Canyon de Sussuapara – e o primeiro dia no Jalapão

Primeiro dia da expedição ao Jalapão, e nada de dormir até tarde. Apesar do único objetivo prático do dia ser simplesmente chegar ao acampamento da Korubo, o acesso difícil transforma uma jornada de 300km em uma viagem de 10 horas. Ainda bem que tinha o Canyon Sussuapara no caminho, para nos refrescar do calor da savana brasileira.

Canyon Sussuapara

E lá foram os Adventure Bloggers, em conjunto com outros 14 turistas, guiados por um cidadão nativo da terra: o Mauro, da Korubo. E uma de suas primeiras lições foi a do desapego.

 

O Dia Todo na Estrada

Não é reclamar, mas é que a pessoa que ficar com vontade de encarar uma aventura como essa precisa saber o que terá pela frente. Sabemos que as belezas do Jalapão não estariam tão bem preservadas se o progresso já tivesse chegado em peso por lá. Então o segredo é esse mesmo: desapegar.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao Primeiro Caminhao

Deixe de lado a sua visão de mundo em que 300km se percorrem em 4 horas, incluindo paradas e prepare-se para 10 horas sacolejando no calor. Sinal de celular? CLARO que não tem. A VIVO por ali é morta, a OI mandou dizer tchau e a TIM, bem, a TIM não pega em lugar nenhum mesmo…

Estradas do Jalapao Tocantins

 

Ponte Alta e a primeira parada

Os últimos lampejos de civilização ficam para trás na cidade de Ponte Alta. Aproveite que é a última chance de ligar para a família. Na Pousada onde a gente almoça, tem até sinal de Wi-fi, acreditam?

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao Última chance de usar o celular

Dá até para colocar a foto da comida no Instagram! Bem, ali foi um dos meus primeiros momentos de insight dessa viagem a respeito da minha obsessão por alimentos, mas enfim… Depois dessa viagem, me convenceram que é mico ficar usando o Instagram para passar vontade nas pessoas, então estou tentando parar com a mania (#vaigordinho).

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao03

A refeição ali é bem gostosa, caseira mesmo. Sabe quando a família se reúne toda na casa da vovó? Então. Todo mundo estava começando a se conhecer e a expectativa estava a mil, principalmente depois que a Korubo nos troca até de caminhão para seguir viagem pelo trecho mais complicado.

Visitar o Jalapao com a Korubo Dois tipos de veiculo

 

Entrando na Estrada de Terra

Aí sim é que a coisa ficou feia. A velocidade média de 20km/h não é de dar lá muito entusiasmo, mas temos que achar um jeito de se distrair.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao Paisagem

Enquanto todo mundo dormia, eu e a Flávia, que demoramos, assim, uns 10 minutos para virarmos amigos de infância, resolvemos rapidinho o problema. Ainda bem que sentamos no fundão, porque senão todo o ônibus teria ficado indignado conosco, que conversamos sem parar.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao Paisagem

A Roberta, do lado, não pareceu se importar muito, felizmente. 😉

O Mauro foi aproveitando essa parte mais lenta para explicar algumas coisas do acampamento e para mostrar os diferentes ecossistemas que existem dentro do bioma do cerrado. Ele também demonstrou a finalidade do kit que ganhamos ao começar a viagem: lenços umidecidos e uma caneca para bebermos a água que tínhamos a vontade no veículo adaptado.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao09

Este caminhão, com tração adequada para enfrentar as estradas de areia, tinha um lugarzinho vip na parte de cima, disponível apenas para 4 pessoas de cada vez.

Visitar o Jalapao com a Korubo veiculo adaptado

Do alto, dava para tirar lindas fotos do cenário deslumbrante que ia se descortinando à nossa frente.

 

Canyon Sussuapara

E o primeiro passeio da expedição Adventure Bloggers Jalapão foi o Canyon Sussuapara. Ele fica bem no nosso caminho e só de saber que íamos tomar banho de cachoeira lá dentro, já ficamos mega-empolgados.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao04

Uma trilha bem tranquila leva até a fenda natural, percorrida por um riacho estreito. Tem que tomar um pouco de cuidado na descida por causa das folhas que deixam o caminho um pouco escorregadio. Lá embaixo, temos que andar sobre o leito do riozinho. O calçado apropriado, portanto, é o bom e velho chinelo.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao06

A rocha de arenito vermelho é de uma beleza singular. E a vegetação frondosa do topo deixa à mostra as raízes dentro do Canyon, por onde brotam pingos de uma chuva incessante.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao08

É coisa linda de se ver, mas dificílimo de fotografar. Infelizmente, não levei tripé ali para baixo, o que ajudaria bastante. A iluminação natural escassa acaba deixando a maioria das fotos um pouco tremidas.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao07

A melhor parte é a cascatinha que cai dentro de uma fenda natural. Ali só cabe uma pessoa de cada vez: um momento único, entre você e a natureza.

Pena que acaba tão rápido. Sorte é que o Fábio filmou tudo para a gente se lembrar para sempre depois:

 

Voltando à Estrada rumo ao Acampamento

Depois desse passeio, descobri uma coisa. O calor e o ar seco fazem da toalha um artigo completamente desnecessário durante os passeios do dia. Em questão de 10 minutos, toda a água já evaporou e você vai começar a ficar com calor de novo. 🙁

 

Momento Merchan:
A não ser que você tenha uma Cool Towel, patrocinadora do Adventure Bloggers. É uma toalha que fica geladinha depois de ser molhada e sacudida no ar. Salvou a nossa pele! Para saber como é e onde comprar, clique aqui.

 

A essa altura, eu e a Flávia já estávamos nos perguntando: “- Será que não vai ter nada para comer até a hora da janta, no acampamento?” Foi só os prevenidos começarem a abrir as suas barrinhas de cereal, e lá veio o Mauro anunciar mais uma paradinha.

Visitar o Jalapao com a Korubo Lanche no caminho

E dê-lhe comilança. Bolachinhas, barrinhas, sucos de frutas e caju in natura fizeram a festa do gordinho aqui. Uma coisa tem que ficar clara: você vai comer muito bem se viajar para o Jalapão com a Korubo!

Visitar o Jalapao com a Korubo caju

Mais um pouco de estrada, e chega a hora de avistar o primeiro Por do Sol desta viagem. Acho que deve ter alguma explicação científica para as cores sem-noção do crepúsculo no Cerrado.

Sussuapara Primeiro Dia Jalapao12

Porque, meu, é lindo demais.

 

E veja nossos outros posts sobre essa viagem:

O que tem para conhecer no Jalapão
Como é o acampamento da Korubo

Dia 1
Canyon Sussuapara

Dia 2
Andando (e caindo) de Caiaque

Dunas Douradas

Dia 3
Fervedouros do Jalapão – águas onde é impossível afundar
Cachoeira da Formiga
Artesanato de Capim Dourado em Mateiros

Dia 4
Trilha na Serra do Espírito Santo ao Por do Sol

Dia 5
Cachoeira da Velha e Prainha

Dia 6
Praça dos Girassóis em Palmas – TO

 

 

Nosso compromisso com nossos leitores e por transparência estará assegurado durante todo o evento. Apesar do patrocínio para a viagem, teremos total liberdade de contar nossas experiências para vocês, independentemente se elas forem boas ou ruins. Sem essa garantia, não teríamos topado o desafio.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:7
Posts Relacionados:
10
Oct
2013
7 comentários
  1. Cris Marques
    10/10/2013

    Se você achou difícil tirar fotos lá no canyon, imagina eu? Mera mortal com uma lente estragada, que só tirava fotos com foco manual. Ou seja, de todas que tirei sobrou UMA foto de lá. hahaha

    Adorei o post e já já o meu do Sussuapara vai sair tb. (Só comecei a escrever para combinar com o vídeo do Fábio. kkkkkkkk)

    bjooos

    • kkkkk Mas você viu? Eu fui valente e nem peguei nenhuma foto dos colegas (tem umas iradas, né?). Mas é que eu queria mostrar a dificuldade no processo…

    • Oba, Cris. Vou começar a fazer o vídeo do segundo dia pra não atrasar os posts!!! hehehe… Abs.

      • Pois é, Fábio. Agora eu vou esperar os próximos vídeos para poder publicar os próximos posts. São tão legais que faço questão de compartilhar todos os futuros vídeos.

  2. Também achei bem difícil fotografar, lugares muito claros e muito escuros… Essa foto vertical do cânion ficou muito boa!!! E a do pôr do sol então… Linda. Adorei o post e vou adorar ilustrar os posts da viagem com os vídeos!!! Abs.

  3. Gabiela
    12/10/2013

    Espetcaular! Estou programando minha vagem para Janeiro. E adoro as fotos de comida rsrsrs, acho que deixam muito mais apetitoso o relato.

    • kkkk Apesar dos críticos, eu também adoro foto de comida!!! Que legal que você vai lá. Prepare-se para comer muuuuito! 🙂