Entre Dubrovnik e Split de carro, passando pela Bósnia

Quando estávamos planejando nossa viagem pela Croácia, nos assustaram tanto sobre o trecho entre Dubrovnik e Split, que quase o fizemos de avião. Tudo por causa de um pedacinho de Bósnia Herzegovina que está ali, bem no meio do caminho.

Croacia Dubrovnik a Split

No fim das contas, cruzar essa fronteira foi tão fácil que resolvemos dar uma paradinha em Neum, só para provar que tínhamos estado em território bósnio, senão ninguém iria acreditar.

Se você gostar de viajar de carro, pode deixar que eu vou explicar direitinho como se faz para percorrer esse trecho tão lindo, mas tão polêmico do litoral croata.

 

Alugando carro em Dubrovnik

Depois de muito ler sobre as formas de se deslocar pela Croácia, resolvemos que alugar um carro seria o jeito mais interessante. Teríamos a liberdade de chegar até a praia que quiséssemos, visitando cada cidade no nosso ritmo.

Dessa vez, usamos a Budget, reservada com antecedência desde o Brasil. A loja principal deles fica no porto principal de Dubrovnik (junto com a Hertz), um pouco longe do centro histórico onde estávamos hospedados. Então, tivemos que pegar um táxi por causa das nossas malas (dá para ir de ônibus público também, que fica bem mais barato).


No mapa estão marcados a Old Town e os dois portos da cidade. A Budget fica no Porto Principal

Alguém tinha avisado para nos certificarmos de que o seguro do carro alugado cobrisse avarias dentro da Bósnia Herzegovina, já que passaríamos por lá durante a ida até Split. E, de fato, cobria. Na verdade o seguro cobria todos os países da União Europeia e mais vários outros países vizinhos como Montenegro, Sérvia e outros.

Croacia Dubrovnik a Split de Carro

Carro na mão (um Peugeot 208 muito gostoso de dirigir, com GPS e ar condicionado), seguimos viagem pelo litoral da Croácia rumo norte, passando por diversas curvas e por um cenário deslumbrante de penhascos, ilhas e mar incrivelmente azul.

 

Estradas da Croácia

Quem não gosta de estradas de boa qualidade? Aparentemente, vários trechos eram bem novos, recém inaugurados. Várias pontes bonitas adornavam a paisagem e os mirantes eram bem sinalizados: fáceis para parar e tirar boas fotos.

Croacia Dubrovnik a Split Bosnia Ponte

A sinalização é digna de Europa. Para quem esperava da Croácia um país de terceiro mundo, com cicatrizes de um regime comunista e de uma guerra recente, posso dizer que fiquei bem surpreso.

Litoral Croacia Dubrovnik a Split Bosnia

Só um alerta. Muito cuidado com as curvas e com a tentação de ficar admirando o caminho. Tudo tão bonito que dá vontade de ficar curtindo a paisagem e isso às vezes provoca acidentes! A gente perdeu bastante tempo nesse início de viagem parando várias vezes para fotografar.

Croacia Dubrovnik a Split Bosnia Paisagem

Nosso objetivo inicial era tomar banho nas praias legais que víssemos pelo caminho. E vimos várias, logo no início. Só que na falta de marcamos um lugar específico, acabamos não parando em praia nenhuma… Coisas de Andarilhos do Mundo…

Praias Croacia Dubrovnik a SplitUma das lindas praias do caminho

 

Chegando na Bósnia e Saindo da Bósnia

Só com um mapa para vocês entenderem essa. A Croácia tem seu território percorrendo uma grande faixa às margens do Mar Adriático. Só que tem um pedacinho de irrisórios 8km que eles “deixaram” para a Bósnia Herzegovina pode ter saída para o mar.

Mapa de http://www.orangesmile.com/common/img_city_maps/dubrovnik-map-2.jpgReparem neste mapa. Tudo em amarelo é Croácia. Aquele pedacinho branco de litoral pertence à Bósnia

É um pedacinho tão estreito, que só cabe ali uma cidade: Neum. A propósito, o vilarejo vive de quê? Do seu porto, importante para a economia do país. E também do turismo, pois é uma linda cidade litorânea com uma costa exatamente igual à costa adjacente. Ou seja, é um pedacinho de beleza croata, mas que não faz parte, geograficamente, da Croácia. Entendeu?

Croacia Dubrovnik a Split por Neum Bosnia

Dizem que, por causa do baixo valor do Marco Conversível (moeda da Bósnia Herzegovina), hotéis e refeições por ali são bem mais baratos do que em Dubrovnik, por exemplo. Então, fica a dica para aqueles de orçamento apertado: dá para ficar hospedado em Neum e alugar um carro para passear nos arredores a preços muito convidativos.

Neum BosniaA cidade de Neum

Por causa de um acordo entre os governos da Croácia e da Bósnia, a estrada que passar por Neum é de livre acesso a qualquer croata que queira cruzá-la. Ou seja, até há uma guarita para fiscalização na fronteira, mas eles só param caminhões (e ônibus pelo que entendi). A gente passou direto, não quiseram nem olhar nosso passaporte. 🙁

de Dubrovnik a Split alfandega Bosnia Neum

Carimbo então, que é bom, nada!

Mas atenção. Se você está se empolgando e querendo visitar esses países balcânicos só para completar o seu álbum de figurinhas, lembre-se que a Sérvia (logo ali também) ainda exige visto de brasileiros. A Bósnia, felizmente, não exige.

Hotel em Neum Bosnia

Então resolvemos, só de pirraça, tomar um café em Neum (só para termos um check-in no Foursquare). Escolhemos um hotel na beira de estrada, pedimos dois capuccinos em uma mesa com vista para o mar e curtimos nossos 15 minutos de Bósnia usando o Wi-fi grátis.

Vista do Hotel em Neum BosniaVista do restaurante do hotel, enquanto tomávamos dois capuccinos

 

Inconformados, resolvemos entrar dentro do território bósnio de verdade, mas isso é assunto para um outro post.

 

Pegando uma Auto-Pista até Split

Seguindo nossa viagem, resolvemos abandonar a estrada beira-mar e pegar uma Auto-Pista (Highway / Motorway) para chegarmos logo até Split. Ouvimos dizer que a estrada comum costuma ficar engarrafada no verão por causa da grande quantidade de turistas que entra e sai das praias.

Não posso dizer se é verdade, porque a gente não pegou nenhum congestionamento, nem  na rodovia comum, nem na Highway.

Croacia Dubrovnik a Split Highway Tunel

A Auto-pista começa em Vrgorac. Para chegar lá, você tem que sair da costa e entrar um pouco em direção ao continente (há trezentas mil placas sinalizando isso, fique tranquilo!). Você vai sentir falta da paisagem, mas a velocidade compensa. Viajamos todo o tempo a 120km/h (velocidade máxima permitida), chegando muito rápido até Split, nosso objetivo.

Croacia Chegando a SplitEntrando em Split – prédios pra caramba!

Na hora de entrar na estrada, a gente pega um cartão automático (tipo esses que a gente pega quando entra num estacionamento de shopping). Daí, na hora de sair, o cartão servirá para pagar o pedágio. O preço a pagar depende da distância percorrida. Quanto mais você usou, mais caro você paga. Achei digno, achei justo.

 

Trajetos Alternativos Entre Dubrovnik e Split

Até bem pouco tempo atrás, o Google Maps não atendia à Bósnia, então ele sugeria fazer esse trajeto usando uma balsa na cidade de Trpanj, cruzando o Adriático até Ploče. Seria algo tipo: Dubrovnik – Trpanj – balsa – Ploče – Split. De fato, desse modo, você não sai do território croata em nenhum momento. Segundo alguns blogs mais antigos, isso era importante caso o seu seguro não tivesse validade para o território bósnio.

Pelo que vi, hoje isso é besteira, pois não há razão para fazer um desvio tão grande por causa de 8km. A Bósnia já deixou sua história de guerra para trás e está, inclusive, pedindo ingresso na União Europeia.

Bandeira da Bosnia

Outra opção é seguir sempre pelo litoral até Split, o que deixaria a sua viagem mais demorada por causa das diversas curvas e possibilidade de engarrafamento. Se a viagem normal dura 3 a 4 horas (parando apenas para abastecer e para os pedágios), indo pelo litoral vai adicionar mais 1 ou 2 horas nesse deslocamento, sem falar no tempo que você vai gastar parando nos mirantes.

Bem. Era isso. Se alguém quiser acrescentar alguma sugestão ou tirar alguma dúvida, a caixa de comentários está aí para isso.

 

Procurando um hotel no país? Se você usar nossa caixa de busca, a gente ganha uma comissão do Booking.com! Ajuda aeee!

Que ler mais posts sobre a Croácia? Clique no banner abaixo ou nos links relacionados a seguir:

andarilhos do mundo croacia e eslovenia

Veja mais:
Dicas do que fazer em Dubrovnik

Elafiti Islands num barco do século XVII
Praias urbanas de Split – dá para chamar aquilo de praia?
Medjugorje – um santuário da Virgem em plena Bósnia
Hvar em bate-e-volta: não faça isso!
+ Lagos de Plitvice – o lugar mais lindo da Croácia

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:42
Posts Relacionados:
08
Oct
2013
42 comentários
  1. Boia Paulista
    10/10/2013

    Oi, Gleiber. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem. Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  2. Mig
    04/03/2014

    Gleber, sua explanaçao é perfeita. Viajo sempre de carro e tinha duvidas sobre a Bosnia. Quero ir tb ao Santuario de Medgorje, posso ir de carro e necessito de visto?! ou é melhor ir de onibus de Dubrovinik? obrigada pela sua ajuda.

  3. Paula
    04/06/2014

    Olá.
    Óptimo texto, adorei.
    Somos casal português,vamos passar férias a croácia. vamos começar em zagreb de carro até dubrovinik tínhamos algumas duvidas em passar a fronteira da bósnia. Temos receio que nos mandem parar, o nosso seguro de carro só é válido para croácia e fazer para abranger bosnia torna-se muito mais caro. Acho que vamos arriscar ir só com seguro da croácia, que acha?

    • Não há necessidade Paula. São poucos quilômetros, é só você passar direto. Eles não pedem para ver o seguro na fronteira, porque há um acordo entre os dois países que garante a livre passagem de qualquer cidadão aceito no território croata para seguir até o território croata adjacente. Se você quiser entrar na Bósnia mesmo, para visitar outras cidades, aí sim você vai precisar de um seguro próprio. Nesse caso, há um outro tipo de aduana, que confere passaporte e documento de cada carro. A gente passou por uma aduana dessas quando fomos até Medjugorje (porque o nosso seguro incluía a Bósnia) e foi tudo bem.
      Abraços.

  4. […] passaportes mas não se assuste, esse trajeto é super tranquilo e fácil. Aqui os maravilhosos Andarilhos do Mundo detalham tudo para […]

  5. Ricardo
    08/06/2014

    Gleiber, vou a Croácia em Agosto e farei o mesmo trajeto, pode me dizer se há necessidade de carteira internacional de habilitação? Obrigado desde já.

    • Oi Ricardo, não precisa, viu? Fique tranquilo. Mas mesmo assim ela é uma boa ideia porque você pode precisar dela caso aconteça de você se envolver em algum acidente. Ela é uma forma de provar para a polícia que você tem mesmo uma carteira de motorista válida. Se um acidente no exterior já é dor de cabeça o bastante, imagina sem uma carteira traduzida. Abração.

  6. Andre Ximenes
    13/06/2014

    Sou fã do blog de vocês, sempre estou lendo os posts, e esse foi mt bom, tenho muita vontade de conhecer a Croacia. Parabéns pelo trabalho de vocês

  7. Leonardo
    22/06/2014

    Olá Gleiber,

    Estou planejando uma viagem para Croácia, envolvendo Dubrovnik, Split e Hvar.
    Quanto tempo, vc acha razoável para conhecer cada uma dessas cidades?

    Obrigado e parabéns pelas dicas no blog

    • Oi Leonardo,

      Hvar: mínimo de 3 dias, mas dá para aproveitar bem com 5 dias.
      Split: 1-2 dias tá ótimo
      Dubrovnik: ficaria 3 dias também, mas uma semana dá para fazer bastante coisa!
      Abração.

  8. Leonardo
    25/06/2014

    Olá Gleiber,

    Muito obrigado pela pronta resposta.
    Mas, rolou uma mudança de planos de última hora. Como viajarei no fim de setembro, minha mulher que conhecer a Oktoberfest de Munique. Entao, infelizmente, tive que reduzir drasticamente minha estadia na Croácia.
    Priorizei conhecer Dubrovnki. Ficaremos 2 dias e meio por lá.
    Mas, para não deixar passar em branco o resto da Croácia e como os vôo para Munique são mais baratos a partir de Split. Estou pensando em alugar um carro, como vcs fizeram, e fazer o percurso Dubrovnki – Split para pelo menos conhecer o litoral Croata e ficar com aquela vontade de voltar.
    O único problema é que o vôo Split – Munique sai às 16:30, ou seja, tenho que chegar no aeroporto pelo menos 15:00.
    Entendo que eu se eu sair de Dubrovnki por volta das 08:00, tenho tempo de sobra (cerca de 7 horas), certo?
    Será que esse sacrifício vale a pena?
    Pelo seu post, acho que sim…..confesso que estou com peso na consciência de ficar tão pouco tempo, mas desejo de mulher não é bom discutir….;-).
    Obrigado mais uma vez

    • Oi Leonardo,
      Acho bem factível essa sua ideia. Com 7h de viagem dá para fazer esse percurso tranquilo, desde que você pegue a Highway assim que passar por Neum. Vai dar tempo tranquilo. E a Oktoberfest deve ser uma experiência fantástica!!!

  9. Flávia
    26/06/2014

    Oi Gleiber,
    Muito legal seu post. Acabei de chegar da Croácia e fiz este caminho. Alugamos um carro em Zagreb e fomos até Dubrovnik, ao todo foram 14 dias. País encantador, praias lindíssimas. Realmente o trecho entre Split e Dubrovnik é um pouco tortuoso, com pista simples e sem acostamento. A saída para E65 – auto estrada – estava interditada no dia de nossa saída de Split, por isso fomos pelo litoral, lá ma frente pegamos uma ligação e chegamos na via mais rápida. Passamos pela Bósnia sem problemas, tivemos nosso passaporte carimbado (adorei hehe). As estradas são muito bem sinalizadas e ótimas, padrão europeu e o pedágio é justíssimo, paga pelo trecho que transita. Em Dubrovnik ficamos hospedados em um hotel maravilhoso – Royal Princess, o que achei excelente, por que na cidade antiga ou muito próximo a ela é muito agitado, turistas em penca.
    Abraço grande.

    • Oi Flávia! Obrigado pelas dicas preciosas! Adorei seu roteiro, um dia ainda vou ter 14 dias inteiros para fazer o mesmo. Morri de inveja do seu carimbo!!!! 😛

  10. Gleiber
    15/07/2014

    Olá Gleiber!
    Estou pensando em fazer essa viagem em Agosto e como eu sempre gosto de tentar fazer tudo que tenho direito, estou achando que meu tempo é curto rsrs. Eu saio de Paris em direção a Croacia e devo ficar por la 8 dias. O que você acha malhor? Ir primeiro a Zagreb e ir descendo ou ir direto pra Dubrovnik e subir? Outra opção também é tirar Zagreb pra aproveitar mais o restante…principalmente Hvar. O que você sugere?? Abraços

    • Oi Thiago,
      Vá direto a Dubrovnik e vá subindo! E curta Hvar mais tempo, com certeza. Vá para Zagreb só se for muito necessário. Embora isso seja algo muito pessoal, eu não curti muito a cidade.

    • Roberta
      23/07/2014

      Flavia, vou passar 10 dias apenas na Croacia e queria dicas!

  11. Beto
    21/07/2014

    Olá Gleiber,

    Parabéns pelo post, muito bacana!!

    Estou indo com a minha namorada para a Croácia na metade de setembro mas só teremos 6 dias. Estávamos pensando em Dubrovnik, Hvar, Split e lagos Plitvice, porém está me parecendo impossível conseguir tudo isso hehehe. Ainda tem o fato que iremos sair de Barcelona na sexta de manhã e, como gostamos de uma baladinha, imaginamos que final de semana em Hvar é mais animado do que dia de semana, é isso mesmo? E ainda tem agito na metade de setembro ou já está devagar? O que sugere de roteiro?

    Abraço.

    • Oi Beto. Metade de setembro ainda está bombando!
      Vá direto para Hvar. Pegando voo em Barcelona, dá para para Split e pegar o ferry no mesmo dia para a ilha. Depois de passar lá o fim de semana (3 dias é o mínimo), vá para Dubrovnik (ônibus ou avião) e fique mais 3 dias. Programe para conhecer os lagos Plitvice numa outra oportunidade.

  12. Vamos agora em setembro e estavamos na dúvida de ir ou não aos Lagos Plitvice.Agora com suas fotos , ficamos loucos para ir.Parabéns pelas lindas fotos e pelo ótimo Blog e dicas.
    Abs

  13. Renato Luiz
    16/08/2014

    Ola, gostaria de saber se as locadoras de carro em Dubrovinick solicitam CHI ou posso locar com minha CNH.

    Grato.

  14. larissa
    15/11/2014

    excelente post. muito obrigada.

  15. Beth Klein
    24/05/2015

    Oi! Amanhã estaremos fazendo a viagem de Split a Dubrovnik. Ótimo que encontramos o site de vocês, pois as dicas são muito boas. Obrigada.

  16. Ana
    30/06/2015

    Oi Gleiber,
    Super legal seu site. Parabens! Estou tentando encontrar informacao sobre ir de Dubrovnik para Hvar de barco. Voce por acaso tem alguma dica? Obrigada!

  17. Amanda Strahler
    18/07/2015

    oi Gleiber, td bem? To buscando muitas informações no seus posts e está me ajudando a montar o trajeto da minha viagem. Estamos indo em setembro.
    Queria uma sugestão sua.
    Queremos fazer Split, Međugorje, HVAR finalizando em Dubrovnik. Pois de lá seguiremos para Belgrado.

    Você poderia nos dar uma dica do melhor trajeto para esses lugares.
    Fizemos o seguinte roteiro:
    Split / Medugorje / Split – bate e volta
    Split / Hvar
    Hvar / Dubrovnik – esse estou achando um trajeto demorado pois vi que tem balsa. Tem alguma outra opção que vc poderia nos sugerir.

    Muito Obrigada
    Abs
    Amanda

    • Oi Amanda,
      Bem, importante você dormir em Hvar, o mínimo, mínimo, mínimo são 2 noites.
      Se você está de carro, pode atravessar ele no ferry de Split para Stari Grad e depois, pegar o ferry em Sucuraj para Drvenik. De lá, é só seguir para Dubrovnik e a travessia é bem rápida.
      Abraços.

  18. Rose Leite
    24/04/2016

    Olá Gleiber!
    Parabéns pelas suas ótimas orientações. Estou programando para o mês de agosto uma ida até a Croacia. Como a ideia é também visitar Amsterdã e Bruxelas pensei em pegar um vôo de uma dessas duas cidades direto para Dubrovnik e ir subindo de carro até Zadar para ir aos lagos Plitvice. Quais cidades, sob seu ponto de vista, valem a pena visitar. Inicialmente, tinha pensado em conhecer Zagreb, mas já a retirei do percurso pelo que já pesquisei. Acho que não vale o esforço.
    Abs,
    Rose

    • Oi Rose,
      Visite Dubrovnik, Kotor ali do lado (em Montenegro), Split e Zadar. Se puder visitar Hvar, também vale a pena. Mas há infinitas ilha e várias outras cidades simpáticas. Essas são as “obrigatórias”. Abraços.

      • Rose Leite
        11/05/2016

        Obrigada pelo retorno.
        Vou te incomodar novamente.
        Pesquisando sobre hospedagem em Dubrovnick, pensei que em ficar na Cidade Velha talvez fosse interessante. No entanto, fiquei com dúvida sobre a permanência em um local que tivesse silêncio para dormir. Percebi que existem alguns locais muito barulhentos. Poderia falar algo a esse respeito. Quanto maior a numeração mais longe da confusão ou é o oposto?

        • Oi Rose,
          Minha dica é que quanto mais longe da rua principal, à esquerda de quem entra na Old Town, melhor em relação ao barulho. Mas também vai significar subir degraus e mais degraus (quanto mais longe, mais degraus) até chegar na porta de casa / do hotel. Não me lembro de ter barulho no ap que alugamos, mas lembro da rua íngreme que subimos até chegar lá… 🙁
          Abraços.

  19. sergio carvalho
    19/05/2016

    Ola Gleber
    Gostei de seu site assim como das respostas. Válidas uma barbaridade. Como estou para visitar a Croácia e farei o percurso Zagreb até Dubrovnik, dormindo em algumas cidades, gostaria de saber se nos pedágios é aceito o pagamento utilizando o euro. E como iremos até Hvar, pergunto se é recomendável ir de carro ou deixa-lo no continente? abs

    • Oi Sérgio,
      Se eu me lembro bem, acho que os pedágios não aceitam euros não, só Kunas mesmo. Mas também dá para pagar com cartão de crédito, viu?
      Sobre Hvar, o preço de atravessar com o carro é bem salgado, mas ficar sem carro na ilha é bem ruim se você vai fazer o passeio direito (passando dias suficientes para valer a pena ir à ilha). Então eu atravessaria com o carro e ficaria ao menos 3 noites se pudesse corrigir o meu erro da última viagem. Abraços.

  20. Boom dia. Vou para Croacia em Agosto e quero passar pela Eslovênia, Bósnia (pra chegar em Dubrovinik) e Montenegro. Só que está sendo impossível locar um carro em Veneza, pois as locadoras não aceitam a passagem pela Bósnia e Montenegro. Alguma dica? Alugando na Croácia que locadora você sugere?

    • Oi Rosemary, na Croácia é a mesma coisa. Os seguros não cobrem sinistros nesses países, porque não fazem parte da União Europeia. A gente entrou na Bósnia sabendo disso, se houve sinistro, teríamos que arcar em 100%. E a gente alugou na Croácia.

  21. Dandara
    07/08/2016

    olá Gleiber, eu e meus amigos vamos agora em setembro e desembarcamos em Split, a ideia e subirmos para o norte, mas nao queremos deixar de passar em Dubrovnik, entao estamos pensando em ao inves de irmos para Hvar, antes vamos pra Dubrovnk e depois voltamos p split para seguimos pra Hvar. acha doideira?

    • Oi Dandara
      Não é doidera não. Dubrovnik é imperdível. Como vocês vão ter que chegar por Split, serão inevitáveis essas duas pernas (ida e volta).
      Abraços.

  22. Viviane
    31/10/2016

    Olá Gleiber! Eu e meu noivo estamos querendo nos programar para ir para Croácia em setembro de 2017. Você poderia me dizer qual a melhor companhia aérea para fazer essa viagem? Estamos querendo chegar na Croácia e voltar de Viena. E o clima em setembro, como estará lá? Dá para dar um mergulho ou as águas são geladas? Obrigada!