e sem motivos. O mesmo também em Quito-Equador. No ano passado quando estive em Lima, eu e minha esposa pegamos um ônibus da Empresa Cruz del Sur e foi uma aporrinhação do começo ao fim. O comissário de bordo colocava uns cds de filmes, no maior volume possível. Foram treze horas de agonia, desde Lima a Chiclayo, com o som dos alto-falantes na sua cabeça e não existe um botão pessoal para abaixar. Ora, ninguém é obrigado a assistir ou escutar qualquer coisa, mas em todos os ônibus do Peru eles fazem questão. Alguns dias antes nós pegamos um outro ônibus da Movil Tours em Puerto Maldonado para ir até Cusco. Foram 10 horas de agonia também, devido ao som alto na sua cabeça e não adianta pedir para abaixar o volume, fingem que nem é com eles. O mesmo aconteceu quando pegamos um ônibus da Civa, de Chiclayo para Guayaquil: o mesmo inferno, só que desta vez eu tinha comprado numa farmácia uns tampões para os ouvidos, daqueles usados por nadadores, mesmo assim, de tão alto o som, ele atravessava minha cabeça. O que era para ser um prazer, viagem relaxante, se tornou um pesadelo. O mesmo aconteceu no ônibus da São Cristóvão, de Guayaquil para Quito: sofrimento.. sofrimento… o pior é que vou ter de encarar isso de novo em minha próxima viagem de Lima a Chiclayo: só que comprei passagem para o ônibus noturno, esperando que não haja mais esse perrengue.
    Por favor, Gleiber, continue escrevendo, nós viajantes só temos a ganhar com suas dicas.
    Abração.
    Humberto/Manaus-AM.

  117. Fernando Castro
    12/08/2016

    Lima para mim significa uma coisa: ser assaltado.

    Duas vezes em 10 dias. E isso que fui assaltado no que eles consideram ser o local “mais seguro” de Lima: Miraflores. O pior é ser assaltado sob mira de arma de fogo sem dar bandeira nenhuma, não estar andando com o celular na mão nem ostentando nada…

    O mais engraçado é a agente policial na delegacia perguntar se eu quero que eles façam uma investigação. Brincadeira né.

    • Oi Fernando,
      Puxa, eu nunca imaginaria isso! Principalmente em Miraflores
      Tomara que não seja algo frequente, porque é um lugar tão legal.
      Abraços.

  118. Elias Gabriel
    31/08/2016

    Olá Gleiber!
    Pretendo visitar Lima e Cusco este ano e estou pesquisando tudo sobre estes destinos. Gostei bastante do site e consegui aqui muitas dicas importantes.
    Quanto a este post específico “coisas que não gostei em Lima”, achei sensacional. Gostaria que todas as pessoas tivessem esse nível de honestidade. Saliento ainda que em nada diminuiu minha vontade de conhecer essa interessante capital e poder acompanhar de pertinho o dia a dia do seu povo.
    Gostaria de ressaltar que fiquei impressionado com a forma como as pessoas reagiram ao post. Você simplesmente emitiu sua opinião! Chegaram a te chamar de preconceituoso!
    Acho que as pessoas estão ficando sensíveis demais. Aliás, não apenas isto, estão com dificuldades em interpretação de textos!

    Grande abraço .

    • Valeu Elias,
      E tem gente que acha que eu escrevi esse post para convencer as pessoas a não irem a Lima. É um post para evitar que os outros não cometam os mesmos erros que eu cometi. Tão diferente. Ainda bem que vc entendeu.
      Abraços

  119. Edilton Dias
    25/10/2016

    Olá, Parabéns pela espontaneidade e sinceridade no post escrito. Ótimas referências, para nos orientar.

  120. Dalva
    15/11/2016

    Gleiber bom dia!
    Estou em Lima faz um mes, já estive vários meses aqui pois meu filho mora em San Isidro. Concordo com vc em tudo, o trânsito terrível, os táxis péssimos e seus motoristas nada amáveis. Mas adoro Lima, acho a cidade limpa , ruas arborizadas e guloseimas deliciosas. Pretendo ir a outras cidades de Peru, me encanta a cultura e como cuidam das praças, ruas e dos patrimônios. Moro em Santiago atualmente, vc tem post de lá? Me encanta a sua maneira de descrever, claro e objetivo. Obrigada.

  121. Virgínia Dias
    03/01/2017

    Boa noite Gleiber!

    Amo viajar, e digo que Lima me encanta por vários motivos, mas o principal é ver que as coisas funcionam, mesmo o país sendo subdesenvolvido como no nosso.
    Sim o transporte é louco, os motoristas também mas fico boquiaberta em perceber que apesar desta loucura, não há tantos acidentes! Se fosse aqui era batida a cada segundo….rsrsrs!
    Lá a comida, transporte, bens de consumo são mais baratos que aqui, porque não pagam tanto impostos como aqui. Então vc pode viver bem de uma maneira justa sabendo que vc não paga tanto imposto! Sim, Lima como a maioria das metrópoles atende todos os gostos, basta você ter tempo e oportunidade pra desfrutá-los!
    É um lugar que eu voltaria diversas vezes, e até moraria, já não posso falar dos 4 cantos do Peru, pq não conheço, mas por onde passei digo que é tudo de bom!
    E lembre-se todos os lugares tem pontos positivos e negativos, procure se informar antes para ter oportunidade de desfrutar sempre os melhores momentos!
    Agora perfeição”” é viajar para 1º mundo…! Rsrs Sucesso Gleiber!!

    • Paulo Dias.
      23/01/2017

      Na verdade Lima é cidade com muito trânsito e não é fácil viver lá, eu estou a viver em chancay a norte de lima, e adoro este país, a maioria das pessoas te recebem muito bem a comida é razoável aqui em chancay gosto muito da carapulcra e do ceviche, chancay é uma cidade muito bonita e limpa mas como todo o perú maior defeito é a organização do trânsito mas é uma cidade bonita para visitar tem bastante praia e um castelo muito bonito. No geral perú é um país maravilhoso amo este país, como sou português na Europa estamos habituados a uma vida muito deferente temos outras regalias mas perú me apaixonou, sou casado com uma peruana e já tenho a minha bebe e estou muito feliz aqui. Por isso venham conhecer perú a realidade das pessoas conhecer coisas novas e verem o que muitas pessoas passam para sobreviver, isto é perú um país maravilhoso. Venham visitar. Abraços.

      • Oi Paulo,
        Eu também amei o Peru. Mas Lima é grande demais! Gosto mais de cidades médias e pequenas.
        Abraços.

  122. Thyago
    28/01/2017

    Em lima não tem um City Tour ou passeio com agência que te permita ir nestes lugares distantes sem que dependa de taxi ou de alugar um carro? Por favor diga que tem…

    • Oi Thyago
      Claro que tem! Tem várias opções e com vários preços. Mas inventei de querer fazer por conta… Olha a m… que deu!
      Abraços.

  123. Marcos
    09/02/2017

    Uiuiui!!! Que ataca de pelanca, tia!

  124. Camila de Souza Mota Moreno
    01/04/2017

    Achei seu post ótimo. É necessário que se fale das mazelas dos locais turísticos e aí cada um que tire suas conclusões. Imagine um casal planejando uma lua-de-mel no Peru, passando por Lima? Provavelmente seria uma experiência imensamente desagradável. Eu tive problema parecido quando fui para Montevideo, comparando a Santiago ou Buenos Aires. Achei uma imensa perda de tempo, pois a cidade não tinha quase nada de interessante. Tomar um ônibus era o caos, ninguém sabia informar nada. E a comida cara, muito cara para o que a cidade oferecia. Se tivesse visto um post como esse, na época, não teria desperdiçado 6 dias na cidade. Enfim, um salve aos andarilhos sinceros.