Pontos Turísticos de Oslo

Oslo não foi para nós um destino propriamente dito. A gente precisou passar por ela quando chegamos à Noruega e também antes de voltar para o Brasil. E querem saber de uma coisa? Parece que quanto menos expectativas você coloca em um lugar, mais ele te surpreende.

Oslo Noruega Opera House

No fim, acabamos dormindo 3 noites super agradáveis em Oslo. E saímos com uma impressão muito boa da cidade que respira ousadia e arte em todos os poros.

Bem, mas o que tem para conhecer em Oslo? Quais são os pontos turísticos que valem a pena?

 

Mapa dos Pontos Turísticos de Oslo

Preparamos um mapa para vocês verem como as atrações turísticas de Oslo estão incrivelmente próximas umas das outras. Dá para conhecer tudo à pé, exceto o parque Vigeland e os museus de Bygdøy.


Visualizar Oslo em um mapa maior

Mas todo o passeio por Oslo deve começar pelo mesmo lugar: a Ópera.

 

Oslo Opera House

A região portuária de Oslo até alguns anos atrás era decadente e muito perigosa. Na verdade, ainda há alguns bolsões de pobreza por lá… Mas o projeto de revitalização que vai até 2.020 está transformando a orla completamente.

Oslo Noruega Opera no Por do Sol

Por isso não estranhe as obras, os tratores, o barulho de máquinas e as ruas interditadas. Faz parte. E, definitivamente, a Ópera de Oslo foi uma daquelas ideias brilhantes. Dá para dizer que compensa visitar a cidade só para conhecer a beleza e a grandiosidade dessa construção.

opera de oslo no por do sol

Da mesma forma que a Torre Eiffel um dia já foi alvo de críticas, não são todos os noruegueses que curtem a ousadia da sua arquitetura. Se você olhar com olhos maldosos, é mesmo um baita elefante branco à beira-mar. Mas vou confessar que eu me apaixonei de cara.

Que coisa linda aquilo, gente!

Opera de Oslo Noruega

E não deixem de entrar na parte de dentro. Tem um excelente restaurante / bistrô por ali e muita gente fotografando as curvas e escadarias que levam até o palco e a plateia. Sabe que deu vontade até de assistir uma apresentação? Uma pena não termos tido tempo para isso…

Opera de Oslo por dentro

 

Pontos Turísticos de Oslo que visitamos

Bem, depois da Opera, todo o resto é resto… Brincadeirinha… O seu próximo passo é subir a Karl Johans Gate, um calçadão que comunica a Estação Central de Trem ao Palácio Real.

Oslo Noruega Karls Johans Gate

Precisa dizer que ali é o “point” daquelas lojas charmosas e de grifes mundialmente conhecidas? Não, né?

Seguindo por ela, logo você verá a catedral de Oslo do seu lado direito. Até simplesinha, a gente nem sentiu vontade de entrar dentro. Mas se você quiser tirar umas fotos e mandar para nós, a gente publica! :)

Oslo Noruega Catedral

Mais à frente, à esquerda, bem na parte onde a rua deixa de ser calçadão para ser rua mesmo, está o parlamento da Noruega. Um prédio circular e bonito, com entrada gratuita. Aproveitem porque tudo o que é pago em coroa norueguesa, dói forte no bolso.

Oslo Noruega Parlamento

Era inverno quando estivemos por ali, então bem em frente ao parlamento estava um lago onde as crianças brincavam de patinar no gelo. Imagino que o cenário deve se revestir de cores completamente diferentes no verão, quando as árvores ganham de volta suas folhas. Dá até para vislumbrar os jardins cheios de flores e as carrocinhas vendendo sorvetes.

Oslo Noruega Patinação no Gelo

Mas enfim, a gente viu foi tudo nevado mesmo. Ao menos a beleza da fachada do Teatro Nacional continua lá, firme e forte, independente da estação do ano.

Oslo Ao Vivo Teatro Nacional

E finalmente, no final da promenade, fica o Palácio Real da Noruega. Lá é onde vivem o rei e a rainha, assim como os outros membros da casa real. Parece que não dá para visitar o seu interior. :(

Oslo Noruega Palácio Real

No dia em que estivemos por ali passeando, estava tão frio, mas tão frio que a gente não se demorou muito ao ar livre. Até porque o parque verde do entorno do palácio não tinha nada de verde, mas era lindo assim mesmo.

Oslo no inverno - Slottsparken

Do palácio, rume para a zona portuária. Para não se perder, siga as torres marrons quadradas da prefeitura de Oslo. Antes da ópera, esse prédio todo quadradão gigantesco era a marca registrada da cidade. É lá onde acontece a cerimônia de entrega do Prêmio Nobel da Paz, todos os anos. E aproveite: outra entrada gratuita.

Prefeitura (Rådhus) de Oslo Noruega

E bem do lado fica o Nobel Peace Center. Não entramos, mas deve ser interessante ver as histórias da vida daqueles que ganharam o maior prêmio que um ser humano pode receber durante a sua vida.

Oslo Noruega Nobel Peace Center

Bem em frente da Rådhus (prefeitura), olhando para o mar, você pode escolher: ir para a esquerda e conhecer a fortaleza e o castelo Akershus;

Oslo Noruega Akershus Castle

Ou ir costeando pelo lado direito, passando pelo Shopping Aker Brygge, e conhecendo o novo bairro dos chiques e glamurosos até chegar no museu Astrup Fearnley.

Oslo Noruega Prática Shopping Aker Bryggen

Essa zona faz parte do processo de revitalização que comentei acima e é de cair o queixo. Dá para imaginar o luxo dentro dos apartamentos, cujos condomínios dão saída direito para o canal.

Oslo Noruega Arke Brygge

Já o museu, com sua arquitetura ímpar, abriga uma excelente exposição de arte contemporânea.

Oslo Noruega Museu Astrup Fearnley

Uma pena estar um frio de rachar no dia que visitamos essa região (-8 graus e VENTO!), porque deve ser um dos lugares mais gostosos da cidade no verão.

Oslo Noruega Zona Portuária

 

As Atrações Turísticas de Oslo que a gente não viu

Bem, como me justifiquei acima, a gente só usou mesmo a cidade como hub, entre um voo e outro. E por causa do frio intenso, deixamos de lado a ideia inicial de visitar os parques da cidade, que dizem ser lindos no verão.

O Vigeland Park, dentro do Frognerparken é um museu a céu aberto do famoso escultor norueguês Gustav Vigeland. Estão por lá nada mais, nada menos do que 212 trabalhos dele, em bronze e granito. Pertinho dali está o Museu da Cidade de Oslo, gratuito.

Outro lugar que deve ser muito legal é a península Bygdøy, que pode ser alcançada de ferry no verão (e de busão no inverno – linha 30). Lá ficam o Museu do Barco Viking, o Museu Folclórico Norueguês e o Museu Polarship Fram. São atrações que eu, com certeza, curtiria muito conhecer.

Essas duas regiões de Oslo (Frognerparken e Bygdøy) são um pouco mais distantes do centro. Você precisará de andar de transporte público para chegar lá. Veja o nosso post com informações práticas de Oslo para saber como se faz.

Durante a nossa visita, as fachadas da National Gallery (onde está o famoso quadro “O Grito”, de Edvard Munch) e do Museu Histórico (este gratuito) estavam em obras, cobertas de tapumes, então a gente passou batido… Uma pena. Ambos museus ficam bem na Karl Johans Gate, pertinho do ringue de patinação no gelo. Para quem gosta, tem ainda o Museu Nacional de Arte Contemporânea, atrás da fortaleza Akershus.

 

Pontos Turísticos que fomos, mas não gostamos

Claro que, na falta de uma programação mais objetiva, a gente acabou fazendo um passeio não lá muito divertido. No último dia, nosso voo para o Brasil saía só às 18 horas. Então resolvemos que dava tempo de caminhar um pouco, desde que não fôssemos para muito longe.

Oslo Noruega Arte ao Ar livreNa caminhada despretensiosa pelas ruas, até que achamos umas cenas legais para clicar…

Então fomos para a região chamada Grünerløkka. Løkka, mesmo! Passamos no meio de bazares árabes, praças cheias de mendigos e até um mercado de pulgas sinistro, até que chegamos no Jardim Botânico de Oslo (gratuito). E olhem só que lindo:

Oslo Jardim Botânico no Inverno

Ao menos aproveitamos para entrar no Museu de História Natural. O ingresso era baratinho (NOK 50 por pessoa) e dava direito a entrar em dois museus. Conhecemos primeiro o Museu Zoológico, com animais empalhados.

Oslo Noruega Museu Zoológico

E depois o Geológico-Paleontológico. Fica um de frente para o outro, e são atrações mais para crianças do que para adultos.

Oslo Noruega Museu Geológico

Até que para um dia light, as visitas cumpriram com o objetivo, porque não foram nada cansativas. Mas se você olhar bem no mapa, a gente caminhou muito mais do que tínhamos planejado.

Para quem gosta, por ali fica um museu exclusivamente dedicado a Edvard Munch.

 

Haja dinheiro para pagar todos esses ingressos…

O chato é que cada museu desses aí custam na faixa de NOK 70-100 cada adulto. Gente, se fôssemos visitar todos, custaria uma pequena fortuna. Então preferimos fazer a nossa visita panorâmica habitual mesmo, pagando ingresso apenas em uma ou outra coisa que interessasse mais.

Mas para quem quer ver tudo mesmo, talvez compense comprar um Oslo Pass, que dá entrada gratuita a vários deles. Faça as contas bem na ponta do lápis, pois o passe também inclui transporte público liberado. Para mais informações veja no site oficial do Visit Oslo (no momento, o passe de 24h está custando NOK 270. Salgado, né?).

 

Será que esqueci de comentar sobre alguma atração importante? Falei alguma besteira? Fiquem à vontade para usar a caixa de comentários aqui embaixo para soltar o verbo.

 

E para pesquisar o seu hotel em Oslo, vale a pena conferir o site do Booking.com. Reservando após clicar no nosso link, a gente ganha até 1% de comissão, gente! É uma merreca, eu sei, mas vai ajudar o nosso site a continuar vivo. Ajuda aeee!

 

E você quer saber mais sobre o que temos aqui no blog sobre a Noruega? É só clicar:

Dicas de Oslo – Informações Práticas

 

Banner Horizontal Andarilhos Boreais

Aurora Boreal

Em Busca da Aurora Boreal
Aurora Boreal: tudo o que você precisa saber
Como fotografar a Aurora Boreal

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:17
Posts Relacionados:
28
Mar
2013
17 comentários
  1. Michel
    04/04/2013

    Brother, irado hein? Um verdadeiro raio-x desse lugar irado! Assisti um documentário sobre a Oslo Opera House e alguns restaurantes esses dias e curti muito! Teus posts são tão completos que você coloca até os lugares que vocês não viram! :) Irado, sabe que sou fã!
    Abração e muita paz, Michel

  2. João Gabas
    01/08/2013

    Caceta! Eu to indo pra lá amanhã e simplesmente não tinha tido tempo de ver o que fazer em Oslo – comprei a passagem pq achei que o norte deve ser legal – rs! Seus 2 blogs sobre a cidade foram mega úteis – simples, diretos, bem escritos! Congrats!

  3. Andreas MM
    22/09/2013

    Gostei bastante do seu post, mas eu gostaria de saber quanto vale um NOK a moeda norueguesa em reais??? Obg…

  4. Estou pesquisando sobre Oslo, onde irei no final da semana e parece que a alimentação custa uma fortuna! Vocês conseguiram encontrar locais abordáveis?

    Agradeço desde já

    • Oi Milena! Então… A gente foi em padarias/lanchonetes, compramos sanduíches, nos viramos umas duas vezes comendo no Burger King da estação de trem. Nossa principal solução foi tomar um bom café da manhã no hotel. Beliscar no almoço ali pelas 14-15h (lanches e sandubas em Delis) e depois comer algo mais reforçado na janta. Mas restaurante mesmo a gente não encarou em Oslo. Em Tromsø, a gente até foi numa pizzaria (e era barata) e achamos um supermercado que vendia comida deliciosa ao estilo buffet! Eles colocavam numa vasilhinha plástica com talheres descartáveis / guardanapo. Foi só achar um lugar para se sentar e comer (e era BOM!)

  5. Lorena
    16/02/2014

    Olá! Adorei seu blog!! Posts bem direto e práticos..localizações, dicas..um achado!nEstamos indo pra Oslo daqui alguns dias e estamos cheios de dúvidas! hahah…nosso aeroporto é o Rygge…como vcs foram do aero pra cidade? alguma dica de transporte mais barato? Alguma dica de hotel (melhor custo benefício)?? Obrigadinha!!!

  6. Jéssica
    11/04/2014

    Oi Gleiber! Parabéns pelo post. Estou indo pra Oslo em Agosto, no verão :)
    Estou bem animada mas com medo de levar pouca grana… você sabe em média quanto tu gastou por dia entre passeio e alimentação?

    Abraços!

    • Oi Jéssica. Bote aí pelo menos 300-400 reais por pessoa por dia. Para transporte público, comida e ingresso a uma coisa por dia.
      Sério.
      Abração.

  7. Anilberto
    04/09/2014

    Você sabe de dizer se os estabelecimentos tem facilidade de aceitar cartões de credito , ou se aceitam outra moeda como Dólar Americano ou Euro ?

    • Oi Anilberto,
      Os estabelecimento jamais aceitam outra moeda! Só mesmo a coroa norueguesa! Mas há casas de câmbio por todos os lados. E cartão de crédito é aceito em TODOS os lugares, até em bancas de revista. Vá tranquilo.

  8. Cintia
    26/09/2014

    Olá! Minha irmã passou esse página para mim, e eu achei o máximo! Moro do lado da Ópera de Oslo em uma nova área chamada Sørenga. Faz parte da revitalizacao e é considerado um bom lugar para investir, assim como foi Aker há alguns anos. Para quem ficou tanto tempo, esse post está excelente! Passo pelo caminho que vocês citaram todos os dias porque levo minha filha na pré-escola que fica em Bislett.

    Parabéns! Como moradora de Oslo recomendaria essa página como guia a qualquer turista.

    Abraços.

    • Nossa Cíntia! Fiquei super feliz com o seu comentário. Porque ninguém melhor do que uma moradora do local para avaliar o nosso trabalho. E que bom que conseguimos fazer um bom guia da cidade. Abração, muito obrigado pela visita e pelas futuras indicações.

  9. Cintia
    26/09/2014

    Ops… quis dizer “para quem ficou tao pouco tempo”… heheheheh