Cachoeira da Velha – a última atração do Jalapão

E o último dia do Adventure Bloggers Jalapão se despede com a Cacheira da Velha, a maior da região. Situada no Rio Novo e com um impressionante volume, foi um daqueles espetáculos para provar que no “deserto brasileiro” falta tudo, menos água.

Cachoeira da Velha4

Difícil é falar desse dia que, apesar de ter sido ótimo, tinha aquele clima triste de despedida. Depois de tantos dias acordando juntos, comendo juntos, passeando juntos, éramos todos já praticamente “amigos de infância”. Confesso que não curti como gostaria, só imaginando que no dia seguinte teria que voltar para casa, para a rotina, para o trabalho.

 

A Despedida do Jalapão

A despedida do Jalapão começou cedo. Depois de termos visto o Sol nascer duas vezes e de incontáveis crepúsculos, nesse dia a gente resolveu dormir o quanto pudéssemos. A noite anterior tinha ido até altas horas à beira de uma fogueira, com direito a cantoria sem violão e até um pilequinho.

Visitar o Jalapao com a Korubo Fogueira

E o nosso quinto dia (a quarta-feira) amanheceu com mais um daqueles cafés da manhã inacreditáveis. A mordomia aqui foi deixar a mala/mochila na porta da barraca e deixar por conta do pessoal da Korubo carregá-la até o caminhão. Na hora marcada, todo mundo se juntou para a fotografia e abraços de despedida.

Cachoeira da Velha despedida da Korubo

Não podíamos estar mais gratos com a equipe fantástica que nos acolheu ali no “deserto brasileiro”. Se a simpatia deles eram autenticamente brasileiras, o profissionalismo era de primeiro mundo. Citei seguidas vezes o Mauro, nosso guia nas aventuras, porque ele foi quem mais esteve próximo de nós. Mas gostaria de poder citar o nome de um por um…

 

Rumando à Cachoeira da Velha

Tínhamos muito chão para correr pela frente. Se levamos um dia inteiro na estrada para chegar ao acampamento, era lógico que gastaríamos o mesmo tempo no dia de voltarmos.

Cachoeira da Velha2

Mas em vez de termos um dia monótono e chato comendo areia, o pessoal programou uma visita a última atração do Jalapão: a Cachoeira da Velha. Não é bem no caminho, mas de certo modo, faz parte de um dos caminhos possíveis.

Cachoeira da Velha5

E valeu muito a pena. Fiquei surpreso com a organização do local. Uma passarela suspensa nos leva até bem perto da queda d’água e tudo está muito bem sinalizado.

Cachoeira da Velha Jalapao

Há ainda a opção de fazer uma trilha às margens do Rio Novo, mas a gente não ia ter tempo para tanto naquele dia. Depois de tiramos todas as fotografias possíveis, o Mauro já estava atiçando a gente com o que vinha a seguir: praia!

 

Prainha do Rio Novo

Mas como assim? Praia em pleno cerrado? Sim! Uma praia de rio que, vou falar, é muito melhor que praia de água salgada. A única diferença, a propósito, é justamente essa: não tem aquela coisa de sair com sal grudado no corpo depois de um mergulho.

É ou não é uma vantagem?

Prainha do Rio Novo Jalapao

E tem ainda mais uma. As margens do rio são cheias de árvores que dão sombra e te permitem ficar esticado sem a necessidade de guarda-sol ou equivalentes… Um lugar perfeito para horas de relaxamento, para brincadeiras entre amigos e para tirar fotografias engraçadas, né Adventure Bloggers?

varias maneiras de usar a cool towelFoto by Roberta Martins – blog Territórios. Todos os direitos reservados

O Rio Novo tem várias praias como essa às suas margens. Mas aqui é um dos lugares mais legais. A faixa de areia é grande e o rio dá pé em uma boa parte. Muito sossegado para os banhistas.

Prainha do Rio Novo - Jalapao

Por fim, a gente se atracou num almoço preparado ali mesmo nas escadarias que levam a gente de volta à estrada. Até hoje fico impressionado em como o pessoal da Korubo consegue manter quentinho tudo o que é para ser quentinho e geladinho tudo aquilo que é para ser geladinho. Demais.

Olhem só o vídeo do Fábio resumindo tudo o que fizemos neste dia inesquecível:

 

O Fim de uma Viagem Incrível 

E assim a gente se despede o Jalapão, depois de uma passadinha em Ponte Alta para um picolé e uma troca de veículo. Em Palmas, a gente ainda teve a honra de jantar com um blogueiro de viagem da cidade, o Dudu, do blog Dudu Afora. O post contando como foi nossas poucas horas em Palmas, a propósito, já está no ar.

Só para constar (se ainda não ficou claro). Galera do Adventure Bloggers, sinto muitas saudades daqueles dias fantásticos e de todos vocês! Que venha outra viagem como essa em breve!

E veja nossos outros posts sobre essa viagem:

O que tem para conhecer no Jalapão
Como é o acampamento da Korubo

Dia 1
Canyon Sussuapara

Dia 2
Andando (e caindo) de Caiaque

Dunas Douradas

Dia 3
Fervedouros do Jalapão – águas onde é impossível afundar
Cachoeira da Formiga
Artesanato de Capim Dourado em Mateiros

Dia 4
Trilha na Serra do Espírito Santo ao Por do Sol

Dia 5
Cachoeira da Velha e Prainha

Dia 6
Praça dos Girassóis em Palmas – TO

 

 

Nosso compromisso com nossos leitores e por transparência estará assegurado durante todo o evento. Apesar do patrocínio para a viagem, teremos total liberdade de contar nossas experiências para vocês, independentemente se elas forem boas ou ruins. Sem essa garantia, não teríamos topado o desafio.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:2
Posts Relacionados:
28
Nov
2013
2 comentários
  1. […] – Cachoeira da Velha, por Andarilhos no Mundo; […]

  2. ISRAELITA ELIAS MARTINS
    23/04/2014

    SIMPLESMENTE MAGNIFICO