Vulcão Pu’i – o mais nada a ver – Ilha de Páscoa

O vulcão Pu’i é daqueles lugares que você nunca vai ouvir falar em nenhum outro blog de turismo por aí. Aposto! Exclusividade aqui do Andarilhos do Mundo. Se descobrimos um segredo bem guardado da Ilha de Páscoa? Nada! Para começar, o lugar tem 300m de altitude e fica bem na beira da estrada, aos olhos de todo mundo.

Vulcão Pu'i - Ilha de Páscoa

E para encurtar a história, esse lugar não está nos guias turísticos justamente porque ninguém é louco de subir lá em cima!

Se bem que sempre há um louco para tudo…

 

Onde Fica o Vulcão Pu’i

Bem, se você sentir uma vontade louca de escalar um vulcão só para ver a ilha de Páscoa do alto, vou explicar onde fica Pu’i só para não correr o risco de você escalar justamente este! Ele fica bem no meio da ilha, exatamente do lado direito da estrada que liga Hanga Roa à praia de Anakena.

 isla-de-pascoa-wikipedia-cerro puiFonte: Wikipedia

Você vai passar do lado daquele imenso cocuruto e vai ver uma estradinha que leva em sua direção. Simples assim. E aí é que mora o perigo!

 

O que deu na gente?

A melhor pergunta seria: – O que deu em mim? Coitado do Sandro. Era aniversário dele e depois de termos já visto TRÊS crateras de vulcão em Teravaka, eu ainda tinha no meu íntimo o secreto desejo de subir TODOS os topos de TODOS os vulcões da Ilha de Páscoa.

Teravaka vista de Rano RarakuVulcão Pu’i no primeiro plano, Rano Raraku mais à direita e lá no fundo à esquerda, Poike

Sabe colecionador de figurinhas? Então…

A gente já tinha caminhado 4 horas e o plano agora era simplesmente esticar as pernas na praia de Anekena e, se tudo corresse bem, quem sabe até tomar banho de mar. Mas “No caminho para a praia tinha um vulcão / Tinha um vulcão no caminho para a a praia.”

“Ah Sandro… Vamos lá em cima? Só mais esse! Eu juro!”

 

A Família Maldita

Chegamos com o carro na base do dito cujo, e tinha uma trilha que visivelmente levava até o topo. O Sandro que já não estava nada afim, olha aquele negócio praticamente vertical e tenta racionalmente me explicar porque não faz sentido a gente perder tempo subindo a altura de um prédio de, sei lá, 60 andares!

Vulcão Pu'i e nosso carro

Mas só que tinha uma família descendo a trilha. Um casal e um guri de uns 6 anos. Perguntamos para eles se era muito íngreme ou perigoso. Eles disseram que a parte mais perigosa era a descida e nos aconselharam a voltar pelos fundos do vulcão, que era a parte menos inclinada.

“- Sandro, olha só, uma CRIANÇA conseguiu! Por que a gente não conseguiria?”

 

Subindo o Vulcão Pu’i

Então lá fomos nós. Levamos cerca de uns 40 minutos até o topo parando umas 20 vezes para pegar o fôlego de tão íngreme que era a coisa. Vocês não tem noção! Imaginem subir um prédio de 200m de altura de escadas, só que sem degraus! Se a gente escorregasse, era o abismo lá embaixo que ia segurar a gente. Sem choro, nem vela!

No topo do VulcãoNem parece que eu quase morri para chegar ali, né?

No início era mais tranquilo, mas quanto mais perto estávamos do topo, mais vertical e menos grama havia para apoiar os pés. A terra era arenosa, escorregadia, e tentávamos pisar nas raízes para termos algo mais firme como apoio. E, meu, não tinha AR!

Vulcão Pu'i - Capim - Ilha de Páscoa

Acho que só chegamos lá em cima porque descer era muito mais assustador do que subir. Sabe quando você está na beira de um precipício e não dá para olhar para baixo? Sempre em frente, porque não tinha volta. E quando chegamos lá no topo, ainda tinha aquela ventania do MAL!

A cratera do Vulcão Pu'i Ilha de PáscoaA cratera do vulcão Pu’i, exatamente igual às 3 outras já vistas em Teravaka

A gente se deitou na grama, porque ficamos com medo de não termos forças para ficar de pé e sermos atirados lá embaixo pelo vento. Ficamos ali jogados uns 15 minutos, eu acho, até termos coragem para seguir. Afinal, ainda tínhamos que achar um jeito de voltar!

 

Voltando para o Carro do Jeito Mais Difícil

O Sandro ainda quis descer até a cratera. Coitado, ele não tinha força para caminhar direito. Chegou lá e se jogou ! Era o próprio pontinho laranja no meio do gramado verde.

Vulcão Pu'i - gramado

E então demos a volta para achar onde era o tal do lugar que a família tinha indicado para a descida. Vimos uma parte com o solo descoberto, com a vegetação recém destruída por uma queimada. Foi por ali que resolvemos descer. Realmente era menos íngreme, mas definitivamente era mais escorregadio.

Descida do Vulcão Pu'i

Sei que chegamos na base sãos e salvos, com as calças e as botas sujas do carvão das plantas queimadas. Ainda tínhamos que dar toda a volta até alcançar nosso jipe. No fim, levamos quase uma hora e meia ao todo nessa brincadeira toda!

Que presente de aniversário para o Sandro, hein?

 

Mahana Tapati

Mas mesmo sendo uma indiada arriscada e totalmente desnecessária, pode ser que você vá até o vulcão Pu’i durante sua visita a Ilha de Páscoa. Não para subir lá no topo arriscando sua vida, mas para ver os Rapa Nui arriscando a deles durante o festival Mahana Tapati, que acontece todos os meses de Fevereiro.

Os caras não só sobem lá em cima como descem aquele morro em um tronco de bananeira, como se aquele precipício semi-vertical fosse um escorregadorzinho de brinquedo. Não sei nem se é legal de assistir. Depois de enfrentar aquele paredão, acho que eu ficaria com medo de que alguém se machucasse. E, meu, se alguém se machuca ali…

rapa nui descida no tronco de banana vulcão pu'iFonte: Panoramio, por Cadeac Bernard

 

O festival Tapati tem diversas atrações, não é só a descida de “Banana Boat” por Maunga Pu’i (vulcão Pu’i), não! Você pode conferir a programação 2013 no site oficial deles, há diversas atrações culturais e folclóricas.

 

Já ia esquecendo… Talvez até haja algum blog de turismo que fale do Vulcão Pu’i, mas tenho certeza que deve ser relacionando-o ao festival, não a uma subida a esmo para não se ver nada. Passeios inúteis e arriscados? Isso você só vê por aqui!

andarilhos do mundo banner ilha de páscoa

Mais posts sobre a Ilha de Páscoa, clique no banner acima ou navegue nos artigos relacionados abaixo:

Atrações Turísticas da Ilha de Páscoa

Dá praia na Ilha de Páscoa
Show Folclórico Rapa Nui com Jantar
Vulcão Rano Kau – o mais exótico
Vulcão Rano Raraku – o mais lindo

Vulcão Teravaka – o mais alto

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:15
Posts Relacionados:
12
Feb
2013
15 comentários
  1. HUhuahuauh, muito bommmm… eu fico imaginando a cara do Sandro, rsrs
    Mas poxa, até que foi legal, vai… é um perrengue colecionável. ;D
    Abs

  2. Virginia Lucia
    12/02/2013

    Sensacional! Morri de rir com o seu post. Eu sempre entro em furadas, mas nem sempre tenho coragem de contar. Abraços.

    • kkkkkk Depois que passa, só nos resta rir das furadas em que nos metemos. Se não a gente infarta antes dos 40! E adoro compartilhar esses “furos” de reportagem turísticos.

  3. Lidia Norte
    12/02/2013

    Hahuahauhauahua! Adorei! No fim das contas nem foi tão ruim assim, vai? É sempre bom ter um perrenguinho pra contar… Ilha de Páscoa está nos meus sonhos, mas ainda vai ter que esperar um tiquinho!
    Beijos,
    Lidia.

    • O perrengue valeu tanto a pena que aquela minha foto virou a foto de capa do meu perfil do Face. Para tudo na vida a gente tem que tirar algo de bom, né? kkkkkkk

  4. Edson Maiero
    12/02/2013

    Gleiber,

    Já marquei sua dica, se voltar a Ilha de Páscoa, mais uma vez NÃO vou subir neste vulcão.

    Abraço,

    Edson

    • Já pensou se acontece contigo a mesma coisa que aconteceu comigo? Vai que te desse uma vontade súbita de subir lá também… Agora você já sabe que não compensa… Abração companheiro!

  5. Fabio
    13/02/2013

    Puxa, me identifiquei. Recentemente tenho me controlado pra não arrastar meus companheiros de viagem para roubadas, mas é tão difícil. rs. Mas rendeu um ótimo post. Abs.

  6. Marilia
    14/02/2013

    Muito obrigada por partilhar sua experiência!!!!

  7. A primeira ideia que me atravessou o espirito (de porco, claro) foi a seguinte: pô, deve ser maneiro descer o morro da foto no estilo ski-bunda! Eu e os Rapa Nui temos a falta de noção em comum! Obrigada por subirem o vulcão e compartilharem com a gente essa empreitada!

    • Vai ver vc tem algum DNAzinho Rapa Nui escondido aí em algum lugar, hein? Na foto não parece, mas perto do topo o negócio é muito vertical!!! Sério! Eu não teria coragem NUNCA!

  8. Milene Faria
    16/04/2013

    Eu não subi este. Valeu pela dica! rsss