Como chegar a Machu Picchu

Quando o turista pensa em visitar as ruínas incas mais famosas do mundo, a dúvida é inevitável: Como chegar a Machu Picchu? Todos dizem que é um lugar de acesso difícil. Mas vamos ser sinceros? Achei muito mais fácil do que parece.

Trem para chegar a Machu Picchu

É que para nós, acostumados com carros e estradas, parece exótico haver um lugar onde só se chega de trem, ou de trilha. Mas há tantos lugares desses no mundo… Se fosse um vilarejo perdido na Amazônia onde só se chega de barco seria muito pior, já pensou?

Então vamos ao que interessa!

 

Qual é o Aeroporto mais Próximo de Machu Pichhu?

O Aeroporto mais próximo é Cusco, a 112km de distância da cidade sagrada dos incas. Isso significa que, inevitavelmente, você vai acabar precisando passar por lá antes de chegar ao seu destino final.

Torre da Igreja da Companhia de Jesus em Cusco

Cusco em si mesma é uma linda cidade, e teria turismo mesmo que não fosse porta de entrada para uma das 7 maravilhas do mundo. Já publicamos algumas coisas sobre a região aqui no blog, caso queira dar uma olhada:

City Tour em Cusco parte 1 – Catedral e Qorikancha
City Tour em Cusco parte 2 – Sacsayhuaman e outras ruínas Incas
Entenda o Boleto Turístico de Cusco
Batendo pernas em Cusco – devagarinho… 

 

Como chegar a Machu Picchu a pé

Nós não fizemos a trilha para Machu Picchu, principalmente porque não queríamos passar 3-4 dias sem ter onde tomar banho. Sério, eu estava quase convencendo o Sandro quando ele se deu conta de que não haveria banheiros “de verdade” pelo caminho e aí meus planos malévolos foram por água a baixo.

A quem interessar possa, há dois roteiros, a Trilha Inca Clássica e a Trilha Salkantay. Ambas já foram feitas por outros blogueiros que gosto bastante e vou indicar aqui para quem se interesse.

Indo a Machu Picchu pela Trilha Inca

A Trilha Inca Clássica (4 dias) percorre a rota tradicional que os incas usavam para saírem da capital do seu império (Cusco) até a sua cidade sagrada (Machu Picchu). É obrigatório fazê-la com uma agência e as vagas são limitadas (esgotam muito rápido!). Consegui achar dois blog que contam essa experiência:

Mochilão Trips
Viajante Sustentável

 

Já a Trilha Salkantay é um pouco mais longa, levando 5 dias e segue por um trajeto alternativo, passando pela base de um pico nevado (o Salkantay, daí o nome da rota). Também indico a leitura de dois blogs parceiros que contam como foi que eles fizeram:

Territórios
Turomaquia

 

Achei ainda um outro maluco blogueiro que foi de ônibus de Cusco até a cidade de Santa Maria e depois caminhou por duas horas até Águas Calientes, a cidade base para se chegar a Machu Picchu. Definitivamente, é o meio mais barato. Veja o seu relato surpreendente:

Tô Longe de Casa

 

Águas Calientes? Onde é Isso?

Águas Calientes, também conhecida como Machu Picchu Pueblo é o vilarejo mais próximo das famosas ruínas incas. Portanto, em termos logísticos, quando você fizer pesquisa de hotéis ou estiver olhando passagens de trem e ver a “cidade” de Machu Picchu, na verdade é de Águas Calientes que se trata.

Machu Pichhu Pueblo ou Aguas Calientes

Lá há hotéis, restaurantes, supermercados, e até atrações turísticas (como as termas) e podem deixar que escreveremos um post exclusivo contando como foi nossa estadia por lá. Lá não há carros, pois a “cidade” não é ligada ao resto do mundo por estradas. Essa é a razão de porque só tem como chegar a Machu Picchu por trilhas ou de trem.

 

Como Chegar a Machu Picchu de Trem

Há duas empresas que podem te deixar na estação de trem de Águas Calientes (chamada também de estação Machu Picchu): a Peru Rail e a Inca Rail. A primeira é, definitivamente, a mais usada por turista por sua grande gama de horários e por ser a única a sair da estação de Poroy, pertinho de Cusco.

Trem para chegar a Machu Picchu

Há 3 estações onde você pode pegar o seu trem: Ollantaytambo e Urubamba, que ficam numa região chamada Vale Sagrado; e Poroy, uma estação que fica a 10km de Cusco (25 minutinhos de táxi).

Aqui deixo uma dica preciosa:

Esqueça o transporte público e pegue um táxi entre Cusco e Poroy 

Só não se esqueça de combinar o preço antes da corrida SEMPRE quando estiver no Peru. Vale barganhar e até perguntar no seu hotel qual seria o preço justo antes de acertar com o taxista.

rotas de trem para machu picchu

Outra coisa que muita gente faz é contratar um passeio de dia inteiro em Cusco chamado Tour do Vale Sagrado. São ônibus executivos, que levam podem carregar sua bagagem naquele compartimento apropriado (embaixo). A excursão estará em Ollantaytambo ali pelas 3 da tarde e você pode simplesmente abandonar o grupo e pegar o seu trem. Só combine tudo com o seu guia antes, claro.

Como chegar a Machu Picchu de Ollantaytambo

A estação de Urubamba é bem fora de mão para a maioria das pessoas. Só serve mesmo para quem já estiver hospedado nos arredores, pois o único trem que parte de lá sai às 06:50h da manhã!

 

Como Comprar sua Passagem de Trem para Machu Picchu pela Internet

Para não correr o risco de ficar preso em Cusco sem conseguir chegar em seu objetivo, é sempre recomendável já sair do Brasil com sua passagem de trem comprada. Na alta temporada, geralmente não sobrem vagas para compras de última hora. E é aí que está o pepino…

O site da Peru Rail é meio complicadinho na hora de aceitar o seu cartão de crédito. Devido às várias fraudes que já sofreram, eles usam um sistema chamado “Verified by Visa” e outro chamado “Master Card Security Code“. No meu caso, não houve qualquer dificuldade, pois eu trabalho com o banco Santander, que suporta esses dispositivos de segurança.

peru rail formulario de busca

Caso o seu cartão não seja aceito, o post completíssimo do pessoal do Sunday Cooks, explica como fazer. Basicamente, é uma questão de esperar o contato do pessoal da Peru Rail por email e seguir as instruções deles (cuidado para não perder a mensagem na caixa de spam, viu?).

Algumas dicas importantes, você deve levar os seus bilhetes de trem impressos no dia da viagem para poder embarcar, acompanhado do seu passaporte e do cartão de crédito usado para fazer a compra no site. Não pediram para a gente mostrar o cartão, mas na dúvida é bom estar precavido.

Como Chegar a Machu Picchu 03

Uma observação é pertinente aqui. Se você está achando tudo muito difícil e está com medo de algo dar errado, as agências de turismo estão aí para fazerem esse trabalho para você. Afinal, é para isso que elas servem! :)

Quase me esqueço de outra coisa importante caso você tenha optado por planejar sozinho sua viagem: há 4 tipos de trem para Machu Picchu!

 

Tipos de Trem para Machu Picchu

Honestamente, há muito pouca diferença nos trens, embora haja nítida diferença de preços entre eles. Fomos de Vistadome e voltamos de Autovagon. Para mim, eram rigorosamente iguais. Pelo que dizem, o Expedition tem janelas menos panorâmicas e poltronas ligeiramente menos confortáveis, mas fora isso, também é muito parecido com os outros dois tipos.

Vistadome com poltronas tipo aviãoVistadome

Agora, o Hiram Bingham, definitivamente, é uma OUTRA experiência de viagem. A Patrícia, do blog Turomaquia, mostrou no blog dela como é viajar em um trem 5 estrelas, com todo luxo e mordomia. Aparentemente, vale cada centavo, caso você tenha disponível.

 

E Como é a Viagem?

Bem, nós fomos e voltamos por Ollantaytambo, pois estávamos hospedados no Hotel Rio Sagrado, em Urubamba, ali pertinho. Na ida, deu tempo de curtir a pequena estação de trem, vimos que eles disponibilizam lockers para guardar bagagem para quem necessitar e que há até uma cafeteria na “área de embarque”.

Sala de Embarque em Ollantaytambo

Não é primeiro mundo, mas até que é bem organizado.

No caminho, eles tem serviço de bordo, com uma bebida e snacks. Bem comidinha de avião mesmo, do tipo que não enche a barriga de ninguém. Ou seja, programe-se para comer antes ou depois.

Serviço de Bordo no trem para Machu Picchu

Há banheiros e espaço para levar uma bagagem por pessoa, além de uma bagagem de mão (segundo as regras do site).

O caminho é incrivelmente lindo, margeando o rio Urubamba (o rio sagrado dos incas) e avista-se picos nevados, plantações, fazendas e algumas ruínas genuinamente incas.

Como Chegar a Machu Picchu 01

Nosso trem tinha grandes janelas panorâmicas e tiramos dezenas de fotos do roteiro. Na volta, entretanto, era noite e praticamente não tiramos nenhuma foto da viagem, porque eu estava adoentado, passando um pouco mal… Mas isso é assunto para outro post (clique no link para ler)!

 

Como ir de Águas Calientes para Machu Picchu

Como eu expliquei acima, o trem te deixa em Águas Calientes, não em Machu Picchu de verdade. Isso quer dizer que ainda há uma outra pernada para fazer, montanha acima, até a entrada do Parque Nacional. Tem gente que também faz esse caminho a pé, mas já vou avisando: é longe e íngreme. MESMO!

O que todos fazem é pegar o ônibus que faz esse traslado (preço: US$ 18,50 ida/volta). Os tíquetes são vendidos na bilheteria bem em frente ao ponto de onde eles partem. Para ser mais exato, fica mais ou menos em frente ao ponto onde o rio que desce da montanha desagua no outro rio lá debaixo. Águas Calientes é um lugar tão pequeno, que é impossível se perder, vai por mim.

Como Chegar a Machu Picchu 13Fila para pegar o ônibus até a entrada do Parque Nacional

Nós compramos nossos bilhetes na véspera, para não perdermos tempo na fila dos ingressos no dia de subirmos até Machu Picchu.  Saímos bem cedo (antes das 7 da manhã) e não chegamos a ficar nem 10 minutos na fila para pegarmos nosso ônibus. A subida leva cerca de 20-15 minutos, porque sobe montanha acima por dezenas de curvas apertadas.

 

Pronto! Nem é tão difícil assim, é?

 

E para ler mais sobre a nossa viagem para o Peru, é só clicar no banner abaixo:

Banner Horizontal Peru

Gostaria de agradecer e indicar alguns blogs de viagem que nos ajudaram no planejamento desta viagem, além de alguns outros que ajudam a explicar melhor essa confusão de comprar as passagens de trem pela internet.

360 Meridianos
Blog Boa Viagem
Descortinando Horizontes

Dividindo a Bagagem
Finestrino
Flashes de Viagem
Mochilão Trips
Preciso Viajar
Sunday Cooks
Territórios
Tô Longe de Casa
Turomaquia
Viajante Remediado
Viajante Sustentável

E se quiser navegar em mais links sore Machu Picchu, veja abaixo:

Resenhas de Hotel e Restaurante

Hotel Tierra Viva Saphi
Hotel Rio Sagrado – luxo no Peru

 

Machu Picchu

Como Chegar a Machu Picchu
Aguas Calientes – o portal para Machu Picchu
E finalmente… Visitando Machu Picchu

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:162
Posts Relacionados:
23
Apr
2013
162 comentários
  1. Laura
    24/04/2013

    Oi Gleiber!
    Adorei o post!
    Estou indo para lá daqui um mês e esse tipo de informação é sempre super importante! Preciso me agilizar para comprar os ingressos de entrada a Machu Picchu e o trem entre Ollantaytambo e Águas Calientes…
    Só fiquei com uma duvida… Que hora vcs chegaram a Águas Calientes (e saíram de Ollantaytambo) para conseguirem comprar os bilhetes do ônibus na véspera?
    Abraços!
    Laura

    • Nós chegamos em Águas Calientes de tarde, compramos o ingresso do busão, dormimos no pueblo e visitamos Machu Picchu de manhã no dia seguinte. Dá para comprar o ingresso de ida-e-volta.

  2. Patricia - Turomaquia
    24/04/2013

    Obrigaduuuu pela indicação do Turo :)

    • O Turo foi um dos blogs que li de cabo a rabo para planejar essa viagem! Já era hora de retribuir! Bjos!

  3. EHeh

    Estive em Picchu em 97, numa mochilada pela América do Sul, vejo essa organização em Cusco e marca as horas, limitações de entrada como uma evolução, mas também com uma perda da aventura que era esta região.
    Fizemos a trilha Inka com as barracas levadas por nós desde o Brasil, o início da trilha era somente saltar do trem num certo Km e começar a andar.
    Eram outros tempos, poucos turistas, quase todos erámos aventureiros. Mas se é para o bem na nação que venham as evoluções, com limite mas venham.

    Abraço.

    @GusBelli

    • Imagina… Hoje até com “verified by visa”, tecnologia anti fraude, compra de ingressos pela internet… É um admirável mundo novo! Eu sou daqueles que curte ter tudo planejado com antecedência. É fato que o espírito de aventura se perde um pouco, mas por outro lado, ganha-se em conforto…

  4. Gleiber, adorei! Já tinha separado um extra para o Hiram Bingham ida e volta de Cusco, mas me disseram que o horário é ruim, só chega em Macchu Picchu quase na hora do almoço… vou pesquisar o Vistadome. Post completíssimo e super bem escrito, como sempre! Abraços,

    • Lu, eu iria no horário mais confortável (conforme a sua agenda, se você pretende dormir em Águas Calientes ou não, etc…) e voltaria de Hiram Bingham. Se você já se preparou no orçamento, vá. Acredito que deve valer a pena viver essa experiência, mas não necessariamente na ida E na volta.

  5. Parabéns a galera do blog, excelente postagem. Mas acredito que faltou falar um pouco de como chegar a Machu Picchu pela Hidrelétrica de Santa Teresa, eu fiz esse caminho, é o mais barato e não tem muitas informações na internet. Em Cusco tem um pacote que é vendido pelos taxista que te levam por esse caminho.

  6. Flávia
    24/04/2013

    Oi, estou bem a fim de fazer esta viagem. A dúvida é quanto vou gastar pra esta viagem. Você pode me dar uma média? Esta viagem pelo o que vc postou é feita por conta própria, certo? digo, sem a utilização de um pacote de viagens. Eu teria que reservar os hóteis e voos?
    Enfim, o gasto desta viagem é que me preocupa. Ah e vc poderia sempre por uma média de gastos em cada viagem que vc publica.
    No mais muito bom o post!

    • Então, Flávia… É muito difícil deixar um orçamento pronto no blog, porque o preço da viagem varia muito conforme o planejamento. Se você for de trilha será um preço, se for de trem será outro. Se partir de Poroy é mais caro do que de Ollantaytambo, se resolver dormir em Águas Calientes tem uma diária de hotel a mais. Em geral eu tento colocar o preço dos serviços citados, mas como o preço da passagem de trem varia MUITO, deixei o link para o site da Peru Rail para que a pessoa possa simular uma cotação mais realista, conforme o itinerário que for fazer. Nessa viagem, por exemplo, nós voamos o trecho Porto Alegre – Cusco e depois a volta Lima – Porto Alegre com milhas… Saiu de graça! :)

  7. Rafael
    24/04/2013

    Muito bom o post, resumão direto ao ponto. Parabéns!

  8. Olá, muito obrigado pela indicação e fico feliz que meu relato meio louco de ir de ônibus desde Cusco e depois caminhando até Aguas Calientes possa ter ajudado!

    Estamos ai pra isso!

    Abraços!

    • Pô Leonardo… Eu tava com um medo de você ficar bravo quando te chamo de maluco lá no post! Ainda bem que você levou na brincadeira! Foi o único maluco blogueiro que vi relatar esse modo e, se você reparar, tem alguém aí em cima que já comentou cobrando que esse é o jeito mais econômico! Então sim! Foi útil e espero poder contribuir em enviar alguns visitantes ao seu blog, que é muito bom por sinal! Abração!

  9. Fala Gleiber!

    Belo artigo! Super detalhado e claro! Já sei onde buscar todas as dicas para minha viagem para Machu Picchu! Espero faze-la ano que vem… :-)

    Grande abraço,

    Ian

  10. André Luiz
    29/04/2013

    Gleiber, parabéns pelo site e confesso que essas dicas realmente ajudam bastante. Forte abraço…

  11. Elaine Freitas
    13/05/2013

    Olá, Gleiber…muito bom o seu blog.Uma dúvida: vc não usou guia para visitar
    o parque nacional? Eu vi que vc fez o trajeto por conta própria, mas não usou guia para a visita? Estou indo pra lá dia 14/06.Grata pela atenção.

  12. Marianna
    22/05/2013

    Oi! Muito boa a descrição. Ajudou demais. Mas ainda tehno uma dúvida (cruicial, inclusive): quanto vocês gastaram para fazer essa viagem toda?
    Preciso ter mais ou menos uma ideia de quanto poupar para quando for.

    Obrigada :D

    • Aproveitando a resposta que dei a um comentário ainda hoje Marianna, lembro que um orçamente varia muito conforme o seu perfil de viajante, mas bora lá topar o desafio:

      Trem Cusco-Águas Calientes => 50-80 dólares cada trecho
      Ônibus Águas Calientes – Machu Picchu => US$ 18,50 ida e volta
      Ingresso a Machu Picchu => 128 soles
      Quarto para duas pessoas em Águas Calientes => De R$62,00 (Hostal Camino Real) a R$800,00 por dia (Hotel Sumaq)
      Quarto para duas pessoas em Cusco => De R$ 62,00 (Hostal Samani) a R$ 800,00 (Hotel Monasterio da rede Oriente Express)
      Táxi Cusco – Poroy => 5 a 30 soles cada trajeto (conforme a sua habilidade de negociação)
      Táxi Cusco – Aeroporto => idem

      O resto depende da sua disponibilidade para fazer passeios. Almoço / janta => orce o mesmo preço que está acostumada a pagar por aqui, para o tipo de refeição que pretende fazer. Se você quiser fazer uma viagem mais econômica e comprar lanches e alimentos de supermercado, é possível que saia ainda mais barato.

      Acho que é por aí.

  13. Flávio Mesquita
    23/05/2013

    Caro Gleiber parabéns por todas as dicas !!! Tô com passagem comprada para 25-06-13 e volta em 03-07 para Cuzco. Por hora fiz apenas o seguinte: Reservei Hotel em Cuzco de 26-06 a 30-06 e de 30-06 a 02-07 em Ollantaytamba pois tem um hotel maravilhoso e barato…provavelmente dormiremos em Cuzco de 02 a 03 de julho e regressaremos no dia 03. Minha dúvida crucial é a de comprar ou não as passagens de trem e entradas para o Santuário de Machu Picchu já aqui…tenho receio de pagar muito mais caro. Outra dúvida, um dia em Machu Picchu é o suficiente visto que conheceremos Ollantaytamba e arredores além dos outros sítios como Q’enko, Pisac, Muray, etc…. ou seriam melhores dois dias entrando e saindo do Santuário de Machu Picchu? Quanto sai a passagem de Ollantaytamba para Aguas Calientes e quais os horários de ida e volta? Brigadúuu e abçs

    • Com certeza, um dia só é suficiente para conhecer Machu Picchu. A gente chegou cedo lá pois havíamos dormido em Aguas Calientes, e às 13h a gente já tinha visto tudo, inclusive com a trilha até o pico Huayna Picchu (1:30h para subir e 1:30h para descer!). Quanto aos horários disponíveis de trem, o melhor é você entrar no site da Peru Rail e fazer uma pesquisa. Fiz a simulação para o dia 01/07 para um adulto ida e volta por Ollantaytambo (Ollanta consta como Vale Sagrado). Veja só quantas opções: 05:07h; 06:10h; 07:05h; 07:45h; 08:00h; 08:53h. São só 1:30h de viagem e o preço vai de 53 a 71 dólares por pessoa. Fique tranquilo que dá para comprar as passagens de trem e os ingressos a Machu Picchu assim que chegar em Cusco, desde que você não vá fazer a trilha para Huayna Picchu. Neste caso, você OBRIGATORIAMENTE deve comprar tudo com 1 mês de antecedência, para garantir. Ahn… Os horários de volta Machu Picchu (Aguas Calientes) – Ollanta para 01/07: 14:55h; 15:48h; 16:22h; 17:27; 18:10; 18:45h; 21:30h. Já viu nosso post sobre Machu Picchu? http://andarilhosdomundo.com.br/2013/05/visitando-machu-picchu/ Abração

  14. Melissa
    24/05/2013

    oi Gleiber!! Seu post ficou perfeito!!! parabens!!! Adorei mesmo! Completo e organizado. :) E obrigada pela indicação!!! Alguém clicou e eu vim pro seu post! um beijaao!!

  15. Flávio Mesquita
    04/06/2013

    Muito obrigado pelas explicações. Já comecei a me familiarizar com o roteiro que estou bolando, principalmente com tuas dicas. Vou subri Huayna Picchu mas minha mulher não. Eu não tenho tanto medo de altura mas vi filmagens no youtube e achei alguns pontos meio punks….A descida deve ser pior que a subida. Dá para descer com razoável tranquilidade???? Abçs

    • Ainda vou escrever (tomara que eu consiga logo!) sobre Huayna Picchu com riqueza de detalhes, mas vou resumir tudo em uma palavra: é punk!!! A descida é muito pior que a subida. Há vários trechos apertados, com degraus curtos e escorregadios. Eu adorei (me amarro numa aventura e em adrenalina), mas vi muita gente A-P-A-V-O-R-A-D-A!

  16. Flávio Mesquita
    04/06/2013

    Aiaiaiaiai agora complicou heheheh. Você já subiu a Pedra do Baú em São Bento do Sapucaí no sul de minas? Pelo jeito esse Huayna Picchu é 10 vezes mais punk !!! . Rola um frio na barriga só de ver os vídeos no Youtube…Na dúvida vou comprar para mim e subir até onde minhas pernas começarem a tremer rsrsrs. Gleiber me tira uma última dúvida por favor…Aquela subida que termina em um templo, onde tem uma escadaria super íngreme não é a pior certo??? rsrsr acho que minha coragem terminará neste templo. Daí para cima creio que tem uma última subida pior (e principalmente descida, onde a parede do templo para quem desce está do lado esquerdo do corpo…). Minha visão das coisas está correta ou o perigo é mais embaixo? Abçs !!!!

    • A parte mais perigosa, pelo que me lembro é a descida da parte mais alta de todas até um platô / plataforma que tem bem lá no alto. Muita gente para nessa plataforma e não segue até o cume. O problema é que o local é realmente muito íngreme e os degraus são muito estreitos (só cabe o pé de ladinho). Então a descida deve ser feita bem devagar para haver deslizes. Mas na verdade eu adorei a emoção (me amarro em adrenalina e não tenho o menor medo de altura).

  17. Queiroz Alcântara
    21/06/2013

    Gleiber, obrigado pelas dicas. Estamos indo para MP daqui a alguns dias e suas dicas são interessantes. Gosto de planejar tudo com antecedência, a fim de não ter surpresas desagradáveis, do tipo perder tempo etc. Depois do que li sobre Wayna Pichu, acho que vou desistir desse trecho, pois tenho problemas com altura.Muito Obrigado.

    • Legal, Queiroz. Também sou assim, gosto de tudo planejadinho, tim tim por tim tim. E, definitivamente, Waynapicchu é só para quem gosta mesmo da coisa… Viu o nosso post exclusivo, né?

  18. rodrigo
    12/07/2013

    olá, gostaria de saber algumas informações sobre a hospedagem. Devo deixar marcado hotel em cusco, afinal, pelo que entendi, dá para ir e voltar de macchu picchu no mesmo dia, correto? Ou fico uma noite em cusco e despois me hospedo em aguas calientes, só teria o incômodo das malas… Tinha pensado em me hospedar por 5 dias em cusco, deixar as coisas no hotel e ir para macchu picchu. É necessário ficar em alguma cidade ou dar para ir e voltar no mesmo dia de macchu pichu a cusco?
    oBRIGADO

    • Dá para ir e voltar a Macchu Pichu em um só dia sim, Rodrigo. Na verdade, isso é o que a maioria dos turistas faz!

  19. Cleide
    25/07/2013

    Olá Gleiber. bom dia.
    Eu e meu marido estaremos chegando no aeroporto de Cusco no dia 18/10 pelas 16h e retornareos ao Brasil no dia 22/10 às 16h.

    Poderia nos auxiliar sobre como aproveitar melhor a estadia considerando que queremos conhecer Cusco e ir a Macchu Pichu.

    Obrigada.

    • O que acha de:
      18/10 – Aclimatação a Cusco
      19/10 – City Tour de Cusco à tarde, tempo de conhecer melhor a cidade.
      20/10 – Ida a Machu Pichu em tour de ida-e-volta no mesmo dia
      21/10 – Vale Sagrado
      22/10 – Saída de Cusco

      Outra opção:
      18/10 – Aclimatação a Cusco
      19/10 – Trem para Aguas Calientes no fim da tarde – dormir em Aguas Calientes
      20/10 – Ida a Machu Pichu pela manhã, retornando a Cusco à tarde de trem
      21/10 – Vale Sagrado
      22/10 – Tentar fazer o City Tour de Cusco pela manhã.

      Espero ter ajudado.

      • Cleide
        27/07/2013

        Olá Gleiber.

        Obrigada pelo retorno. Gostamos mais da segunda opção, mas pelo que percebemos no site da Peru Rail, o problema é que saindo de Poroy não tem trens para Aguas Calientes no final da tarde.

        Os horários que vimos disponíveis foram (06:40 / 07:42 / 08:25), neste caso, “perderíamos 1 dia em Águas Calientes”.
        Tem alguma coisa interessante para se fazer em Águas Calientes?

        18/10 (Sexta) – Aclimatação a Cusco
        19/10 (Sábado)– Trem para Aguas Calientes no fim da tarde – dormir em Aguas Calientes
        20/10 (Domingo) – Ida a Machu Pichu pela manhã, retornando a Cusco à tarde de trem
        21/10 (Segunda) – Vale Sagrado
        22/10 (Terça) – Tentar fazer o City Tour de Cusco pela manhã.

        • Leia com atenção nosso post sobre Aguas Calientes: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/04/aguas-calientes-o-portal-para-machu-picchu/ Mas para resumir, não. Não tem quase nada para fazer lá… :(

          • Cleide
            27/09/2013

            Olá Gleiber, boa tarde.

            Finalmente decidimos nosso roteiro e ficamos com a “sua opção 2″, com pequenas alterações. :-)

            18/10 – Chegada a tarde em Cusco (Aclimatação).
            19/10 – Tentar fazer o City Tour de Cusco pela manhã.
            20/10 – Trem para Águas Calientes, dormir em Águas Calientes.
            21/10 – Ida a Machu Pichu pela manhã, retornando a Cusco à tarde de trem.
            22/10 – Tentar fazer o City Tour Vale Sagrado pela manhã e à tarde ida para o aeroporto.

            Nossas dúvidas estão abaixo. Poderia nos ajudar a esclarece-las?

            1) Neste nosso roteiro, vale a pena comprar o boleto turístico total?
            2) Possui alguma agência de City Tour legal que possa nos indicar?
            3) Há alguma coisa errada com esse roteiro? :-)

            Obrigada.

          • Gleiber Rodrigues

            Oi Cleide. Tem coisa errada sim… =:P
            É que no Tour do Vale Sagrado, em 22/10, você tem que levar em conta que ele termina ali pelas 7-8 da noite. Vai dar tempo de pegar o voo?
            Você pode trocar para fazer o vale sagrado em 19/10 e deixar o City Tour de Cusco para o dia 22/10. Assim fica tudo mais tranquilo.
            Infelizmente, não tenho nenhuma agência para indicar. :( Combinei tudo com o pessoal do hotel.
            E nesse roteiro você vai precisar do Boleto Total sim, pois vai visitar atrações inclusas nele em 2 dias (19 e 22).

            Abraços.

  20. Aloisio
    25/07/2013

    Meu caro Gleiber Rodrigues,
    Somo aos meus, todos os elogios e agradecimentos pelo seu TRABALHO (maiúsculo mesmo)apresentado aqui, ressaltando o mérito adicional de responder a TODAS perguntas!!!
    Embora passados alguns meses, veja se ainda tem gás para mais umas per-gun- tin…nhas!
    Estamos (casal de idadefeliz, com disposiçao, ainda) pretendendo uma ida em
    setembro/4 – 5,47hs Rio/Cusco 12,45hs.
    setembro/8 – 12,25hs Cusco/Lima 13,45hs.
    setembro/12- 21,47hs Lima/Rio 4,47hs.
    Segundo lí, outubro é contra recomendado pelas chuvas. Como será setembro?
    . onde ficar a custo médio (alguma sugestão?)
    . Como sugere a programação (ou alteração – ainda não compramos)
    . e quanto a Lima, alguma dica?
    Fiquei fregues e estou divulgando seu blog (não sei se é bom, ou não!! rs)
    Não posso dispensar ainda os merecidos iguais cumprimentos ao Sandro Vaz… cujos pés devem estar fazendo sucesso junto aos/as pedólatras!!)
    Forte abraço do,

    • Olá Aloisio

      Então… Nós fomos em Setembro e foi ótimo. Tempo aberto sempre, até meio seco demais, ehehehe
      Achei perfeito o seu roteiro. Nós também ficamos uns dias em Lima, mas ainda não deu tempo de contar a experiência. Nosso hotel foi o Antara, em Miraflores. Em Cusco nós ficamos no Hotel Terra Viva Saphi, não sei se está no orçamento de vocês. Veja no booking: http://www.booking.com/hotel/pe/tierra-viva-cusco-saphi.en-gb.html?aid=364605
      Pode divulgar o blog à vontade! A gente fica super feliz com isso. E o Sandro mandou agradecer pelos elogios… kkkkkk

  21. marcos alexandre
    27/07/2013

    Olá Gleiber pode me dar uma informação por favor no Perú se usa muito dolar pois no site de passagens de trem aparece US$ e fiz um cálculo de ida e volta para 3 pessoas ficou 800 dólares isso é certo se puder me responder por e-mail ficarei muito feliz obrigado e um grande abraço!!!

    • Acabo de fazer uma simulação para testar. Indo de vistadome (o mais caro, à exceção do Hiram Bingham), saiu por 492 dólares para 3 pessoas. Parece que você fez algo errado (cada perna sai aprox. 80 dólares por pessoa). E sim, dá para comprar muita coisa com dólares lá!

  22. […] Aconselho fortemente utilizar uma agência de viagens para organizar este passeio.  Ou então comprar um bilhete (caro) de ida e volta no Hiram Bingham, que já inclui todos os traslados, bilhetes, guia em Machu Picchu, almoço, jantar e lanche. Se quiser se aventurar sozinho, o Fred do blog Sundaycooks explica como ir a Machu Picchu aqui. No Dividindo a Bagagem a Lu Malheiros também dá o caminho das pedras neste post. E o Gleiber do Andarilhos do Mundo fez um post completíssimo com o beabá de como chegar a Machu Picchu aqui. […]

  23. Tamara Rodrigues
    07/08/2013

    olá Gleiber,
    estou indo para o Peru no dia 08/09/2013, e se vc pudesse gostaria de algumas informações… pelo o que vejo nos sites de informações de lá, eles utilizam dólar e soles, gostaria de saber se tenho que levar esses dois tipos de moeda para a minha viagem?? ou se só o dólar já adianta?? outra informação é a respeito da compra do ticket do trem e do parque Machu Picchu, comprando pelo site, eu tenho que pagar aqui no Brasil mesmo ou quando chegar por lá?? se tiver que pagar aqui qual moeda utilizo(dólar)? e se caso eu não comprar pelo site esses tickets tem como comprar la em cusco quando chegar, e se tem vc tem como indicar uma agencia de turismo de la que faça esse tipo de serviço?? outra duvida é quantas horas é permitido ficar no parque de Machu picchu?? me disseram que é 2 horas é verdade?? e outra para subir no huayna picchu tem que reservar também, ou da para deixar para comprar quando chegar por lá?? e se caso tiver que reservar se puder me passar o site… e a carteira internacional de vacinação eles pedem no aeroporto?? ou em algum lugar de lá?? desculpa por te encher de perguntas é que já está perto da minha viagem e bate um monte de duvidas na cabeça ..rs..rs.. desde já agradeço a tua atenção, obrigada!!!!

    • Oi Tamara,

      1) Sobre a moeda, leve dólares e chegando ao Peru, troque por Pesos. Os dólares são aceitos nos hoteis e para contratar passeios, mas não são aceitos em restaurantes e nem nas coisas corriqueiras do dia a dia. Você pode ir fazendo esse câmbio aos poucos, dando preferência sempre a casas de câmbio oficiais para não correr o risco de entrar numa fria.

      2) Para comprar o ticket do trem ou do parque, você vai precisar de um cartão de crédito internacional. O preço será convertido em dólares para cair na sua fatura. Não é qualquer cartão internacional que é aceito (precisa ter uma tecnologia chamada “verified by visa”). Sugiro procurar uma agência ainda aqui no Brasil para chegar já com essa parte comprada, porque essa época é muito cheia (os melhores horários de trem, por exemplo, já estão lotados!). Use a agência Lima Mentor: : info@limamentor.com (pode falar com a Cynthia em português mesmo). Foi com eles que compramos o ticket para Machu Picchu.

      3) Atenção: você deve imprimir os tíquetes de Machu Picchu! Quando a agência compra o ingresso para você, eles te mandam um código para você mesma entrar no site e fazer a impressão. Confira no seu hotel de Cusco se o seu papel está certo, eles te ajudam a imprimir se for preciso.

      4) Pode ficar quanto tempo quiser no Parque, do horário que abre até o horário que fecha! E você pode entrar e sair quantas vezes quiser (banheiros e lanchonetes ficam FORA do parque)

      5) Sobre Huayna Picchu, creio que já pode estar tudo lotado para 08/09, os ingressos devem ser comprados pela internet com bastante antecedência. Compra-se junto com o ingresso a Machu Picchu (use a Lima Mentor).

      6) Eles oficialmente pedem a vacina para febre amarela mesmo, mas não pediram para ver o nosso certificado em nenhum momento.

      É isso?

  24. Bianca
    08/08/2013

    Olá!!
    Ótimas dicas!
    Vou para Cusco em duas semanas e estou pesquisando as passagens de trem para Aguas Calientes partindo de Ollantaytambo.
    A idéia é fazer o passeio pelo Valle Sagrado e no fim do dia pegar o trem para Aquas Calientes e no dia seguinte cedo conhecer Machu Picchu, a minha dúvida é que pela Incarail o trem sai as 16:34 e pela Perurail sai as 19 horas, qual seria melhor para não ter que correr no passeio pelo Valle Sagrado, mas também não ficar mofando na estação de trem, não sei se é perigoso.
    Obrigada pelas dicas!!!

    • Bem, não é perigoso ficar em Ollanta. Mas pegue das 16:34h. O único risco que há é de não visitar as ruínas de Ollanta caso o tour chegue um pouco atrasado por lá. Mas o trem você não perde. Prometo! Não se esqueça de combinar tudo com o guia da excursão e, vá por mim: vários fazem isso!

  25. Fernanda
    11/08/2013

    Olá Gleiber, Poderia nos ajudar?
    Dia 11: Estaremos em Lima: Chegada prevista 13h
    Dia 12: Temos já marcado voo para Cusco previsto para 9h 30 Chegada prevista às 10h40
    Dia 13:
    dia 14:
    Dia 15:
    Dia 16:
    Dia 17: Retorno: de Cuzco para Lima: Saída prevista para 11h30min e chegada em Lima 12h30min
    Dia 18 Retorno para o Brasil: saída de Lima prevista para 8h50 min
    Não temos nada previsto para os outros dias. Nos dias que estão livres, pensamos em ficar em ollanta para um passeio e no dia 14 irmos para MachuPicchu. De lá, retornamos à Ollanta onde dormiremos e voltaremos para Cusco no dia seguinte. Tem Alguma sugestao? Obrigada!

    • Sugestão 1 (mais fácil)
      Dia 12 – Descanse e caminhe por Cusco, com calma: http://andarilhosdomundo.com.br/2012/11/batendo-perna-em-cusco-devagarinho/
      Dia 13 – City Tour de Cusco à tarde, tempo de conhecer melhor a cidade.
      Dia 14 – Ida a Aguas Calientes
      Dia 15 – Visita a Machu Picchu e volta a Cusco.
      Dia 16 – Vale Sagrado
      Dia 17 – Cusco – Lima

      Dependendo dos horários que você conseguir para o trem do dia 14, você pode encaixar pela manhã um passeio a Maras/Moray: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/07/peru-alem-do-basico-maras-e-moray/
      Se não der para fazer isso na manhã do dia 14, pode ainda fazer na manhã do dia 13 ou na tarde do dia 15 (dependendo do horário do trem).

      Sugestão 2
      Dá para dormir em Ollanta sim (é um lugar bem simpático, mas muito pequeno). Só que Urubamba tem mais opções de hotéis e restaurantes! Você pode organizar isso uma agência de lá este roteiro mais completo (e mais corrido):
      Dia 12: Chegada em Cusco – aclimatação (e city tour, se quiser. Dá tempo)
      Dia 13: Tipón/Andahuylillas/Pikillakta/Pisaq (Vale Sagrado Sul: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/08/vale-sagrado-sul/) – Dorme em Urubamba ou Ollanta
      Dia 14: Maras/Moray/Chinchero/Ollantaytambo – Dorme em Urubamba ou Ollanta de novo. (Se você conseguir lugar num dos trens que saem mais tarde, dá para ir neste dia mesmo para Águas Calientes, ganhando-se um dia)
      Dia 15: Trem para Aguas Calientes
      Dia 16: Visita a Machu Picchu e Retorno para Cusco

      Se você conseguir “ganhar um dia” na sugestão acima, use este dia para o City Tour de Cusco.

      E aí, gostou das sugestões?

  26. Nelson Godoy
    19/08/2013

    Gleiber, agradeço a ajuda no outro post. Agora a duvida é ao contrario do pessoal. Vejo muitos valores em dolares, porém a minha ideia é sacar da conta ja em soles, dessa forma, em qualquer lugar eu pago em soles né? Até no onibus que sobe para Machu-Pichu? no proprio site deles eles informam o valor de 18.50 dolares… sera que posso pagar em soles?

    Valeuuu

  27. Heverton Guedes
    22/08/2013

    Primeiro os elogios, muito bom esse blog, explica bastante coisa e deixa agente mais confiante, e cheio de vontade de ir logo, rsrsrs. em outubro vai se a minha vez, eu e minha esposa estamos planejando isso a um tempo mas cada dia parece que fica mais difícil, meu medo maior é em cusco, pelo fato de não conhecer a cidade e de ter dificuldade com a língua e, alem de não ter tanta grana assim rsrsrsrsrs. mas acho que vai dar tudo certo e com suas dicas ficou mais fácil. caso passe por algum aperto e precise de ajuda, vou recorrer a vcs. obrigado, obrigado e até breve.

    • Que legal Heverton, se tiver qualquer dúvida, estamos sempre felizes em ajudar! Abração.

  28. Francisca
    23/08/2013

    Olá Gleiber, tudo bem?

    Parabéns pelo maravilhoso blog, há muito queria visitar o Peru, até que conseguir fechar o pacote com uma agência. Tenho pesquisado bastante sobre o local e estou anciosa para concretizar esse sonho. “Os Andarilho do Mundo” ajudou-me muito.
    Tendo em vista que, Já paguei o pacote (7 noites e 8 dias) e estão incluso, “os boletos turisticos, os hoteis em Lima, Cusco, Vale Sagrado e Águas Calientes bem como o trêm. E ainda três almoços, quanto devo levar em dinheiro? A dúvida é porque não quero levar o cartão para saque. Pois, segundo relatos, é difícil encontrar caixas eletrônicos.
    Obrigada! Francisca

    • Oi Francisca,
      Sobre os caixas eletrônicos, você pode ficar tranquila que tem MUITOS e por todos os lados em Cusco.
      Mas sobre o quanto levar em dinheiro, calcule cada refeição em 50 reais por pessoa. Não vai custar tudo isso, mas pense que o que sobrara você traz em lembrancinhas. Então são 12 x 50 = 600 reais por pessoa. Deve dar para o gasto.
      Abração.

  29. Yuri Dutra
    23/08/2013

    Gleiber, parabens pelos textos
    Pretendo chegar a cusco as 14:00h do dia 28/08 e pegar o voo de volta as 16:00h do dia 31/08.
    Tem como voce avaliar se esse roteiro e viavel?
    28/08: aclimatação com caminhada leve pela cidade.
    29/08: city tour pela manha pegando o trem em olaytabanba umas 15h para dormir em aguas calientes (seria o city tour ou o tou do vale sagrado para pegar o trem em olaytabanba?)
    30/08: machu pichu bem cedo com retorno a cusco pela tarde
    31/08: city tour em cusco ou tour do vale sagrado?

    Obrigado!
    30/08: a

    • Oi Yuri

      Em 29/08, para estar em Ollanta, você deve pegar o Tour Vale Sagrado. Mas veja bem, tente pegar um trem bem depois das 15h para não correr o risco de não chegar a tempo, tá?
      E e, 31/08 faça o city tour pela manhã.
      Acho que o resto está Ok.
      Abraços

  30. VINICIUS
    01/09/2013

    FALA GLEIBER BOA NOITE….PRIMEIRAMENTE PARABENS PELOS TEXTOS. ESTOU PLANEJANDO IR A MACHO PICHU POR CORUMBA PASSANDO POR SANTA CRUZ, LA PAZ, CUSCO E POR FIM MACHO PICHU….COM RELAÇAO A DOCUMENTAÇAO, ELES VERIFICAM PASSAPORTE OU SO O CARTAO DE VACINAÇAO E O RG BASTAM? OBG DESDE JA

    • Teoricamente não precisa passaporte, mas sempre ouvi que é bom ter. Só não sei bem qual seria o motivo, já que não é necessário… (risos).

  31. Luiz Henrique Grando Padilha
    08/09/2013

    Gleiberboa tarde, obrigado pelas dicas.
    Qual o preço dos ticketes de trem? Estou indo para lIma pela gastronomia e irei clara, para machu pichu, Ficarei hospedado em Cusco.
    Qual o melhor horário para comrpar o trem e será que apenas 1(um ) dia vejo todas as belezas das ruinas?
    Abc

    • Para ver os preços do trem você tem que entrar no site da Perurail http://www.perurail.com
      Há muitas opções de trem e o preço varia conforme o horário e a cidade de saída.
      Em um dia dá para ver tudo, com certeza. Nós vimos tudo em 3 horas (mas a gente é meio “rapidinho”)
      Abc

  32. jose roberto
    11/09/2013

    outra coisinha:

    penso em ir em julho com a espossa e filho, e justamente o hotel que tenho em mente para ficar em ac é o la cabana. vc se lembra o nome da guia?

    se vc estivesse com minha mãe não teria comido o sanduba!!

  33. jose roberto
    12/09/2013

    farei sim, pode deixar

  34. RICARDO
    25/09/2013

    Caro Gleiber, todo bem?!
    Você tem uma base de quanto mais ou menos a pessoa desembolsa numa viagem como esta?

    • Fiz um orçamento por alto respondendo a dúvida de uma leitora do blog. Veja:

      “Quanto aos custos da viagem, depende muito do seu perfil de viajante, por isso acho difícil fazer um orçamento. Mas topando o desafio:

      Trem Cusco-Águas Calientes => 50-80 dólares cada trecho
      Ônibus Águas Calientes – Machu Picchu => US$ 18,50 ida e volta
      Ingresso a Machu Picchu => 128 soles
      Quarto para duas pessoas em Águas Calientes => De R$62,00 (Hostal Camino Real) a R$800,00 por dia (Hotel Sumaq)
      Quarto para duas pessoas em Cusco => De R$ 62,00 (Hostal Samani) a R$ 800,00 (Hotel Monasterio da rede Oriente Express)
      Táxi Cusco – Poroy => 5 a 30 soles cada trajeto (conforme a sua habilidade de negociação)
      Táxi Cusco – Aeroporto => idem
      O resto depende da sua disponibilidade para fazer passeios.

      Almoço / janta => orce o mesmo preço que está acostumada a pagar por aqui, para o tipo de refeição que pretende fazer. Se você quiser fazer uma viagem mais econômica e comprar lanches e alimentos de supermercado, é possível que saia ainda mais barato.

      Será que consegui te ajudar? :D
      Abraços

  35. Vivian
    03/10/2013

    Gleiber, muito obrigada pela sua ajuda e parabéns pelo blog.

    Tentei fechar com a Dione, mas ela não tem disponibilidade para o dia e indicou seu colega de trabalho chamado José, pelo mesmo valor: 50 dólares.
    Você conhece alguém que tenha fechado com esse colega dela?
    Pedi o email do José, mas ela solicitou que eu me comunicasse com ela. Não me senti muito segura e confortável com isso.
    O que você me aconselha?
    Obrigada!

  36. Jony Fiore
    04/10/2013

    Ola, estarei indo em novembro para machupicchu, vou ir de automóvel, não tenho como reservar o dia de entrada na cidade perdida, será que vai ser muito difícil comprar a entrada na hora de chegada, ou se não tiver na hora será q consegue para um dia próximo?

    • Sim, com certeza. Assim que chegar em Cusco, vá se informando sobre quanto ingressos ainda estão disponíveis para os próximos dias. Em Aguas Calientes, no dia em que estivemos por lá, tinha ingresso para o dia seguinte numa boa.

      • Jony Fiore
        04/10/2013

        Muito obrigado!!!!

  37. Nalú Duarte
    17/10/2013

    Parabéns pelo Blog, pretendo conhecer Machu Picchu, e seu blog vai me ajudar muito.

  38. Po muito bom mm. Obrigado.

  39. Danilo Viana
    02/11/2013

    Cara, estou planejando uma viagem a Cusco para o ano que vem, onde participarei de um congresso e gostaria bastante de ir a Machu Picchu. Porém tem um problema, não falo absolutamente nada em espanhol, mas consigo me virar bem com o inglês. Você acha que dá pra ir assim, cru no espanhol? Adiantando que a viagem está programada para novembro, tendo tempo pra fazer um intensivão de espanhol até lá. Muito obrigado, abraço!

    • Eu nunca fiz aula de espanhol na vida, e achei muito fácil entender desde a minha primeira viagem para o Uruguai. Claro que essa dificuldade/facilidade varia muito de pessoa a pessoa, mas vai por mim. Não precisa de aula nenhuma não! Até porque todo o setor turístico tem prática em atender brasileiros e muitos sabem falar português. Abração.

  40. Gisele
    11/11/2013

    Olá Gleiber! Acabei de voltar do Perú!!! Ontem fui a Machu Picchu e resolvi dar uma “passadinha” aqui para dizer que achei tudo maravilhoso!!! peguei dicas valiosas no seu blog (muito obrigada!!) Realmente estar lá e ver tudo de perto é indescritível… também subi a famosa Huaynapicchu, SENSACIONAL!!!
    é muito cansativo, hoje estou quebrada mas vale a pena!
    enfim… é isso! Recomendo a viagem e também o blog Andarilhos do mundo para todos!!!! Um abraço! =)

    • Que legal, Gisele! Fico tão feliz quando alguém deixa um comentário como esse por aqui! Sinal que a gente não andou falando nenhuma bobagem, né? Abração!

  41. Thalita Mattos
    20/11/2013

    Nossa!!! EXCELENTES DICAS!!! Esta tudo muito bem explicado! Sera valioso pra mim! Obrigada!!!

  42. Gabriella
    21/11/2013

    Olá Gleiber, tudo bem?
    Você fez alguma conexão no aeroporto de Lima? Por acaso teve que pagar alguma taxa chamada ‘tuua’? Andei pesquisando num fórum de viagens e me falaram que precisava pagar essa taxa, de U$31 por pessoa na entrada! Obrigada pelas dicas, está me ajudando muito!

    • Olha, Gabriella. Eu passei pelo Aeroporto de Lima 4 vezes. Não tinha taxa nenhuma! Mas foi em Setembro do ano passado (2012)

  43. Walessa
    24/11/2013

    Olá!
    Pretendo fazer essa viagem Lima-Cusco-Machu Picchu no feriado de carnaval ano que vem que será em março mas nas pesquisas que tenho feito encontrei algo sobre período de chuvas. O que acha? E quantos dias acha suficiente para esse percurso?
    A propósito também sou mineira e me formei na UFU em Uberlândia..rss
    Adoro viagens e aventuras! Essa é uma que parece valer muito a pena!
    Obrigada pelas dicas, muito bom seu relato.

    • 9 dias é tranquilo. Tire 2 ou 3 para Lima e os outros 6 dias que faltam, dá para fazer um dos roteiro que sugiro naquele outro post. Conheço Uberlândia demais!!! Sobre as chuvas, é um risco que sempre se corre. Se tiver outra época para ir, ótimo. Se não, vai nessa época mesmo! Abração.

      • Walessa
        25/11/2013

        Valeu Gleiber!
        Ajudou bastante..
        Abraços.

  44. Mariana
    16/12/2013

    Gleiber, no site oficial, na busca que mostra a disponibilidade de compra do ingresso para Machu Picchu, o resultado é 0. Significa não haver mais vagas? Há outra forma de comprar? Fiz a busca para o período de julho/2014.

    • Deve ser algum problema no site, Mariana. Dá uma semana e tenta entrar de novo. Impossível estar esgotado para julho!

  45. Mariana
    16/12/2013

    Já tento há uns dias, vou continuar olhando! Muito obrigada, Gleiber. Ah, adorei sei blog, dá dicas valiosas. Espero fazer essa viagem em julho!

  46. Livia
    20/12/2013

    Ola Gleiber
    Estou chegando em Cusco dia 29/12 e gostaria de fazer o tour pelo Vale Sagrado no di 30/12. Que horario geralmente saem os tours? Irei ficar em Olanta e passar a noite la e pegarei o trem pela manha cedinho para Aguas Calientes. Gostaria de saber que horario o tour sai de Olanta? Daria tempo de visitar Moray? Se sim, como faco? Em Cusco tem cxs eletronicos do Banco do Brasil? Muito obrigada!

    • Oi Livia. Os Tours para o Vale Sagrado saem cedo (não me lembro se 8 ou 9 da manhã). E o tour sai de Olanta (rumo a Chinchero que você vai perder, mas ok… Nem é tão indispensável assim…) ali pelas 4-5 da tarde. Dá para pedir para algum taxista te levar em Moray sim (é relativamente perto) – combine bem o preço antes e pechinche!
      Não tem caixas do Banco do Brasil em Cusco não. Tem caixas eletrônicos ligados à rede Visa / Mastercard e que te permitem fazer saques usando a função débito desde que o seu cartão seja internacional e esteja habilitado para tal. Ligue antes na sua operadora.
      Abraços e boa viagem! Vai ser lindo!

  47. Lívia
    20/12/2013

    Obrigada pelas informações Gleiber, porém tenho mais algumas dúvidas rsrsrrs.
    Você acha mais viável que ao invés de deixar o tour em Ollanta devo seguir a Chinchero, pegar um táxi ali mesmo, ir até Moray e Maras e voltar pra Ollanta de táxi? Qual seria o valor justo que irei gastar com táxi? Daria tempo pra isso, pois vi que ficam abertos só até 18:00? Quanto ao city tour, é recomendável fazer no dia em que chegarei em Cusco?
    Obrigada mais uma vez!!!

    • Oi Lívia, sem dúvida ir a Chinchero e depois a Maras/Moray não dá tempo. Só dá tempo se você abandonar o grupo em Ollanta e mesmo assim acho que tem que escolher um: OU Maras OU Moray (prefiro Maras, viu?). Infelizmente, não tenho ideia do preço do táxi :(
      Sobre o City Tour, eu recomendo fortemente que NÃO faça no dia em que chegar em Cusco. Por causa da altitude, o primeiro dia é bom não programar nada (no máximo fazer uma caminhada leve).
      Se tiver mais dúvidas, não hesite em perguntar! Abraços.

  48. Lívia
    20/12/2013

    KKKK, a cada hora surgem novas dúvidas Gleiber, isso que pesquisei muito os blogs!!!!
    Acredito então que o melhor é fazer em outro dia o tour pra Chinchero, Maras e Moray né?
    Muito obrigada Gleiber, esse blog me ajudou d+.

  49. Augusto
    21/12/2013

    Li seu blog e vai servir de orientação para mim e minha família. Eu, minha esposa e meu filho de 08 anos. Como vocês não incluíram uma criança na aventura, vou procurar anotar tudo em mandar para vocês. Um forte abraço e muita saúde para muitas aventuras.

    • Oi Augusto,
      Legal vocês nos ajudarem. Muitas pessoas perguntam sobre levar criança a Machu Picchu e eu sempre digo que não compensa se for muito pequena. Agora, um guri de 08 anos deve aproveitar bastante!! Forte abraço e muito obrigado por nos visitar. Feliz natal!

  50. André
    27/12/2013

    Gleiber, sensacionais suas dicas! Tem me ajudado muito!!
    Vou ficar em Cusco do dia 09 ao dia 14/01.
    As passagens de trem, o ônibus em Águas Calientes, podem ser pagas em Soles?(Devo levar alguma quantia em dólar?) Pois já ativei meu cartão, para fazer saques em Soles, para poder economizar mais… (Por ser alta temporada, pra Machu Picchu consigo compra sossegado por lá, né? O que devo comprar é a passagem de trem antecipada?)
    Já o Boleto, pelo tanto de dias em que ficarei em Cusco é melhor eu pegar o de 130, né? A Carteirinha de estudante internacional, com ela consigo algum desconto?
    Obrigado desde já =)

    • Oi André,
      Vamos às dúvidas:
      - O ônibus em Aguas Calientes pode ser pago em Soles ou dólares. Fique tranquilo
      - Sacar em moeda local a partir do cartão de crédito em caixas eletrônicos é o meio que eu sempre uso para ter dinheiro no exterior. Acho prático, confortável e seguro.
      - A passagem de trem deve ser comprada antecipada sim, principalmente se você quer viajar num horário concorrido.
      - Pegue o Boleto completo porque você com certeza vai acabar querendo conhecer atrações por mais de um dia. Mas acho que estudante não tem desconto não… (se bem que não tenho certeza dessa informação, me conta o que você descobriu).
      Abração e boa viagem!

  51. Thiago
    09/01/2014

    Ei amigo, tudo bem?

    Estou interessado em realizar essa viagem, porém tenho umas dúvidas ainda. Pretendo basicamente conhecer machu picchu, portanto estou pensando em sair daqui em uma quinta-feira à noite e retornar no domingo. É possível fazer essa viagem nesses poucos dias?

    E tenho grande dúvida quanto ao dinheiro estrangeiro. Sei que existem locais de câmbio aqui no Brasil, mas eu preciso levar o dinheiro daqui ou é possível conseguí-lo no país de destino. É preciso levar dólares ou pode-se usar a moeda do país também? É a primeira viagem fora do Brasil que estou planejando, por isso tenho essas dúvidas rs. Sobre o dinheiro, é um pouco fora do propósito do post, portanto não se preocupe se precisar se aprofundar muito nesta questão, mesmo pq já ajudou bastante só com o texto.

    Obrigado e abraços!

    • Oi Thiago. Se é possível fazer Machu Picchu em 3 dias? Veja nosso post sobre esse assunto: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/11/como-montar-um-roteiro-para-machu-picchu/

      Sobre a grana, recomendo comprar dólares aqui no Brasil. A cotação Real x Dólar ou Real x Soles comprados lá no Peru nunca é muito vantajosa. Aqui você vai ter tempo de pesquisar bem antes de viajar. Com dólares na manga, lá você vai trocando esses dólares por Soles para os gastos pequenos, do dia a dia, onde os dólares não são aceitos. Sempre que puder pagar com seus dólares, pague (hotel, restaurantes e passeios turísticos podem aceitar esta moeda). Reais nunca são aceitos lá, então nem se preocupe em levar.

      E sempre é bom ter um cartão de crédito (ou tipo esses Visa Travel Money) como alternativa. Tente levar um, mesmo que não pense em usar.

      Abração.

  52. Laércio
    10/01/2014

    Olá Gleiber,
    Que época do ano vocês foram?
    Será que faz muito frio em Agosto?
    Seu relato foi o melhor que achei até agora!!!
    Abração.

    • A gente foi em Agosto, Laércio. Em Cusco até tem um friozinho, mas em Machu Picchu basta um casaquinho até as 8h da manhã. Depois é calor!!! Muito calor!

  53. jessyca
    14/01/2014

    muito obrigada, esse post foi incrivel e me ajudou MUUUUITO!!!!

  54. jessyca
    14/01/2014

    Uma dúvida:
    Vocês foram e voltaram no mesmo dia?!

    • Não! A gente foi num dia, dormiu em Aguas Calientes, fomos para Machu Picchu bem cedinho e voltamos de trem no final da tarde.

  55. vilma
    19/01/2014

    Adorei seu post e achei muito importante as dicas, principalmente para quem for planejar a viagem , por conta.
    Pretendemos (eu e meu marido) ir direto para Cusco (de 29/03/14 a 07/04/14) depois de ler o seu relato, pois parece que há muito que ver nesta região.
    A previsão de chegada é às 10:30h em Cusco e a idéia é irmos direto para Aguas Calientes-Machu Picchu e ficarmos uns 2 dias (29/03 a 31/03). Pelo jeito, no período da tarde, só tem trem de outras estações,certo? Tem idéia do preço de taxi até essas estações? Depois, retornamos para Cusco onde faremos a reserva do hotel de 31/03 a 07/04. O período é de risco, quanto às chuvas, mas..Vc acha que são muitos dias para ficarmos em Cusco? Seria mais proveitoso fazermos a rota por Lima? Pode me dar sugestões? Obrigada e um abraço!

    • Vou responder em tópicos, tá Vilma?
      1) Sim: trens para Machu Picchu (MP) partindo de Poroy só de manhã
      2) Não sei bem o preço de táxi, até porque você tem que negociar individualmente sempre e eu ODIAVA fazer isso.
      3) Acho 7 dias em Cusco EXCELENTE. Gostaria de ter tido esse tempo, porque amei a cidade. Mas vê se faz todos os passeios possíveis para poder curtir de verdade, né? Não tenha preguiça, hehehe
      4) Todo mundo AMA Lima, mas a gente gostou infinitamente mais de Cusco. Acho muito mais legal passar mais tempo em Cusco, portanto.
      5) Viu nosso post com sugestões de roteiro? http://andarilhosdomundo.com.br/2013/11/como-montar-um-roteiro-para-machu-picchu/
      Abração

  56. miyamoto
    22/01/2014

    Ola. Muito legal. Preciso de passaporte para viajar ? Uma moça disse q precisa apenas do rg
    Obrigado

    • Precisar não precisa, miyamoto. Mas todo mundo recomenda levar, facilita as coisas. Abraços.

  57. Leuci Walraven
    28/01/2014

    Gleiber, parabéns pelas dicas e pela disponibilidade em responder tantas perguntas. Para não fugir a regra lá vou eu com mais dúvidas. Eu e meu esposo vamos sair daqui de Fortaleza no dia 15 de maio de 2014 e ficamos ate o dia 18 de maio em Lima, pois no dia 18 de maio pela manha faremos a maratona de Lima. Depois iremos no dia 19 de maio para Cuzco no voo das 5:20 e chegando a Cuszo 6:40. Vc poderia nos ajudar em roteiro que incluísse a subida em Huayna Picchu. Pretendíamos fazer a trilha, mas não tem mais vaga para maio, então queremos ficar em cuzco ate o dia 23/05 ou 24/05 para em seguida fazer Puno/Lago Titicaca e ir até La Paz. Agradeço desde já. abs

    • Você viu o nosso post ensinando a montar roteiros em Machu Picchu e Cusco? Você vai ter 5-6 dias inteiros na cidade. Procure a sessão correspondente (roteiros para 5-6 dias) e já tem todas as minhas sugestões prontinhas.
      http://andarilhosdomundo.com.br/2013/11/como-montar-um-roteiro-para-machu-picchu/

      Se mesmo assim tiver alguma dúvida, não deixe de perguntar, hein? Com o preparo de correr a maratona, tenho certeza de que vocês vão tirar de letra o mal de altitude, então podem já fazer o City Tour de Cusco no dia da chegada (19/05). Abraços.

  58. Lusani Melo
    29/01/2014

    Olá! Parabéns pelo blog! Ele tem me ajudado muito na aflitiva missão de montar um roteiro em 5 dias…rsrssrs

  59. leuci Walraven
    30/01/2014

    Gleiber, vi o post com os roteiros e esta ótimo.Vamos seguir todas as dicas.Obrigada.

  60. Leuci Walraven
    30/01/2014

    Gleiber, obrigada. Vi os roteiros que estão propostos e escolhemos o de 5 dias. Vc acha que e melhor comprarmos a entrada para MP e Wuayna Picchu via internet? A guia que vcs contrataram foi para visita em MP? Quanto ela cobrou? Vou tentar fazer contato com ela.

    • Se vai para Wuayna Picchu TEM que reservar antes, pela internet SIM!!! Se deixar para a última hora, não vai conseguir vaga para Huayna Picchu (Huayna = Wuayna). A nossa guia cobrou 60 dólares para 2 pessoas das 6-10h em Machu Picchu, a propósito.
      Abraços!

  61. Leuci Walraven
    01/02/2014

    Obrigada Gleber. Abs

  62. Lusani
    03/02/2014

    Oi Gleiber, Vi o post sim e estou me baseando nele para montar meu roteiro! =)
    Tenho uma dúvida, qual o tipo de tomada que é utilizada lá? Achei informações diversas na internet e fiquei confusa..rs

    • Eu me lembro que não precisei de adaptador… Mas acredita que eu não lembro o tipo de tomada exatamente??? Acho que é aquela de 2 pinos redondos, mas não tenho certeza! Na dúvida, vi em alguns sites que lá pode ter tanto a tomada dos pinos redondos, quanto aquela tomada “americana”, que tem 2 pinos quadrados e mais o aterramento com um redondo. Leve adaptadores para esses dois tipos de tomada que não vai ter erro.

  63. Gabriel
    05/02/2014

    Olá Gleiber,
    Estou pensando em seguir a dica de dormir em Aguas Calientes.
    Vi você falando que dá para fazer o city tour pelo Vale Sagrado e descer do ônibus em Ollantaytambo para pegar o trem para Aguas Calientes. Minha dúvida é: eu perco alguma coisa do City Tour se descer do bus em Ollantaytambo? Ou esta cidade é a última parada do Tour?

    Grato.

    • Perde sim, Gabriel. Chinchero é a última cidade do tour e você vai deixar de conhecê-la se fizer esse esquema. Dependendo do horário do seu trem, pode nem dar tempo de visitar as ruínas de Ollanta, que são as mais legais do vale. Então se for fazer isso, pegue o trem mais tarde, tá? Abração.

      • Gabriel
        06/02/2014

        Valeu Gleiber…. e aqui entre nós, Chinchero é que nota de 0 a 10 na sua opinião? :)
        Perde-se muito se deixar de ir lá?

        • Chinchero: de zero a 10: 5. A gente visitou correndo, sem muita emoção. A igreja é linda, mas quase não deu tempo de conhecer mais nada. Então não teria feito lá muita falta.

          Mas as ruínas de Ollanta não dá para perder! Nota 9 em 10 (sendo 10 Machu Picchu!). Se for abandonar o tour em Ollanta para pegar o trem ali, nem pense em pegar o das 16h, que você perde Ollanta, o melhor do Vale Sagrado!

  64. Gabriel
    06/02/2014

    Ah, uma outra pergunta. Eu vou querer passar a noite em Aguas Calientes para chegar cedo ao parque – por isso tinha pensado nessa estratégia de descer em Ollanta.
    Mas digamos que eu faça o tour completo e volte para Cusco, e vá então no outro dia para AC. O problema é que não achei nenhum trem saindo final da tarde de Cusco para Aguas Calientes (só pela manhã).
    Achei trens saindo em torno das 16h de Ollanta, então penso que poderia pegar um ônibus de Cusco até Ollanta para pegar esse trem. Existe essa opção?
    tks

    • Existem ônibus sim, Gabriel. Excelente ideia a sua! Não há mesmo trens saindo de Poroy à tarde.

      O problema é que os ônibus por lá são meio confusos às vezes. Muita gente acha mais cômodo ir de táxi.

      Minha sugestão se achar salgado o preço dos táxis (lembre-se de negociar sempre e pesquisar preços entre mais de um taxista!): quando estiver em Cusco, vá no centro de informações turísticas e se informe bem de onde saem os ônibus DIRETOS. Tem uns “pinga-pinga” que demoram uma eternidade!

  65. Larissa
    07/02/2014

    Oi Gleiber,

    Muito legal seu post! Ajudou demais.
    Agora a dúvida que não quer calar: Queremos ir em grupo, porém um dos casais que gostaria de ir tem um filho de 01 ano e 6 meses. É muita loucura levá-lo? Ou se subirmos a Machu Picchu de ônibus e não subirmos em nenhuma das 2 montanhas é possível levar o pequenino?

    Tks

    • Possível é, Larissa… Mas que é uma loucura é, viu? Tem muitas escadas em Machu Picchu, tem que caminhar bastante. Se ele inventa de sair correndo é um perigo. Resumindo, não é recomendado.

      • Larissa
        08/02/2014

        Mais uma vez obrigada pela ajuda!!!!

  66. Leuci Walraven
    10/02/2014

    Gleiber, estou na mesma situação do Gabriel. Eu e meu esposo programamos para sair depois do almoço de Cusco para dormir em Aguas Calientes, mas não tem ônibus na parte da tarde. Pelo que você orientou Gabriel, fazer o tour pelo Vale Sagrado e ficar em Ollantaytambo perderíamos a visita de Ollanto e ficaria apertado. Tenho receio em ir de Ônibus e perder o trem. Quanto seria de taxi. Vale a pena? Se fossemos de Cusco pela manha e passar o dia todo em Aguas Calientes tem o que se ver? Realmente estamos confusos e não sabemos direito o que fazer.

  67. Leuci Walraven
    11/02/2014

    Complementando o questionamento anterior: Encontrei no site um horário de 19:00 saindo da estação Ollantaytambo. Você acha que este horário fica tranquilo para fazermos o tour pelo vale sagrado sem perder nada?

  68. Leuci Walraven
    13/02/2014

    Obrigada Gleiber, Vc sempre prestativo.

  69. ricardo vidal
    24/02/2014

    olá caro amigo
    gostaria que esclarecesse algumas dúvidas
    terei 10 dias disponíveis em junho deste ano (2014)
    será tempo suficiente para aproveitar bem a viagem?
    nesse período é alta temporada?
    7 mil reais é o suficiente para curtir tranquilo?
    não quero luxo, mas não quero passar dificuldades
    e o ideal é ir até rio branco no acre?
    e depois continuar a viagem?
    obrigado, no aguardo
    att
    Ricardo

  70. Thiagonunes
    02/03/2014

    Parabéns pelo blog!
    Acerca da compra de passagens pela Perurail, estou com uma dúvida: a ida a Macchu Picchu seria por Ollanto, logo a “estacion de salida” teria que ser pela estação de Ollantaytambo.

    No entanto, no site, para que estação de saída seja Ollanto, tenho que colocar no primeiro campo(o de cima) “MACHU PICCHU” e o de volta (segundo campo e abaixo) “Valle Sagrado>Machu Picchu”.
    Não entendi, o mais lógico para a viagem de ida e volta a machu picchu seria o primeiro campo(presumo que seja ida) aparecer “Valle Sagrado>Machu Picchu”, e não este termo aparecer no segundo campo ( o de baixo).

  71. Isadora Romero
    04/03/2014

    Bom dia.
    Sou estudante e eu gostaria de saber como faço pra comprar o ingresso dessa categoria. Alguns sites dizem que não dá pra comprar online, mas na página oficial parece que dá, se tiver um cartão internacional.
    O que eu faço?
    Obrigada.

  72. Luiza Chu
    09/03/2014

    Oi!!! a simulação de passagens na perurail está resultando em 300 reais por pessoa… é isso mesmo? ou será que estou errando nas escolhas? obrigada e parabéns pe

    • Ih Luiza, é por aí mesmo. Essas passagens não são baratas não. E com a subida do dólar…

  73. Betina
    11/03/2014

    Olá Gleiber, as dicas do blog estão sendo ótimas para a organização da nossa viagem. Quanto tempo se leva para visitar Machu Picchu? Vamos dormir em Aguas Calientes, mas a volta, no dia seguinte, é pelas 16:00. Pretendemos acordar bem cedo para assistir ao nascer do sol. Fiquei com aquela pulga atrás da orelha depois que vi em alguns blogs pessoas que pernoitaram 2 dias em aguas calientes. Agradeço a ajuda! Abraços.

    • Eu acho desnecessário pernoitar duas noites em Aguas Calientes. A gente visitou Machu Picchu das 07-10h e depois fomos fazer a trilha de Huayna Picchu. Nosso plano era ficar as ruínas até o horário de fechar, mas ali pelas 13h estávamos tão cansados que voltamos para Aguas Calientes. Simplesmente já tínhamos visto tudo o que tinha para ser visto. O nosso trem de volta era ali pelas 19h.
      Abraços.

  74. elisabete santiago
    17/03/2014

    Boa tarde,

    Estamos querendo muito conhecer Machu Picchu, eu e meu filho de 18 anos, que na data em que estou pesquisando completará 19 anos. Como será a primeira aventura nossa e teremos somente uma semana, queria saber como adquirir um pacote que envolva, hotel, passeio, saindo do Rio de Janeiro. Poderia nos ajudar?
    Obrigado,

    • Oi Elisabete,
      Olha… A gente não usou agência para fazer nossa viagem, então não temos nenhuma indicação que tenhamos utilizado. Mas a famosa CVC e a excelente Terra Mundi devem fazer viagens legais. Lá em Lima, chegamos a entrar em contato com a Lima Mentor, que foi quem nos vendeu os ingressos para Machu Picchu. Mas não tenho nenhuma referência além disso.
      Boa sorte.

  75. vivian costa
    25/03/2014

    Olá gleiber, ouvi dizer q estão limitando a entrada ds pessoas a machu piccho, e que já está lotado até setembro! Saberia me dizer se é verdade? Será q e mto arriscado chegar lá pra ver se sobra alguma vaga? ? Obrigada vivian

    • Olhei agora no site http://www.machupicchu.gob.pe/ e fiz uma simulação. Em abril há ainda mais de 2.400 ingressos disponíveis para todos os dias do mês, praticamente! Ou seja, minha dica é ir acompanhando o site e se notar que estão acabando os ingressos para os dias que você deseja, compre! Se não, pode deixar para comprar lá mesmo. Abraços.

  76. Tuany e Ricardo
    27/03/2014

    Gleiber,

    tira-me uma dúvida:
    comprando o ingresso 2G (10:00 – 11:00) para Machu Picchu + Huayana Picchu
    posso entrar nas ruínas antes das 7:00 para ver o nascer do sol e estar na entrada para Huayna Picchu até as 10:00… É isso? Ou entendi errado?
    Acho que to perdidinha…

    Obrigada.

    • É isso mesmo, Tuany e Ricardo!!! Inclusive, você poderá entrar para a trilha de Huayna Picchu a partir das 10h ATÉ as 11h (ou seja, se chegar depois das 11h, adeus!).

  77. Maíra S.
    05/04/2014

    Oi Gleiber, os posts de vocês sobre Machu Picchu estão excelentes! Têm me ajudado muito! Estou indo para lá em maio e vou fazer parte da viagem sozinha (Cusco e Machu Picchu) e depois vou encontrar uma amiga peruana em Urubamba. Também vou ficar num hotel bem chique, como concessão por ela estar largando marido e filhos em Lima para me encontrar ;-)

    Só que agora que me liguei que existe restrição para bagagem nos trens para MP… E de lá eu não volto direto para Cusco, vou para o tal fim de semana em Urubamba. No site da Peru Rail eles dizem que o máximo é mochila com 5kg. Vocês viram se há um controle rígido sobre isso? Será que não consigo embarcar com uma mala de bordo ou um tamanho maior que a mala de bordo?
    Muito obrigada!!

    • Eles não pesam a bagagem não Maíra, mas uma bagagem do tamanho de uma bagagem de mão de avião vai perfeita. Dica: nas estações de trem há bons maleiros para você colocar a mala se for o caso (pagos, obviamente). Você vai por uma estação e volta por outra? Porque aí o melhor seria você tentar usar a mesma estação para ida e volta e deixar as malas maiores guardadas (tipo Ollantaytambo).
      Boa sorte.

  78. Maíra S.
    07/04/2014

    Muito obrigada pela resposta, Gleiber! Com uma bagagem de bordo eu consigo me virar bem. Eu posso deixar a mala grande no hotel de Cusco, para pegar na volta, mas como vou ficar 2 dias em Machu Picchu e mais 2 em Urubamba antes de voltar para lá, seria difícil passar esses 4 dias só com 5Kg de mala! ;-)
    Ainda vou voltar muito aqui com as dúvidas que forem surgindo antes da viagem. Um abraço e boa semana.

  79. Olá Gleiber,
    Parabéns pelo site!
    Gostaria de uma opnião, ajuda sua. Eu e minha esposa estamos indo dei 15/05 e vamos fazer ( LIMA X CUSCO X AGUAS CALIENTES X PUNO.
    Acabei de comprar as passagens no decolar.com e fiz a escolha de comprar as passagens juntas. Rio/Lima | Lima/Cusco | Puno/Rio. Saiu muito mais barato comprar junto. (uma dica)
    Então, a minha dificuldade é entender o site, pois no exemplo que vc deixou so tinha o trem, e agora esta aparecendo trem + ônibus.
    estou ficando doido com isso já, pq é o seguinte:

    Dia 20/05 estaremos em águas calientes.(chegar aqui em AC é com o trem, é isso?)
    dormiremos

    Dia 21/05 Ir para Machu Piaccu.(de onibus) * esse trem mais onibus que aparece no site é isso? O trem de Cusco para águas calientes mais o trem para subir para machu picchu?

    dai vem a duvida mais uma vez… eu vou de trem para aguas calientes dia 20, vou ficar em aguas calientes e dormir,as passagens compradas juntas Train+Bus me possibilita de usar o onibus no dia seguinte?

    e a volta??

    Tenho que voltar para Cusco no mesmo dia. A passagem que eu compro agora é ida e volta?

    Dia 22/05 estarei indo de Cusco para Puno de Onibus. ainda preciso comprar a passagem. sera que posso comprar lá em cusco ou melhor comprar antecipado?

    Se poder me ajudar com essas duvidas se tiver entendido… rsrs ficaremos muito agradecido. Muito Obrigado.

    • Oi Alexandre,
      Desculpe a demora em te responder.
      Primeiro deixa eu explicar uma coisa. A estação de trem de Cusco, na verdade, fica bem na periferia de Cusco, longe demais do centro. Para ajudar as pessoas a chegar até ela (Poroy é o nome desta estação), a Peru Rail inventou essa novidade brilhante! Quando você quiser pegar o trem entre Cusco e AC, já vem incluído o ônibus que te leva do centro de Cusco até a estação de trem de Poroy, entendeu?
      Estando em Aguas Calientes (onde fica o final da linha de trem), você ainda terá que chegar nas ruínas de MP. O caminho é um morro bem íngreme. Dá até para ir a pé em cerca de 1:30h a 2:00h de caminhada. Mas aí tem um outro ônibus que faz só esse caminho (AC – MP ida e volta), uma mão na roda! Mas o ingresso tem que ser comprado numa bilheteria lá em AC mesmo (não está a venda em nenhum outro lugar)!
      Na hora de voltar, a mesma coisa. O ônibus para descer de MP até AC (a gente comprou os bilhetes ida e volta, lógico). Depois, trem de AC até Poroy (comprados pelo site da Peru Rail), e depois ônibus de novo de Poroy ao centro de Cusco, este último incluído quando vc comprou os tíquetes do trem. Entendeu?

      Você compra no site da Peru Rail o tíquete ida e volta sim.
      Para Puno, acho mais fácil comprar lá. Não precisa comprar pela internet não.
      Abração.

  80. Gilson
    15/04/2014

    Gleiber
    A ida para Machu Picchu não tem problema. Tem no site da Peru Raly, tem a combinação ônibus/trem de cusco direto dirteto para Machu picchu.
    Porém neste mesmo site da Peru Raly só existe volta direta para Cusco pelo trem mais caro. Os demais trens só voltam até Ollantaytambo . Tem transporte regular entre Ollantaytambo e Cusco ?
    Estamos chegando a Cusco em 19/05 e pretendemos fazer um bate-volta a Machu Picchu em 22/05.
    Abraços

    • Oi Gilson,
      Não sei como funcionam os ônibus. Deve ter, mas sempre me assustaram muito com o sistema de transporte rodoviário no Peru. Eu não quis arriscar. Mas o táxis funcionam. São baratos, mas você tem que negociar com eles. Você consegue sempre metade do que foi pedido no início.
      Abraços.

  81. Simone
    16/04/2014

    Olá! Ótimas as suas dicas! Uma dúvida…
    1)Consigo comprar o ticket to onibus que leva até a entrada em Machu Picchu pela internet ou em Cusco?
    2) consigo guia no Portal em Machu Pucchu? É indicado?
    3) Tirando a sexta q chego a Cusco e o dia do passeio a Machu Picchu ainda terei 2 dias em Cusco. Vale ir ao Vale Sagrado do Sul e as Salinas Maras?
    Muito obrigada!!!