Turismo Sustentável: Vanguarda ou Hipocrisia? #Turismo em Debate

Acompanhou o Turismo em Debate do mês de Julho sobre Turismo Sustentável? Como ser “verde” e não descaracterizar uma paisagem ou atração cultural quando as massas invadem um determinado destino?

Capivara cruzando a Pista em Itaipu BlogTurFoz Luiz Homem e natureza conseguem viver juntos?

Será que é possível receber milhares e milhares de seres humanos e permanecer “intocável”? O desafio dos blogs de viagem desse mês foi destrichar essa questão e nós não poderíamos ficar de fora!

Sustentabilidade: a palavra da moda

 

Todo mundo anda usando esse termo, mas será que sabemos o que ele quer dizer? Segundo a Wikipedia:

 

Sustentabilidade é a habilidade de sustentar ou suportar uma ou mais condições, exibida por algo ou alguém. É uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo.[1]

 

Não sei se ajudou muito… Então vamos com o jeito “Andarilhos do Mundo” de definir as coisas.

 

Sustentabilidade é viver num lugar sem estragar com tudo que tem lá dentro.

 

 

E Ecologia, é a mesma coisa?

 

Dos anos 80, lá de onde eu venho, o nome dessa pegada era outro. Na escola, a gente era convidado a ser “amigo do verde” ou era da “patrulha ecológica”.

Um termo que significava, em bom português, “o chato que encana com onde as pessoas jogam fora seu lixo”.

Lixo praia poluição turismo sustentavelOlhem os sacos brancos estragando a paisagem dessa linda praia em Alagoas

O recado que esse ramo da ciência tem para dar é o seguinte. Num planeta com mais de 6 bilhões de habitantes, não dá para todo mundo ter o nível de vida de um norte-americano médio, senão precisaríamos dos recursos de vários planetas Terra para alimentá-los.

Não acham que deveríamos repensar esse consumo desenfreado de coisas supérfluas e desnecessárias?

Símbolos da sociedade de consumo: hamburger e refrigerante

Vamos pegar o seguinte exemplo: quanto de energia, árvores, carbono, luz elétrica e dinheiro a gente precisa para que funcione a operação “férias de 15 dias com a minha família para o Caribe”?

Acho que esse blog acabou de dar um tiro no pé!

 

 

Turismo Sustentável: Hipocrisia?

 

Já pararam para pensar que o Turismo é uma indústria que lida com atividades totalmente supérfluas? E que isso tudo gera uma nada desprezível demanda energética, cria poluição e invade ambientes naturais para trazer seres humanos que muitas vezes não se importam a mínima em jogar lixo no chão?

rastro de poluição deixado pelo aviãoSabiam que o avião é um dos meios de transporte mais poluentes que existe?

Será que, se não existisse o Turismo, o planeta não estaria mais bem preservado? Imagine Porto Seguro sem hordas e hordas de pessoas bebendo até cair e ouvindo axé!

 

 

Turismo Sutentável: Vanguarda?

 

Sim. O turismo tem todo o potencial para ser devastador para o meio-ambiente. Mas eu não iria nem tratar disso aqui se ele não fosse justamente uma das promessas para um futuro mais verde.

Como ensinar uma criança a preservar os animais sem levá-la para vê-los e se encantar por eles? Já pensou no impacto para a consciência de alguém que vai a Foz do Iguaçu, naquele Parque Nacional exuberante e vê dezenas de lindos animais livres em seu ambiente natural?

Animais no Lado Argentino das Cataratas Parque Nacional del IguazuTodos livres em seu habitat natural

Melhor ainda, quer melhor lição de vida do que mostrar a diferença de uma praia em que o ecossistema natural foi devastado pela ação humana e depois dar um pulinho na Rota Ecológica de Alagoas (veja bem o nome…), com suas incríveis praias desertas?

Mirante na Rota Ecológica de Alagoas

Atividades como o Projeto Peixe-Boi de Tatuamunha, que tira pescadores da atividade predatória para se tornarem guias turísticos são para mim o principal exemplo de que a geração de renda para a comunidade local deveria ser o principal foco da atividade turística.

Peixe boi marinho preservado em Tatuamunha alagoas

É amigo… Eles podiam estar matando, eles podiam estar roubando… Mas estão só tocando axé para você se divertir lá em Porto Seguro. Se não estivessem empregados no turismo, do que aquelas pessoas estariam vivendo?

 

 

Para Fazer o Turismo Sustentável Vingar

 

Estratégias ecológicas só costumam ser viáveis quando economicamente rentáveis. Isso é algo que não pode ser esquecido. Quando um hotel cobra mais caro para ser “verde”, isso costuma espantar clientes. Triste, mas é verdade.

Uma política de preservação de lugares turísticos cobrando mais caro ou multando estabelecimentos que não tomam certas preocupações baaaaaasicas como reciclar lixo, por exemplo, poderiam ser um bom começo, não é?

Regras bem definidas para limitar visitantes e exigência de participar de palestras do IBAMA são exemplos de sucesso em Fernando de Noronha. Incluir jovens para ter suas primeiras experiências profissionais no setor ajudam a promover cidadania.

E nós, turistas, devemos fazer também a nossa parte:

  • Vamos reduzir o gasto desnecessário de energia desligando todas as luzes ao deixar o quarto de hotel?
  • Vamos deixar toalhas para lavar só quando estiverem realmente sujas?
  • Vamos imaginar que a gente está de passagem e deixar o lugar que conhecemos exatamente como estava?

E, sim, continuo achando que a punição merecida para quem deixa o lixo pelas trilhas é a amputação da mão. Tenho dito!

Turismo Sustentabilidade Lixo Praia

 

Quer ver a nossa participação nas outras edições do #Turismo em Debate?

Wi-Fi Grátis
Segurança em Viagens
Turismo Sustentável

 

Outros blogs que também participaram do #Turismo Em Debate de Julho de 2012:

Trilhas e Aventuras: Praticar Turismo Sustentável é Possível?
Embarque na Viagem: Turismo Sustentável por um planeta vivo Parte 1 e Parte 2
Vulks: Turismo em Debate… no Twitter!
Viajando por Aí: Em busca do Turismo Sustentável
VPA Tour: Turismo Sustentável
Eu Vou de Mochila: Turismo Sustentável (+ Mochilão Sustentável)
Aventura Mango: Princípios de Sustentabilidade (NBR 15401)
Aventura Mango: Turismo de Aventura e a Sustentabilidade
Viajando com Eles: Turismo Sustentável no Brasil – Viagens e o meio ambiente

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:6
Posts Relacionados:
29
Jul
2012
6 comentários
  1. PÔ, mais que belo post!

    Turismo sustentável é algo difícil de se propor. Algumas alternativas:

    – Vamos reduzir o gasto desnecessário com a produção de carne?
    Porra Rodrigo, que que carne tem a ver com turismo?
    Grande parte do desmatamento (amazônia principalmente) é devido ao consumo de carne ou para a produção dela (ração p/ animais). Isso influi muito na fauna/flora. Veja o documentário “A carne é fraca”.

    – Vamos reduzir construções de hotéis, pousadas etc?
    Grande parte do mercado já se tocou no boom do momento, já existe hoje o “turismo de convivência” AISEC, CouchSurfing, Hospitality Club e outras que estão surgindo com a proposta parecida.

    • Nossa, sabe que eu não tinha parado para pensar como o CouchSurfing era, de certa forma, parte da ideia de Turismo Sustentável! Excelente ponto de vista!

      • É verdade,

        O Couchsurfing e outras ideias para compartilhar hospedagem e meios de transporte são importantes para diminuir o impacto do turismo.

        Abraços

  2. Denise
    03/04/2013

    Excelente post! Só com a conscientização dos viajantes sobre turismo sustentável podemos utilizar o turismo como uma ferramenta de preservação ambiental e sociocultural.

    As empresas nos destinos turísticos cada vez mais adotam práticas sustentáveis, e assim como em todo o planeta e em todos os setores podemos dizer que é questão de tempo para que seja uma medida obrigatória para a própria sobrevivência das empresas.

    Concordo que “ser sustentável” demanda investimento, porém se as práticas adotadas forem planejadas e monitoras é possível obter retorno em prazo determinado.

    Sendo assim ao invés do aumento das tarifas será possível oferecer aos viajantes além da preservação ambiental e sociocultural do local, tarifas mais competitivas através da economia que a empresa poderá gerar através da redução no consumo de água, energia, entre outros insumos, melhor qualidade de serviços e produtos, através da seleção de empresas parceiras e fornecedores, de treinamento e melhores condições de trabalho e renda para funcionários.

    Abraços,

    • Poxa, Denise. Concordo com tudo, em gênero, número e grau. As coisas, devagarzinho, vão mudando. Na Escandinávia, vi nessa última viagem que cada hotel se orgulha de atitudes sustentáveis e de mostrar ao hóspede que estão fazendo a sua parte. Dá orgulho de ver, faz a gente ter esperança na humanidade.

      Muito obrigado pela visita e pela divulgação do nosso humilde texto. Abraços.

  3. Denise
    03/04/2013

    Ah! Compartilhei este post na fanpage do TURISTA CONSCIENTE. A fanpage ainda é nova…. tem menos de um mês…

    Curte lá!
    https://www.facebook.com/pages/Turista-consciente/335361356585380?ref=hl

    Abs,