Subindo Huayna Picchu

Quando a galera começa a se programar para ir a Machu Picchu, quer fazer tudo o que a casa oferece. A possibilidade de fazer uma trilha até o topo da montanha Huayna Picchu para ver a cidade sagrada lá do alto é tentador demais para deixar passar batido. Certo? Então já aviso aos navegantes, esse não é um passeio para qualquer um!

Montanha Huayna Picchu

Não é que eu queira ficar aqui me gabando porque fui um dos corajosos que chegou até o seu cume depois de encarar com bravura o desafio dos 2.720m de altitude. Mas é que se você tiver um pouquinho que seja de medo de altura…

Bem, deixa eu começar do começo.

 

Huayna Picchu: o que é?

Se Machu Picchu todo mundo conhece como a cidade perdida dos incas, o que pouca gente sabe é que a montanha onde as ruínas estão assentadas também recebe este mesmo nome. Em quéchua, a língua dos nativos da região, Machu significa antigo, velho. E geologicamente falando, as rochas dessa montanha são realmente mais idosas.

Machu Picchu cerro ao fundoO pico da montanha Machu Picchu é aquele ali mais alto

Bem ao lado há uma outra montanha, com o formato parecido ao do Pão de Açúcar lá do Rio de Janeiro. É tão bonita que fica bem como pano de fundo para as fotos clássicas e panorâmicas de Machu Picchu. Veja:

Machu Picchu

Esta é a montanha Huayna Picchu. Entendeu?

Repare que nela, a gente mal e mal avista algumas coisas construídas bem lá no topo e só. Seus paredões são íngremes demais para se construir aqueles terraços agrícolas. Portanto, os incas a utilizavam mais como templo religioso e posto de vigília.

 

Como se faz para entrar em Huayna Pichhu?

Quando você compra o seu ingresso para entrar em Machu Picchu, o acesso a Huayna Picchu não está incluído. Há uma guarita própria no início da trilha que leva até a montanha e você precisa, portanto, de um ingresso específico para entrar ali.

Huayna Picchu - entrada

Quanto ao preço, não é lá grande problema. O ingresso normal, que dá direito à visita apenas a Machu Picchu, custa 128 soles. Com mais 24 soles (o preço vai, portanto, para 152 soles), você garante o seu acesso à montanha mais linda do pedaço.

Mas aqui já aparece a primeira dificuldade. O governo peruano limitou o acesso a 400 pessoas por dia. Duzentas podem entrar das 7-8h da manhã e as outras duzentas ficam para o turno das 10-11h. Você deve escolher o grupo em que você vai querer se encaixar logo na compra do ingresso. E, se chegar atrasado (depois das 8h para o primeiro grupo, ou depois das 11h no caso do segundo grupo), eles simplesmente fecham a porta e não te deixam passar.

Isso significa que, se você quer mesmo fazer essa trilha, convém ter passado a noite em Aguas Calientes para que você esteja na hora certa lá no ponto de controle que dá acesso à montanha.

Outro problema você já deve ter imaginado. Como o número de visitantes é bem limitado, esses ingressos acabam rápido, geralmente com um mês de antecedência. Isso acaba lhe obrigando a comprá-lo aqui do Brasil mesmo, bem antes de viajar. O site onde você faz isso é o site oficial do ministério da cultura peruano.

Por outro lado, se você for entrar só em Machu Picchu mesmo, em geral, dá para comprar o ingresso assim que chegar em Cusco, com 2-3 dias de antecedência.

 

Qualquer pessoa pode subir Huayna Picchu?

Sim. Não há nenhuma regra limitando a subida ao cume. Entretanto, vou logo avisando algumas coisas.

Primeiro: há muuuuuuuuuitas escadas. Então pessoas com problemas de locomoção, dores nos joelhos e outros perrengues articulares estão fudidas raladas se quiserem encarar essa jornada.

Huayna Picchu escadas

Segundo: você vai passar quase uma hora subindo escadas SEM PARAR! Então tem que ter fôlego, principalmente porque a altitude ali detona com o preparo físico até de quem é atleta. Sério. Prepare-se para sentir muito calor, suar litros e morrer de sede e ficar com muita sede. Leve água o suficiente – uns 2 litros por pessoa não seria exagero – nós levamos apenas 1 litro por pessoa e foi pouco.

Huayna Picchu

Terceiro: desista se você tiver medo de altura. Apesar da boa sinalização, de cordas de segurança e de todo o zelo em manter as escadarias em ordem, aquilo é MUITO ALTO! Há vários pontos praticamente verticais, só com uma escadinha estreita te levando para ainda mais alto.

 

Como foi a subida dos Andarilhos até o topo de Huayna Picchu?

Então vamos lá contar a nossa história. Chegamos lá no ponto de acesso meio atrasados porque resolvemos dar uma banda pela Ponte Inca enquanto não dava a hora de entrar. Resultado: uma fila enorme, mas que andava rápido. Ficamos no máximo uns 15 minutos e entramos ali pelas 10:30h.

Logo no início, o Sandro arrepiou. Passaram com uma maca correndo e a gente pensou que alguém tinha se acidentado lá em cima. Alarme falso, era só uma guria “passando mal”. Eu venho insistindo nessa coisa da altitude não é de hoje (o meu primeiro post sobre Cusco fala principalmente da aclimatação – leia aqui).

Uma bifurcação se apresenta antes de pegarmos a trilha principal: uma plaquinha aponta um tal de Huchuy Picchu. Explico. Este é um pequeno cume bem visível de quem está em Machu Picchu e que oferece uma vista bacana da cidade.

Huaynapicchu x Huchuypicchu

A gente subiu (quer dizer, eu subi, porque tinha uma hora em que era necessário escalar uma pedra com uma corda e o Sandro amarelou), tiramos umas fotos e voltamos. Isso atrasou o caminho em, no máximo, 15 minutinhos.

Corda para Huchuypicchu

Daí para frente, foi só escadas e mais escadas. A gente que se achava bem preparados fisicamente (eu era, na época, corredor de provas de rua de 10km!) quase morremos exaustos! Mas isso é porque a gente não queria deixar um casal de gringos idosos passarem da gente!

Huayna Picchu visão da trilha

Era só a gente parar para pegar um pouco de fôlego que eles nos ultrapassavam! Coisa incrível, gente! Foi até que conhecemos uns brasileiros pelo caminho e tinham umas meninas que iam beeeem devagarinho. A gente acabou acompanhando o grupo, meio que para dar uma força para elas que estavam querendo desistir. No fim, todos chegam lá. Tanto os que forem “correndo” quanto os que vão devagar.

Vista de HuchuypicchuVista de Huchuypicchu

Para vocês terem uma ideia, tinha toda uma turma de escola fazendo a trilha, com a professora servindo de guia e a gurizada de 10-12 anos bem comportada fazendo seu caminho em paz.

Isso tudo até chegar num platô onde o Sandro arriou de novo…

 

O platô no cume de Huayna Picchu

Desse platô até o cume da montanha propriamente dito eram, literalmente, poucos passos. Mas, amigo… Ali eram os passos mais sinistros de toda a subida. Isso porque a escadaria agora ficava vertical e a sinalização, capenga. Já estávamos no meio de ruínas e construções que se equilibravam sei lá como e a altitude, de dar medo até em mim que não tenho medo de nada.

Huayna-Picchu-platô

Tinha um paulista que, coitado, estava virado de costas para o abismo, com as duas mãos coladas na parede, quase chorando, imóvel, sem conseguir dar mais nenhum passo à frente. Ele lutava ao máximo contra a sua fobia de altura enquanto sua mulher, empolgada, queria avançar até o topo de verdade.

Huayna Picchu ruínas lá no alto

Foi ali que eu e o Sandro nos dividimos. Ele ficou ali, distraindo o medo do paulista enquanto eu subia até o alto com duas outras gurias que, como eu, não iam amarelar tão perto da linha de chegada.

Mas, de fato, aviso aos navegantes que essa é a pior parte. Cheguei a ter que passar dentro de uma mini “caverna” procurando o caminho até a parte mais alta, porque a sinalização ali desaparece.

Huayna Picchu caverna

Imaginou se equilibrar em escadinhas suspensas para atingir terraços mais altos com o abismo de milhares de metros te olhando lá debaixo?

Huayna Picchu escada flutuante

Só sei que consegui chegar lá. Subi até o pontinho mais alto, onde só há rochas e até mesmo as escadas desaparecem. Me perdi das amigas brasileiras, mas entrei num estado de êxtase inesquecível.

Huayna Picchu sem escadas

A sensação era um misto de cansaço, sede, endorfinas e alegria que tomou conta de mim. A coisa ficou ainda mais mágica quando um enxame de borboletas apareceu saracoteando. Naquele dia, naquela hora e naquele lugar, parecia que estávamos no topo do mundo!

Huayna Picchu lá no alto

 

A volta…

Mas o pior ainda estava por vir… Se a subida é cansativa, o velho ditado já avisa que “para baixo, todo santo ajuda”. E aí é que mora o perigo. As escadinhas para voltar até o platô onde o Sandro me aguardava eram, além de íngremes, muito estreitas. Imagine degraus de 15 cm de largura, com 40cm de altura.

Huayna Picchu escadas íngremes

Você tem que ir pé ante pé, devagar, se apoiando em qualquer coisa que houver em sua volta, para não levar um tombo e se esborrachar direto para a morte, milhares de metros abaixo.

Huayna Picchu caindo?

Felizmente, nada de mal aconteceu e eu consegui alcançar o Sandro são e salvo. Descemos felizes em termos vencido a batalha contra aquela montanha tão emblemática e tínhamos agora essa história para contar aqui para vocês.

Huayna Picchu vista

Resumo da ópera: 2:30h de pura aventura e muita, mas muita sede. Sede esta que me fez passar mal e ficar adoentado nas próximas horas que tinha em Aguas Calientes.

Pois é, já tem até um post onde eu conto essa história, além da nossa passagem pelos banhos térmicos que dão nome à cidade. Não quer conferir?

 

Qual é a graça de subir Huayna Picchu?

Para quem está com medo de encarar a aventura, mas não quer ter uma experiência “incompleta” quando for a Machu Picchu, vou avisando. A trilha de montanha não é para obter a melhor foto, e nem há nada de muito histórico lá em cima que justifique a subida.

Huayna Picchu foto lá do alto

A trilha é para aqueles que gostam de trilhas e de escalar montanhas. Simples assim. A vista lá no alto é legal, mas não é a mais bonita. Inclusive, aviso aos fotógrafos aí: a foto clássica de Machu Picchu é bem na entrada do parque ou então no caminho para a ponte Inca (dá uma vista mais alta).

Eu adorei! Mas eu sempre coloco umas trilhas de montanha em todas as viagens que os Andarilhos fazem, somos habituados a isso! Não vai colocar a sua avó para fazer o mesmo, né?

 

Se ficou ainda alguma dúvida, não hesitem em usar a caixa de comentários abaixo, hein?

 

Quer pesquisar agora um hotel para ficar em Aguas Calientes (Machu Picchu)? Vale a pena conferir o site do Booking.com. Reservando lá após ter clicado no nosso link, a gente ganha até 1% de comissão, gente! É uma merreca, eu sei, mas vai ajudar o nosso site a continuar vivo. Ajuda aeee!

 

Banner Horizontal Peru

Se quiser ver os nossos outros posts sobre essa viagem, é só clicar no banner acima ou se divertir nos links abaixo:

 

Machu Picchu

Como Chegar a Machu Picchu
Aguas Calientes – o portal para Machu Picchu
E finalmente… Visitando Machu Picchu

 

Cusco

City Tour em Cusco parte 1 – Catedral e Qorikancha
City Tour em Cusco parte 2 – Sacsayhuaman
Entenda o Boleto Turístico de Cusco
Batendo pernas em Cusco – devagarinho… 

 

Outros Blogs Legais

Huayna Picchu no Viagens Cinematográficas
Como subir o Huaynapicchu no Turista Profissional
Machu Picchu: A Saga no 360 Meridianos
Waynapicchu x Machu Picchu: qual montanha escalar? no SOS Viagem
Waynapicchu no Do RS para o Mundo

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:212
Posts Relacionados:
06
Jun
2013
212 comentários
  1. Michel
    06/06/2013

    Foda! Não encontro outra palavra pra definir o post.. aliás, o teu trabalho em geral! Vamos que vamos firmes na luta, grande abraço brother!

  2. Sensacional, Gleiber! 😀
    Parabéns pela coragem!
    Bom avisar que as fotos bacanas não são de lá de cima. Mas de qualquer forma, eu quero tentar subir e superar o medo! Deve ser emocionante!
    Abraços,
    Lillian.

    • Para um bom fotógrafo, qualquer cenário rende fotos legais, né? Mas é importante avisar as pessoas a não fazerem um sacrifício desses achando que é dali que se tiram as fotos “clássicas” ou “as mais bonitas” do Santuário de Machu Picchu. Se vocês gostam de trilhas, Lilian… Vá com tudo! Eu amei!

  3. Manoela
    07/06/2013

    Gleiber, eu tenho MUITO MEDO de altura mas estava nesse impasse de “ai meu deus, como que vou lá e NÃO vou subir??”. Mas seu relato me deu menos “vergonha” de desistir já que tenho certeza que a experiência não será incompelta se eu não for.
    Queria mto ir pra superar meu medo, de verdade medo, mas acho que vou empacar lá em cima pior que o paulista, chorar, fazer vergonha…. hahahahha.
    Bjoss

    • A gente viu muuuuita gente apavorada, Manoela. Não há como abstrair o fato do abismo estar ali do seu lado, te olhando, o tempo todo! O Sandro, que não é de amarelar por pouca coisa, não conseguiu chegar até o fim, tem noção? E isso não é vergonha nenhuma. A maior beleza de Machu Picchu é ter Huayna Picchu como moldura, acredite em mim.

  4. Louise
    17/06/2013

    Super post! Parabéns!

  5. Ana
    23/06/2013

    Oi Gleiber! estou exatamente agora com a janela de compra dos boletos prá MP + Huyana Picchu abertos (restam poucas vagas para subir Huyana Picchu no dia que pretendo ir…), e uma dúvida me assola : fazer HP ou ficar somente nas ruínas em MP???
    Eu amo trilhas, não tenho problemas com altura,mas…nessa viagem estarei acompanhada do meu filho, de 13 anos! e aí tudo muda,pois ele acompanha , mas não é tão entusiasta de trilhas como a mãe rss ,além do medo irracional materno de que algo aconteça a ele( cansaço,mal estar, quedas)..
    Li que havia uma turminha de 10-12 anos subindo, mas , pelos relatos estou quase abrindo mão de HP..ohhh dúvida !!!!!!!!

    • Bem… Depois me conta o que decidiu aí… Sim. Tinham crianças por lá, uma turma inteira, com uns monitores / professores coordenando.

  6. Gustavo Seixas
    24/06/2013

    Caracas, tirou todas as dúvidas sobre Huayna, especialmente a da foto clássica. Nao tinha achado essa informação nos guias que li. Parabéns x 500! rsrs

  7. Ana Oliveira
    13/07/2013

    Estou adorando o blog, parabéns!! Já estou com as passagens compradas para o meu 1º mochilão, em Outubbro, 17 dias pelo Peru. Seu relato sobre Huayna Picchu foi ótimo, mas confesso q me fez desistir rsrsrs. Estava só preocupada em pagar o mico de morrer de cansaço no meio do caminho, aí tu me diz q é corredor e ainda tem os perrengues com os abismos kkkkk, eu mega sedentária e com medo de altura 🙁 acho q não vai rolar mesmo

    • Não se envergonhe. Esse post é para avisar as pessoas mesmo. Eu adorei, mas não estava, de forma alguma preparado para o que íamos enfrentar!

  8. Soraia
    23/07/2013

    Vou viajar na primeira semana do mês que vêm. Você jogou puro sal. Morreu alguém lá?

    • Parece que uma vez houve uma morte sim. Por medidas de segurança, agora eles proibem a subida em dias chuvosos e fazem você assinar uma coisa dizendo que se responsabiliza por qualquer “acidente”.

  9. Ingrid Brandão
    26/07/2013

    Parabéns pelo relato, adorei. Dúvida sanada.

  10. Luciana
    04/08/2013

    Parabéns pelo relato, me fizeram desistir legal de subir a montanha. As fotos me deram vertigem e me imaginei paralizada lá sem conseguir voltar..hehehe.
    HP, never!

    • Quem sentiu medo de altura pela foto, imagina na experiência real!!! Vimos muita gente paralisada lá também… 🙂

  11. Camila
    09/08/2013

    Gleiber, obrigada pelo relato!
    Primeira vez aqui estou planejando a minha ida pra lá. Estou com gostnho de desafio apesar de claro um tanto de receio… Inagino o sentimento de superação ao chegar no topo. Muito bom!

  12. Rodrigo
    21/08/2013

    Sem sombra de dúvida, um dos melhores site com relatos de viagem que já conheci.

    Peguei várias dicas e daqui uns dia irei vivenciar o que você descreveu em alguns tópicos.

    Parabéns !!

    • Que legal, Rodrigo. De vez em quando é bom receber uns elogios, ehehehe e boa sorte lá em Huayna Picchu. É lindo.

  13. Daniele
    24/08/2013

    Adorei o relato, medo de altura não tenho, mais confesso que estou um pouco tenebrosa. Vai ser legal superar os meu limites. Estou indo próxima semana.

    • Se você não tem medo de altura, é só ir devagar. O segredo é não querer chegar muito rápido e perder todo o fôlego desnecessariamente.

  14. Mariana Nasu
    26/08/2013

    Ola! Gostaria de saber se vocês fizeram Machu Picchu inteira e Huayana Pichu no mesmo dia… outra coisa: vocês pegaram o G2 as 10:00, o G2 é muito cedo? neblina? Grata, adorei o post!!!

    • Fizemos Machu Picchu e Huayna Picchu no mesmo dia sim. Conhecemos Machu Picchu inteira das 7-10h e depois fomos no G2. Estava um dia lindo sem neblina, como você pode ver pelas fotos.

  15. Loredana Leal
    29/08/2013

    Gostaria de saber se podes tirar uma dúvida, tô tentando comprar as entradas para Machu Picchu e Huayna Picchu no site http://www.machupicchu.gob.pe sendo que quando vou para o passo 3 para gerar o número da reserva a página não atualiza, tem como comprar essas entradas em agências de turismo no Brasil, ou se no Peru encontramos alguma que venda? Pois as vagas estão acabando e vou para o Peru agora em setembro e estou aflita de ir lá e não conseguir entrar em Machu Picchu.

    • Oi Loredana,
      Então… A gente também não conseguiu comprar pelo site na época que fomos. Tratamos com uma agência peruana, a Limamentor (na época): http://www.limamentor.com/pt/ Eles aceitam pagamento via pay-pal, que é um sistema que a gente já conhece e usava muito. Eles compraram as passagens por nós e a gente pagou uma comissão para eles (lógico) 🙁 O atendimento deles foi exemplar, por isso indico. Abraços e compre logo!!!

  16. Perácio
    03/09/2013

    Ola Gleiber vou para Cuzco dia 27.09 de moto com mais tres amigos, ja reservamos hospedagem em cuzco e os ingressos para a subida,da tempo se for de trem ate Aguas Calientes e depois pegar o bus ate a machu picchu?
    Gostei dos teus relatos muito bom, quero fazer essa aventura apesar de ja ter 5.2 acho que vou aguentar.
    Abraço

  17. Perácio
    04/09/2013

    para o segundo horario

    • Se o seu trem chega em Aguas Calientes bem cedinho, calcule aí que vai demorar 30 minutos dentro do ônibus e mais uns 30-60minutos no máximo de fila (ao todo). O lugar onde o trem chega lá em Aguas Calientes é praticamente do lado do lugar de onde saem os ônibus que sobem até Machu Picchu. Quando chegar em Machu Picchu já vá direto para a fila de Huayna Picchu, para não correr o risco de perder a hora. Você ainda entra se chegar lá até as 11h da manhã, então deve dar tempo sim. Visite Machu Picchu propriamente dita depois de descer Huayna Picchu, com calma. Abração e boa sorte!

  18. jose roberto
    11/09/2013

    como é o passeio para a ponte inca?

  19. Renata Bicalho
    12/09/2013

    Parabéns pelo post, você escreve muito bem, descrevendo perfeitamente os lugares. Suas dicas foram ótimas, pois estou em Cusco desde o dia 8 e, realmente, a altitude exige cuidados (já havia lido seus posts antes de viajar). Sobre a escalada da montanha te parabenizo novamente, ontem estive em Machu Picchu e, meu caro… subir Huayna Picchu não é para qualquer um. Fiquei admirada ao ver pessoas mais velhas, ansiosas com seus cajados, na fila para a escalada. Bom, o importante é cada um avaliar suas capacidades e tomar a decisão, eu optei por ficar apenas nas ruínas, mas explorei bastante, inclusive a ponte Inca. Abraços

    • Obrigado, Renata! Fico feliz por ter gastado um pouco do seu tempo para nos dar este feedback. Que legal que você vem gostando das nossas descrições. A gente tenta ajudar a pessoa a saber o que vai encontrar no seu destino, para não ser surpreendida com perrengues (tipo, subir Huayna Picchu achando que é só uma trilhazinha, ehehehe). Abração e aproveita aí bastante! Sinto muitas saudades do Peru.

  20. Carla
    20/09/2013

    Boa Noite Andarilhos,

    Procurando sobre a Huayna Picchu acabei caindo no blog de vocês e já virei fã. Adorei o post que fizeram sobre a Huayna Picchu. Muito claro, esclarecedor e bem humorado. Estou para ir a Machu Picchu agora em outubro e estou querendo subir a montanha, mas confesso que não tinha noção do que me aguardava nesta parte da viagem. Agora, se realmente for, vou mais consciente.
    Valeu mesmo.

    Abraços

  21. Andréa
    24/09/2013

    Olá, seu post foi elucidativo demais. Adorei. Eu e meu marido iremos a Cusco (e Machu Picchu, óbvio) agora em outrubro/13. Obrigada pelas dicas. Abraços

  22. Daniel
    29/09/2013

    Ola Gleiber, boa tarde! adorei suas dicas e fiquei com uma pergunta..
    gostaria de saber para escalar machu picchu em um dia e wayna picchu no dia seguinte, precisa de algum tickect especial? ou o tickect normal dá direito a isso? Ou na sua opinião, dá para visitar os dois no mesmo dia?
    valeu e abraços

    • A gente visitou os dois no mesmo dia. Chegamos 7h da manhã e subimos Huayna Picchu no grupo das 10h. Às 14h já estávamos de volta em Aguas Calientes. Se quiser fazer em dois dias, é possível. Mas você tem que comprar um ticket Machu Picchu + Huayna Picchu para um dia e um ticket somente Machu Picchu para o outro dia. Como Huayna Picchu fica dentro de Machu Picchu, não tem como comprar um ingresso que dê direito ao primeiro sem dar direito ao segundo, entendeu?
      Abração

  23. Lauter
    14/10/2013

    Olá Gleiber tudo bem?

    Pretendo fazer um roteiro muito próximo do seu só que em janeiro 2014, de 6 a 14, sabes se chove muito la nesta época?
    Lima tem la suas atracões? Ou este e o pico máximo mesmo?
    Como vou ficar este tempo pensei em fazer Nazca junto… Será que cabe? ( cuzco, aguas, MP, Nazca apos retornar a Lima, com pernoite )

    Parabéns pelo Blog, mais completo para este roteiro nao vi outro igual… Vcs sao muito bons!!

    Abs!

    • Obrigado, Lauter.
      Então… Lima é bem legal sim. Ainda não escrevi sobre a cidade, mas escreverei, ehehehehe
      Em 8 dias, até dá para fazer Nazca sim, mas vai ficar um pouco corrido. Eu, que costumo seguir roteiros mais apressado mesmo, não vejo nenhum problema. Mas tem gente que gosta de fazer tudo com mais calma. Vai depender então do seu perfil de viajante.
      E sim, chove nesta época. Por isso há chances de você comprar ingresso para o pico Huayna Picchu, mas não levar. Em caso de chuva, eles interditam a subida. Já a visita a Macho Picchu mesmo fica garantida, só um pouco mais ensopada. Você vai ver que por mais que chova, a tecnologia inca opera um milagre. A água nunca empoça, porque tem um esquema avançado de drenagem!

      Abração.

  24. Lauter
    21/10/2013

    Valeu Gleiber,

    Com certeza suas informações sao de grande importância para minhas tomadas de decisões, pelo menos no que tange a estrutura básica do passeio, fora claro os Citi tours, além de visitas a pontos históricos, etc… Mas acredito que Cusco pelo que percebi e como se fosse um “epicentro”, para outros passeios tipo, Arequipa, MP, Nazca, Ilhas Flutuantes ( Puno ), tudo indica que vamos pernoitar em Puno e conhecer as Ilhas Flutuantes, o que acha?
    Ah, muito legal saber que vamos poder ler seus relatos sobre Lima, pois suas matérias estão bem pautadas, antes de ler o seu perfil jurei que fosse da área de Jornalismo…
    Obrigado + 1 X !

    Abraços!!

    • Obrigado Lauter, fique lisonjeado agora quanto a parecer um jornalista! 🙂
      Acho Puno uma boa ideia. Fica um pouco longe, o que encarece um pouco. Mas dá até para ir de ônibus se você estiver apertado. Tem um trem que liga Cusco a Puno que passa por lindas paisagens (mas é demorado). E também dá para ir de avião.
      Gostaria era de ter mais tempo para escrever logo, antes que eu comece a me esquecer das coisas!!!

      Abração

  25. Joel Becker
    23/10/2013

    Olá, muito bom esse seu relato!

    gostaria de saber se pode se fazer Machu Picchu e Huayna Picchu no mesmo dia ou são em dias separados? vou pra cusco dia 04/12 e fico até dia 08/12 então gostaria de saber de você qual seria o melhor roteiro pra mim! tenho pouco tempo meu objetivo é fazer Machu Picchu/Huyana Picchu mas não sei se pode se fazer isso num dia… pretendia ir até aguas calhientes no dia 05/12 dormir lá e logo cedo no dia 06/12 fazer a subida, estou no caminho certo??? e quanto a aclimação é preciso tomar alguns remédios? folhas de coca? compro algum remédio aqui no Brasil??

    desde já agradeço obrigado!!

    • Olá Joel,
      Dá para conhecer Machu Picchu e Huayna Picchu num dia sim! A gente entrou em Machu Picchu às 7h da manhã, conhecemos todas as ruínas. Deu tempo ainda de caminhar até a Ponte Inca e 10:20h já estávamos entrando em Huayna Picchu. Terminamos tudo às 13h e voltamos para Aguas Calientes. Estávamos tão cansados que só pensávamos nas águas quentes das piscinas termais!
      Seu plano de roteiro está ótimo. Não planeje nada em 04/12 para poder se aclimatar. Eles lá indicam o chá de coca (tem por todo lado, inclusive terá no seu hotel, gratuitamente, prometo!), mas honestamente, para mim aquilo é só psicológico. A melhor aclimatação que você pode fazer é praticar exercícios aqui, antes de viajar, para potencializar a sua atividade aeróbia. Depois de estar lá, a adaptação acontecerá naturalmente. Há uns comprimidos que vendem lá, as Soroche Pills. Mas também acho que o efeito é mais psicológico. Na dúvida leve analgésicos e alguma coisa para náuseas / vômitos (tipo um Vonau 4mg).
      Voltando de Aguas Calientes no dia 06/12 à tardezinha, você ainda terá o dia 07/12 livre. Faça o Tour Vale Sagrado.
      Abraços

  26. sirleia
    01/11/2013

    Quem vai ao Peru, não esqueça de incluir o Cãnion Colca na cidade de Chivay, em Arequipa, recomendo. Tem que ser muito cedo. Sem contar que é o Cãnion mais profundo do mundo. E quanto a altitude, fiquem tranquilos, é como o Gleiber falou, tudo é psicológico, estive duas vezes no Peru, e estou a terceira vez agora em Dezembro/2013, e meu filho tinha 5 anos qdo fomos a primeira vez, ninguem passou mal, só muita canseira, o que é normal qdo se sobe e desce muitas vezes. Na segunda vez que fui, fomos até La Paz e eu estava gravida de 3 meses, apenas não abusei muito, mas foi tranquilo. Quem pretende ir, vá com muita tranquilidade. Vale a pena, quem foi sempre irá recomendar, pois ;e realmente maravilhoso, gostei tanto que será a terceira vez. Nosso roteiro foi, Cuzco: Machu Picho, Vale Sagrado; Puno: Titicaca; La Paz e Copacabana; Arequipa: Oceano PAcifico, por Illo e Mollendo e Chivay no Cãnio COlca.

  27. ana lucia
    03/11/2013

    Oi, Gleiber!
    Muito bom, parabéns! Informações preciosas.
    Vamos para Cusco nos 29/12/13 até 05/01/2014, somos família de 03 adultos e não sabemos ainda como montar nosso roteiro de maneira que possamos aproveitar melhor os dias. Achei as propostas das agencias com preços muito salgado, gostaria de fazer por conta própia, voce poderia nos sugerir um roteiro bacana? É fácil encontrar um guia privado?
    agradeço
    ana lucia

  28. Sebastião Aguiar
    03/12/2013

    Fiz a subida da montanha Wayna Picchu e não achei tão difícil assim….e olha que quando subi tinha 58 anos……talvez seja a prática por ter subido em várias outras montanhas….

    • Com certeza foi pela sua prática! Subimos praticamente ao lado de um casal de senhores nessa mesma faixa etária (55-60 anos). E chegamos lá em cima juntos! Mas o que eu gosto de avisar para as pessoas nem é da dificuldade da subida em si, mas dos penhascos. Para quem tem medo de altura (eu não tenho) é que Wayna Picchu se torna monstruosa! Abraços e parabéns pela disposição!

  29. Sebastião Aguiar
    04/12/2013

    Realmente com a prática e o preparo vc vence desafios….Este ano subi no Pulpit Rock e Kieragstolen na Noruega….um grau de dificuldade um pouco maior que Wayna Picchu e a subida à beira de precipícios com mais de 600m. Realmente como vc disse, não pode ter medo de altura. Grato pela atenção. Abs

    • Pulpit Rock!!! não acredito! Eu estive na Noruega e estudei muito o lugar porque queria muito subir ali. Mas era inverno e, sem chance… Você realizou um dos meus sonhos, parabéns!

  30. Jullyana Barbosa
    11/01/2014

    Olá, boa noite,
    adorei o relato e as fotos. Eu, meu noivo e um grupo de amigos estamos nos planejando para ir a MP e Huayna Picchu em maio e ficamos maravilhados. 02 pessoas deste grupo de amigos já foram a MP e querem voltar para subir Huayna Picchu e estamos animadossss o// Mas surgiu uma dúvida, pode ser uma dúvida engraçada mas vou perguntar: Foi dito que é necessário levar no mínimo 2L de água por pessoa durante a subida, certo? E caso surja a vontade de fazer xixi durante a subida, como faz? rsrsrsrsrsrs Parabéns pelo site e virei fã. Abraços! 🙂

    • kkkkk É Jullyana, não tem onde fazer xixi na trilha não. Todo mundo sugere ir ao banheiro antes de iniciar a trilha, bem na entrada de MP, justamente por isso. Mas a questão da hidratação é o seguinte. A trilha é íngreme e quente. Vocês vão suar MUITO. Por isso é que vocês precisam de água: para repor o que vocês vão perder. Deixe para beber depois de chegar lá em cima, ou na hora da descida: vocês vão ver, esses 2L vão ser na conta e incrivelmente nem vai dar vontade de fazer xixi. Depois me contem! 😉
      Abraços!

  31. Fiz essa trilha em novembro de 2012. Pra mim, o mais difícil nem foi a altura da montanha e, sim, a altura de cada degrau. Eu tenho 1,50m e minhas pernas simplesmente não alcançam o próximo degrau. Em muitos trechos eu tive que sentar no degrau e levantar pra conseguir subir. Na parte final, inclusive, eu não alcancei nem pra sentar no degrau e meu namorado teve que me levantar pra eu conseguir dar pé! Foi uma piada!
    Apesar de baixinha, sou valente e consegui! Curioso que não senti tanto medo da altura. Acho que eu estava mais focado em superar os degraus que já me pareciam obstáculos suficientemente complexos! hehehehe
    Mas, no fim, vale a pena. E eu só discordo de vc quanto a foto não ser a mais bonita de lá. No meu álbum, pelo menos, as fotos mais bonitas são as do alto de Huayna Picchu!
    Abraços e parabéns pelo blog! 🙂

    • Poxa Ana Carolina, nem percebi esse detalhe da altura dos degraus! E isso que eu não sou lá muito alto também (tenho só 1,69m!). Mas é bem isso. Medo de altura ou se tem ou não se tem. Eu também não tenho, então eu curti cada instante! Amei a trilha. Já o Sandro, me pediu para nunca mais colocar ele numa dessas de novo… Cada um com seu cada um. Sobre a foto, eu prefiro aquelas tiradas do lado oposto, dali do ponto onde se vai para a Ponte Inca, sabe? Daí aparece Huayna Picchu como pano de fundo! LINDO! Mas gosto muito das fotos lá do alto de Huayna Picchu também, com a cidadela bem pequenininha lá embaixo.
      Abração.

  32. Arthur Lira
    20/01/2014

    Gleiber,

    É possível fazer a trilha de Huayna Picchu e no mesmo dia conhecer Machu Picchu? Ou reservar um dia somente para a trilha. Valeuu pela dica! So de ler já deu um frio na barriga!! ahahaha abraço

    • Sim, Arthur. Foi exatamente isso que fizemos. Chegamos cedo e visitamos as ruínas de Machu Picchu e subimos Huayna Picchu no grupo das 10h. Deu tempo tranquilo. Ficamos ainda com a tarde livre.

  33. Elcio Marcos de Carvalho
    23/01/2014

    Olá, boa tarde, Gleiber,
    Parabéns pelo blog, muito bom mesmo, muito bem redigido e extremamente bem explicado.

    Tenho intenção de ir a Machu Picchu no final de março deste 2014, tem alguma dica?

    Tenho medo de altura.

    Iremos, eu e um amigo, ele inclusive já fez o caminho de Santiago de Compostela, tem experiência e muito preparo, apesar dos 50 anos dele. Eu tenho 48, e não me arriscarei na escalada.

    Novamente PARABÉNS, E MUITO OBRIGADO.

  34. Elcio Marcos de Carvalho
    23/01/2014

    Só complementando, nós, provavelmente iremos no “trem da morte”, tem alguma dica também para isso?

    • O trem da morte é aquele que vai pela Bolívia? Já ouvi falar, mas nunca estivemos por lá não. Então não tenho muito a dizer (ou melhor, tenho sim: tenho medo desse trem! kkkkk)

      • Elcio M. Carvalho
        29/01/2014

        Valeu, obrigado. Eu irei no trem da morte, quero acreditar que é só apelido.kkkkkkkkk

  35. Tuany e Ricardo
    08/02/2014

    Olá Gleiber! Muito bom o blog!!!

    Gostaríamos de saber em qual mês vocês foram para Cusco.
    Vimos que seu post foi em 06 de Junho de 2013 e vocês não
    usavam agasalhos… Vamos em maio deste ano.
    Não é frio nessa época do ano no Perú?

    Obrigado,

    Tuany e Ricardo.

  36. Raquel
    17/02/2014

    Com seu comentário sobre a subida e sobre o paulista, fiquei com medo, mas não sei se gostaria de deixar de subir. Já li em outro blog que um cara levou o pai de 58 anos e o sogro de 65 e subiram e isto me animou, mas a dúvida persiste…tenho 50 anos, faço academia quase que todos os dias, mas não tenho a sua forma…
    E agora? O que faço?

    • O problema não é estar em forma ou não. Porque é só subir devagar. A altitude ali não é grande problema (o problema da altitude é em Cusco que fica 1.000m mais alta do que Machu Picchu). O problema é para quem tem medo de altura. Aí sim é que o bicho pega!

  37. Raquel
    17/02/2014

    OBS: adorei o seu blog! Parabéns!

  38. Sandra Moraes
    20/02/2014

    Olá Gleiber! Amei seu blog! Muito bom mesmo!!!

    Vou fazer um tour de 30 dias por Chile, Bolívia e Peru em julho, estou na fase pesquisa de atrativos, valores e montagem de roteiros. Tenho buscado ajuda em blogs, ainda não havia encontrado um trabalho tão bom! Pena que vcs não tenham feito os outros roteiros que pretendo. Sou fotógrafa e vc não imagina como me ajudou falando especificamente para mim, meu pavor de alturas e saber que não rende fotos que justifiquem o desafio, não subirei até Huayna Picchu. Parabéns pelo olhar documental e criativo, belas fotos!

    • Oi Sandra! Que legal seu elogio, ficamos bem felizes que conseguimos trazer a informação exata que alguém procurava. Alcançamos nossa meta! Abração!

  39. Lucas Barbalho
    24/02/2014

    Oi Gleiber, tudo bem?? Belo relato.

    Estou planejando pra esse fim de ano um mochilão bolivia e peru, e com certeza a trilha inca e huayna picchu estão nos meus planos. Porém, como vou de mochilão, imprevistos podem acontecer no caminho, ou desvios de rota para conhecer coisas que não havia planejado, ou seja, não quero uma viagem mto fechada. Gostaria de saber se é possível adquirir o pacote pra fazer a trilha e pra subir o huayna em cuzco, pois não sei exatamente se chegarei no dia certo se comprar antes. Além disso, por ser em dezembro ou janeiro, as vagas se esgotam rápido? Se não der, tenho que planejar melhor o mochilão pra não haver atrasos e perder dinheiro. Valeu e um abraço!

  40. syomara scarlate
    28/02/2014

    Parabéns!!! estou me organizando para conhecer Machu Picchu,e comecei pelas informações do seu blog,e por ele já comecei a viajar.Vcs são bem detalhistas o que é muito legal.
    Um abraço.

  41. Tuany e Ricardo
    28/02/2014

    Olá Gleiber! Muito bom o blog!!! Adorei!!

    Gostaríamos de saber em qual mês vocês foram para Cusco.
    Vimos que seu post foi em 06 de Junho de 2013 e vocês não
    usavam agasalhos… Vamos em maio deste ano.
    Não é frio nessa época do ano no Perú?

    Obrigado,

    Tuany e Ricardo.

    • Oi Tuany e Ricardo,
      Estivemos lá em Setembro de 2012, mas estava frio de manhã sim! É sempre frio em Cusco no entardecer e no amanhecer. Mas em dias de sol, faz bastante calor à tarde. Mas eu sou muito calorento! Sempre! Praticamente não uso agasalhos. Em Machu Picchu, o clima é quase equatorial, faz sempre calor, só que refresca de madrugada.

  42. Carlos
    05/03/2014

    Olá Gleiber,

    É necessário ter o ingresso para Machu Picchu para poder acessar Huayna Picchu? Minha dúvida é se é possível aproveitar a tarde de um dia para visitar Machu Picchu e no outro dia de manhã subir Huayna Picchu, ou se a compra do ingresso que dá direito aos dois acessos tem que ser usado no mesmo dia.

    Obrigado,
    Carlos

    • Para fazer o que você quer, vai ter que comprar dois ingressos: um para Machu Picchu normal (1o dia) e outro ingresso chamado Machu Picchu + Huayna Picchu para o outro dia. Sem choro nem vela.
      Abraços

  43. Janaina Santiago
    09/03/2014

    Gleiber e Sandro….

    SIMPLESMENTE FANTÁSTICO!

    Estou de partida para o Peru agora em Abril e estava muito tentada em ir para Huayna Picchu…
    Sinceramente achava que era algo easy, mas estou revendo meu conceito…

    Tenho uma dúvida quanto ao percurso:
    Existe um tempo limite para fazer o percurso completo? Se vc não chegar em um determinado ponto da subida vc não sobe mais?
    Vou fazer a trilha Salkantay e quando estivesse no parque compraria a entrada para Huayna Picchu, vocês acham que eu posso não encontrar mais ingressos? Me aconselharia compra daqui do Brasil?
    Estou indo sozinha, acham que eu teria algum problema em subir sozinha?

    Valeu pelas dicas e parabens pelo blog…
    Abraços,
    Jana…

    • Oi Janaína, vamos às respostas:
      1) Não tem tempo limite, fique tranquila. Acho que se você demorar muito para voltar (tipo horas e horas) eles podem ir atrás de ti, com medo de você ter se perdido na mata, mas fora isso, pode fazer com tranquilidade, no seu tempo.
      2) Você com certeza não vai encontrar ingressos se deixar para comprar na hora. Os tíquetes para Huayna Picchu se esgotam com meses de antecedência!
      3) É sempre legal fazer trilha acompanhada, para passar o tempo mais rápido, para ter alguém para tirar fotos suas e por questões de segurança. Puxe assunto com um grupo e acompanhe-os por precaução. Mas precisar, não precisa.

      • Ludmila
        22/02/2016

        Tb irei sozinha e espero msm conseguir interagir com as pessoas. Tb estava com dúvida sobe o tempo.

  44. Nicholas Rafael
    04/04/2014

    Olá gostaria de saber se tem tempo limite de permanencia em Machu Picchu
    e gostaria tambem de saber se da para ir em HuanaPicchu e Machu Picchu no mesmo dia e aproveitar o dia com bastante fotos.
    Obrigado!

    • Sim, Nicholas, dá para ir em Huana Picchu e Machu Picchu no mesmo dia sim. O que há é um limite de horário para entrar em Huayna Picchu. São dois grupos, um que entra das 7 às 8h e outro que entra das 10 às 11h. Você pode ficar lá em cima o tempo que quiser e não tem hora para voltar. Mas caso demore muito (tipo muuuuitas horas), eles vão achar que você se perdeu ou caiu e vão atrás da pessoa “desaparecida”, lógico.
      Já o santuário de Machu Picchu (a trilha para Huayna Picchu sai de dentro de Machu Picchu) abre às 6:00h e fecha às 17h. Parece que o último ônibus desce às 17:30h. E você não vai querer descer aquela pirambeira a pé, de noite. Vai por mim.

  45. Fernando
    14/04/2014

    Mestre Gleiber, primeiro parabéns pela postagem, é fantástica, poucos sites, blogs são assim, e principalmente por que…… tu responde as mensagens hehehehe. Buenas, se não for incomodo vou tirar algumas dúvidas contigo, de inicio duas : Para fazer a trilha inca clássica 4dias 3 noites + a subida ao Huana Picchu negócio é contratar uma agência desde aqui no Brasil? Nctravel Cusco é uma escolha interessante? ( desculpe se não puder postar nomes diretamente, mas estou perdido na escolha ) Segunda dúvida. A gente passa 4 dias na trilha , aí chega no final e….. acaba bateria das cameras, go pro….. existe algum lugar pra recarregar? obrigado novamente

  46. Fernanda Isabel Bitazi
    20/04/2014

    Oi, Gleiber,

    Blz? Pretendo ir a Machu Pichu e tenho umas dúvidas.

    Ao comprar o bilhete do ônibus que vai de Aguas Calientes a Machu Pichu, a volta já está inclusa? Ou só depois da visita (mais especificamente na hora de regressar para Aguas Calientes) é que devo comprar um outro bilhete?

    Aliás, esse bilhete do ônibus eu posso comprar no dia em que vou fazer a visita ou também devo comprá-lo com muita antecedência?

    Machu Pichu fecha às 18:00?

    Por ora é isso!
    Valeu!
    Fernanda

    • Oi Fernanda,
      Dá para comprar os bilhetes de ida e volta juntos sim ainda em Aguas Calientes (ou separadamente, se preferir tem uma bilheteria lá em cima). O bilhete do ônibus pode ser comprado na hora, sem nenhuma antecedência, porque as pessoas entram nos ônibus através de uma fila em ordem de chegada. Assim que todos os lugares do ônibus são preenchidos, ele sai. Daí vem o próximo ônibus logo atrás e vai subindo um atrás do outro. É a mesma coisa na volta.
      Mas recomendo comprar o seu bilhete assim que você chegar em Aguas Calientes. Assim, quando você for subir para Machu Picchu, não precisa enfrentar a fila para comprar o ingresso (ele já vai estar contigo). Você já vai direito para a fila de entrar no busão.
      O último ônibus desce de Machu Picchu às 18h!

  47. Maíra S.
    24/04/2014

    Gleiber,

    Fico com frio na barriga só de ler esse post! Estou indo para Machu Picchu em maio e, na dúvida, decidi comprar a subida para o Huayna Picchu também. Vou tentar subir, mas sem muita pressão, qualquer coisa eu volto. Não tenho medo de altura (embora tenha medo de cair de lugar alto!kkk)e tenho um condicionamento físico razoável. O grande problema é que estarei sozinha!! Aí a aventura parece ainda maior… Na volta conto como foi a experiência. Obrigada pelo post tão sincero e realista!

    • Maíra, vai por mim que você vai adorar! Se você não tem fobia de altura, vai dar tudo certo!

    • Jovelina
      02/05/2014

      Acabei de ver que a Maíra S, logo aqui em cima, disse que vai também em maio sozinha. Será que consigo contatá-la pra perguntar quando ela vai e se aceita companhia?… rsrs…

  48. Jovelina
    02/05/2014

    Parabéns por esse post! Achei pelo Google e finalmente sanou TODAS minhas dúvidas sobre se eu devia subir ou não essa montanha. Tenho um pouco de medo de altura, mas como não é muito caro, talvez eu compre pra ir pelo menos até o ponto mais baixo, onde a maioria amarela, só pra dizer que eu tentei.

    A propósito, se alguém aí me ler a tempo, chego a Machu Picchu no dia 15/05/14. Se alguém quiser me fazer cia, é bem-vindo, pois estou indo sozinha.

    Falando nisso, como consigo participar de algum grupo com guia em Machu Picchu? Agências de viagem oferecem isso?

    Valeu!

    • Com certeza consegue achar um grupo! Pergunte no seu hotel. Você vai adorar Huayna Picchu.

  49. Guilherme
    20/05/2014

    Gleiber,

    Parabéns pelo Blog e pela aventura…
    Eu e minha esposa estamos indo a Machu Picchu agora em Junho.
    Ano passado estive em Israel e subi a fortaleza de Masada, não foi tranquilo, foi desgastante, mas nada impossível, até porque estávamos em ritmo bem acelerado. Acho que, apesar de não ter aqueeeele preparo físico, acho que não terei problemas em Huayna Picchu, o problema é minha mulher, que morre de medo de altura… Bem, vamos ver como vai ser… De qualquer forma obrigado pelas dicas e parabéns pelo Blog!

    • Oi Guilherme. Justamente… o problema ali não é a altitude ou o preparo físico, mas principalmente as pirambeiras e penhascos que você enxerga ao lado da escadaria. Quem não tem medo de altura, tira de letra… Mas como fobia é algo fora do controle… Abração e boa sorte.

  50. Fernando
    22/05/2014

    Parabéns…

    Dicas úteis…estarei em Cusco de 17 á 27 de Junho/2014…fechei com uma agência todo o pacote, incluindo Huayna Picchu.
    vamos em 3 pessoas Meu filho 14 anos, minha esposa e Eu, ela tem um pouco de medo de altura…mas disse que vai encarar…eu não tenho tanto medo assim…mas olhar para trás deve ser assustador…

    Como opinião final você diria que VALE A PENA, ou NÃO.

    Somos Paulista…e não quero fazer feio rsrs

    • Oi Fernando,
      kkkkkk
      VAle muito a pena! Com certeza!
      Vê se limpa a honra dos paulistas.
      Volta depois para me contar. Abraços.

  51. Isadora
    23/05/2014

    Olá Gleiber não consegui ler todos os comentários então peço logo prévias desculpas caso alguém já tenha perguntado isso…mas que horas mais ou menos voltamos para aguas calientes? Quanto tempo demora a subida à Machu Picchu com e sem a subida a Huayna Picchu?? Obrigada! Bjs

    • O ônibus que leva a Machu Picchu leva 20 minutinhos. Quando chega e Machu Picchu pode ficar o tempo que quiser, desde que saia de lá antes das 18h (horário do último ônibus que faz a descida). Se você também comprou ingresso para Huayna Picchu, vai poder atravessar o portal em direção à montanha no horário determinado (7-8h ou 10-11h), mas não tem hora estipulada para você voltar. Você volta depois que terminar de ver tudo o que quiser lá em cima. O portal de início da trilha para Huayna Picchu fica DENTRO de Machu Picchu. Eram essas as suas dúvidas? Abração.

  52. […] tem novo uniforme inspirado nos guerreiros do país – Alpaca: O verdadeiro tesouro dos incas – Subindo Wayna Picchu – Fronteiras da ciência sobre Machu Picchu (no Podflix) – O Rei em Machu Picchu (Em espanhol) – […]

  53. Juliana
    18/06/2014

    Rapaz, tudo que eu queria saber e não encontrava em lugar nenhum. Tava com uma dúvida danada se tinha que subir Huyana Picchu para estar perto das ruínas. Muito Obrigada!

  54. Tammy
    22/06/2014

    Demaaaaais!
    Parabéns!
    Muito bom saber que a foto clássica não é tirada lá de cima.

    • Oi Tammy,
      É isso aí. As “fotos clássicas” podem ser tiradas por qualquer um que vá a Machu Picchu, não precisa fazer trilhas mirabolantes. 🙂

  55. Eduardo Amaro
    05/07/2014

    Muito obrigado mano!!!
    Atualmente moro em La Paz e aproveitando a proximidade, vamos a MP no início de agosto (com criança), eu estava animado pra encarar HP, mas depois dos teus esclarecedores relatos vou me contentar em parabenizar os que conseguirem. Parabéns pelo teu Blog, é um presente pra nós.
    Um grande abraço!
    Eduardo

  56. Otto Fernandes
    10/07/2014

    Rapaz, muito bom o seu relato dessa experiencia em Macchu Picchu. Vou para lá em breve e estou usando bem as suas informações. Parabéns e sucesso ao blog.

  57. Valeska valente
    10/07/2014

    Estou fazendo uma viagem com meu marido, aqui no peru! Meu sonho era visitar machu pichu, e acabei de fazê-lo! Fomos a huayna pichu também, ontém por sinal, e até agora estou pensando como eu consegui fazer aquilo!!!! Sensacional!
    Uma dica muito legal tb é fazer o sobrevôo das linhas de nasca!!! Na hora em que o avião começa a subir, vc pensa: onde eu estava com a cabeça?!?! Mas vale a pena!!!! Estamos em cusco, rumo a puno!!!! Um Bj!!!!

    • Oi Valeska!
      Somos loucos para voltar ao Peru! Faltou visitar vários lugares legais. Abração e obrigado pela dica.

  58. Aline
    13/07/2014

    Gleiber, qm vai somente ao parque machu picchu tem acesso a huchuypichu? caso nao, so a visita ao parque vale a pena, ou é melhor fazer a outra trilha da montanha? Para o dia que vou dia 24/07 não tem + vaga p/ huayna picchu 🙁

    • Oi Aline,
      Só dá para ir a Huchuypichu quem vai fazer a trilha até Huaynapicchu. Mas só o parque de Machu Picchu já é legal o suficiente!!! Se você quiser mesmo aproveitar para fazer uma trilha também, tente vaga para Machu Picchu Montaña, que ao que parece, também permite uma linda vista da cidade sagrada lá de cima.

  59. RUTH
    18/08/2014

    to entregando os pontos dessa montanha ….
    alem da dificuldade, nosso trem vai chegar as 10h, acho q não vai dar tempo de entrar….

    muito obrigada pelas dicas,fotos e descrição, ajudou muito a decidir!!!

  60. Luciana Bacellar
    25/08/2014

    Oi, Gleiber. Olha eu aqui novamente, perturbando. hihihiihi
    Tenho mais uma dúvida (a dúvida é babaca, mas é minha, sabe; tipo assim: ela vem a minha mente toda hora, até quando estou dando aula!’tô’ sofrendo!!!): o esquema de check in-out das pousadas, albergues, hotéis lá em Águas Calientes é do tipo 24h? Explico: fiz check in às 14:00h do dia 29 e faço check out no dia 30 às 14:00h? Estou com essa dúvida porque vi uns depoimentos em outra página e fiquei confusa. Mas, quero SUA dica. Um abraço, querido.

    • Oi Luciana.
      Nenhuma dúvida é babaca! Para com isso! 🙂
      Os horários de check in e check out NUNCA são de 24h. Cada hotel tem o seu horário e varia muito de hotel para hotel. Confira no site do SEU hotel qual é o horário. Geralmente o check-in é a partir das 14h e o check-out pode ser 10h! Mas eles sempre guardam suas malas na recepção caso você precise pegá-las depois.
      Abraços.

  61. Bruna Jardim da Matta
    08/09/2014

    Adorei o post, muito informativo e motivador. Mas tenho algumas duvidas, pra chegar a Aguas Caliente. Tem transporte depois das 15 hs da tarde para AC. Não consegui me localizar nos sites dos trens…hehehhe…Chego em Cusco na sexta as 14:30 da tarde. Poderia me ajudar? Obrigada.

    • Oi Bruna. Parece que não tem trem à tarde para ir de Cusco para Aguas Calientes mesmo (tem de Ollantaytambo para Aguas Calientes). Minha dica é ficar em Cusco no dia da sua chegada para aclimatação. Não pense que é fácil se locomover num lugar que fica a 3700m de altitude sem dar um tempo ao seu organismo. Você vai me agradecer por essa dica!

  62. Fernando Henrique
    08/09/2014

    Boa noite Gleiber! Nossa inacreditável> Deve ser maravilhoso ver tudo lá de cima. Vc que está calejado nessa viagem me diz uma coisa. Um dia é suficiente para Machu Pichu e subir a montanha Hiuayna?

    • A gente fez em um dia, Fernando. Visitamos Machu Picchu das 7-10h e Depois Huayna Picchu das 10:30-13:30h. Depois estávamos tão cansados que voltamos para Aguas Calientes para esperar nosso trem que saía praticamente às 18h.

  63. Rafael Monteiro
    09/09/2014

    Fala Gleiber, show os seus posts sobre Machu Picchu e Cusco, estou indo semana que vem para lá e estou com uma dúvida, tenho entrada comprada para Huayna Picchu para entrada as 7, até aí beleza, subiria a montanha primeiro depois iria para Machu Picchu, só que eu li num outro post você contando sobre ver o nascer do Sol em Machu Picchu, no caso eu teria que entrar em Machu Picchu primeiro, aí que eu gostaria que você me desse uma sugestão do que fazer, posso ir em Machu Picchu ver o nascer do Sol, depois ir para Huayna Picchu e depois voltar para Machu Picchu?

    Manda algumas dicas de restaurantes em Cusco!

    Valeu, abraço!

    • Oi Rafael,
      Então. Se você comprou para o grupo das 7h, vai ter que estar lá bem cedo. E lembre-se. Você tem até as 8h para chegar no portão de Huayna Picchu, que fica DENTRO de Machu Picchu. Então esteja lá cedo (antes das 7), logo depois de atravessar o portão vá seguindo o caminho até avistar a cidade sagrada de Machu Picchu (já vai ter amanhecido). Se o tempo estiver limpo, espere até o Sol apontar atrás das montanhas (meio que atrás de ti, olhando para a cidade). Veja o espetáculo da cidade se iluminando (leva 10 minutos, no máximo). E depois siga até a entrada de Huayna Picchu, direto. Faça a trilha normalmente. Você deve estar de volta ao mesmo portão ali pelas 10h. Daí você tem até as 17h para explorar Machu Picchu à vontade. Pode inclusive sair e entrar de novo dentro do Parque (os banheiros, restaurantes e lanchonetes ficam fora do parque). Abração.

  64. Livia Macedo
    11/09/2014

    Obrigada pelas informaçoes!
    Agora ja sei que não subo essa budega mas nem fu….

    Até!!

  65. Anne Karine
    15/09/2014

    Oi Gleiber,
    Eu estou a todo vapor com os preparativos. Li tudo que vc escreveu sobre machu picchu e Huayana.
    Minhas dúvidas:
    Planejei subir duas vezes:
    1 – Você acha que na primeira subida eu devo ir a Machu Picchu e na segunda subida a Huayana, ou invertido?
    2 – Se eu pegar o trem no segundo dia após o passeio para cuzco, como faço com as malas (devo passar no hotel antes para pegar, ou já levar tudo para lá?)
    3 – Você pode passar o email da Dione?
    4 – Praticamente eu vou pagar o valor dos ingressos dobrados. Vc acha que eu devo tentar concentrar tudo em um dia para economizar, ou vale a pena dividir em dois, lembrando que meu namorado é fotógrafo e perde horas fotografando
    Valeu meu querido, vc esta ajudando muito!!!

    • Oi Anne,
      Vamos lá.
      1) Acho melhor você ir primeiro a Machu Picchu mesmo e no outro dia Huayna Picchu. Deixe o mais cansativo para o final.
      2) Você pode deixar as malas prontas na recepção do hotel enquanto passeia no sítio arqueológico somente com uma mochilinha pequena. Depois de descer de Machu Picchu, passe no seu hotel, pegue sua mala e vá para a estação de trem.
      3) dionela_29@hotmail.com
      4) Se o seu namorado é fotógrafo, definitivamente faça em 2 dias. Até porque ele vai PIRAR e vai preferir conhecer tudo com calma.

      Abraços e desculpe a demora em te responder.

  66. Vinicius Pampana
    16/09/2014

    Gleiber, boa noite !
    Primeiramente, parabéns pelo seu relato, fantástico cara…

    Estou planejando minha viagem, coisa rapida, 5 dias mais ou menos.

    Segue abaixo, mais ou menos o que estou planejando.
    Estou no caminho certo ?
    E a subida, faria igual vc por Huayna Picchu e atravessaria a ponte dos Incas. Obrigado… Abração

    City Tour (Plaza de Armas+Cathedral+Qoricancha+Sacsayhuaman
    Vale Sagrado (Pisac + Ollantaytambo (Peru Rail-Trem)Aguas Caliente)
    Aguas Caliente a noite (Hostel)
    Aguas Caliente p/ Machu Picchu (5:30 da manhã)

    • Oi Vinicius
      Está no caminho certo sim.
      Mas não sei se você entendeu direito o lance da ponte inca. Esse é um lugar que existe lá em Machu Picchu para visitação. Você sai das ruínas principais, pega uma trilha de aproximadamente 15-20 minutinhos e vê a ponte. Daí você volta pelo mesmo caminho de novo. A gente não cruza a ponte… E lembre-se para subir Huayna Picchu, você tem que comprar um tíquete próprio e nele há um horário limite para você se apresentar na guarita de acesso. Tem o grupo das 7-8h e o grupo que entra das 10-11h.
      Abraços.

  67. Re
    17/09/2014

    Oii Gleiber,
    Vc acha que vale a pena dormir em aguas calientes mesmo nao subindo nenhuma montanha?!

    • É a minha sugestão, uai!
      Eu recomendo dormir em Aguas Calientes para poder chegar em Machu Picchu antes dos turistas que vem de Cusco de trem e que chegam ali pelas 10h. Isso serve para visitar o sítio antes de estar abarrotado de gente. Não tem nada que ver com subir ou não subir montanha, entendeu?
      Abração.

  68. Aline oliveira
    18/09/2014

    Andarilhos, muitoooooooo obrigada!!!

    O blog de vocês foi fundamental para que eu montasse minha viagem ( tudooo certooooo).Antes da viagem passava por aqui para obter informações, agora volto aqui para agradecer, mas confesso que reli novamente todas as postagens so para matar a saudade ( e olha que voltei a menos de uma semana).
    abração

    Obs: Huyana Picchu foi espetacular…

    • Oi Aline,
      Viu? Eu sempre digo que Huayna Picchu foi uma experiência fantástica. Mas é algo para quem gosta de trilha, né? Tem muito gente que não tem o perfil. E tem os que tem medo de altura. Não disse nenhuma bobagem no post, disse? Abração.

  69. Kadmo manoel campos dos santos
    27/09/2014

    Gleiber, bom dia!
    Fui a MP em 12.09.2014 e fiz essa aventura, sem medos,kkkk Mas consegui.

    Registro alguns pontos:
    Nós(eu, meu filho e um amigo) fizemos no mesmo dia MP, A Montaña Picchu que por sinal é mais alta que a HP, em 360 metros de altitude, com fotos lindíssimas e um grau de dificuldade, segundo os nativos, maior que o de HP. Por fim, às 16:30 voltamos a águas calientes descendo pela trilha de MP. Tudo sem problemas, graças a Deus.
    Informo, ainda, que a foto clássica pode ser tirada, com as devidas proporções, do topo da Montaña. Foi maravilhoso o dia!
    Parabéns pela sua matéria,
    Um abraço/Kádmo.

    • Oi Kadmo,
      É o que digo, até as 16:30h dá tempo para fazer tudo. E que bom que conheço agora alguém que subiu a Montaña para dar esse feedback. Até então não sabia de ninguém que tivesse feito esse tour. Abraços e muito obrigado por voltar aqui para contar para a gente.
      Abraços.

  70. fabiana
    01/11/2014

    Olá Gleiber,
    Parabéns pelo post! Muito esclarecedor para eu tomar minha decisão de qual ingresso comprar!
    Como não sou acostumada a trilhas e lendo seu post me lembrei da minha fobia na hora de descer a pirâmide de Kukulcán, em Chichén Itzá, México.
    Então já decidi,na minha primeira vez, vou sem HP, espero que valha a pena!
    Obrigada!

    • Oi Fabiana,
      Se você ficou com medo lá em Chichén Itzá, tomou uma boa decisão.
      Bjim e boa viagem.

  71. Alessandra
    04/11/2014

    Oi Gleiber!
    Acabei de voltar do Peru e obrigada por muitas dicas!
    Subi o Huayna Picchu no primeiro grupo com muito nevoeiro…. a parte fisica da subida nao foi tao difícil, mas a descida foi muito estressante!! Tenho muito medo de altura, eu até meio que tinha desistido só de pensar na descida, mas na minha frente estava subindo um casal de espanhois com o filho de seis anos (oi?). Pois é, seis anos! Qdo descobri a idade do menino pedi para meu marido não me deixar desistir!! Apesar de tudo, do medo, do fato que ao chegar lá em cima não deu para ver NADA de mp devido a neblina, curti muito! Acho que até faria de novo ….rssss….
    Abraços!

    • Oi Alessandra,
      Você é das minhas. Eu adorei a experiência, mas não tenho nenhum medo de altura. Só que tive a sorte de não ter nevoeiro. Abraços.

  72. Claudia
    06/11/2014

    Oi Gleiber, preciso comprar com urgência as entradas para Machu Picchu, entretanto não tenho cartão e queria comprar fazendo deposito, mais para isso queria saber se você sugeri algumas agencias de viagens. Agradeço. Minha viagem é para Fevereiro de 2015.

  73. Gleidson H. Matsuda
    10/11/2014

    Gleiber,

    Fiz a subida a Wayna Picchu a uma semana atrás. Depois de ter cãibras subindo Ollantaytambo, ter muito medo de altura e ser bem barrigudinho (rs), achei que não ia conseguir chegar nem ao meio de Wayna Picchu. Porém fui até a ponta, nas pedras.

    Subindo e descendo devagar, respirando e aproveitando, dá para fazer sim, sem problemas.

    O começo da descida é o que dá mais medo, mas dá para controlar.

    Enfim, VALE MUITO A PENA PELO DESAFIO e não é impossível. Além de sermos presenteados com uma sensação de realização indescritível, que nosso inconsciente irá guardar e podemos invocar em quaisquer momentos da vida em que tivermos falta de coragem para quaisquer ações.

    • Oi Gleidson,
      É bem isso! Eu adorei a experiência… A subida é o mais fácil, porque apesar do cansaço, basta parar e descansar antes de seguir caminho. Ninguém fica te empurrando, não é uma corrida, você não tem horário marcado para chegar no topo! Mas a descida assusta um pouco, principalmente quem tem medo de altura. Como eu não tenho, tirei de letra, ehehehehe.
      Obrigado pelo depoimento.

  74. Victor
    17/11/2014

    Ola Gleiber,

    Muito bom seu relato. Parabens.
    Estou indo agora em Dezembro para Peru e Bolívia (25 dias). Vou fazer Huaraz, Lima, Ica, Nazca, Arequipa, Cusco, Puno, Lapaz e Sta Cruz pra voltar. Você acredita ser tempo suficiente? Não me interessei muito por Huayana Picchu por ser uma viagem já muito cansativa que estarei fazendo. Para tirar a foto clássica de Machu Pichu basta pagar apenas para conhecer a cidade, ou seja, nao precisaria me antecipar tanto na compra do ingresso??

    • Oi Victor,
      Gostei do seu roteiro. Acho que em 25 dias dá tempo de tudo sim. Mas concordo que vai ser um pouco cansativo. Fica tranquilo que não precisa subir Huayna Picchu para tirar a foto clássica e, tem razão, não precisa comprar seu bilhete com muita antecedência não. Entre 7-3 dias de antecedência está ótimo.
      Abraços.

  75. […] A resposta para esse pergunta é muito pessoal, li experiências engraçadíssimas nos blogs Andarilhos do mundo e no Viajando com eles, ambas com opiniões complemente diferentes mas que foram muito úteis para […]

  76. Priscila Cirillo
    01/12/2014

    Olá Gleiber

    Estive em Outubro no Peru, e antes de ir, li todas as suas dicas de todos os lugares por onde ia passar, confesso que quando li este post sobre Huayana Picchu fiquei com muito medo, pois, morro de medo de altura, mas teimosa do jeito que sou, na hora de comprar os ingressos não resisti e comprei Huayna Picchu + Machu Picchu. Não sei se foi a empolgação, pois estava realizando um sonho que era conhecer Machu Picchu, mas achei Huayna muito tranquilo, tirando o cansaço e falta de ar, que sentimos em qualquer lugar de Cusco, não senti muita dificuldade com as escadas e com a altura, não estava quente no dia, talvez isso tenha me desgastado menos, mas aconselho essa subida a todos, pois pra mim foi uma experiência de superação…e a vista lá de cima é maravilhosa.
    Obrigada pelas dicas, quando vocês vão para o México??? Minha próxima parada rsrs

    • Oi Priscilla
      Que legal o teu depoimento. Então… Eu desconfio que você não tem tanto medo de altura quanto pensava… kkkkkk Porque para quem tem essa fobia, realmente, é que a jornada se torna ainda mais difícil. Mas talvez o que tenha acontecido é que você tenha superado o seu medo de altura depois desse desafio! Eu também sempre digo que as viagens mudam a nossa vida!
      Sobre o México, era o nosso próximo destino, mas no fim, acho que só em 2016 agora…
      Abraços.

  77. Erdias
    17/01/2015

    Amigos, sempre fui fascinado e sonhei em conhecer Machu Picchu… Decidi que chegou minha vez rs (vou sozinho, ninguém se interessou em ir comigo!!)..
    E após muito ler e pesquisar diversas fontes sobre a viagem, queria fazer a trilha inca ou trilha de Saikantay… mas soube que tem a escalada Huayna Picchu ou Machu Picchu… Tem o trem… etc etc… resumindo… lí muito, diversos assuntos, de muita gente… mas confesso que nada me convenceu/esclareceu sobre como ir, o que vale a pena, como fazer, onde/quando comprar/reservar, etc etc..
    Agradeço desde já qq informação que me ajude a realizar esse sonho!!
    Abs,

  78. Fernanda
    19/01/2015

    Olá, primeiramente, gostaria de parabenizar o Blog e tb agradecer pelas postagens bastante esclarecedoras. Meu sonho é conhecer Machu Picchu e acho que esse ano conseguirei realizá-lo, mas estou com algumas dúvidas… Ao fazer a trilha Huayna Picchu, vcs puderam conhecer o Machu Picchu antes? Não queria perder o nascer do sol, que disseram ser lindo, mas queria entender a logística da coisa kkk, chego no Machu Pichu antes das 7:00, conheço o local e depois faço a trilha Huayna Picchu, por volta das 10:00? Ou não há essa possibilidade?
    Obrigada pela atenção.
    Valeu pelo blog!

    • Oi Fernanda,
      A logística é exatamente essa! Foi exatamente isso que fizemos.
      A entrada para Huayna Picchu fica DENTRO das ruínas de Machu Picchu. Então é obrigado passar pelas ruínas de Machu Picchu para entrar em Huayna. Se você comprar ingresso para HP no grupo das 7h, vai ter que entrar em MP (pode esperar o sol entrar vindo das montanhas primeiro), ir direito para a entrada de HP e fazer a trilha. Quando voltar vai ter o resto do dia para percorrer MP.
      Abraços.

  79. Fernanda
    19/01/2015

    Ah, e qual diferença do passeio Machu Picchu + Montanha pro Machu Picchu + Huayna Picchu?

    • Oi Fernanda,
      O ingresso Machu Picchu só permite ir à cidade sagrada
      Machu Picchu + Huayna Picchu: cidade sagrada (ruínas) + trilha para subir a montanha chamada Huayna Picchu.
      Machu Picchu + Montaña: cidade sagrada + trilha para subir até o pico da MONTANHA chamada Machu Picchu.
      Huayna Picchu parece um pouco com o Pão de Açúcar, tem o pico arredondado. O cume de Machu Picchu é pontiagudo, veja as fotos no início desse post. Abraços.

  80. Claudineire
    21/01/2015

    Muito legal o trabalho de vcs. Acredito q este ano também realizarei meu sonho de conhecer MP, mas HP nem pensar, pois diante de tanta informação oportuna, de antemão só apreciar a vista meeeeesmo!Obrigada.

  81. Fabiola
    30/01/2015

    Vou para MP em setembro e estava com dúvidas em subir ou não Huayna Picchu. Acabei de desistir! Mas com certeza ainda aproveitarei muito a viagem!! Seu site é ótimo!!

  82. Ana Paula
    21/02/2015

    Gleiber, ameiiiiiiiii o post. Aliás, estou amannnnndo o blog de vcs! Show de bola! Tenho vontade de conhecer MP desde qdo tinha 12 anos e com as dicas de vcs, ñ tem como ñ aproveitar cada lugar aliás, super caprichou em falar de HP, vou só usar como moldura mesmo. A parte q vc fala que não vale a melhor foto e nada histórico foram essenciais na minha decisão. Até mesmo pq, vou com meu filho que hoje tem 10 anos, qdo fomos ele terá 11. Não vejo a hora de me aventurar.Beijos meninos vcs são F! rs

  83. Alexandre
    02/03/2015

    Parabéns pelo conteúdo!
    Vou em junho para lá, com meu filho de 7 anos..
    Estava planejando subir no huayana com ele, mas confesso que depois de ler o texto fiquei preocupado..
    O que você acha?

  84. Alex
    16/04/2015

    Excelente post Gleiber, apesar de ser de 2013 acredito que as dicas continuam atuais (até mesmo porque nada deve ter mudado em Machu Picchu). Vamos ter apenas 1 dia para visitar o parque e graças ao seu post, vou abrir mão do Huayna Picchu.

    A dica da tradicional foto (ser na entrada do parque) e os detalhes da subida foram essenciais para nossa decisão assim como sua opinião sincera de que é legal subir, mas não crie expectativas.

    Obrigado, parabéns pelo post! Encontrei sua página atráves do Google.

    • Oi Alex
      Muito obrigado por participar.
      Então… O ingresso MP + Museu não existia quando fomos, em 2012 (escrevemos o post em 2013, mas fomos em 2012). E pelos comentários que vi, não é legal. Meio perda de tempo. Sobre o MP + Montanha, também é uma trilha. E dizem que o calçamento inca é menos preservado e que é menos íngreme. Ou seja, se vocês não ficaram com vontade de fazer HP, também recomendo não fazer a Montaña. Sugiro que vcs peguem o ingresso normal de MP, sem nada extra. Acredite, basta MP para ser legal. Não precisa desses penduricalhos… A Montaña é um prêmio de consolação para quem não conseguiu vaga para subir HP, hehehehe.
      Abraços

      • Alex
        20/04/2015

        Gleiber, obrigado novamente pelas dicas! Abraço e sucesso com o blog!

  85. Alex
    16/04/2015

    Esqueci de perguntar, este você pode me responder no meu primeiro comentário (para evitar o acúmulo de comentários), eu vi que no site oficial vendem Ingresso para:
    Machu Picchu + Museu
    Machu Picchu + Montanha
    Machu Picchu + Huayna Picchu (ESTE ESTÀ DESCARTADO)

    Você recomenda o Museu ou a Montanha? Ou apenas o Parque já está de bom tamanho? Vamos chegar as 09:52 em Aguas Calientes e sairemos no trem das 17:00.

    Obrigado, desculpa ai o duplo-post.

  86. W Braga
    08/05/2015

    Seu blog tá de parabéns! Os relatos mais didáticos sobre o deslocamento Cusco/Ollantaytambo/Aguas Calientes/Machu Picchu/Huayna Picchu que li! Me esclareceu bastante!

  87. bianca
    17/05/2015

    Adorei o post! Vou a machu picchu em julho com minha filha de 10 anos e estava procurando uma postagem se era possivel subir a huayana. Vc falou sobre o grupo de criancas… minha duvida eh… elas foram ate o cume? Ou ha um local no meio do caminho q seria o suficiente para subir? Obrigada!

    • Oi Bianca,
      Eu não cheguei a ver as crianças lá em cima. Quando estávamos descendo elas ainda não tinham chegado no topo. Mas acho que foram sim! 10 anos dá para ir tranquilo.

  88. Cidinha Fontes
    18/05/2015

    Caracas, fiquei fascinada com a aventura, porque é muito rico nos detalhes, até parece que sabe das nossas dúvidas.Pretendo ir um dia ao Perú, realizar um dos sonhos meus e isso é desde qdo. soube de toda cultura inca. Amei esse blog e parabéns por avisar dos problemas das alturas, etc.Eu fiz passeios lindos em outros países, tenho fotos belíssimas, e seu blog é do jeito que eu gosto; contando bem os detalhes, passando prá quem o vê, todo o conhecimento do lugar.Parabéns, e pretendo visitar os outros passeios de voces. Que surja novos destinos prá voces!

    • Oi Cidinha,
      Obrigado pelos comentários!
      Ficamos felizes por vocês terem gostado.
      Abraços.

  89. otavio
    02/06/2015

    Olá Gleiber! Parabéns pelo seu blog , excelente!!
    Minha primeira viagem programada pra MP foi em 1986, tive que cancelar na última hora, por motivos pessoais,.A segunda foi em 2000, também cancelada, inclusive perdi as passagens, a terceira em 2009 por motivo de doença também cancelei.
    Esta saga de quase 30 anos chegará ao fim, pois pretendo passar meu niver de 48 anos na lua cheia de 28 de agosto próximo.
    Estou decidido ficar 2 dias em MP, sendo o primeiro MP + HP,m e o segundo MP + montanha. Quero saber se consigo ficar no HP depois que todos forem embora , digo após o meio dia , fazer vum pic nic e ficar sozinho lá em cima?
    E, como é lua cheia neste dia, se existe alguma chance de ficar um pouco mais no parque? e para descer a pé de MP é muito puxado? quanto tempo demora?
    Abc
    Otavio

    • Oi Otávio,
      Impossível permanecer no parque depois do horário. Se você não aparece, eles podem entender que você está perdido / machucado e vão mandar uma “expedição” atrás de ti. Não é possível esperar o anoitecer por lá. E acredite, poderia ser perigoso.
      Abraços.

  90. Maria Odete
    07/06/2015

    Olá Gleiber…
    Lembro que há uns 7 anos atrás +/- um amigo meu viajou p Machu Picchu e qdo postou as fotos foi amor a primeira vista… Nunca tinha visto fotos daquele lugar antes e me apaixonei… Prometi que um dia iria p lá, e mês passado consegui realizar esse sonho, sendo a minha primeira viagem internacional e com certeza a mais importante e inesquecível, mesmo sabendo que viajarei p outros lugares, tão ou mais lindo que lá. Mas aquele lugar é mágico e surreal. E agora lendo seu blog, viajei de novo… Bateu uma saudade tão gde e uma vontade de voltar…rs…
    Não subi em Huayna Picchu pq m amiga não teria condições físicas p ir tão longe e honestamente acho que eu tbm não… sofri bastante com a altitude, mas sobrevivi e fui até onde eu pude (andei por todo Machu Picchu), mas tinha ficado aquele sentimento de não ter feito o passeio completo e que fiquei me devendo isso, mas fiquei feliz agora em saber que na verdade o lugar mais lindo não é lá em Huayna… ou seja, não cheguei a perder mto por não ter subido.
    Bom, é isso… parabéns pelo blog… acompanharei sempre a partir de hj.
    Bjs p vcs.

    • Oi Maria Odete,
      Fico muito feliz que tenha gostado do nosso relato. Essa é a ideia desse texto. Você a captou bem. A trilha de Huayna Picchu é linda, mas é uma trilha. Não é Machu Picchu! Machu Picchu está ali, acessível a todos! 🙂 Beijos.

  91. Nossa Gleiber!
    Que fascinante a sua história e seu blog!
    Vou agora em Julho e quero também ir para HP, mas espero que consigo chegar em tempo para entrar na fila antes das 11:00, pois vamos sair de Cusco às 6:00 pegando o trem. Será que chegará em tempo? E sua história é de muita adrenalina, mas espero que dê certo pois adoro a cultura Inca e tenho estudado pois sou Arquiteta e precisaria de você para ir neste embarque pois me sentiria mais segura! Sou apaixonada pelos Imperios e esse é o primeiro a realizar e se Deus quiser vou conhecer os Maias e os Astecas, também! Mas o melhor de tudo é que vai saindo com as boas dicas que voce esta instruindo e é muito bom o seu blog! Abraço.

    • Obrigado, Maria Eloisa.
      Vai dar tempo sim. Vai ser corrido, mas vai dar tempo. Lembre-se só de ir direto para lá. Assim que chegar em Aguas Calientes e descer do trem, vá direto comprar o tíquete o ônibus que sobre até a entrada de Machu Picchu. Daí, vá para a fila do ônibus propriamente dito. Quando chegar no parque, pegue um mapa e depois de passar a catraca vá direito para a entrada de Huayna Picchu. Dará tempo!
      Abraços.

  92. Carlos
    25/06/2015

    Seu relato me ajudou muitíssimo. Muito bom!

  93. Antonio Duarte
    03/07/2015

    Caro Gleiber,
    eu estive no MP no mesmo ano que você, em Agosto, e tive uma experiência aterradora não com a subida (incompleta) mas com a descida: às vezes tive de voltar as costas com medo do abismo.
    Parabens pela sua cronica da visita a um dos mais belos sitios no mundo que ja visitei. E ja foram muitos.
    Um abraço do Porto (Portugal)

    • Oi Antonio,
      Vamos conhecer a sua cidade em breve, ehehehe
      Mas justamente… a descida é bem pior que a subida para quem tem medo de altura.
      Abraços.

  94. Sabrina
    16/07/2015

    Gargalhei lendo seu post. Vou em setembro e quero fazer essa trilha. Vou treinando desde já. Vc já subiu a pedra da gávea?

  95. Aline Cardoso Pereira
    17/07/2015

    Olá

    Gleiber Rodrigues,
    Achei fantástico esse site! Muito útil, nossa!
    Uma dúvida, se comprarmos o ingresso do Machu Picchu + a montanha Huayana Picchu conseguiremos ver tudo? Pois vi que tem horário para irmos para a montanha… minha dúvida é se vamos conseguir tirar fotos e conhecer MP antes de subir a montanha… pois na volta certamente já terão muitas pessoas tirando foto.
    Abraço,
    Aline Pereira. (Vamos dia 21/07 para o Peru e provavelmente 05 de agosto para MP)

    • Oi Aline,
      A gente conheceu MP de 7-10h e depois subimos HP das 10-13h. Não tínhamos forças para caminhar mais no final e fomos embora. Tem gente que vai dois dias seguidos para dividir a experiência. MP num dia e HP no outro. Depende do seu perfil
      Abraços.

  96. Stephany
    20/07/2015

    Olá Gleiber. Estou indo
    Conhecer esta aventura, nunca fiz nada igual, mais até então achei que iria ser tranquilo por conta de me exercitar facilmente nas corridas de ruas. E vi que vc também era ou é corredor
    Ahhhhhhh não tenho problema com altura, maaaaaaais ao
    Ler seus relatos, suou os pés e mãos rsrsrs…
    Muito legal! Parabéns pela coragem, desejo e vou conseguir fazer igual a você. 🙂
    Um abraço, sucessos.

    • Consegue sim, Stephany.
      A gente sua, cansa, mas chega lá! É que nem uma corrida de rua. No final, a endorfina é recompensadora.
      Abração.

  97. MArcos Paulo
    31/07/2015

    Ola amigo , nossa suas dicas sao bem legais mais ficou uma divida ou eu nao entendi direito, aquela foto que todos tiram da cidade de machu pichu só é tirada la do alto do Huayna Picchu ou da pra tirar de outro lugar sem precisar subir no Huayna Picchu ? abraços

    • Oi Marcos,
      A foto “clássica” de Machu Picchu é tirada de um ponto que fica logo depois da entrada do parque, seguindo reto e depois subindo à esquerda. Huayna Picchu fica no outro extremo (lado direito de quem entra). Resumindo: não é preciso subir Huayna para tirar a foto mais linda de MP!!!
      Abraços.

  98. Mariana Bezerra
    07/08/2015

    Oi Gleiber
    Não achei ingresso para Huayna Picchu mais para começo de setembro que quero ir, será que da de fazer fotos legal e aproveitar o passeio a Machu Picchu? e o outro passei a Montaña, quase não acho relatos sobre ele, sabe me dizer se e bom?
    abraços

    • Oi Mariana,
      Dá para aproveitar muito sem fazer a trilha de Huayna. Os ingressos realmente esgotam rápido. Eu não conheço ninguém que fez a trilha da Montaña, só um e outro comentário em fóruns como este. Mas parece que é legal. Abraços. Se você gosta de trilhas, vá e depois me conta! Abraços.

  99. Rosi Bandeira
    23/08/2015

    Muito bom o seu relato! Parabéns. Estou planejando visitar Machu Picchu e suas dicas foram fundamentais para minha decisão: não subirei HP….rs.

  100. Brites Delane
    11/09/2015

    Comprei o ingresso para a Huayna Picchu e espero que não tenha um piripaque lá.. kkkkkk

  101. Brites Delane
    04/10/2015

    Eu subi a Huayna Picchu com meu marido no dia que fazíamos 5 anos de casados, no dia 26/09/2015. Eu realmente achei que não ia conseguir, pq realmente a altitude tava me fazendo mt mal e inclusive no dia anterior tive que pedir ajuda médica, já que tava com falta de oxigênio no sangue e nem o estômago tava funcionando direito. Mas subi! Demoramos 3:30 para subir e descer, pq não queríamos forçar o organismo, mas digo que eu precisava daquilo. Estava me sentindo mt pra baixo, pq como tinha passado mal no dia anterior, mal subi Pisac e Ollantaytambo, e subir a Huayna me deu um ânimo todo especial.

    • Oi Brites,
      Eu adoro trilhas em montanhas. Uma pena não ter essa oportunidade com mais frequência. E acho que gosto por isso aí que você falou. É um desafio que faz a gente se sentir muito, muito vitorioso! Que legal que você também sentiu isso.
      Abraços.

  102. Debora
    15/12/2015

    Vc retornou de Machu Picchu para Aguas Calientes e Cusco no mesmo dia ou apos a visita a Machu Picchu vc retornou apenas para Aguas Calientes e passou uma noite por la?

    • Oi Debora,
      A gente passou uma noite em Aguas Calientes ANTES de conhecer Machu Picchu. Depois de conhecer a cidade sagrada e fazer a trilha, a gente ainda pegou o trem no mesmo dia para voltar a Ollantaytambo, no caso. A gente dormiu em um hotel que fica em Urubamba nesse dia. Abraços.

  103. Fulvio Veras
    28/12/2015

    Olá, Gleiber Rodrigues

    Curti muito sua aventura de andarilho. Estou planejando para 2016 algo semelhante a Macho Picchu. Poderia me enviar informações referente a valores para que possa me programar. Nada de luxo, pelo contrário, o mais em conta e modesto….a viagem em si, será o maior prazer a ser degustado!

    • Oi Fulvio,
      A gente não tem mais noção de preço porque a nossa viagem já faz vários anos.
      Abraços e boa sorte.

  104. Daniel Vieira
    03/01/2016

    Gleiber, tudo bom?
    Você chegou e já foi direto à Huayna Picchu, ou passeou pela cidade sagrada antes?
    Que horas voltou à cidade sagrada, após descer a montanha?
    Pergunto para saber quantas horas são necessárias para conhecer a cidade sagrada por completo.
    Obs.: você contratou um guia para conhecer a cidade?

    Obrigado!

    • Oi Daniel
      A gente conheçeu Machu Picchu das 7-10h com guia e depois fomos para Huayna Picchu no grupo das 10-11h. Às 14h já estávamos voltando para Aguas Calientes porque não sentimos necessidade de ficar andando mais por Machu Picchu (embora poderíamos). Abraços.

  105. Fabiano Oliveira
    12/01/2016

    Boa noite, parabenizo pelas dicas mas peço sua ajuda pois continuo com algumas dúvidas. Viajarei com minha esposa e filha para Machu Pichu em Fev/2016 ficando de 19 até 21 em Lima, 21 até 25 em Cusco e 25 para 26 em Lima para então retornar ao Brasil. Tenho dúvidas sobre o que levar (água, barras proteicas…) e o que vestir ( jaqueta corta vento é suficiente?) para esta “aventura” em terras peruanas. Não faremos nenhum passeio “cascudo” como subir picos, mas não quero passar nenhum perrengue. Pode me auxiliar?

    • Oi Fabiano,
      Lá não faz frio de verdade, uma jaqueta é suficiente. Se for corta vento, ainda melhor.
      Para Machu Picchu leve ao menos 2 litros de água por pessoa para não ter que comprar lá em cima (é muito caro!) e leve lanches leves, barrinhas conforme a rotina de vocês mesmo.
      Abraços.

  106. […] de que a subida e a descida são tensíssimas, mas a vista é linda e o empenho é recompensado. Os Andarilhos do Mundo contam em detalhes como […]

  107. Ao contrário da Trilha Inca, a Trilha Salkantay também tem uma vantagem fundamental que é a possibilidade de percorrê-la durante o ano todo. Sim, é verdade que no período de chuva (Janeiro até Abril) tudo fica mais difícil. Mas, Mas com preparo físico, mental e sobre todo com vontade conseguira conquistar sem problemas.

  108. Shana
    17/02/2016

    O teu relato é tão bem escrito que consegui ter a sensação de vertigem lendo e vendo as fotos. Parabéns!

  109. JEANE
    29/02/2016

    Parabéns pelos relatos. Estou indo para o Peru final de março e farei Machu+huayna, massssss se eu tivesse lido seu relato antes não teria comprado kkkkk Bom, estou indo sozinha e não sei se darei conta de subir (já estou com medo). Seguirei sua dica de colar em algum grupo. Comprei para o Grupo 1, assim subirei entre 7/8h. Deverá estar menos quente. Vou tentar, se não der, acho que não ficarei com nenhum trauma kkkkk Gostei de saber que as fotos clássicas não são tiradas de lá. Não vi essa informação em nenhum outro blog. Bom, para quem quer subir qualquer das duas montanhas, recomendo também comprar o bilhete com antecedência. Comprei com 1 mês e meio de antecedência e só haviam 26 ingressos disponíveis e nem foi para o dia que em queria, pois nos outros já estavam esgotados. Não consegui comprar no site oficial do governo peruano. Gerava o boleto mas não descobri como pagá-lo. É muito falho nas informações.
    Estou contando os dias para essa viagem!! Ficarei 6 dias em Cusco para fazer esses passeios e 3 dias em Lima para me deliciar nos melhores restaurantes da América Latina. Amo comida peruana.
    Abraço.

    • Oi Jeane,
      Vai dar tudo certo. Se você não tem medo de altura, é só ir na paz, na calma.
      Abração e boa viagem.

  110. Regina H. C. Pelissaro
    01/03/2016

    Quando meu marido comprou os ingressos para subir a montanha já fiquei achando que não conseguiria, pois não tenho nenhum preparo físico. Na hora da subida tentei desistir, mas ele mexeu com meus brios dizendo que pelo menos eu deveria tentar…. E foi o que eu fiz.
    Mas aqui uma observação: quando estávamos em Machu Picchu compramos, para experimentar, um saquinho com algumas folhas de coca e levamos para a montanha,. A guia que contratamos (estávamos em dois casais) ficou toda alegre quando viu as folhas e pegou várias delas. Nós quatro experimentamos, mas eu acabei mastigando só duas, pois o gosto era horrível.
    Bom, as outras três pessoas que estavam comigo, apesar de todos termos entre 60 e 61 anos, fazem muita atividade física.
    A única despreparada era eu. Apesar disso, não sei se foi pela folha de coca, consegui subir até o platô e, muitas vezes, eu acabava esperando por eles….. Inacreditável!!!!
    A descida ainda é pior que a subida. Fiquei com muita dor nas pernas por uns 5 dias!!!!
    Resolvi postar minha experiência pra animar as pessoas que, como eu, não têm preparo físico.
    A subida vale a pena, se não tanto pela vista, como por conseguir realizar esse grande feito.

    • Oi Regina,
      Apesar de não ser fácil e exigir bastante fisicamente, eu também adorei a subida. O pior, na verdade, é para quem tem qualquer medo de altura. Aí sim o desafio é grande.
      Obrigado por compartilhar sua experiência conosco.
      Abraços.

  111. Tallitha
    19/03/2016

    Muito boa suas dicas. Queria saber o tempo de estadia na visitação em MP?

  112. Thais Cristina Longhi
    29/04/2016

    Muito interessante o relato! Eu adoro aventuras e já adquiri o ingresso com subida ao Huayna Picchu. Mas queria saber se tu conseguirias me esclarecer uns detalhes:

    1) na subida do huayna picchu, não há nenhum guia mesmo? E há risco de se perder nas trilhas ou é tranquilo?

    2) eu adquiri o ingresso para o horário as 10h Às 11h. Vou chegar em aguas calientes de trem as 8h. o HORÁRIO FICA MUITO APERTADO?

    3) Vou a esta viagem com meus pais, que não adquiriram o huayna. Eles irão fazer o passeio tradicional. Mesmo assim, após as 2h30min de subida e descida do hayna, quanto tempo será que eu levaria para fazer o roteiro tradicional nos demais pontos do machu picchu?

    Obrigada, adoreeei o site de vcs!!

    • Oi Thais,
      1) Não tem guia, mas não tem como se perder porque é um caminho único.
      2) Dá tempo tranquilo, Thais
      3) Calculo o mínimo de 2 horas

      Abração