A Estocolmo da Ana Regina

Hoje temos o prazer de apresentar mais uma convidada especial do nosso blog: uma colega de trabalho superquerida, gastroenterologista pediátrica. Ela esteve na Suécia no mês passado e mandou para nós suas dicas. Com vocês, a Estocolmo da Ana Regina:

troca da guarda estocolmo

Tive a sorte e o privilégio de conhecer a Suécia um pouco sob a perspectiva das pessoas que lá habitam. Fiquei em casa de parentes por 15 dias e pudemos viajar de carro, conhecer várias cidades pequenas e ver de perto o cotidiano das pessoas.

A impressão não pode ser melhor: trata-se de um país organizado, com uma beleza natural exuberante e que não parece sofrer (muito) os efeitos da crise que tomou conta da Europa.

 

Os suecos são pessoas extremamente educadas, que gostam da vida ao ar livre, de praticar esportes e manter contato com a natureza, assim como preservá-la. Não se assustam com o frio e costumam dizer que não existe frio excessivo, existe roupa inadequada.

A imensa maioria das pessoas fala um inglês muito claro, sem sotaque, muito fácil de entender, portanto a comunicação não será um problema.

Além de tudo isso ainda possuem uma família real!

 

Dicas de Compras em Estocolmo

Fui à Estocolmo de ônibus em três dias, dois para passeio e um para compras. Em relação às compras: a moeda corrente é a coroa sueca. Não costumam aceitar euros, mas é fácil realizar o câmbio ou utilizar cartão de crédito ou débito.

O forte da Suécia em termos de compras são as lojas de vestuário (é de lá a famosa H & M, presente em toda a Europa), de decoração (destaque para a IKEA, tradicionalíssima, onde se pode comprar absolutamente TUDO para a casa, desde as paredes até os objetos de decoração) e demais lojas de design (que é muito famoso), terminando com as de material esportivo, muito completas.

Os suecos são famosos pelo bom gosto e elegância, o que podemos ver nas ruas e nas lojas. As liquidações são famosas, tive a oportunidade de aproveitar a de meia estação (outono-inverno) e os preços realmente valiam a pena.

Estocolmo - Suécia

Estocolmo possui 84 museus, alguns imperdíveis. Devido ao pouco tempo tivemos de escolher a dedo as opções.

 

Parque Skansen

Skansen, situado na zona portuária é um parque imenso, fundado em 1891 por Artur Hazelius e é uma mistura de museu a céu aberto (modalidade comum na Suécia) com zoológico e aquário. Existe também um zoológico com pequenos animais, dedicado às crianças.

O museu a céu aberto é uma aglomerado de casas antigas (algumas foram transportadas para lá, outras já existiam e o parque se formou ao redor delas), com tudo preservado, inclusive com o staff vestido a caráter.

Entramos em uma casa e fomos recepcionados pelo funcionário com trajes de época, com lareira acesa, aquecendo água em chaleira de ferro, como se fosse no início do século XX. Pude visitar museus parecidos em outras cidades também.

O zoológico é enorme, com muitos animais, com destaque para os animais do hemisfério norte, como o alce que é considerado um dos símbolos da Suécia, os ursos (pardos) e as renas.

ursos no zoologico de skansen - estocolmo suécia

Há também um aquário bem grande, com muitos peixes tropicais, jacarés e várias espécies de macacos (inclusive o mico leão dourado). A entrada para o aquário é separada da do parque. Adoraria voltar a Skansen, pois a visita é bem demorada, o ideal seria um dia inteiro só para ele.

 

Museu Vasa

O museu Vasa é imperdível. Trata-se de um navio que foi lançado ao mar em sua viagem inaugural em 1628 e em seguida afundou (logo depois do lançamento, tipo foi pro mar e afundou!) e em 1961, ou seja, 333 anos depois foi resgatado!

Ele impressiona pela grandiosidade, por sua beleza e pelo excelente estado de conservação. Foram muitos anos de preparação (a madeira ficou muito tempo ainda submersa em água para evitar a desidratação) para depois poder ser remontado. Mesmo aqueles que não são fanáticos por navios (o meu caso) ou por história vão ficar impressionados. É impossível não prender a respiração quando o vemos pela primeira vez. Vale muito a pena o passeio.

 

Família Real e Castelos

Para finalizar, não poderia deixar de falar na família real, na cerimônia da troca da guarda e nos seus inúmeros museus e castelos espalhados pela Suécia. Sou um pouco suspeita, por ter uma simpatia nata por coisas de reis e rainhas, mais o fato da rainha Silvia ser brasileira, etc, etc.

A verdade é que adorei a troca da guarda (ainda não assisti a de Londres), o castelo real com as jóias da coroa e outros tesouros (pena que não podemos fotografar), mas principalmente o arsenal real, com uma coleção incrível de armaduras, armas e carruagens.

Havia outros museus, mas infelizmente não houve tempo. Também existem pela Suécia vários castelos que pertencem a família real e pudemos visitar um fora de Estocolmo (de carro), chamado Gripsholm. Um verdadeiro espetáculo, fica na beira de um lago lindo, com uma paisagem de calendário e ao lado de uma pequena cidade antiqüíssima, com uma Igreja apenas de 1624! Vale muito a pena, se puderem.

castelo de gripsholm em mariefred

Concluindo, a Suécia é um belíssimo país, que vale muito a pena ser visitado. Se não for por seu povo, por suas belezas naturais. Se for por isso, por sua história. Se não for por isso, por sua organização. Enfim, sempre teremos motivos para conhecer a Suécia, e no meu caso, já tenho mil motivos para voltar!

 

E aí, pessoal? Gostaram das dicas da Ana Regina? Tem mais sugestões de passeios em Estocolmo ou pela Suécia? Escreva para a gente ali nos comentários. E tem mais! Você também pode enviar para a gente o seu relato de viagem. Textos legais e fotos bacanas têm espaço garantido, desde que 100% originais.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:3
Posts Relacionados:
05
Nov
2012
3 comentários
  1. Rafael Carvalho
    05/11/2012

    Que lugar lindo, morro de vontade de conhecer! Abraços

  2. Ninowska
    11/11/2012

    Muy Lindo! Doy gracias a Dios por su visita y abrigo la esperanza de volverlos a tener en un futuro………..
    Un abrazoooo
    Familia Frutal

  3. Maria christina santos silva
    01/01/2013

    Adorei as dicas,pois no final do ano eume minha filha viajaremos para Suécia.