Aguas Calientes – o portal para Machu Picchu

Aguas Calientes merece um um post exclusivo aqui no blog. Afinal, todo mundo que quiser chegar em Machu Picchu terá que conhecer esse pequeno povoado. Muita gente vai, inclusive, dormir uma noite por lá.

Aguas Calientes Praça Principal

Então, para que você possa se preparar de acordo, topamos o desafio de revelar a verdade nua e crua. Aguas Calientes não é um mar de rosas, mas também não é tão xexelento quanto possa parecer.

Afinal, o lugar tem até uma estação termal, né?

 

Não importa como você vai chegar em Machu Picchu, de trem ou por trilha. A verdade é que, em algum momento você vai ter que passar por lá. O trem, por exemplo, não te deixa dentro do Parque Nacional (onde as ruínas incas ficam), mas na estação em torno da qual nasceu Aguas Calientes. E se você veio à pé, provavelmente vai voltar de trem, ou seja: não tem jeito.

Aguas Calientes o rio

Também chamado de Machu Picchu Pueblo, o vilarejo tem irrisórios 1.600 habitantes e vive exclusivamente da exploração turística. A linha de trem é praticamente a sua única comunicação com o mundo e é em torno dela que o povoado se desenvolveu.

Aguas Calientes panorama

 

O que há para fazer em Aguas Calientes?

Quase nada. Do lado da estação de trem, há uma espécie de “camelódromo” com tendas de artesanato. São muuuuuitas lojas, mas muitas mesmo! E os vendedores ficarão no seu pé ao menor sinal de interesse, principalmente depois de perceberem que você é estrangeiro.

Aguas Calientes mercado de artesanias

No começo, isso me estressava, mas depois de falar “Não, obrigado” umas 50 vezes, a gente se acostuma.

Aguas Calientes comércio popular

Até porque, depois de se desvencilhar das lojinhas, é hora de atravessar o rio que vem lá da montanha para alcançar a “avenida” principal de Aguas Calientes, a avenida Pachacutec.

Aguas Calientes avenida Pachacutec

E aí, sim! Você falará “não, obrigado” mais umas 150 vezes, cada vez que passar em frente a um restaurante (ou em frente às casas de massagem!).

Aguas Calientes vista da beira-rio

 

Comprando Ingresso para Machu Picchu

Se você ainda não comprou o seu ingresso para o Parque Arqueológico de Machu Picchu, em Aguas Calientes está a sua última chance. Não há como comprar ingressos lá em cima, na portaria, viu? Portanto, você deve pegar o ônibus com o seu tíquete (e um documento de identidade) nas mãos!

Aguas Calientes centro cultural

Se você não comprou no Brasil, dá para comprar em Cusco. Se não comprou em Cusco, dá para comprar no Centro Cultural de Aguas Calientes, mas como o número de visitantes é limitado, não se recomenda deixar para fazer isso de última hora. Por acaso, no dia em que estávamos lá ainda tinha ingresso.

Aguas Calientes tarifas para visitar Machu Picchu

Quer dizer, ingresso para Machu Picchu. Reparem na plaquinha que os ingressos para Huayna Picchu (uma trilha muito popular e que fizemos) já estavam esgotados!

 

Onde se hospedar e onde comer em Aguas Calientes

Na verdade, como a cidade é minúscula, qualquer lugar que você escolher para se hospedar será bem localizado. O que varia aqui é o preço (e varia muito!). Só para citar uma pesquisa que eu fiz no site Booking.com, as tarifas podem variar de R$62,00 (Hostal Camino Real) a R$800,00 por dia (Hotel Sumaq)!

Eu sempre prefiro fazer minhas reservas antecipadamente. Mas muita gente só procura hospedagem depois de chegar lá (que coragem). Se quiser fazer uma busca de hotéis em Aguas Calientes, você pode usar o Booking.com (a gente ganha uma comissão, sabiam?)

Neste outro post, falamos sobre como foi a nossa experiência por lá no Hotel La Cabaña Machu Picchu. Adoramos.

Já sobre os restaurantes, a gente acabou pedindo dicas para nossos amigos blogueiros. Só que resolvemos ir na contra-mão do que indicou a Jackie do blog Viaje Sim e não fomos no Índio Feliz. A cara era ótima, o ambiente super descontraído, mas as coisas não saíram bem como havíamos planejado… (continue lendo, mais abaixo você vai entender o perrengue que tivemos lá!)

Mas então… Surpresa! Aguas Calientes tem gastronomia de qualidade! O Índio Feliz mesmo é um restaurante de cozinha francesa legítima!

Só que apesar das recomendações bacanas, acabamos jantando num outro lugar mais simples chamado InkaWasi. Não foi espetacular, mas também não foi ruim. No meio do jantar entrou uma banda cantando músicas folclóricas e depois passaram de mesa em mesa pedindo “donativos”. Não curti! Preferia que cobrassem couvert artístico, mas fazer o quê?

Aguas Calientes restaurante InkaWasi com música típica

No dia seguinte, os planos eram almoçar no Índio Feliz, mas infelizmente…

 

Ficando Doente em Aguas Calientes

Era de tardezinha quando chegamos de trem em Aguas Calientes e fomos direito atrás de um lanchinho, pois não tínhamos almoçado. Encontramos uma padaria “francesa”, cujo nome não me recordo.

O lugar parecia um portal para outra dimensão. Do lado de fora, aquela muvuca. Lá dentro, um pedaço da Europa perdido em plena América Latina. O dono até francês de verdade é! Os croissants estavam uma delícia e o café, impecável. Comemos uma parte ali dentro e embrulhamos para viagem umas baguetes de presunto e queijo para o dia seguinte.

Afinal, nosso plano era estarmos em Machu Picchu antes das 7 da manhã para passearmos em paz, sem ter que disputar espaço com muita gente. Ali pelas 10 horas da manhã, cerca de dezesseis horas depois de compradas, estávamos nós devorando as baguetes sobre o sol quente lá na trilha para a ponte Inca.

Gleiber, me diz uma coisa: Vocês tinham guardado os sanduíches no frigobar do hotel durante a noite, né?

Er… não… glup! Eu tinha me esquecido que não tinha frigobar no quarto. :(

Mas na hora não aconteceu nada. O cheiro estava até bom. Às 13h, quando já tínhamos descido da trilha de Huayna Picchu, percebemos que não tínhamos levado conosco água suficiente. Para quem queria evitar de pagar os preços indecentes da lanchonete que fica lá em cima, ficamos um pouco frustrados, mas tivemos que dar o braço a torcer.

Só para mim, comprei um copo de suco de laranja natural, 500mL de coca zero e uma garrafinha de água mineral. Virei TUDO de uma só vez! Sedento! O Sandro que bebe menos líquido do que eu sempre, não tomou toda a coca e nem a garrafinha de água dele.

Não sei se foi o monte de líquido ao mesmo tempo, se foi a altitude ou se foi o sanduba suspeito. Mas sei que passei toda a viagem de ônibus entre Machu Picchu e Aguas Calientes nauseado…

Para resolver esse pepino, só uma solução: um banho nas Termas! Né?

 

As Termas de Aguas Calientes

Sem ter nada para fazer até a hora do trem, resolvemos ir relaxar nas termas. Teríamos 4 horas de puro tédio, das 14h às 18h. Então achei que os nossos pés latejantes (por causa das trilhas) mereciam um descanso.

Aguas Calientes  entrada das termas

No caminho, antes mesmo de chegar na bilheteria (ingresso adulto: 10 soles por pessoa), tem umas tias que alugam roupa de banho e toalhas. O kit custou mais 10 soles (eu acho) e lá fomos nós sem pensar muito nas condições de higiene do que iríamos vestir.

Aguas Calientes subindo para as termas

Chegando lá em cima, além de um barzinho surreal, decorado por um artesanato muitcho louco, a gente é obrigado a guardar todas as coisas nos lockers e entrar na piscina só de roupa de banho e toalha.

Quando entramos na área das piscinas, o cheiro de enxofre terminou de destruir o meu estômago. A cor turva da água também deve ter contribuído um pouco, mas ainda assim entramos. Lá dentro, eu tentava “relaxar” enquanto pensava:

- Se me der uma vontade súbita de vomitar, será que vai dar tempo de chegar no banheiro?

Aguas Calientes as termas

A experiência foi péssima e o Sandro, que felizmente não estava passando mal, ia ficando mais apavorado a cada minuto.  Então resolvemos ir embora dali (ficamos uma meia hora, se muito). Trocamos de roupa e quase na hora de sair, achei que era melhor que eu tentasse vomitar de uma vez, em vez de ficar sentindo aquele desconforto todo.

Foi horrível! Mas ao mesmo tempo ótimo. Desci a rua com a sensação de que os meus problemas tinham acabado!

 

5 Dicas de Ouro para Águas Calientes

Muito mais do que dar uma sugestão de restaurante e falar sobre o hotel em que ficamos, aprendemos algumas lições de ouro.

1) Abasteça-se de água e de lanches (que não vão estragar) antes de subir

Sério! É muito caro deixar para comprar qualquer coisa na entrada do parque, em Machu Picchu. E dentro do parque, atenção, não há lanchonetes nem banheiros!

 

2) Se você vai pernoitar na cidade, é para acordar cedo

Não fique com preguiça e nem fique embromando de manhã. Seu objetivo é chegar nas ruínas antes de todo mundo para aproveitar o passeio com calma. Tem muito mais gente que você pensa fazendo a mesma coisa! Por isso, os hotéis servem café da manhã a partir das 05:00h e as lanchonetes estão todas abertas!

3) Valeu muito a pena contratar um guia exclusivo

4) Não fique em Aguas Calientes mais do que o necessário

Aguas Calientes trilhos

5) Não compre souvenirs em Aguas Calientes

Os artesanatos que estão a venda lá em cima são do mesmo tipo dos que você encontra em Cusco, ou nas cidades do circuito chamado Vale Sagrado. Só que em Machu Picchu, o preço de tudo é bem mais caro. Claro que, se você quiser dar uma força aos locais, vale a intenção.

 

 

E como terminou a história?

Morrendo de medo de ter que visitar o posto de saúde, resolvi comprar um Plasil na farmácia. Ainda bem que eu sabia o nome do princípio ativo, que é o mesmo em qualquer língua do mundo.

Eles vendem por unidade, então eu comprei dois comprimidos (foi baratíssimo). Logo depois de tomar o primeiro, a náusea foi recomeçando. Deitei no banco da praça (sem ter nada para fazer) e um guardinha veio me pedir para levantar. Afinal, é proibido dormir em bancos de praça no Peru, sabiam?

Aguas Calientes machu picchu pueblo

Então muito devagar, caminhei até o hotel e chamei o Hugo pela segunda vez no banheiro da recepção. Lá achamos onde eu pudesse ficar deitado, até que eu resolvi tomar o segundo comprimido. Não funcionou também, e eu ainda voltei ao banheiro mais uma vez.

Depois disso, a sensação ruim foi passando aos poucos. E depois de quase 4 horas sem fazer absolutamente NADA, entramos no trem. Na viagem, não consegui rir do desfile de moda que fizeram, nem da apresentação de piadas em trajes típicos andinos. Recusei o lanchinho, não tomei minha Inka Kola e só conseguia pensar uma coisa:

- Se me der uma vontade súbita de vomitar, será que vai dar tempo de chegar no banheiro?

Aguas Calientes inka kola

Mas no fim das contas, não vomitei mais, não tive diarreia e acordei no dia seguinte novinho em folha! Foi a primeira vez que adoeço em uma viagem, e espero que tenha sido a última!

Hotel-La-Cabana-machupicchu-Machu-picchu-ubicacion-localizacion-mapa-Cuzco-Cusco-Peru-directorio-hoteles-peru-Hoteles-baratosMapa extraído do site oficial do hotel La Cabaña Machu Picchu

SERVIÇO

Ônibus que liga Aguas Calientes a Machu Picchu
Preço: US$ 17,00 ida-e-volta ou US$ 12,00 cada trajeto
Horários: Primeiro ônibus às 05:30h e depois a cada 5-10 minutos.
Onde comprar: na parada de ônibus, veja o mapa acima.

Onde se hospedar: veja o nosso post sobre o hotel que ficamos, o La Cabaña

 

Banner Horizontal Peru

Quer ver mais post nossos sobre o Peru? Clique no banner acima, ou navegue nos links abaixo:

Resenhas de Hotel e Restaurante

Hotel Tierra Viva Saphi
Hotel Rio Sagrado – luxo no Peru
Hotel La Cabaña Machu Picchu

 

Machu Picchu

Como Chegar a Machu Picchu
E finalmente… Visitando Machu Picchu
Subindo Huayna Picchu

 

Cusco

City Tour em Cusco parte 1 – Catedral e Qorikancha
City Tour em Cusco parte 2 – Sacsayhuaman
Entenda o Boleto Turístico de Cusco
Batendo pernas em Cusco – devagarinho… 

 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:85
Posts Relacionados:
29
Apr
2013
85 comentários
  1. Jodrian Freitas
    30/04/2013

    Ótimo post, Gleiber
    Acrescentaria uma visita ao Jardim Botânico/Museo de Sitio – nada excepcional, mas que fica próximo a Águas Calientes e tem artefatos e conta a história da ocupação de Machu Picchu e a recomendação de não viajar na época das chuvas. A cidade é muito vulnerável a enchentes, como mostram as placas de sinalização com rotas de fuga.
    Grande abraço
    Jodrian

    • Eu vi alguma coisa indicando esse lugar! Eu já tinha até me esquecido, mas agora que você falou, veio à mente! Mas eu não conheci, não fomos até lá. #FicaDica para a galera! :)

  2. Fabio
    30/04/2013

    Também ficamos em Águas Calientes, adoramos a noite, muitos restaurantes legais, um clima gostoso pelas ruas, foi bem legal. Mas como vocês, acordamos bem cedo pra subir até Machu Picchu, afinal esse é o próposito de ficar por lá. Acabamos ficando com tempo livre no dia seguinte e também fomos nos banhos termais, rs. Sorte que a gente não estava enjoado. Mas gostamos de fazer uma caminhada pelo rio, no caminho para Machu Picchu, o caminho é cheio de flores e com as montanhas ao redor, foi legal mas nada imperdível. Vcs foram quando? Nós estivemos lá em setembro de 2012, fui comemorar meu níver por lá. Abs.

    • Estávamos lá EXATAMENTE em Setembro de 2.012! Estava tudo meio seco lá no vale sagrado, mas o clima em Machu Picchu foi perfeito. Subimos em 12 de Setembro, se não estou enganado… Com certeza eu teria curtido mais Aguas Calientes se não tivesse ficado doente por lá. Essas coisas que acabam interferindo na nossa opinião sobre o destino. Mas concordo que o clima por lá é super alto astral.

      • Fabio
        30/04/2013

        Subimos até Machu Picchu em 19 de setembro, quase hein? Mas é verdade, nosso estado interfere bastante na viagem. Eu estava bem tenso com os problemas de altitude (sou meio hipocondríaco, rs), mas ainda bem que passamos bem. Ótimo relato, Gleiber. Abs.

        • Rosane Brasil
          04/07/2013

          Pessoal estou indo a Cuzco em Novembro ficarei 5 dias, preciso de dicas de restaurantes e passeios.

  3. Juliana
    21/05/2013

    Gostaria de tirar umas duvidas.
    Quantos dias vocês acham que devemos ficar em Águas Calientes e quanto devo levar para essa aventura???
    Obrigada!

    • Em Águas Calientes durma só uma noite. É o suficiente para acordar cedo no outro dia e chegar em Machu Picchu antes da galera que chega de Cusco por excursão. O preço dessa viagem? Puxa… Aí você me pegou.

  4. Juliana
    22/05/2013

    Na verdade seria uma média!!! Gostaria de tirar outra duvida que não consegui ver em nenhum post. Qual meio de transporte seria melhor do aeroporto de Cuzco até o hotel? pois vou direto para cuzco e não para Lima.Obrigada!

    • O nosso hotel de Cusco oferecia o traslado grátis. Mas em geral a galera vai de táxi. Não há transporte público que preste no Peru (e o táxi é proporcionalmente barato).

      Quanto aos custos da viagem, Juliana, depende muito do seu perfil de viajante, por isso acho difícil fazer um orçamento “por cima”.

      Mas topando o desafio:

      Trem Cusco-Águas Calientes => 50-80 dólares cada trecho
      Ônibus Águas Calientes – Machu Picchu => US$ 18,50 ida e volta
      Ingresso a Machu Picchu => 128 soles
      Quarto para duas pessoas em Águas Calientes => De R$62,00 (Hostal Camino Real) a R$800,00 por dia (Hotel Sumaq)
      Quarto para duas pessoas em Cusco => De R$ 62,00 (Hostal Samani) a R$ 800,00 (Hotel Monasterio da rede Oriente Express)
      Táxi Cusco – Poroy => 5 a 30 soles cada trajeto (conforme a sua habilidade de negociação)
      Táxi Cusco – Aeroporto => idem

      O resto depende da sua disponibilidade para fazer passeios. Almoço / janta => orce o mesmo preço que está acostumada a pagar por aqui, para o tipo de refeição que pretende fazer. Se você quiser fazer uma viagem mais econômica e comprar lanches e alimentos de supermercado, é possível que saia ainda mais barato.

      Será que consegui te ajudar? :D
      Abraços

  5. Juliana
    22/05/2013

    Nossa se ajudou?? e muito!!!!
    Muito obrigada. :P

  6. Cristiano Moyses
    09/06/2013

    Boa noite.
    Vou para Cuzco no dia 24/08/13 e para Machu Picchu no dia 25. O trem que estou vendo na Perurail chega as 9h:52min em Águas Calientes.
    Dúvidas:
    1 – Vou no mesmo dia visitar o parque de Machu Picchu e pego o trem que sai as 17h:20min de Águas Calientes para Cuzco? Ou durmo em Águas Calientes para ir no outro dia ao parque?
    2 – Vale a pena ir Hayunna Picchu?
    2 – Se eu for no mesmo dia, da tempo de largar as bagagens no hotel e depois sair para o parque? Posso confiar na segurança das bagagens?
    3 – Na volta o trem para em Poroy. É tranquilo ir de lá até Cuzco no meio da noite?

    Muito bom os comentários!

    abraço

    Cristiano

    Read more: http://www.360meridianos.com/2012/11/comprar-entrada-machu-picchu.html

    • Olá Cristiano,

      Vamos às minhas opiniões:
      1) Dá para visitar Machu Picchu e voltar no trem das 17:20h sim. Pode ficar tranquilo. Só precisa dormir em Águas Calientes se você quiser ter a experiência de visitar o parque de manhã bem cedo como fizemos (e foi lindo…). A vantagem é que bem cedo está tudo mais vazio, o passeio é mais tranquilo, e o calor mais ameno.
      2) Se você for fazer o bate-e-volta, não compensa. Se for dormir lá para chegar bem cedo ao parque, daí dá tempo. Se vale a pena ou não, é melhor você ler o nosso post para ver o que acha: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/06/subindo-huayna-picchu/
      3) Táxi! Sempre! Nem cogite outra maneira. Daí será tranquilo sim.

      Se precisar de mais alguma coisa, é só gritar. Abração

  7. Rosane Brasil
    04/07/2013

    Pessoal, estou indo a Cuzco em Novembro e preciso de dicas de restaurantes e passeios.

    No aguardo

  8. Marcelle
    10/07/2013

    Oi, adorei as dicas! Estou indo para Cusco dia 09 de setembro e pretendo ir para machu picchu dia 12. O trem saí pela manhã, mas gostaria de dormir e voltar a Machu Picchu no dia 13 (para pegar de manhãzinha). Vale a pena? Eu só chego a Águas Calientes de trem?? Esse trem é muito caro, comprei a passagem para o dia 12, mas estava pensando em voltar de táxi. Há essa possibilidade?
    Abraço!

    • Olá Marcelle, você vai numa época parecida com a que a gente foi. Vale muito a pena chegar bem cedo às ruínas. Além de não ter muita gente para “disputar” as atrações, você pode ter a sorte de, como a gente, pegar o espetáculo de ver o sol adentrando o santuário! Lindo! E sim, você só chega a Aguas Calientes de trem ou a pé. :( Não há possibilidade de pegar táxi não. Veja o nosso post: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/04/como-chegar-a-machu-picchu/

      • Marcelle
        12/07/2013

        Obrigada, Gleiber, suas informações foram muito úteis. Parabéns pelo site!

  9. Jackie
    22/07/2013

    Menino, o q houve no indio feliz? Fiquei curiosa! Rs
    Bjs,

    • Então Jackie… Parece que o texto não ficou mesmo muito claro, né? A gente tinha programado de almoçar lá e foi quando eu comecei a vomitar e passar mal por causa do lanche de trilha. Então não almoçamos… :(

  10. Ricardo Alberton Fernandes
    23/07/2013

    Gleiber, boa tarde!

    Estou indo para Machu Picchu com mais duas pessoas. Gostaria do contato da gui de você (Dione, é isso?)pois não aparece aonde clicar para ver o contato dela no site. Vale a pena mesmo contratar um guia só para três pessoas? Qual o diferencial nisso? se a contratarmos com antecedência… ela pode incluir nos serviços a compra dos ingressos do parque? Enfim… agradeço pela atenção.

    • Oi Ricardo, você poder ver com ela isso de comprar os ingressos. Foi ótimo o serviço de guia “personalizado” porque o horário e a disponibilidade dela se adaptou à nossa vontade, não o contrário. Anota o email dela aí: dionela_29@hotmail.com

  11. Camila
    28/07/2013

    Olá, Gleiber!
    Estou planejando minha viagem pra novembro desse ano. Pode me ajudar em algumas questões?
    1-O preço de 60 dólares pra guia é independente do valor de pessoas? Pq estou indo com mais 5 amigos..
    2-Como funciona? A guia paga a entrada dela no parque com esse valor?
    3-Como foi de Cusco até até a estação de trem, que leva pra Águas Calientes? Taxi?

    Desde já, obrigada pela ajuda!

    • Oi Camila,

      1 – Isso você vai ter que conversar com ela diretamente. Esse preço ela cobrou para duas pessoas. Pode ser que para mais gente seja mais caro.
      2 – Como ela é credenciada, o acesso dos guias turísticos ao parque é livre
      3 – A gente pegou o trem até Águas Calientes em Ollantaytambo, porque passamos dois dias hospedados em Urubamba, no Vale Sagrado. O post sobre o lindíssimo hotel Rio Sagrado é este: http://andarilhosdomundo.com.br/2013/04/hotel-rio-sagrado-luxo-no-peru/ Do hotel à estação de trem em Ollanta fomos de táxi sim.

      Espero ter ajudado. Bjos.

  12. Érika
    31/07/2013

    Olá Gleiber, estou indo para o Peru em setembro deste ano com minha mãe. Planejávamos fazer todos os passeios de Cusco, Valle Sagrado e Machu Picchu em tour privado para aproveitar o tempo melhor, sem ter que seguir o tempo dos outros. Tentamos fechar isso com uma empresa que nos foi bem recomendada: 5 dias de passeios em Cusco + 1 dia em Machu Picchu com tudo incluído (guia turistico, transporte de ida e volta para todas as ruínas, boleto turístico, trem de ida e volta Cusco-Aguas Calientes, ingressos para Machu Picchu e Huayna Picchu, van de ida e volta Aguas Calientes-Machu Picchu). Mas, achei o preço que eles querem cobrar um pouco abusivo: 790 dólares por pessoa! Vc sabe algo sobre preço para este tipo de serviço. Obrigada. Beijos.

    • Olha… Honestamente… Não achei muito caro não. Se incluir hospedagem, tá justo! A gente fez tudo de forma independente, algumas coisas com grupos, outras em carro privado. Então fica difícil fazer um “orçamento”. Por alto, já teve gente que pediu um orçamento e a gente fez esta estimativa aqui:

      Trem Cusco-Águas Calientes => 50-80 dólares cada trecho
      Ônibus Águas Calientes – Machu Picchu => US$ 18,50 ida e volta
      Ingresso a Machu Picchu => 128 soles
      Quarto para duas pessoas em Águas Calientes => De R$62,00 (Hostal Camino Real) a R$800,00 por dia (Hotel Sumaq)
      Quarto para duas pessoas em Cusco => De R$ 62,00 (Hostal Samani) a R$ 800,00 (Hotel Monasterio da rede Oriente Express)
      Táxi Cusco – Poroy => 5 a 30 soles cada trajeto (conforme a sua habilidade de negociação)
      Táxi Cusco – Aeroporto => idem

      Por alto, esse só esse orçamento básico já sai 250-300 dólares por pessoa sem a hospedagem e sem os guias (nem os passeios). Se quiser, dá para negociar os passeios lá mesmo em Cusco. Provavelmente você vai conseguir mais barato. Claro, pegue alguém que o seu hotel indicar.

  13. Giuliano Lima
    09/08/2013

    Olá Gleiber,

    Estou indo a MP no próximo dia 19, e depois de muita pesquisa só tenho uma “dúvida” no seu caso q ficou em AC qual horario que as vans costumam voltar para de MP para AC, porque eu vou ficar no hotel lá na entrada das ruinas e acretido que quando as vans forem embora com 80% dos turistas ai sm vai começar minha verdadeira viagem espiritual nas ruinas sem muita muvuca, estou com um idéia correta? Pq vou visitar as ruinas de MP em um dia e no outro vou a HP, e depois disso volto pra Ac pra pegar o trem direto pra Cuzco!!!
    Seu post ficou bem legal!!!! abração!!!

    • As vans sobem e descem de AC para MP sem parar. É o transporte que todos usam para chegar até o parque. Não sei como é para os hóspedes do Sanctuary Lodge, mas creio que eles devam ter uma van exclusiva. Então, tipo, às 06h da manhã a primeira van sobe e depois de chegar lá em cima ela desce de volta para pegar mais pessoas. Depois desta vem a outra, e a outra e mais outra… Elas ficam estacionadas em fila lá em AC. Quando uma lota, começa a encher a próxima van. Devem ter umas 10-15 vans ao todo. Quando elas descem de MP para AC, trazem aqueles que já fizeram sua visita. No fim, o parque nunca fica completamente vazio. Porque sempre tem aqueles que são os primeiros a chegar de manhã cedo e sempre tem aqueles últimos turistas que pegam a última van depois do parque já estar fechado. Claro que o horário de pico é a partir das 10h até umas 16h…

  14. Heloisa Senott
    09/08/2013

    Olá Érika,sou de Porto Alegre e fiz um orçamento por aqui ,para ter acompanhamento e guia por lá tambem os boletos para entrada.Salgadissimo $800 por pessoa(hotel e passeios) ,Entao acabei fazendo eu mesma.Estou indo em setembro tambem 17 a 21.primeiro comprei os boletos para o parque ,deu certo vamos subir Huayna Picchu,deu trabalho ate descobrir o que era o visa verifieid ,mas com cartao itau dei certo.Ja fechei os hoteis tb 1 noite em Aguas Calientes e 3 em Cuzco ,os hoteis em torno de $70 para o casal.Hoje vou comprar o trem na perurail.Ate agora nao gastei $500 para nos 2.Ja andei fazendo as contas por alto cheguei a menos da metade do valor por pessoa.

    • Perfeito! Eu não sou muito bom em orçamentos, mas sempre vai sair mais barato quando a gente compra as coisas nós mesmos, né?

  15. Daniel Bernhard
    30/08/2013

    Caros blogueiros:

    Muito legais as dicas de vocês. Várias serão muito úteis para mim. Mas eu tenho algumas dúvidas: pretendo fazer como vocês sugeriram. Ou seja, dormir em Águas Calientes para subir bem cedo. Mas a minha intenção é voltar com o trem VISTADOME. É interessante? Há opções de horários nesse trem para voltar para Cuzco? Quais as dicas com relação a esse trem?

    • O Vistadome é um trem com janelas mais amplas que o expedition. Mas na prática, é praticamente a mesma coisa. Você já entrou no site da Perurail? Lá tem todos os horários para você pesquisar. Inclusive com os preços. Lembre-se: a estação mais próxima de Cusco chama-se Poroy. Clique aqui e veja todos os horários: http://www.perurail.com/es/destino-machu-picchu (em Espanhol). Se quiser, o site também pode ser acessado em inglês.

  16. Roberta
    11/09/2013

    Muito bons os posts do Peru! Acabei de voltar de lá e tô lendo com a maior saudade!

  17. fernanda
    16/10/2013

    Oi, gostaria de saber se tem onibus que vá de cusco a aguas calientes…
    nao encontro em lugar nenhum na internet…
    ouço falar que é em torno de 600 reais por pessoa ida e volta de cusco a machupichi, é isto mesmo?
    Enfim, contino querendo descobrir de ha onibus que faça o trajeto.
    valeu!
    otimo post!

  18. Paula
    16/10/2013

    Olá,

    Eu gostaria de saber quanto tempo demora o percurso entre Aguas Calientes e MP. Obrigada

  19. Joselita
    29/10/2013

    Os horários do trem saindo de que saem de cusco p AC são todos de manha. Então chegando lá tipo 10h da manha e querendo dormir lá, o que vc sugere: Ir no mesmo dia ou no outro dia? ou nos dois?Abraços

    • Durma lá e deixe o dia seguinte para chegar cedo em Machu Picchu e aproveitar o dia inteiro, se quiser. Marque o trem de volta para 17-18h que dá tranquilo.

  20. celio petro
    29/10/2013

    como reservar hotel em aguas calientes

  21. Joselita
    05/11/2013

    Gleiber,

    Não gostaria de levar dólar. Vc acha que posso sacar lá no aeroporto, na moeda de lá? o que me aconselha? Outra pergunta: devo comprar os ingressos p MP logo aqui pelo site ou chegando lá posso comprar nas agências? Não vou subir a grande montanha, cujos ingressos são menos.

    • Eu levei pouquíssimos dólares, Joselita. Pode sacar no aeroporto sim (foi o que eu fiz! Mas não faça como eu e esqueça o cartão de crédito dentro da máquina, tá?). Dá para comprar os ingressos para MP lá sim. Mas não deixei para comprar em Aguas Calientes. Compre pela internet (sem cartão de crédito), imprima a guia de pagamento (você tem um prazo curto para pagar depois de impressa a guia) e pague assim que chegar em Lima ou em Cusco, no Banco de La Nación.
      Vá olhando no site de venda de ingressos do governo de Peru a cada semana para ver o que há disponível. Se notar que estão acabando, compre logo!
      Abraços

  22. Joselita
    07/11/2013

    obrigada mesmo, vc me ajudou bastante. Estou indo dia 18 para cusco. Vc poderia me dá algumas dicas de roupas necessárias para eu levar? Vou passar 9 dias por lá. Estou pensando também em ir a Arequipa, pois penso que o tempo é suficiente para isso.

    • Sim. O tempo é suficiente sim. Arequipa deve ser linda! Leve algumas roupas para um frio de 10 graus, pois Cusco é sempre friazinha de manhã e à noite. Em Machu Picchu é sempre quente, um moletom é suficiente para o frescor da manhã.

  23. Amanda
    29/12/2013

    Oi Gleiber,estou indo em no começo de março de 2014 com meu namorado para Cusco… sabe me dizer se nessa época por lá está chovendo ou ainda é verão?
    Devo confessar que suas dicas são maravilhosas e me divertir lendo os seus post, pois apesar das dificuldades que você e seus amigos passaram vcs souberam levar com tranquilidade e bom humor. ^^

    • Oi Amanda,
      Ainda é verão em Março e pode haver chuvas sim, mas Março já não é mais tão chuvoso quando Janeiro ou Fevereiro.
      Abraços e boa viagem! Obrigado pelas visitas ao blog.

  24. Ricardo
    13/01/2014

    Olá, estarei indo a Cusco daqui alguns dias e gostaria de saber se só tem trem para Aguas Calientes de manhã ou se tem algum horário a tarde ou a noite, para não “perdermos” um dia de passeio em águas calientes.
    Desde já agradeço suas dicas.

    • Ricardo, você tem que entrar no site da PeruRail (http://www.perurail.com/) para ter uma informação mais precisa. Em geral, os trens que saem de Cusco (estação Poroy) saem só de manhã mesmo. Mas se você optar por pegar o trem em Ollantaytambo, há trens de tarde (rota “Sacred Valley -> Machu Picchu). Nós pegamos o nosso em Ollanta.

  25. Ricardo
    13/01/2014

    Gostaria de saber também se há como comprar ingresso para MP e já pagar com o cartão pela internet.
    Obrigado.

    • Tem jeito sim, Ricardo. Só que o seu cartão de crédito deve ser emitido por um banco que aceite um sistema chamado “Verified by Visa” (tem o equivalente para o Master Card, mas não me lembro como se chama). Resumindo, na hora da compra, você vai ter que digitar senha da conta e outros tipos de senha como se estivesse usando o Internet Banking. Um dos bancos em que isso funciona é o Santander (sei porque é o banco que uso), mas já o Banco do Brasil, por exemplo, não funciona.

  26. Solange
    19/01/2014

    Estou pretendendo ir a Machu Picchu em meados de fevereiro, mas há um aviso no site do governo peruano dizendo que o acesso de Águas Calientes a Machu Picchu está interditado, tendo que ser feito a pé, por cerca de uma hora. Você acha que a subida e a descida a pé é muito forçada ou dá para fazer numa boa? No percurso, os sintomas da altitude podem se intensificar?
    Obrigada.

    • JURA? Que péssima notícia. É um acesso muito íngreme e longo. Deve ser muito cansativa a subida. O problema não é muito a altitude, porque MP não fica tão alto assim. Se você vem de Cusco que é quase 1000m acima, nem vai sentir nada quando chegar em MP. É que é uma trilha longa e íngreme mesmo. Imagina ficar 1h subindo escadas! Mas se as chuvas interditam a passagem, paciência, né? :/

  27. Iara Mônica Tessaro
    23/01/2014

    Fui a Machu Picchu em janeiro de 2013 e pretendo voltar e fazer a trilha Inca em setembro de 2014.Estou em dúvida com relação às botas mais indicadas para o trajeto (marcas).

    • Pois é… Eu também não sou muito entendido no assunto, mas vou recomendar um blog que pode te ajudar nisso. Entre no http://www.territorios.com.br A dona do blog é minha amiga e já fez muuuuitas trilhas mundo afora. Tenho certeza de que ela consegue te ajudar. Abraços.

  28. Luis Carlos
    10/02/2014

    Gleiber, tudo bem? Fechei a viagem para Machu Picchu seguindo todas as suas dicas, até a Dione consegui de guia nos dias que estarei lá. Vou aproveitar o feriado de sexta-feira santa e 21 de abril. Me diz uma coisa, ao comprar os ingressos para a cidade, existe também a opção de incluir o museu. Vale a pena? Vocês chegaram a ir? Parabéns pelas dicas. De quebra, coincidentemente minha sobrinha vai para Alagoas e tb pegou algumas de suas dicas. Obrigado

    • Oi Luis Carlos, nunca ouvi falar dessa opção e nem sei qual é esse museu. Deve ser alguma novidade. Abraços.

  29. Dalison
    19/02/2014

    Gleiber,

    Pretendo ir em Junho para Cusco, minha duvida é a volta. Meu vou de volta sai de Rio Branco as 02:15 do dia 28 (sabado), sera que consigo sair de Cusco na sexta pela manha, e de alguma forma chegar para pegar o Voo ?? qual a forma mas rapida que voce me aconselha ?? aviao, taxi, ??

    • Não sei se é possível. Talvez de ônibus ou táxi… Mas acho que é muito longe. Não há voos que comuniquem as duas cidades, disso tenho certeza.

  30. Maria Lucia
    19/03/2014

    Oi Gleiber,
    Viajamos na semana santa, estaremos em Machu Picchu em 19/04. Será que ainda chove muito nessa época? Legal o seus posts do Peru. Amei!

    • Provavelmente não chova, Maria Lucia. Mas clima a gente não tem como prever 100%. Abração.

      • Maria Lucia
        21/03/2014

        Obrigado! tenho certeza de que não vai chover. rsrs

  31. Maria Lucia
    03/04/2014

    Olá Gleiber. Viajamos na Semana Santa proxima. Fiz uma reserva no Hotel Hatun Inti, que fica logo proximo à estação. Tem alguma informação desse hotel? Tenho visto em sites de previsao do tempo que ainda está calor em Aguas Calientes.
    Outra coisa, que lugares vc indicaria para tomarmos café à noite ou comermos sanduiches? O Toto´s house vc sabe se é bom para refeiçoes?
    Um abraço

    • Oi Maria Lucia,
      EStava olhando alguma coisa na internet (minha referência é sempre o Trip Advisor) e parece que tanto o Hatun Inti quanto o Toto’s house são legais. Eu não costumo me programar previamente para comer em viagens, curto muito “explorar” os restaurantes na hora!
      Abração.

  32. Maria Lucia
    05/04/2014

    Olá Gleiber. Viajamos na Semana Santa proxima. Fiz uma reserva no Hotel Hatun Inti, que fica logo proximo à estação. Tem alguma informação desse hotel? Tenho visto em sites de previsao do tempo que ainda está calor em Aguas Calientes.
    Outra coisa, que lugares vc indicaria para tomarmos café à noite ou comermos sanduiches? O Toto´s house vc sabe se é bom para refeiçoes?
    Um abraço

  33. Melissa
    23/05/2014

    Queria fazer uma pergunta….Qual é o ideal? Pegar o aviao do Rio para Lima ou direto para Cusco? Ficar a primeira noite em Cusco para aclimatização e conhecer a cidade, depois seguir para o vale sagrado e ficar hospedado em Aguas Calientes para passar o dia em MachuPicchu?

    • Exatamente, Melissa. Tente chegar em Cusco logo. O quanto antes melhor. Justamente para aclimatar-se. Deixe Lima para o final.E compre suas passagens Rio – Cusco para ida, Cusco – Lima para passar alguns dias na capital e depois Lima – Rio.

  34. Christiane Correa
    20/06/2014

    Olá Gleiber!
    Vamos ao Peru na semana do dia 05 a 12 de julho.
    Neste periodo gostariamos de conhecer Vale Sagrado, Machu Pichu e nos disseram para não perder de conhecer Puno.
    Nossa estadia será em Cuzco. (São Paulo – Cuzco – Sao Paulo).
    Qual sua sugestão? Pernoitar em Aguas Calientes ou retornar no mesmo dia?
    A viagem de trem a Puno é o dia todo. Você conhece? Vale a pena visitar? O que conhecer lá.
    Obrigada,
    Aguardo retorno pois vou fazer a reserva do trem na próxima seemana.

    • Oi Christiane
      A gente sugere pernoitar em Aguas Calientes para poder visitar Machu Picchu bem cedinho de manhã, antes dos outros turistas chegarem. A gente não conheceu Puno, mas ouvimos falar que é bem legal mesmo.
      Abraços.

  35. Rose
    23/06/2014

    Nossa UFA,amei seus comentários, muito precisos, não me resta nenhuma duvida pois estou indo pra lá… Quase cometi um equivoco de ficar em Águas Calientes por 3 dias.Obrigada pela dedicação e quanta dedicação ficou perfeito!!!

  36. Valdete
    09/07/2014

    Olá Gleiber,estou me programando para viajar nas férias de 2015,e gostaria de saber a quantidade de dias suficientes para conhecer Cusco e MP?

    • Oi Valdete. O mínimo, mínimo são 4 dias (bem corrido), mas uma semana está de bom tamanho. A gente ficou 10 dias por lá e foi ótimo.

  37. Guilherme
    21/07/2014

    Oi Gleiber, Blz? Estou indo para o Peru em Setembro com minha namorada. Ja reservamos hotel em Lima (4 dias)em seguida cuzco (4 dias) e nesse tempo em cuzco queremos subir para MP. Me dá umas dicas de preços de trem de Cuzco para MP e o que vc achar importante. Agradeço se puderes dar umas dicas, valeu.

  38. Luciana Bacellar
    01/08/2014

    Oi, Gleiber. Tudo joia? Vou ao Peru em setembro e estou montando meu roteiro seguindo as suas orientações (rsrsrsrsrs). Acho que vou me dar bem! Bom, mas me ajuda aqui: eu quero visitar Machu Picchu e Huayna Picchu. Pelo que li, não dá pra fazer em um dia apenas, correto? (seria muito cansativo e os horários dos passeios ficariam muito apertados, é isso?).
    Se for isso, a melhor maneira pra eu otimizar o tempo seria eu pegar o trem em Ollantaytambo à tarde para Águas Calientes e dormir lá para pegar o primeiro ônibus para Machu Picchu; dormir novamente em Águas Calientes para visitar Huayna Picchu no dia seguinte? É isso mesmo? Um abração, querido.

    • Oi Luciana
      Não!
      A gente foi a tarde para Aguas Calientes e dormiu lá. No dia seguinte fomos bem cedo para Machu Picchu para podemos visitar as ruínas antes da horda de turistas que chega às 10h da manhã. Daí, fizemos o nosso tour até as 9h com toda a calma, com o auxílio de um guia. Deu tempo até de caminhar até a Ponte Inca sozinhos, depois ir ao banheiro do lado de fora do parque, entrar de novo, etc. Às 10h entramos no portal para Huayna Picchu e fizemos a trilha. 13h estávamos prontos e cansados (porque a trilha é muito cansativa) e voltamos para Aguas Calientes. Poderíamos ter pegado um trem às 15h para voltar a Cusco, mas o nosso trem estava marcado para depois das 18h. Abraços.

  39. Viviana Hirata Arie
    30/08/2014

    Ola Gleiber, tudo bem?
    Parabens pelo blog, tem me ajudado muito a construir meu roteiro de viagem. Estou com problemas para comprar os ingressos de Machu Picchu, voce conhece alguma agencia para indicar? com a possibilidade de fazer a reserva, ou a compra e que eu pague la em Cusco pelas entradas? Vou ficar hospedada perto da Plaza de Armas. Meu problema eh com o cartao de credito, solicitei ao meu banco e ainda nao chegou, estou com medo de ficar sem os ingressos.
    abracos!

    • Oi Viviana,
      Entre em contato com a Lima Mentor. Eles atendem em Português e foi com eles que comprei o meu ingresso, via Pay Pal. Na época, os cartões de crédito não estavam sendo aceitos no site. http://www.limamentor.com/pt/ Abraços.

  40. Luiza Di Sessa
    04/09/2014

    Olá, Gleiber!
    Extremamente úteis suas informações, vou aproveitá-las bastante para fazer meu roteiro.
    Tenho somente algumas dúvidas: Já comprei os ingressos para Machu Picchu para o dia 17/10, sexta-feira (chego em Cusco no dia 14/10). Penso em sair de Cusco na quinta-feira logo pela manhã, porque quero aproveitar o tour pelo Vale Sagrado. Você sabe me dizer se há tempo para conhecer o Vale e ir à tarde de Ollanta para Aguas Calientes? Estou preocupada em comprometer o passeio por causa do horário do trem.
    Outra coisa que parece ser insignificante, mas que a gente só acaba se lembrando quando chega ao destino: há adaptadores de tomadas para nossas parafernálias eletrônicas?
    Não sei se ainda há tempo dessa informação para a Viviana Hirata, mas é possível comprar os ingressos para Machu Picchu pelo site do governo peruano, utilizando também o Visa Travel Money como forma de pagamento. Em casas de câmbio há essa opção, você carrega o cartão bandeira Visa com o valor e utiliza com função débito. Eu comprei por meio de uma agência, com cartão de crédito, porque quando selecionava a opção “estudante” para comprar o ingresso da minha filha, o site informava que só era possível fazer a compra em uma das agências que estão cadastradas no site.
    Então, no site http://www.machupicchu.gob.pe/, clique em “consultar” e depois em “agências”, e a lista de agências autorizadas aparecerão.
    Um abraço e obrigada desde já! ;-)

    • Oi Luiza!
      Como você já esclareceu suas dúvidas, vamos ao restante!
      Sobre adaptadores de tomada, eu sempre levo os meus, para não ficar dependendo dos hotéis. Se bem que todas as vezes que eu precisei, sempre consegui fácil (no hotel, ou para vender nas ruas, ou nos camelôs)
      Muito obrigado pela dica do Visa Travel Money. Eu não sabia que também dava!!! :)
      Abração.

  41. Luiza Di Sessa
    04/09/2014

    Ah, Gleiber! Estou “devorando” tudo o que você escreveu sobre o Peru, inclusive encontrei sua sugestão para quem vai para Aguas Calientes a partir de Ollantaytambo, e já esclareci essa dúvida do meu post anterior. Parabéns pelo post, valeu mesmo! :-D

  42. Alessandra
    04/09/2014

    Boa noite, adorei todas as informações sobre machu picchu. Mas comprei minhas passagens para novembro e li que não é uma época boa. Será que chove todos os dias? E a temperatura como deve ser? A guia fala português?
    Abraços

    • Oi Alessandra,
      A Dione fala português sim! E acho difícil chover todos os dias. Ser “época das chuvas” significa que é maior a chance de chover, mas não significa necessariamente que você vai ter uma viagem ruim. Se você não puder escolher uma data melhor, arrisque assim mesmo! Abraços

  43. Anderson
    13/09/2014

    Fala Geiger, estou em Aguas Calientes AGORA. Tem alguma chance de vc lembrar o nome da tal padaria “francesa” ?
    Jantamos hoje no Índio Feliz e eu estamos minha esposa estamos iguais ao índio. Que lugar bom estar após a comida boa!!!
    Abração