Sacsayhuaman – City Tour em Cusco parte 2

O City Tour em Cusco é um passeio tão popular e completo que resolvemos dividi-lo em dois posts para podermos explicar melhor do que se trata. Na parte 2, falaremos sobre os templos incas que estão na periferia da cidade de Cusco: Sacsayhuaman, Q’enqo, Pukapukara e Tambomachay.

city tour cusco sacsayhuaman andarilhos do mundo

Na parte 1 do City Tour em Cusco, falamos sobre as atrações que ficam no centro da cidade: a Catedral Metropolitana e o Sítio de Qorikancha. Vejam no nosso outro post.

E será que é legal visitar esses templos incas? Veja quais são eles:

 

Sacsayhuaman

Sacsayhuaman era o maior de todos os templos incas da cidade de Cusco, que era a capital do império. Fortaleza militar, palco de festas reais e templo ao Sol, impressiona pela sua grandiosidade.

Foi construído por pedras gigantes finamente polidas, o que demonstra seu valor como sagrado. Guarda a principal entrada para a cidade de Cusco, servindo para testar o valor daqueles que ousavam seguir em direção ao templo de ouro de Qorikancha.

O pátio interno, verdejante no tempo das chuvas e amarelento na época em que fizemos nossa visita, servia para as grandes celebrações.

city tour sacsayhuaman em cusco

Acredita-se que era um local dedicado para treinar os guerreiros incas e até hoje, ainda se celebra no local um festival chamado Inti Raymi: o culto inca ao deus Sol. O evento envolve declamação de poesias, disputa entre as escolas locais quanto ao conhecimento de seus alunos e alguns testes de proezas físicas entre adolescentes.

Realizado tradicionalmente em 24 de junho, no solstício de inverno, era quando os adolescentes incas passavam a ser considerados homens depois de provarem seu valor em diversos rituais.

city tour cusco ruínas de sacsayhuaman

Dá para passar uma hora e meia (talvez mais) pelo parque arqueológico, que tem uma extensão comparável à do Vaticano (e uma importância semelhante à sua época). Nossa excursão, apesar de contar com as boas explicações de um guia turístico, só deu 30 minutos para explorar o lugar.

city tour cusco panorâmica de sacsayhuaman

Obviamente, foi corrido demais para podermos visitar todos os pontos e fazermos as fotos que gostaríamos. Paciência… Tentamos fazer do limão uma limonada e aproveitar ao menos a vista panorâmica da cidade de Cusco, que era linda lá do alto.

 tour cusco vista da cidade

Uma das coisas mais impressionantes de Sacsayhuaman é imaginar como eles fizeram para transportar blocos de pedra tão grandes. E o pior: como talhá-los com tamanha perfeição para que se encaixassem tão precisamente uns nos outros.

city tour cusco encaixe das rochas sacsayhuamán

Uma pena saber que o colonizador espanhol fez questão de destruir tudo o que pôde para garantir o seu domínio sobre essa civilização.

 

Q’enqo

O nosso City Tour em Cusco seguiu morro acima até chegar no sítio de Q’enqo, o famoso refrigerador natural. Dessa vez, uma atração um pouco mais simples: apenas uma rocha talhada por dentro formando uma mesa cerimonial dedicada a sacrifícios religiosos.

city tour cusco q'enqo ou qenqo

Graças a suas características geológicas, a temperatura permanece praticamente constante em seu interior, mesmo com sol forte.

city tour cusco rocha de q'enqo

Os incas não se aproveitavam disso para se refrescarem, mas para efetuar seus ritos de mumificação. Q’enqo era considerado um portal para os reinos inferiores, dentro da mãe terra Pachamama.

 

Pukapukara

O tempo ia passando e a trupe começava a ficar com fome. Os diversos ambulantes vendendo bibelôs na saída de cada ruína ia atrasando os mais deslumbrados e a nossa guia ia ficando cada vez mais louca, com medo de não conseguirmos visitar tudo que estava incluído na programação.

Eram uns comprando milhos, outros querendo ir ao banheiro, outros perdidos negociando lãs…

Quando passamos por Pukapukara, pela beira da estrada, a Julia (nossa guia) simplesmente perguntou a todos se queríamos mesmo descer ou não, pois ali não havia nada de tão interessante. Ela deve ter ficado feliz quando todos concordaram em ter mais tempo livre numa lojinha ao final do tour.

city tour cusco pukapukara

Resultado: no meu Boleto Turístico de Cusco ficou faltando a marcação da minha visita a Pukapukara. Mas ao menos tivemos a oportunidade de fotografá-lo de longe.

 

Tambomachay

O último dos templos do City Tour em Cusco foi alcançado no cair da noite. Apesar de todas as atrações serem próximas umas às outras, a gente acaba gastando mais tempo do que parece. Ou seja, tire uma tarde toda e não perca tempo com bobagens, caso você resolva contratar um taxista para um tour privado.

city tour cusco tambomachay

Tambomachay é um templo dedicado às águas, um sítio de purificação, para descanso e com um incrível sistema de irrigação. Dizem que antes da destruição pelos espanhóis, havia um lindo jardim ali.

city tour cusco tambomachay grupo

Para aqueles que acreditam, beber da água de Tambomachay cura vários males. Mas atenção, homens devem usar a mão direita e as mulheres a mão esquerda. Senão pode ter efeito contrário, hein? #brinks

city tour cusco águas de tambomachay

É o ponto mais elevado do City Tour em Cusco (3.765m), e o friozinho aqui começou a pegar. Para aqueles que tem medo do mal de altitude, vale o alerta: do estacionamento dos ônibus até as ruínas há uma boa caminhada de uns 10 minutinhos ladeira acima. Nada muito íngreme, mas teve gente na nossa excursão que não encarou.

city tour cusco altitude de tambomachay

 

Vale a pena contratar o City Tour em Cusco?

Como eu disse na parte 1 do city tour, achei que pagar 15 reais por pessoa foi bem justo por um guia e transporte. Por outro lado, Tambomachay (o ponto mais distante) ficar a apenas 8km de Cusco, o que significa que um taxista faria esse passeio tranquilamente por 20-25 soles para um grupo de 3-4 pessoas, ficando a disposição.

O problema é negociar com os caras, o que sempre é um porre, na minha opinião. Porque obviamente eles vão cobrar o triplo do preço que vale a corrida, esperando que você vai pechinchar até ele fazer por menos. Isso tudo me irrita um pouco, mas se o seu orçamento estiver apertado, definitivamente compensará.

city tour cusco ruínas de tambomachay

Outra vantagem de subir de forma independente é a liberdade. Nós achamos muito curto o tempo em Sacsayhuaman e ficamos frustrados sem a marquinha “provando” que estivemos em Pukapukara. Por outro lado, as histórias contadas pela nossa guia foram inesquecíveis.

Outra dica para quem estiver de orçamento apertado e quiser contratar um táxi: você pode abrir mão do sítio de Qorikancha e da Catedral. Economizará uns bons 25 soles (algo entre 20-25 reais) e terá mais tempo para visitar as ruínas lá no alto mais tranquilo.

Há quem diga que dá para pular todas essas atrações do City Tour em Cusco, pois as ruínas do Tour do Vale Sagrado dos Incas são muito mais impressionantes. Mas na minha humilde opinião, só abra mão de Sacsayhuaman se estiver muito sem tempo.

 

Espero ter conseguido tirar algumas dúvidas, mas se tiverem mais, usem e abusem da caixa de comentários abaixo.

 

Quer pesquisar agora um hotel para ficar em Cusco? Vale a pena conferir o site do Booking.com. Reservando lá após ter clicado no nosso link, a gente ganha até 1% de comissão, gente! É uma merreca, eu sei, mas vai ajudar o nosso site a continuar vivo. Ajuda aeee!

 

Banner Horizontal Peru

Quer ler mais sobre o Peru? Clique no banner acima ou selecione um dos posts abaixo:

Peru

Andarilhos do Mundo no Peru
Série Andarilhos no Peru #AoVivo

 

Machu Picchu

Como Chegar a Machu Picchu
Aguas Calientes – o portal para Machu Picchu
E finalmente… Visitando Machu Picchu
Subindo Huayna Picchu

 

Resenhas de Hotel e Restaurante

Hotel Tierra Viva Saphi

 

Cusco

City Tour em Cusco parte 1 – Catedral e Qorikancha
City Tour em Cusco parte 2 – Sacsayhuaman e arredores
Entenda o Boleto Turístico de Cusco

Batendo pernas em Cusco – devagarinho… 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:46
Posts Relacionados:
18
Jan
2013
46 comentários
  1. Patricia - Turomaquia
    20/01/2013

    Concordo contigo, Sacsayhuaman é impressionante, e vale a visita. Acho ruim ir sem guia porque faz falta alguém explicando o que se vê, já que não tem nenhuma interpretação para o viajante independente 🙁

    • Acho que se eu tivesse um guia privado, teria sido ainda melhor! Afinal, o lugar é enorme. Dava para gastar umas boas 1:30-2:00 tranquilo, né? No fim, acho que a gente teve só 30min. No final era eu correndo (literalmente – com mal de altitude e tudo!) para alcançar a excursão e sendo atacado por um filhotinho de poodle!

  2. Laura
    24/03/2013

    Oi Gleiber!
    Muito legal saber a tua opinião!
    Estou indo para o Peru em maio e estou juntando o máximo de informações possíveis… Fiquei em dúvida quanto a uma coisa: as duas partes do city tour são feitas em apenas um turno? Ou é um turno para o centro de cusco e outro para os templos mais afastados?
    Vou ter um dia e meio na cidade e estou pesquisando se o tempo é suficiente para conhecer tudo por lá!
    Obrigada!
    Laura

    • O city tour TODO é feito numa tarde (a gente dividiu em duas partes só para o artigo não ficar muito longo, ehehehhe). Faz o city tour e está resolvido, conhecerá o restante no tempo que te sobrar. Mas lembre-se sempre de prestar atenção ao mal de altitude…

  3. Giovanna Wanderley
    07/05/2013

    Adorei as dicas,mas algumas dúvidas restaram rs. Estou fazendo o planejamento financeiro da viagem, escolhendo os lugares… reservei três dias e meio em Cuzco, para o mês de Setembro. Gostaria de saber se dá para fazer city tour, Valle Sagrado e Machu Picchu? Já abusando… vocês tem uma média de valores dos passeios? Em caso positivo, meu e-mail é giovannawanderley85@hotmail.com. Desde já, obrigada e parabéns pela riqueza de detalhes dos posts.

    • Vou deixar as respostas aqui, pois podem ajudar a responder as dúvidas de outros leitores também. Dá para fazer Machu Picchu em um bate-e-volta saindo de Cusco pela manhã e voltando no final do dia. Mas eu ainda gostei muito de dormir em Aguas Calientes para subir até as ruínas de manhã bem cedo, antes do sol rachar e todo a turistada invadir o lugar. O passeio do Vale Sagrado dura um dia todo. (aí já se foram 2 dias inteiro, portanto). E o City Tour dura só uma tarde. Ou seja, dá para fazer tudo em 3 dias e meio sim.

      Sugestão
      1o dia: aclimatação e/ou City Tour;
      2o dia Vale Sagrado OU Vale Sagrado ficando em Ollantaytambo, pegando o trem do fim de tarde para Águas Calientes e dormindo por lá;
      3o dia Machu Picchu (saindo de Cusco OU de Águas Calientes) e voltando para Cusco de tardezinha.
      4o dia: tempo livre ou City Tour.

      Preços: City Tour 15 dólares
      Boleto Turístico (serve para o city tour e para vale sagrado): 165 soles
      Vale Sagrado: 60 soles (com almoço)
      Tour Cusco – Machu Picchu em um dia: 240-270 dólares em agências locais

      Leia mais posts nossos em: http://andarilhosdomundo.com.br/destinos/america/peru/

  4. Luciana Abreu
    14/08/2013

    Oi Gleiber,
    Adorei suas dicas! Estou indo pro Peru em outubro, já tenho praticamente tudo agendado e pago, mas eu queria uma sugestão de agências de Tours pelo Valle Sagrado. Qual foi a que contratou? Tem os contatos?
    Obrigada!!

    • Pois é, eu combinei no hotel mesmo, eles tinham uma pessoa que vendiam os passeios… Então não peguei nenhum nome de agência específico. Mas acredite, lá há VÁRIOS!

  5. Isabela
    25/08/2013

    Olá, Gleiber, estou tirando váarias dúvidas aqui e agradeço muito por dividir suas experiências com a gente!! Gostaria de te pedir uma opinião…
    Ficarei em uma hospedagem em frente a Plaza de Armas e eles ofereceram o City tour por USD 10 (s/26) e o Valle Sagrado por USD 15 (s/45) e quando perguntei por taxi e guia privado, eis os preços que me deram: (02paxs a 04 paxs) Taxi por 04 horas para o city tours $25.000 + guia para os 04 sítios $20.00 dólares. Agora, taxi para o valle sagrado $50.00 (todo o dia) + guia para cada lugar $15.00 (pisaq, Ollanta). E quando perguntei, o hotel ainda assumiu que se os guias forem contratados nos próprios sítios seriam mais baratos. O que acha dos preços? Penso em contratar o taxi com o hotel e os guias nos próprios lugares. Abraços!!!

    • Isso é verdade, Isabela. Tudo o que você combina de antemão vai sair mais caro. Lá, no cara a cara, fica sempre mais barato pois dá para negociar com eles… Em cada sítio há vários guias na porta literamente “pedindo” para serem contratados. Os preços estão bem compatíveis, mas honestamente… Faça os city tours em grupo, não vai ter tanta diferença e sairá bem mais barato. Foi o que fizemos, pelo menos. Libera vocês do stress de ter que procurar guias em cada lugar. Eu, pessoalmente, acho sempre um tédio negociar preços. Abração.

  6. Gabriel
    17/02/2014

    Pessoal, muita gente perguntou aqui para o Gleiber qual foi o City Tour que contratou. Então, eu vou ficar no mesmo hotel que ele e consegui o contato: tierraviva@responsibletravelperu.com

    Mas… mas… como já foi dito, tudo que é de antemão é mais caro. Por esse e-mail, me orçaram US$ 17 p/p o City Tour e, pasmem, US$ 47 o Valle Sagrado. Vou colocar o descritivo aqui para quem tiver interesse, pois tem alguns diferenciais inclusos, como almoço no do Valle Sagrado… então quem quiser fazer com antecedência, fica o contato. Eu vou fazer lá na hora mesmo…

    This is the description of our Cusco City Tour:

    The Cusco City Tour normally starts between 13:00 and 13:30 and includes an English speaking guide, transportation and a pick up at your hotel. The following sites will be visited during the City Tour: the Cathedral at the Main Square, the Sun Temple (Qoricancha) and the archaeological sites of Sacsayhuaman, Qenqo, Tambomachay and the PukaPukara viewpoint.

    Cost: USD 17 per person (also including a donation to one of our social or environmental projects ($2 p.p.p.d. always included).

    Our Sacred Valley Tour is as follows (leaving every Tuesday, Friday and Sunday):

    It starts around 07:30 and includes an English speaking guide, transportation, lunch and a pick up at your hotel. Our tour goes in opposite direction to avoid large crowds at the sites and includes visits to RESPONSible places like fairtrade shops and an ecological restaurant.

    The following sites will be visited during our Sacred Valley Tour: Chinchero, Ollantaytambo, Calca and in Pisac you have the choice to visit its market or its archaeological site. Back in Cusco around 17:45.

    Cost: USD 47 per person (also including a donation to one of our social or environmental projects ($2 p.p.p.d. always included).

    • NOOOOSSA Gabriel! É bem isso mesmo. Acho que o mesmo valor que pagamos e tudo. Foi o tour que fizemos sim! Obrigado. Vou transferir as informações para os posts assim que der tempo. Só que o Tour do Vale Sagrado a gente fez na ordem inversa e não deu tempo de ir em Calca.

      • Guido van Es
        19/06/2014

        Oi Gabriel e especialmente Gleiber: muito obrigado pelos comentários! Sou o Guido, dono da empresa RESPONSible Travel Peru, somos os que trabalhamos com os hoteis de Tierra Viva. Fico feliz que você gostou dos tours que fez no Cusco: quero perguntar se podemos postear o seu blog no nosso Facebook? Acho que seria prático para muitos dos nossos viageiros brasileiros.
        Sobre os tours: são o mesmo preço, se você compra antes ou quando já chegou em Cusco. Só os passeios a Machu Picchu podem mudar: esses dependem muito da disponibilidade de trens… Sempre é melhor comprar esses tickets com antelação.
        De resto: muito de acorde com os seus comentários. Qualquer coisa, pergunta, informação que você pode querer é só perguntar, OK?
        Um abraço e talvez até uma próxima vez!
        Guido

        • Oi Guido. Adoramos os nossos tours em Cusco sim! E principalmente da hospedagem no Tierra Viva (indicamos sempre por aqui). Pode indicar nosso blog sim! Com certeza. Abraços.

        • Ruan
          14/03/2016

          Caro Guido Van Es, acabei de lhe mandar um email, gostaria de fazer esse mesmo tour – aguardo seu retorno, estarei em cusco no próximo dia 26.
          Gleiber, muito obrigado por mais essa dica – estou seguindo a risca seu blog!! 🙂

  7. Lusani Melo
    04/04/2014

    Olá Gleiber!
    Voltei do Peru esta semana e só tenho agradecimentos a fazer, pois suas dicas foram mega preciosas.
    Confesso que ainda estou em estado de choque..rs.. Pois nunca conheci um lugar tããão bacana e com pessoas tão amáveis!
    Obrigada por tudo! 🙂
    Beijo.

    PS: caso queira, posso passar os preços atualizados dos passeios que fiz!

    • Lusani! Por favor, me passe os preços atualizados sim! Tanta gente me pergunta e eu tenho uma baita dificuldade em dar “orçamentos” das coisas. Saber preços atuais iria ajudar muito! E que bom que você tirou um tempinho para deixar aqui o seu depoimento. A gente fica todo bobo!!! Obrigado!

  8. Deize Manduca
    19/05/2014

    Estamos indo a Cusco, eu e meu marido Gilberto; em agosto saindo 22 e retornando 28. Se for possível vc enviar ou avisar quando vai postar os preços que a Lusani Melo ficou de passar, agradecemos muito.
    Seu post foi o de melhor informação que encontramos, muito obrigada por seu empenho.

  9. Veronica Berman
    22/05/2014

    Estou indo para o Peru agora em junho! Iremos passar 12 dias por lá. Quero aproveitar muito a energia daquele lugar. Poder deitar na grama e sentir o lugar. Depois volto aqui e conto como foi. Amei suas dicas. Obrigada!!!!

  10. Airta
    28/07/2014

    Olá Glauber, pretendo viajar em outubro e suas dicas estão me ajudando a montar o roteiro da viagem! Muiiiiiito obrigada!
    Mas queria tirar uma dúvida, vou passar 6 dias em cusco, mas o primeiro e o último dia só meio horário e quatro dias completos. Ai estava pensando no primeiro dia fazer a aclimatização e no segundo dia queria fazer algum passeio antes de pegar o trem pra Aguas calientes, o que vc sugere? City Tour em Cusco ou vale sagrado???
    Obrigada

    • Oi Airta
      Se você tem o dia inteiro livre, faça o Vale Sagrado, porque é mais completo e muito legal.
      Mas se você só tem meio dia (porque o trem vai sair no meio da tarde, por exemplo), daí tente combinar um city tour pela manhã. Parece que em geral eles são feitos de tarde, mas talvez você consiga alguém que acerte os horários conforme sua necessidade.
      Abraços.

      • Airta
        31/07/2014

        Pensei assim:
        1- aclimação (tarde)
        2- city tour e trem para Aguas Calientes
        3- Machu Picchu
        4- Vale sagrado
        5- Vale sagrado do Sul, maras e Moray
        6- Museus (manhã)

        Obrigada!

  11. Tânia Rios
    24/09/2014

    Pelo que vejo precisa perna para tudo isso. Quanto tempo você leva para subir essas escadarias? O ônibus ou taxi para perto dos locais? Como tenho 62 anos e o joelho mais ou menos, estou preocupada. Vou em outubro para o Peru…

    • Oi Tânia,
      Não há táxis nem ônibus nas atrações menores, só em Sacsayhuaman, que eu me lembre. Mas quando você contrata os táxis em Cusco, eles ficam esperando a sua visita e continuam contigo durante todo o itinerário. Mas há bastante escada sim. Você não precisa subir todas elas, então é difícil calcular o tempo que levaria para cada atração. Pense que vai levar uma tarde para o City Tour inteiro.
      Abraços.

  12. esther
    08/10/2014

    Olá. estou querendo mochilar para o peru sozinha.
    tenho algumas duvidas.
    1- vale a pena fazer o tour do vale sagrado e o city tour?
    2- vale a pela ir para Ollantaytambo e voltar a cusco e ir outro dia para machu pichu?
    3- como funciona o boleto turistico de cusco? é possivel chegar aos locais a pé do centro de cusco?

  13. Naira
    26/02/2015

    Oi Gleiber, cheguei hj em Cusco, estou seguindo suas dicas, adorei o hotel Terra Viva Cusco Saphi.
    Favor passar contatos da guia Julia (para passeio em Cusco), e outros guias q vcs gostaram, vou seguir o seu roteiro Vale Sagrado etc…
    Abraço
    Naira Bergo

    • Oi Naira,
      Infelizmente não tenho os contatos, eu perguntei na recepção mesmo daí e eles indicaram.
      Abraços.

  14. Elizabeth Gonçalves
    09/03/2015

    Adorei sua página. Obrigada pelas orientações.
    Irei p Cusco em maio deste ano e gostaria de saber a temperatura média deste mês.
    E o remédio Soroychi Pills (para o mal de altitude) vende no aeroporto de Lima ?
    Caso afirmativo de devo tomar logo este remédio antes de passar mal ?
    Agradecida
    Elizabeth Gonçaves

    • Oi Elizabeth,
      Tem um site em que você pode conferir as médias de temperatura de um lugar. É o BBC Weather: http://www.bbc.com/weather/3941584 Lá você pode ver (embaixo, no gráfico), que em Maio, a média das mínimas é 2°C e a média das máximas é 21°C. A média das chuvas é 15mm.
      De nada!

  15. Rubens
    16/04/2015

    Gleiber, tudo bem? Espero que sim.
    Não notei qualquer informação a respeito, por isso quero lhe perguntar sobre a moeda.
    Temos que levar dólares, ou o nosso dinheiro é aceito normalmente lá?
    Adorei seu blog, tira todas as dúvidas que temos.

    • Oi Rubens
      Nosso dinheiro não é aceito jamais!
      O melhor é comprar dólares aqui e levar. Lá, você pode ir trocando de dólares para Soles (a moeda peruana) à medida que for precisando de Soles. Dólares só são aceito por guias turísticos, alguns hotéis e raros restaurantes.
      Abraços.

  16. Sarah Maciel Silva
    28/05/2015

    Olá, GLeiber! Todos os seus relatos sobre o Peru estão sendo de grande valia para minha programação. Muito obrigada!
    Só gostaria de um conselho: estou indo fazer o passeio com meus pais e minha irmã. Pensei se a melhor escolha para a visita do Valle Sagrado não poderia ser a contratação de um táxi e guias locais, pra poder ter mais temão de curtir as ruínas. No entanto, meus pais não estariam tão dispostos ou teriam o mesmo pique pra andar muito. Você acha mesmo os tours muito corridos ou valem a pena para o nosso caso?

    Outra coisa: não sei se é pela alta temporada que vou pegar ou porque já fazem dois anos do seu post, mas os preços no Peru estão nas alturas! Muito mais altos do que os que você mencionou em comentários. Mas vai valer a pena!

    • Oi Sarah
      Os tours são corridos sim. Mas como tem guia turístico, eu gostei muito. É o tipo de coisa boa e barata. Com táxi + guia será melhor? Claro que sim. Mas vocês com certeza caminharão muito mais, sob uma altitude bem elevada.
      E sobre os preços, já fazem 3 anos da nossa viagem (por isso detesto colocar preços… o povo pede, pede, mas nunca vale a pena… hehhehe). O Real já se desvalorizou muuuuito de lá para cá.
      Abraços.

  17. Juliana
    31/05/2015

    Gleiber, tudo bem?
    Estudamos todos os seus relatos para montarmos nosso roteiro, valeu pelas dicas!!
    Vamos viajar em junho e ficaremos 9 dias. Como temos um tempo bacana, resolvemos incluir Puno no roteiro. Ficou assim:
    1º descanso
    2º City Tour
    3º Vale Sagrado Sul
    4º Chincheros, Salineras e Moray
    5º Pisac, Urubamba, Otta, Aguas Calientes
    6º Machu Picchu/Volta Cusco
    7º Cusco/Puno
    8º Puno/Cusco
    9º Cusco/Brasil

    Voce tem alguma sugestao?
    Obrigada! 🙂

    • Oi Juliana,
      A parte de Cusco e região ficou ótima. Será que o tempo em Puno ficou suficiente? Não tem jeito de fazer Puno/Cusco/Brasil no mesmo dia (ir de avião de Puno para Cusco antes do seu voo de volta ao Brasil)?
      Abraços.

  18. Welder Barros Ribeiro
    01/07/2015

    Olá, Gleiber, tudo bem? Primeiramente, meus parabéns pela riqueza de detalhes nas postagens.

    Vou viajar para Cusco em Janeiro 2016, infelizmente é o mês que posso, apesar de ser período de chuvas.

    Meu amigo e eu queremos adquirir o Boleto Turístico. Tenho uma dúvida que parece bobeira, mas realmente ainda não consegui resolver. No passeio “Vale Sagrado dos Incas” o transporte e guia já estão inclusos? E no City Tour? Você recomenda levar dinheiro a mais para algum desses passeios? Porque, pelo que li, apenas na Catedral e no Templo do Sol cobram pela entrada.

    • Oi Welder,
      O Boleto Turístico é um papelzinho que serve justamente como ingresso para os lugares. A catedral e o templo do Sol não fazem parte do boleto, por isso cobram ingresso a parte.
      A excursão para te levar para conhecer esses lugares é outra coisa, cobrada a parte. Geralmente incluem transporte + guia e, no caso do vale sagrado, você pode comprar com ou sem almoço. Depois de contratado o passeio e o comprado o boleto, leve dinheiro para souvenir, água, comidinhas. Só.
      Abraços.

  19. Luiza Morelli
    15/07/2015

    Olá,

    Nao entendi muito bem. quais os passeios valem a pena fazer em Cusco e em quantos dias?

    Obrigada!

  20. Ana
    09/08/2015

    Gleiber já li e reli seus post várias vezes. Estou indo em setembro. Estou super ansiosa com o tal soroche. Vou ficar o primeiro dia só deitada. Rssss

  21. Flavia Rondon
    13/10/2015

    Pukapukara, não tinha ngn marcando no boleto, então fique feliz. Realmente Vale sagrado é perfeito mas saqsayhuamán é algo impressionante! Foi minha primeira parada e é onde se diz “uau” . incrível imaginar como fizeram td isso. Simétria, peso, quanto tempo levaram, quem foram. É mistério puro! É inesquecível! Acabei de voltar de lá e já quero retornar!!!! Só uma informação a mais, o boleto turístico ainda custa 130 soles, o câmbio pior, 0.80 soles (melhor cotação ) por cada real. E ele vale por 10 dias. Qq pessoa q fique apenas dois dias já compensa compra-lo. Não há palavras que consigam descrever os sítios de Cusco. São perfeitos! Valem cada real gasto, cada dia sem fôlego! Vá devagar, diminua os passos, mas chegue até o top, pois vale a pena !!!!!

    • Oi Flávia,
      A gente fez meio corrido, mas concordo contigo, Sacsayhuaman (tudo, na verdade) é mesmo mágica.
      Abraços