Hotel Castel Dracula – Romênia – piegas ou imperdível?

No romance de Bram Stoker, o castelo do Drácula fica no passo Borgo, uma passagem natural que atravessa as montanhas dos Cárpatos, em plena Transilvânia. Não é que os espertinhos lá da Romênia resolveram erguer um hotel bem no lugar descrito pelo livro? Amigos, apresento-lhes o Hotel Castel Dracula – uma atração turística por si só!

Hotel Castel Dracula Romênia fachada

E a gente, obviamente, não ia conseguir passear pelo país sem ir até lá dar uma conferida. E para quem acha que ficaríamos com medo de dormir lá dentro…

 

Hotel Castel Dracula – uma atração turística

Não é só para dormir que serve o hotel. Na falta de um parque temático sobre o vampiro mais famoso do mundo, até que tiveram uma boa ideia. Se bem que não deve ter sido fácil convencer os construtores a erguer um castelo fake no meio do nada, na beira de uma estrada de uma região remota do mundo.

Hotel Castel Dracula Romênia luminarias

Mas o apelo à lenda de Bram Stoker fala mais alto do que podia parecer. E os caras até que capricharam. A paisagem do entorno até ajuda, mas o fato é que ônibus e mais ônibus de excursão trazem turistas durante o dia inteiro para dar uma passeadinha pelas dependências mais mal-assombradas do país.

Hotel Castel Dracula Romênia bram stoker

Bem em frente, chega a ter até uma praça com barraquinhas para venda de souvenirs relacionados ao tema! E assim, de grão em grão, há praticamente uma pequena cidadezinha se erguendo no “Passo Borgo” (nome que aparece no livro).

Hotel Castel Dracula Romênia entorno

 

Nossa experiência

Nós chegamos ali depois de sairmos de Maramures, a província mais ao norte da Romênia. Vínhamos de um festival de danças e músicas folclóricas – o Hora La Prislop (veja o post). Depois de vários dias chegando aos hotéis perto da meia-noite, dessa vez tivemos tempo até para fotografar um belíssimo por do Sol.

Hotel Castel Dracula Romênia por do sol

O check-in foi super fácil e rápido. Difícil foi encontrar onde ficava a recepção. Aviso aos navegantes: o hotel não tem elevador e você já começa subindo escadas até para entrar.

Hotel Castel Dracula Romênia recepção

Lá dentro, tentaram de tudo para deixar a atmosfera dentro do tema vampiresco. Na prática, não dá medo nenhum, e chega até a ser meio que engraçado. O que, desconfio, deve ser a ideia.

Hotel Castel Dracula Romênia tapetes

Tem que forçar a barra um pouco para imaginar que o Conde Drácula construiria um hotel e, ainda por cima, te aceitaria como seu convidado. Mas tá valendo! E para quem estiver só de passagem, não precisa hóspede para poder visitar as dependências do hotel.

Hotel Castel Dracula Romênia igrejaOlhem só o tamanho da igreja que fica de frente ao hotel. 

 

Acomodações do Hotel Castel Dracula

Como podemos ver de longe, desde a fachada, o hotel é um 3 estrelas. Então não dá para dar bola para das duzentas mil reclamações no Booking ou no Trip Advisor daquela gente que fica esperando um serviço 5 estrelas, só porque o lugar parece um castelo.

Hotel Castel Dracula Romênia quarto

É simples. É limpo. Tem uma vista agradável. Tem recepção aberta 24h. E só. O quarto é pequeno, o banheiro é antigo e, óbvio, não há ammenities.

Hotel Castel Dracula Romênia vista

Mesmo com a cama meio mole demais, eu curti dormir por ali. Achei o quarto um pouco pequeno, mas a internet ao menos funcionava super bem. Para um blogueiro, hotel com internet grátis é sempre tudo de bom.

Hotel Castel Dracula Romênia acomodações

A chave do quarto, por exemplo, é toda estilosa. Ou seja, apesar da simplicidade, são essas pequenas coisas que me conquistam quando vou a um hotel. 🙂

Hotel Castel Dracula Romênia chave

 

Restaurante do Hotel

O restaurante é bem bonitinho, apesar do café da manhã ter sido bem fraco (como é o habitual na Romênia). Vi vários reviews reclamando do preço, o que faz um certo sentido. De todos os lugares onde comemos no país, acho que ali foi o mais caro.

Hotel Castel Dracula Romênia entradaEntrada: sopa de feijões no pão

Para vocês terem uma ideia, pedimos um dos pratos mais caro da casa, que custava cerca de R$ 40,00.

Hotel Castel Dracula Romênia jantarCostela bovina assada com batatas e salada

Sério. Comer na Romênia é incrivelmente barato para os bolsos brasileiros. Mas para o padrão do país, a comida é cara para o que oferece. Não há grandes firulas na gastronomia oferecida por ali, mas vou dizer que a carne estava no ponto e a minha polenta com bacon, bem farta.

Resultado: saímos satisfeitos com o preço, com o atendimento (sempre nota 10) e com o que comemos.

 

Localização

O hotel fica na beira da estrada, com farto estacionamento gratuito em frente. A cidade mais próxima é uma tal de Piatra Fontanele, mas a principal referência é a cidade de Bistrita, também citada no romance de Bram Stoker.

Hotel Castel Dracula Romênia frente

A estrada que passa em frente liga a Transilvânia até Bucovina, uma região ao leste da Romênia muito visitada por causa dos seus mosteiros tombados pela Unesco.


Exibir mapa ampliado

Mas fora o hotel, não tem nada ali em volta para conhecer. Inclusive, o restaurante do hotel acaba sendo a única opção para refeições para quem fica hospedado ali.

 

As Masmorras – conhecendo o Drácula em pessoa

Depois de instalados, resolvemos perguntar na recepção se era verdade que ali havia um “tour” gratuito para hóspedes, para visitar os calabouços onde o Drácula dormia durante o dia.

Hotel Castel Dracula Romênia sacada

Eu tinha lido sobre isso na internet, mas estranhei o fato de não haver nenhuma referência ao “passeio” nem na hora do check-in e nem em nenhum bilhetinho no quarto.

Com uma cara de “jura?”, o senhor da recepção disse que era verdade e se a gente quisesse mesmo participar, era só esperar um 5 minutinhos e se juntar a um grupo de adolescentes romenos que estavam por ali aguardando o início do tour.

Daqui a pouco, chega uma senhora com uma capa vermelha e nos convida a descer as escadarias. Um dos adolescentes já se agarra no braço do Sandro, morrendo de medo do escuro (e eu quase tenho um ataque de risos! – precisa ver o pavor na cara do moleque!).

Hotel Castel Dracula Romênia masmorras

Lá embaixo, um salão escuro iluminado apenas por uma vela que a nossa guia levava nas mãos… Em romeno, ela começou a contar uma história (parece que era a lenda da construção daquele “castelo”) enquanto ia iluminando ilustrações pintadas na parede.

Poderia até ser divertido, se não fosse a cara de “que tédio tudo isso” que a mulher fazia. Sem entender nada do que ela falava, só sei que de repente a luz da vela ilumina um caixão que estava ali todo o tempo, ao lado da gente (mas que não tínhamos visto) e então, de súbito, o caixão se abre, a vela se apaga e saímos todos nós pisoteando uns aos outros aos gritos.

Eu também saí correndo. Juro.

Me julguem.

 

Hotel Castel Dracula
Localização: 427363 Piatra Fontanele, DN17, Bistrita-Nasaud
E-mail: rezervari@casteldracula.ro
Telefone: +40 263 264010

123x38_en_logo
Reserve este hotel pelo Booking.com (sim! eu ganho uma comissãozinha, hehehe)

 

andarilhos do mundo na transilvânia

Querem ler mais sobre a nossa viagem à Romênia? Clique no banner acima ou navegue nos posts relacionados abaixo:

10 Mentiras que contam sobre Bucareste – e umas aventuras
O Verdadeiro Castelo do Drácula
Como chegar à Tumba do Drácula em Snagov
Castelo de Bran – o Castelo do Drácula
Hotel Contele Vladimir

Restaurantes em Sighisoara: Casa Vlad Dracul

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:9
Posts Relacionados:
12
Jun
2013
9 comentários
  1. Fernanda
    12/06/2013

    hahahahhaha AMEI o final da história!!! Hilário!! Estou morrendo de rir imaginando a cena, sorry mas não tem como não imaginar!

    • Sabe aquela coisa que você sabe que vai acontecer, sabe que não precisa ficar com medo, que é até meio idiota… Mas é que na hora, sim, você sai correndo de medo! kkkkkkkk

  2. Hahahaha, “me julguem” foi ótimo!
    Não julgarei, pode deixar… =) Ótimo post, muito interessante!
    Abraços!

  3. Paula Brum
    13/06/2013

    Hahahahaaa…. “me julguem” foi o máximo!!!!! Abraços!

  4. Gabriela
    18/06/2013

    Haha, ri muito com essa última parte. Adorei o post e fiquei com muita vontade de conhecer. Espero um dia viajar e contar minha experiência para outras pessoas, assim como vocês.
    Realmente fiquei muito curiosa pra saber mais desse passeio à luz de vela, haha.

    • Uma pena eles não deixarem filmar, nem fotografar… Mas vá por mim, é mais tosco do que assustador. kkkkk

  5. larissa
    09/08/2013

    amo vampiros sou uma