Roteiro em Foz do Iguaçu – #BlogTurFoz

Pense num lugar que é tão lindo, tão lindo, que foi eleito como uma das 7 maravilhas da natureza. Se você é como eu, até fica com vontade de fazer um roteiro em Foz do Iguaçu. Mas compensa se abalar até lá só para ver as Cataratas e voltar? Será que vale a viagem?

Antes de conhecer a região eu também tinha essa dúvida. Tanto que nunca colocava a cidade nos meus planos, achando que ia ser uma dessas viagem de fim de semana com preço de 10 dias.

Vista aerea das Cataratas do Iguaçu

Depois do #BlogTurFoz, vi que eu não sabia era de nada. A gente tem coisas legais para preencher 5 dias fácil, que você pode esticar para 7 (caso queira fazer com calma) ou espremer em 3 (para encaixar num feriadão). Foz e região tem talento para agradar gregos e troianos.

Bora? Todos os links do “Roteiro em Foz do Iguaçu” abaixo apontam para postagens que estão nos arquivos do nosso Blog. Ou seja, são relatos das nossas próprias experiências.


 

Primeiro dia

 

City Tour Foz do Iguaçu

Para ter uma noção geral da cidade que vamos conhecer, um City Tour é um bom começo. Você vai conhecer a história dessa jovem cidade e as lendas dos povos indígenas que a habitam há séculos. Descobrirá que há ali dezenas de etnias diferentes e uma linda mesquita, templo da segunda maior comunidade muçulmana do país. O final do passeio é no lindo Marco das Três Fronteiras, divisa entre Argentina, Brasil e Paraguai.

Marco das Três Fronteiras - Foz do IguaçuMarco das Três Fronteiras – Marco Brasileiro

 

Almoço na Churrascaria Búfalo Branco

Se você fizer o pacote com a Loumar Turismo, poderá incluir um almoço com desconto nessa churrascaria de altíssimo nível.  Charme bem brasileiro, atendimento de primeira, merece uma visita. Você vai me agradecer a indicação quando provar o chimichurri deles!

Churrascaria Búfalo Branco

 

Usina de Itaipu

Além de ser um monumento da engenharia humana, Itaipu surpreende por sua beleza, pelas áreas verdes e pelas opções de passeio. Reserve uma tarde para ficar com o queixo caído com sua grandiosidade e para brincar de atravessar do Brasil para o Paraguai e vice-e-versa. Escolha dois roteiros dentre as diversas opções:

Usina de Itaipu - topo da Barragem

Circuito Especial – 2:30h – Completíssimo, para conhecer a usina por dentro e por fora.
Test drive
Veículo Elétrico – 2:30h – Você é quem dirige em um veículo elétrico pela usina.
Visita panorâmica – 1:30h – Um ônibus turístico pelas áreas externas.
Refúgio Biológico – 2:30h – Conheça a unidade de proteção ambiental e diversas espécies.
Ecomuseu – livre – Conta a história de Itaipu e de sua preocupação ecológica.

Mirante do Vertedouro - Usina de Itaipu

 

À Noite – Mais Itaipu

Não perca a iluminação monumental de Itaipu à noite vista a partir do Mirante Central e, se for noite de céu estrelado e você estiver com crianças, vale uma visita ao Pólo Astronômico.

 

 

Segundo Dia

 

Cataratas do Iguaçu – lado Brasileiro

Eis a principal razão de se conhecer Foz do Iguaçu, não é mesmo? Nada melhor do que começar justamente com o lado brasileiro, para ter a visão panorâmica e completa do conjunto das quedas. É uma trilha emocionante, para molhar a alma com aquela névoa cheia de arco-íris. Dá para fazer a trilha principal em uma manhã sossegado.

Cataratas do Iguaçu - lado Brasileiro

 

Almoço no Complexo Porto Canoas

Dentro do parque nacional, há opções de almoço para todos os bolsos. Do restaurante buffet de gastronomia brasileira até fast food e lanchonete para a galera que não tá podendo gastar 40-50 reais por pessoa.

 

Parque das Aves

Deveria ser proibido ir a Foz do Iguaçu e não visitar o Parque das Aves. Um exemplo de preservação, cuidado e carinho com espécies ameaçadas de extinção e uma deslumbre aos olhos. O Parque é uma explosão de sons, cores e simpatia. Dos tucanos voando ao seu lado até o borboletário, passando pela possibilidade de tirar uma foto com uma jiboia no pescoço, é diversão garantida do início ao fim.

Parque das Aves - Foz do Iguaçu

 

Noite Italiana no Hotel Bella Itália

Vinhos de qualidade, a maior mesa de queijos do Brasil, buffet de saladas e pratos italianos sendo servidos como rodízio à mesa. Tem como ser melhor? Tem. Se acontecesse todos os dias! Fique atento, a Noite Italiana só rola quartas e sábados e lembre-se de reservar sua mesa no Hotel Bella Itália com antecedência.

Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Foz do Iguaçu

 

 

Terceiro Dia

 

EcoTurismo no Parque Nacional do Iguaçu

Não deixe de experimentar ao menos um dos tours de aventura disponíveis no Parque Nacional do Iguaçu. Para ajustar melhor no seu roteiro em Foz do Iguaçu, dá para espremer um deles no dia anterior ou para deixar para fazer lá no lado argentino, que tem praticamente as mesmas atrações.

 

Trilha do Poço Preto

São 9km mata adentro de bike, à pé ou em carreta elétrica até chegar no rio Iguaçu. Lá rola navegação num barco a motor, com avistamento de várias espécies nativas. Mas o encerramento com chave de ouro é remando de caiaque rio Iguaçu abaixo até cair nas cataratas. O meu preferido!

 Caiaque Trilha do Poço Preto Foz do Iguaçu

 

Macuco Safari

Debaixo da água das cataratas, literalmente, um banho de emoção e adrenalina. Sabe aquele passeio que vai te marcar para a vida toda e que vai render histórias para contar aos seus netos? Então. É esse! Se prepare para se molhar muito e tomar um banho de cachoeira inesquecível. #OsGringoPira, veja só este vídeo do Alex do blog The Minute Tour.

 Macuco Safari e Tour Gran Aventura Foz do Iguaçu

Campo de Desafios – Cânion Iguaçu

Quer fazer Rapel? Tem. E Arvorismo? Tem também. Só falta ter Rafting… Adivinha? Tem!!! Opções para todos os níveis de adrenalina na parte do rio Iguaçu que fica abaixo das quedas. Alguns desses passeios devem ser reservados com antecedência e podem necessitar um número mínimo de pessoas para sair. Programe tudo direitinho.

 

Passeio de Helicóptero

Bem em frente ao Parque das Aves, na entradinha do Parque Nacional do Iguaçu, fica a Helisul, que faz passeios de helicóptero panorâmicos de aproximadamente 15 minutos, sobrevoando as cataratas. É aquele negócio incrível, maravilhoso, cujo único defeito é ser tão rápido.

Passeio de Helicoptero em Foz do Iguaçu

 

Jantar na Rafain Show

Uma churrascaria de primeira, com um buffet gigantesco, finalizando a noite com um show de música e danças do folclore de toda a América Latina. É o que você vai encontrar nessa casa que é um misto de restaurante e espetáculo. Se não quiser jantar por ali, você pode conferir também o Show Iporã com cenário e figurino diferenciados, bem do lado.

Foto de Maurício Oliveira - todos os direitos reservados

 

 

Quarto Dia

 

Cataratas pelo Lado Argentino

Se prepare para chegar cedo, porque o lado Argentino tem muuuuuito mais coisa para ver do que o lado brasileiro. Pegue o trenzinho e se jogue para a Garganta do Diabo para ter a visão surreal de flutuar numa plataforma em cima da queda colossal. Volte para fazer o circuito superior e se sentir parte do espetáculo, enquanto caminha sem nenhum degrau no meio das cachoeiras e da mata nativa.

Cataratas pelo Lado Argentino - Foz do Iguaçu

 

Almoço no Restaurante La Selva

O restaurante principal do lado argentino das Cataratas merece uma visitinha em nome de sua Parrilla honesta e seu doce de leite.

 

Circuito Inferior e Ilha de San Martin

Se as outras partes do parque são totalmente acessíveis a cadeirantes (e a carrinhos de bebê, por que não), o circuito inferior é uma sequência de sobe-e-desce escada. Só que é fenomenal, porque você vai ziguezaguear no entremeio das quedas e pode até atravessar (incluído no preço do ingresso ao parque) de barquinho e fazer trilhar para conhecer a ilha de San Martin. Fantástico!

Circuito Inferior Cataratas lado argentino foz do Iguaçu

 

Tours de Aventura

Se você não fez do lado brasileiro, o “Tour Gran Aventura” é equivalente ao Macuco Safari. Tem uma opção mais light, o “Aventura Nautica“, para quem tem medo de emoções muito fortes. Light mesmo é um passeio pelas águas mansas da parte alta do Rio Iguaçu, em meio a ilhas e floresta verdejante, o “Paseo Ecologico“.

 

Duty Free Shop

Se você atravessou a fronteira, não pode deixar de passar nesse Free Shop! Ele já ganhou duas vezes o prêmio de melhor do mundo e parece mais um grande Shopping Center, mas com preços Tax Free. Passe lá antes ou depois de visitar a simpática cidadezinha de Puerto Iguazu.

Duty Free Shop Puerto Iguazú

 

Puerto Iguazú e seus Restaurantes

Cidadezinha muito simpática para curtir um fim de tarde depois de ter passado o dia no Parque Nacional, é cheia de bons restaurantes, sorveterias e lojinhas de artesanato. Não deixe de jantar por lá ou de conhecer um Casino. Você vai ver que realmente está no exterior quando provar a impecável parrilla do “El Quincho del tío Querido“.

El Quincho del Tío Querido

 

 

Quinto Dia

 

Compras no Paraguai

Acorde cedo e se mande para a muvuca do Paraguai. Se o seu estilo é garimpar bons preços estará no lugar certo para cair na tentação de extrapolar a cota de US$ 300,00. Se você é como eu, que tem medo de multidões e de ser enganado, vá no mundo encantado da S.A.X. ou em algum dos grandes Shoppings de Ciudad del Este e sinta-se em casa, mas com tudo baratinho.

SAX Paraguai

 

Templo Budista

Depois do almoço, dá para curtir uma tarde contemplativa, nesse verdadeiro parque de esculturas a céu aberto, cheio de imagens lindíssimas de deidades budistas. Para quem quer se aproximar da religião, há a opção de tours guiados, mas a beleza do local agrada a todos.

Templo Budista - Roberta Martins

 

Shopping Center cabe num Roteiro em Foz do Iguaçu?

Tem um tempinho livre até a hora do voo de volta? Foz do Iguaçu tem um belo Shopping center, o JL Cataratas, onde rola fazer umas comprinhas básicas ou curtir a praça de alimentação para um choppinho. Afinal, nós turistas não somos de ferro, né?

JL Cataratas - Praça de Alimentação

 

Dicas para a Night?

Um belo barzinho é o Rafain Chopp, com opção de pratos para jantar, além do excelente atendimento e ambiente descontraído. Mas se o seu negócio é uma balada sertaneja top, vá para a Wood’s com várias filiais Brasil afora.

Balada Sertaneja em alto estilo

 

E aí, gostaram? Como deu para perceber, há algumas partes imperdíveis, como as Cataratas do Lado Brasileiro e Argentino, Itaipu e o Parque das Aves. Algumas outras que vão agradar apenas a alguns perfis de turista como as compras no Paraguai ou o Templo Budista.

E para Hospedagem? Ficamos no Hotel Bella Itália, o mesmo onde rola a Noite Italiana. Adoramos. Organizados, limpos, com um excelente café da manhã. Da mesma rede, visitamos também o Águas do Iguaçu. Aprovadíssimo. #FicaDica

Hotel Bella Itália - Foz do Iguaçu

E para te levar para fazer todos esses passeios? Recomendamos a maior agência de receptivo local, a Loumar Turismo. Qualidade, eficiência e bons preços.

Tem mais alguma sugestão para acrescentar? Achou que algum desses passeios é uma furada? Contribua para esse roteiro aqui embaixo, nos comentários deixando sua dica para aqueles que estiverem planejando viajar para esse lugar tão mágico e inesquecível.

 

Clique no banner abaixo para conferir nosso índice com todos os artigos sobre essa viagem:

BlogTurFoz5 - barra

Participaram do 2º BlogTurFoz de 13 a 18 de Março de 2012

Os Blogueiros - Alexandra Aranovich (Destemperadinhos e Café Viagem), Anna Martinelli (Finestrino), Beatriz Mignolo (Viaje no Detalhe), Cidilan da Apresentação (Se Pluga no Mundo), Clarissa Comim (Viagem e Viagens), Daniella Mendes (Dicas e Turismo), Gleiber Oliveira (Andarilhos do Mundo), Jonathan Pádua (Eu Vou de Mochila), Luiz Jr (Boa Viagem), Marcos Coqs (Blog Viajão), Maurício Oliveira (Aventureiros), Monique Ribeiro (Diário Radical), Roberta Martins (Territórios) e Vivian Dornelles (Dicas de Viagem)

RealizaçãoTrilhas e Aventuras e Loumar Turismo em Foz do Iguaçu
PatrocínioHotel Bella Italia e Itaipu Binacional
ApoioGol Linhas Aéreas Inteligentes

Os Parceiros - Churrascaria Rafain Show – CityTour Histórico – Hotel Águas do Iguaçu – Restaurante Bufalo Branco – Cataratas do Iguaçu – Trilha do Poço Preto – Macuco EcoAventura – Restaurante Porto Canoas – Parque das Aves – Cataratas Argentina – Iguazú Argentina – Restaurante La Selva – Gran Aventura – Iguassu Jungle Explorer – Shopping Del Este – SAX Department – Dutty Free Shop Argentina – Restaurante El Quincho Del Tio Querido – Rafain Chopp – Woods – Cataratas JL Shopping

Apoiadores - Moleco - Pulp Edições – Zupper

Dica: Saiba mais sobre o Projeto BlogTur e leve essa Ação de Marketing de Turismo para promover o seu destino nas mídias sociais. Acompanhe o evento pelo Twitter através da Hashtag #BlogTurFoz e as atualizações na Fanpage do BlogTur no Facebook.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:42
Posts Relacionados:
07
Aug
2012
42 comentários
  1. Denise
    25/09/2012

    Bom dia!
    Adorei o blog, já está add em meus favoritos!

    Tenho viajem programada para Foz, pretendo fazer algumas compras no Paraguai e Agentina, mas tenho algumas dúvidas, será que pode me ajudar?

    O valor de 300,00 dólares é p/ a viagem toda ou esse valor é p/ cada país Paraguai e Argentina?

    As compras no Duty Free Puerto-Iguazú entram na cota dos 300,00 dólares ou não?

    Tenho que declarar o que estou levando, por ex. máquina fotográfica? Onde faço isso?

    Tem alguma mercadoria isenta dos 300,00 dólares ou qualquer coisa que comprar soma? Li em algum site que câmera, celular, relógio qdo 1 unid. ñ entra, mas está regra ñ se aplica ao países do mercosul, pela facilidade de acesso. isso vale p/ compras vindas dos EUA. Confere?

    Esse limite da cota, de 300,00 dólares, é só se for parado no dia da compra?

    Se exceder o valor e pagar o imposto na fronteira o mesmo será cobrado no aeroporto?

    Se exceder o valor, mas e ñ for pego na fronteira terei problemas no aeroporto?

    Desde já agradeço!!
    Um grande abraço!!

    • Vamos lá. Vamos ver se eu consigo lhe ajudar:

      Sim, os US$ 300,00 são para a viagem toda (não é por dia, nem por país) e as compras realizadas nos Duty Free entram nessa mesma cota (infelizmente…), pois aquela regra especial de US$ 500,00 extras para Duty Free só se aplicam a aeroportos (entrada e saída do país por via aérea).

      Objetos de uso pessoal, que forem considerados bagagem (roupas, acessórios) não entram na cota teoricamente. Entretanto, se estiverem embaladinhos, novos e lacrados, como a receita vai saber se são itens de sua bagagem mesmo (isentos, portanto), ou para revenda no Brasil disfarçados como bagagem?

      Sobre a máquina fotográfica, relógio, celular, eu acho que se forem itens visivelmente USADOS eles não vão encrencar. Não tinha ouvido falar nada que a nova regra fizesse alguma distinção para países do Mercosul. Já os itens novos, na caixa, embalados ou em número maior do que uma unidade (tipo 3 relógios! ou 2 câmeras: uma usada e uma novo), pode ter certeza de que o item extra vai entrar na cota.

      Não sei se necessita declarar máquina fotográfica usada, nem notebook. Na verdade, pelas mudanças do ano passado, acho que isso não é mais necessário. A não ser que seja um item específico caro e importado fora daquela lista de artigos de bagagem (como um videogame). Na polícia federal da fronteira há onde fazer isso. Vi o lugar apropriado no aeroporto, vc pode declarar lá caso chegue em Foz de avião.

      O lugar de pagar o imposto sobre o excedente é na fronteira, mas lá não há fiscalização. Vc só para se quiser, voluntariamente, para pagar seus impostos. O problema é na hora de ir embora pelo aeroporto, porque TODAS as bagagens passam pelo Rx ANTES do check-in.

      Se eles virem algo suspeito e pedirem para vc abrir a mala, e tiver com a cota extrapolada, não é só pagar o imposto devido, não! Tem multa (e cara!). Ouvi dizer que você pode ter até o produto confiscado.

      Se tiver mais dúvidas, manda aí!

  2. Silvia Medina
    10/11/2012

    É isso ai…Parabéns pelo blog, mas principalmente por este post, sou de Foz, hehehe, mas hoje moro na Australia e tbém escrevo um blog de Turismo, aguardo sua visita!

    • Oi Silvia! Obrigado pela visita e pelas palavras de incentivo. Não conhecia o seu blog, agora já adicionei na minha lista! Bem legal. Abração!

  3. Raíssa GAlimberti
    27/08/2013

    Adorei as dicas estou anotando para segui-las, estou com viagem marcada e escolhi teu blog como referencia.
    Gostaria de saber, quanto tempo dura um passeio tipo parque das aves e macuco safari? Estou com tempo curto e gostaria de aproveitar o máximo.
    Você comprou os pacotes lá ou já reservou tudo pela internet?

    • Parque das aves: programe-se para 2 horas, em média. Dá para fazer mais corrido, se necessário. Com crianças, bote uma hora a mais! Já o macuco é mais rápido. De uma hora a, no máximo, 1:30h para garantir (por conta de filas, chegar até o local, tempo de ir ao banheiro para trocar de roupa depois de se molhar, etc). Nós fizemos nossa viagem como convidados de uma agência chamada Loumar Turismo. Super recomendo!

  4. […] sei, você pode pensar: “eu prefiro Fernando de Noronha, os Lençóis Maranhenses ou Foz do Iguaçu“. Posso um dia concordar, mas nosso país é tão grande e  ainda não conheço esses […]

  5. Cristiani
    03/10/2013

    Parabens adorei o Blog, são muitas dicas legais, estou indo pra Foz no final do mes e gostaria de saber se vc acha interessante alugar um carro ou fazer os passeios com o pessoal especializado de lá como a(Loumar) Obrigada pelas dicas e espero sua resposta

    • Dá para alugar carro sim, Cristiani. Mas eu creio que o preço que você vai pagar pela locação deve se equivaler a fazer os passeios com a Loumar. Então é uma questão de preferência mesmo: conforto x independência. A gente foi mega bem atendido pela Loumar.

  6. ÉRICA
    07/10/2013

    Olá Gleiber,
    adorei o roteiro!
    Estou indo para Foz semana que vem. Tem alguma dica especial a oferecer, tipo, tempo, tipos de roupa a levar e quais os passeios que não podem ser deixados de lado.

    Outra coisa que precisava muito saber… como se locomover por lá. Assim, vou ficar num hotel no Centro de Foz. Para ir a noite para Peurto Iguazú, como faço da maneira mais econômica (e mais segura)?

    Obrigada!! Bjs.

    • Oi Érica,
      Leve agasalhos (leves, nada exagerado), porque apesar de estarmos próximos do verão, você pode pegar um friozinho de leve. De todos os passeios que coloquei no roteiro, as cataratas do lado brasileiro e as cataratas do lado argentino são os mais importantes. O resto pode se adaptar conforme o tempo que tiver disponível.
      Para ir a Puerto Iguazú, recomendo usar o traslado da Loumar Turismo. Eles te levam e buscam para jantar lá (tem a opção de já deixar a janta paga, inclusive). Não deve ser a mais barata, mas é a mais segura, com certeza. Infelizmente, não sei como se faz para ir lá por conta própria (nós fomos com eles).
      Abração e boa viagem.

  7. Cris
    11/11/2013

    Olá Gleiber!

    Parabéns pelo blog! É muito bom ter pessoas dispostas a ajudar os amantes de viagens com dicas valiosas!
    Gostaria de te pedir uma dica: Terei um dia e meio em Foz (um dia inteiro e no outro dia meu vôo sai às 16h). Vi que no lado argentino gasta-se um dia inteiro. O que me sugere, fazer só o lado argentino ou daria para fazer o lado argentino no dia inteiro e o lado brasileiro no outro dia (até umas 13h)?

    Muito obrigada pela ajuda!

    • Dá para fazer isso que você falou sim! Um dia inteiro no lado argentino e o lado brasileiro até as 13h. Só não fique se enrolando quando estiver no lado brasileiro, hein? Se estiver empolgada, aproveite para jantar em Puerto Iguazú. A gastronomia de lá é bem mais interessante que a nacional. Abraços.

  8. Eddie
    12/11/2013

    Excelente BLOG – parabéns, me ajudou bastante. entretanto, tenho uma pergunta. Ficarei em Foz uma semana (nao tenho a menor intensão de fazer qualquer tipo de compras – talvez uma passadinha no Duty Free), de sua experiência, o que sai mais em conta em termos de transportes, alugar um carro, usar transporte local, ou contar com Vans de agencias?

    • Eu acho que alugar carro sempre é uma boa opção por conta da liberdade.
      O transporte local complica um pouco, principalmente para atravessar para a Argentina, mas é uma alternativa se estiver com orçamento apertado.
      As vans de agência vão te limitar um pouco quanto ao horário, mas vão te dar o conforto de não precisar achar o caminho para lugar nenhum. O preço deve ser muito pouca coisa mais caro do que o preço do carro alugado. O serviço que utilizamos lá (da Loumar Turismo) foi incrível!

      Daí você deve ver qual dessas variáveis é mais importante para você. O meu perfil é de usar carro alugado. Mas o seu pode ser diferente. Abração.

  9. Cris
    13/11/2013

    Valeu Gleiber!

    Farei isso. Mais uma vez muito obrigada!

    Abraços!

  10. Eurilene
    19/11/2013

    Gostaria de saber se tem balneário ai,se é somente as cachoeiras.se possivel gostaria de receber fotos.

  11. Andrelina
    03/12/2013

    Boa Noite! Adorei o blog, tem muitas dicas legais…
    Estou indo para foz dia 19/12 vou ficar até 23, mas meu voo sai as 12h.
    Gostaria da sua opinião sobre o seguinte roteiro:

    1° dia 20/12-sexta-feira: manhã-compras no Paraguai-tarde:city tour conhecendo os pontos importantes de Foz-Fim de tarde/noite: usina de Itaipu;

    2°dia 21/12-sábado:Parque das cataratas lado Brasileiro/macuco safari/parque das aves- fim de tarde/noite: Duty Free/ Puerto Iguazu.

    3°dia 22/12-domingo: Parque das cataratas lado argentino

    Nos meus cálculos (rs) ainda fico com a noite do dia dia 22 e a manhã de 23 até 10h. Então você acha que dá certo essa programação ou ficará muito corrido?

    Obrigada

    • Corrido fica, hehehehe. Mas eu faria igualzinho (sou acostumado em fazer tudo corrido). Tá perfeito.

  12. Roseli
    22/12/2013

    Olá,estou planejando uma viagem para Foz e encontrei seu blog. Iremos em 6 pessoas em carro próprio. Você acha que dá pra fazer os passeios por conta própria (city tour, Itaipu, Cataratas, Paraguai) ou é necessário a contratação de guia/agencia ?

    • Dá para fazer tudo por conta própria sim, ainda mais que vocês vão estar de carro. Só não recomendo ir de carro no Paraguai, tá? Abraços e obrigado pela visita.

      • Roseli
        26/12/2013

        Obrigado pela atenção.

  13. Ulisses
    14/01/2014

    Olá, ótimas dicas, mas vou precisar diminuir este roteiro, pois estou pensando em ir no Carnaval (01/03 a 04/03), então, preciso de umas dicas! Vou de carro, a distância entre minha cidade e Foz é de 470km (+- 7 a 8 horas de viagem, pois é pista simples em sua maioria), então penso em sair umas 4 da manhã e estar em Foz no máximo até o meio-dia do dia 01. Em relação a hospedagem, o que me chamou mais a atenção foi o Bella Italia, pois tem 2 opções de pacotes (Top: inclui hospedagem (3 diárias), jantar italiano no dia 01, ingresso para o Pq. das Aves, Macuco Safari e almoço no Porto Canoas, mais traslado para o Paraguai no dia 03/03 com saída às 8 e retorno às 16 e traslado para Puerto às 18 e retorno às 21 – pacote Light: não inclui os ingressos e almoço) – eu acho que é um bom custo benefício este pacote Top, o que me diz sobre o hotel? Pois também estou em dúvida com o Viale Cataratas (embora não forneça estes passeios). Gostaria de conhecer também Itaipu, mas acho que a iluminação vai ser inviável, pois só acontece nas sextas e sábados, e no sábado tem “boca livre” no jantar italiano né? kkk. Enfim, o que você acha deste pacote “Top”? Você realmente acha necessário todo o tempo no Paraguai (das 8 às 16)? Gostaria também de conhecer o IceBar em Puerto Iguazu, enfim, me dê uma luz kkkk

    • Cara, esse pacote top está PERFEITO! Só o almoço no Porto Canoas custa uma pequena fortuna. Sobre o traslado para o Paraguai, você ainda vai me agradecer por esse dica! kkk E tem ainda essa chegadinha na Argentina que é uma delícia. Perfeito! O Hotel Bella Itália foi onde ficamos hospedados. Adoramos (principalmente o café da manhã, que é a minha parte preferida). O quarto não é 5 estrelas, mas tem tudo que precisa ter, com conforto.
      Sobre Itaipu, concordo que eu iria na Noite Italiana. Você só consegue fazer essas compras no Paraguai em menos tempo se estiver com muito foco e já souber onde e o que comprar. Senão o tempo voa mesmo. Se não me engano, eles têm um esquema de vans que saem de hora em hora e voltam de hora em hora. Dá para perguntar se não dá para voltar 1-2 horas antes se caso você tiver terminado as compras antes do horário combinado.
      Sobre o IceBar, não conheci… Mas se você vai em Puerto, talvez dê para ir lá não? Ou já vai ter janta incluída também?
      Abração. Espero ter ajudado.

      • Ulisses
        16/01/2014

        Obrigado pela resposta!! Estava pensando e matutando com a minha namorada e fiz um pré-roteiro caso nossa viagem se confirme: dia 01 – chegar até o meio-dia, almoçar e ir pro hotel fazer o check-in. Aproveitar o resto da tarde, ir até o Pq. das Aves, e se der tempo, Templo Budista e Marco das Américas (embora esteja mal cuidado), voltar ao hotel e ter a noite italiana; como estaremos de carro próprio, acho que dá para fazer tais passeios. Dia 02 – ir até as Cataratas, almoçar no Porto e dar um “rolé” no Macuco, e depois (começo de noite), pelo que vi, tem um pacote com a Loumar (chama-se Bohemia), que te leva até o IceBar, Cerveteca e tempo para jantar (acho que não incluso) por 85 reais (não sei se realmente compensa, vamos estudar a proposta). Dia 03 – fazer os traslados para o PY e Duty Free. Dia 04 – se faltar alguma coisa (ex: Itaipu) e nos animarmos, fazer o passeio de manhã e voltar para casa de tarde. Acho que esse é o roteiro que dá para fazer na 1 vez em Foz! O que acha?

        • Ulisses,
          Se eu tivesse montado o roteiro, não teria ficado tão bom. Está perfeito, amigo! Deu tempo até para Itaipu! Parabéns.

  14. Eddie
    29/01/2014

    Olá, escrevi antes pedindo mais dicas, e fui e voltei. Eu gostaria de deixar 2 comentários sobre dois lugares: RAFAIN – seguramente a PIOR churrascaria que eu já fui. DUTY FREE SHOP – que FURADA, é menor que o duty free de Amsterdam, e os preços são absurdos, por exemplo, eu compro as mesmas bebidas aqui no Rio pela metade do preço de lá.
    Eu acho que vocês exageraram um pouco sobre este shop.
    No mais eu amei Foz, uma cidade pequena – LIMPA – organizada e de alto astral.
    Imperdível.
    Obrigado.

    • Oi Eddie,
      Bem, sobre a Rafain, a gente riu muito e se divertiu por lá. Estávamos em grupo, em 14 blogueiros realizando o sonho de se conhecerem pessoalmente. Isso talvez tenha trazido um pouco de viés à experiência… A gente costuma gostar mais de um lugar quando passamos por alegrias naquele lugar.
      Mas o Duty Free Shop não foi eleito como “o melhor” por nós não… Ele ganhou prêmios oficiais. E os preços estavam satisfatórios na época que a gente foi (em Março de 2012!). De lá para cá o dólar já subiu muito, talvez por isso a diferença de preço.
      Mas valeu pelo feedback. Gosto quando há outras opiniões por aqui, porque isso ajuda muito a outros leitores! Obrigado demais por participar. Abração.

  15. Isabel Araujo Menezes
    23/02/2014

    Vou em março visitar foz pela minha primeira vez, o que devo levar de roupas para usar ?. E quanto ao dinheiro , devo levar Real ou Dollar Americano e quanto ?

    • Oi. Leve reais para visitar as atrações do Brasil e dólares para usar em Puerto Iguazu (Argentina) e Paraguai. Se bem que o Real é aceito no Paraguai numa boa também. Quanto às roupas, prepare-se para muito calor!

  16. Joao Paulo
    20/03/2014

    Boa noite Gleiber,

    Estarei chegando com minha noiva no sábado dia 26/04 as 13hr e ficarei ate quarta dia 30/04 as 17hr. Estou querendo fazer a seguinte programação e queria umas sugestões pode ser?

    SABADO – Tarde e inicio da noite ITAIPU e jantar no Noite Italiana no Hotel Bella Itália.
    DOMINGO – Lado Brasileiro das cataratas , parque das aves e passeio de helicóptero.
    SEGUNDA – Lado Argentino ,Macuco e almoço no La Selva e templo budista.
    TERCA – Paraguai ,Free Shop , Puerto Iguazú e seus Restaurantes e Cassino.
    QUARTA DIA LIVRE ATE O RETORNO AS 17HR.

    O que vc acha? mudaria alguma programação ou acrescentaria algo ou algum lugar ? E melhor alugar um carro ou programar com alguma empresa de turismo? Compro os passeios aqui na net com reserva ou compro tudo quando chegar?
    Grato pela atenção

    • Oi João Paulo,
      Excelente programação. Só uma correção: no lado argentino o Macuco se chama Gran Aventura, viu? (mas é a mesmíssima coisa). Não sei se dá tempo de ir no templo budista no mesmo dia do lado argentino. Deixe para ir no Templo budista no seu dia livre, vai ficar mais tranquilo.
      Uma empresa de turismo facilitaria em muito a sua vida, principalmente para ir e voltar ao Paraguai. Mesmo se for alugar carro, vá ao Paraguai com um serviço que te leve e te busque. Vai por mim, compensa!
      Só precisa reservar com antecedência o passeio de ITAIPU para o dia que você vai chegar, para poder deixar as malas e já ir direito, sem atrasos. O resto reserve lá mesmo.
      Quando estivemos em Foz, fizemos tudo com a Loumar Turismo, patrocinados por eles. Não tenho um defeitinho sequer para o trabalho e o atendimento deles…
      Abração.

  17. Joao Paulo
    22/03/2014

    Minha preocupação é pagar mais caro la,não achar vaga nos passeios que eu quero no horário que também estou te informando.
    Obrigado pelas dicas e forte abraço

  18. Joyce
    27/03/2014

    Amigo bom dia,

    Irei viajar em lua de mel no mês de abril, Gostaria de saber se nesse periodo é muito frio ou agasalhos leves é suficiente? as visitas aos pontos turísticos de ônibus coletivo é seguro ? vc indica ? . Qual a media de valor para alugar um carro por lá ? Tem problema se o dinheiro for apenas em R$ ou tem que realizar a troca para US$ antes da viagem ?

    Parabéns pelo blog, muito bem informado show de bola!!!!!

    • Oi Joyce,
      Eu sou super calorento, mas acho difícil fazer frio em Abril lá em Foz. Se você é friorenta, leve algum agasalho sim, mas nada muito pesado, tá? Dá para fazer as visitas de ônibus coletivo sim. Acidade é muito organizada. Mas a gente fez com agência de viagem, então não temos a experiência pessoal de andar de transporte coletivo por lá. Para alugar um carro, faça uma simulação em sites como a Localiza, Hertz ou Avis. E pode levar reais sim. Eles são aceitos em toda a fronteira, inclusive no Paraguai. Se bem que lá a cotação sempre puxa a sardinha para o lado deles (daí vale a pena levar os dólares)
      Abraços.

  19. Joyce
    03/04/2014

    Boa tarde , Muito obrigada pela informação amigo.
    Levando em consideração a ocasião(lua de mel) e que viajarei na manha de uma quarta feira e voltarei na segunda pela manha quais lugares primordiais vc me indica visitar nesses dias ?

    • Você vai ter 4 dias e meio, acho que dá para ver todas as atrações sugeridas!
      Na quarta, visite Itaipu de tarde
      Na quinta, faça o City Tour / Rafain / Paraguai / Noite Italiana
      Na sexta, lado Brasileiro / Macuco Safari / Parque das Aves
      No sábado, faça o lado Argentino / Duty Free / Puerto Iguazu
      No domingo, livre para repetir o passeio que gostar mais (ou Itaipu, se não der tempo na quarta), templo budista, passeio de helicóptero ou algum roteiro de ecoturismo.
      Fácil, né?

  20. Joyce
    08/04/2014

    Amei as dicas, muito obrigada amigão, vamos seguir a risca esse roteiro.

  21. jefferson marins
    20/04/2014

    ola meu caro,qual o roteiro que da para fazer no final de semana pois estarei chegando em foz na sexta a noite e volto na segunda pela manha.

    • Sugiro no sábado: Lado brasileiro de manhã + Parque das aves. Se der tempo, vá a Itaipu no finzinho de tarde para pegar o último grupo do circuito especial às 16h. Jantar Italiano no Hotel Bella Italia.
      Domingo: Lado argentino com Gran Aventura (Macuco Safari). Vá jantar à noite em Puerto Iguazu.
      Vai ser intenso. MAs você vai gostar demais!