Tour Gran Aventura – DENTRO das cataratas #BlogTurFoz

O Tour Gran Aventura é uma das opções de ecoturismo que você pode fazer quando vai visitar o Parque Nacional del Iguazú, do lado argentino das cataratas. E, cara, fala sério! É a MELHOR coisa, a mais LOUCA, a mais IRADA que já fiz na vida.  😛

O barco nas aguas revoltas indo em direcao as cataratas lado argentino tour gran aventura blogturfoz

Você nunca ouviu falar do Tour Gran Aventura? Tá por fora! Mas talvez já tenha ouvido falar da versão brasileira, o Macuco Safari. Ah, então! É exatamente a MESMA coisa! Só que um é administrado pelo lado argentino e o outro, pelo lado brasileiro.

E sendo brasileiro, por que não fazer o passeio pelo lado brasileiro, Gleiber?

Só mesmo questão de ajuste de cronograma. Na verdade até tem algumas diferenças sim, em alguns pequenos detalhes. Me informei que o Macuco Safari está custando R$ 130,00 por adulto, enquanto o Gran Aventura custa AR$ 200,00 (aproximadamente 100 pila, convertendo o câmbio para reais).

 

O Que é o Tour Gran Aventura?

Simples: um barquinho pega você e te leva para tomar uma ducha de hidromassagem debaixo das quedas das Cataratas do Iguaçu! Sentiu o drama?

Anna apavorada Gran Aventura Dani BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino

Calma, calma… Não tem nada de perigoso, tudo é feito com as mais estritas condições de segurança.

No caso do Tour Gran Aventura, pegamos um caminhãozinho ao lado do restaurante La Selva que nos leva até o “porto” de embarque. Se quiser se situar melhor, coloquei um mapa das rotas das cataratas pelo lado argentino em um outro post aqui do blog.

Ida para o Gran Aventura Parque Nacional del Iguazu Argentina blogturfoz

Estamos agora na parte baixa do rio Iguaçu, onde temos uma visão bem diferente comparando com a parte alta (tão rasa e calma) de quando fizemos a Trilha do Poço Preto e o Paseo Ecologico.

 

Navegando no Cânion do Rio Iguaçu

Todos arrumadinhos dentro do barco, começa a nossa saga. O guia nos avisa para guardar tudo o que não pode molhar dentro de umas sacolas verdes impermeáveis. Atenção! Esse é um passo MUITO importante!!!

Como embalam as coisas Gran Aventura Dani BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino

Quem estiver achando que é força de expressão essa história de se molhar, é melhor começar a levar a sério! Eu mesmo não estava acreditando muito nessa conversa, me baseando no “banho” que a gente levou quando foi na plataforma das cataratas do lado brasileiro. Aquela chuvinha molha-bobo e japazada toda de capa de chuva…

O Luiz descendo para entrar no barco Cataratas lado argentino Gran Aventura BlogTurFoz

Na dúvida, botei tênis, mochila, máquina fotográfica e fiquei só de colete salva-vidas e bermuda.

A galera no Barco para o Gran Aventura Mauricio BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino

Quando o barco começou a andar, eu ainda estava na maior tranquilidade. Mas à medida que a gente avançava, as corredeiras iam ficando mais volumosas, a correnteza mais forte, o vapor das cataratas chegando mais perto…

Quando o barco voou por cima de umas ondas, o bagulho começou a ficar #tenso.

Marcos Coqs fazendo careta Gran Aventura Dani BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino

 

O Banho – Uhuuul \o/

E quando a gente pensou que o maluco daquele motorista ia DE VERDADE entrar na direção da garganta do diabo, ele nos joga debaixo d’água para o primeiro banho!!!

Aquilo foi um negócio inesquecível!!! Era água para todos os lados, barco se molhando, a galera gritando, o motor forçando para conseguir vencer a força das águas…

Monique com legenda e onde o barco do Gran Aventura vai BlogTurFoz Mauricio Cataratas do Iguacu lado argentino

A única coisa que passava pela cabeça é:
– Quero de novo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E o piloto, como que lendo a mente de todos nós, faz uma incursão numa outra queda ainda maior, mais alta e mais cheia d’água! E a galera DELIRA! E ao todo, acho que foram uns quatro desses!

São banhos de molhar de cima abaixo, dentro e fora, corpo e alma! Alegria, energia, entusiasmo… Eu sei lá o que eu senti naquela hora!

Onde o barco vai para nos molhar Gran Aventura BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino

Essa é daquelas experiências que você vai contar para os seus netos, eternizar em um quadro, relatar num post na internet. É de ficar tatuado no espírito!

 

Gran finale do Tour Gran Aventura

Quando o Tour Gran Aventura termina, eles recolhem coletes, sacos verdes e oferecem o DVD com todas as suas caras e bocas gravadas. Também tem lugar para se trocar e botar roupas secas antes de seguir caminho.

Mas pensa que acabou? Ainda tem a trilha do circuito inferior para percorrer até voltar ao centro de visitantes do Parque Nacional del Iguazú. Vai perder a chance de admirar a uma distância segura os últimos arco-íris?

A subida pelo circuito inferior apos o Gran Aventura Anna BlogTurFoz Cataratas do Iguacu lado argentino
Vocês devem ter percebido que não tem fotos da parte boa que é justamente o banho de catarata, né? É que eu deixei para o final a cereja do bolo, a melhor parte, o vídeo do Tour Gran Aventura com direito a gritos e muita água para vocês entenderem de vez o que é adrenalina:

Clique no banner abaixo para conferir nosso índice com todos os artigos sobre essa viagem:

BlogTurFoz5 - barra

Participaram do 2º BlogTurFoz de 13 a 18 de Março de 2012

Os Blogueiros – Alexandra Aranovich (Destemperadinhos e Café Viagem), Anna Martinelli (Finestrino), Beatriz Mignolo (Viaje no Detalhe), Cidilan da Apresentação (Se Pluga no Mundo), Clarissa Comim (Viagem e Viagens), Daniella Mendes (Dicas e Turismo), Gleiber Oliveira (Andarilhos do Mundo), Jonathan Pádua (Eu Vou de Mochila), Luiz Jr (Boa Viagem), Marcos Coqs (Blog Viajão), Maurício Oliveira (Aventureiros), Monique Ribeiro (Diário Radical), Roberta Martins (Territórios) e Vivian Dornelles (Dicas de Viagem)

RealizaçãoTrilhas e Aventuras e Loumar Turismo em Foz do Iguaçu
PatrocínioHotel Bella Italia e Itaipu Binacional
ApoioGol Linhas Aéreas Inteligentes

Os Parceiros – Churrascaria Rafain Show – CityTour Histórico – Hotel Águas do Iguaçu – Restaurante Bufalo Branco – Cataratas do Iguaçu – Trilha do Poço Preto – Macuco EcoAventura – Restaurante Porto Canoas – Parque das Aves – Cataratas Argentina – Iguazú Argentina – Restaurante La Selva – Gran Aventura – Iguassu Jungle Explorer – Shopping Del Este – SAX Department – Dutty Free Shop Argentina – Restaurante El Quincho Del Tio Querido – Rafain Chopp – Woods – Cataratas JL Shopping

Apoiadores – Moleco – Pulp Edições – Zupper

Dica: Saiba mais sobre o Projeto BlogTur e leve essa Ação de Marketing de Turismo para promover o seu destino nas mídias sociais. Acompanhe o evento pelo Twitter através da Hashtag #BlogTurFoz e as atualizações na Fanpage do BlogTur no Facebook.

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:29
Posts Relacionados:
19
Jul
2012
29 comentários
  1. Fábio Lima
    19/07/2012

    Muito bom! Estive lá também durante o EIBTUR, mas essa aventura de vocês durante o BlogTur acho que tbem foi bem irada!! Curti!

    • Acredita que durante o EIBTUR eu tive a chance de ir lá (na quarta-feira) e me atrapalhei no horário? Acabei perdendo o repeteco do tour mais legal EVER!!!!

  2. Irado,

    Vi vários passeios pelo mundo do mesmo tipo, mas que certamente não proporcionam a mesma emoção. A força das Cataratas é surreal.

    Adorei o vídeo!!!

    Abraços

    • Hehehe, o vídeo é do Jonathan, que foi de câmera presa da cabeça registrando esses momentos inesquecíveis! Valeu o comment, bro!

  3. Celina
    19/07/2012

    Meu último post lá no blog foi extamente sobre o “Macuco Safari, o dia em que eu paniquei e depois adorei!”
    Fiquei com um baita medão mas depois adorei!
    bjocas

    • É de dar medo mesmo… Mas como você disse, é só no início, hehehehe. Depois é só alegria! 😉

  4. Mariana
    20/07/2012

    Lindo o post, Gleiber. Ainda me lembro como foi quando fiz o Macuco Safari com a minha mãe em mil novecentos e guaraná com rolha:
    Só sabíamos que íamos andar de carreta, de barco e depois à pé. Sério. Só isso.
    A trilha que fizemos na carretinha foi linda, o guia explicando as funções medicinais de várias espécies de plantas nativas e tal… aí entramos no barquinho tranquilos, fotografando capivaras que atravessavam o rio, fotografando as quedas, sentindo as ondas baterem no fundo do bote como se fossem pedras… aí chegamos bem perto e o piloto desligou o motor. Tiramos mil fotos enquanto a correnteza nos empurrava devagar para longe das quedas. Aí o piloto pediu para guardarmos as máquinas muito bem guardadas. Ligou o motor e arrancamos em direção à água. Quanta água. Ninguém acreditou que fôssemos chegar tão perto, ninguém sabia. Tomamos um tremendo banho, gritamos, ficamos apavorados, ficamos extasiados.
    Na época não havia isso de dvd com o seu passeio gravado. Não havia divulgação do passeio pela internet e se por um lado quase não fomos por não saber o quanto era bom, por outro não sabíamos o que nos esperava. Mas não me esqueci de nada, como você muito bem disse, ficou tatuado no espírito.

  5. Tereza Gonçalves
    20/07/2012

    Gleiber, estive em Foz agora em Julho e curti bastante o passeio. Eu já conhecia Foz e as Cataratas mas tinha ido nos anos 70. Está bem diferente agora, tanto do lado brasileiro quanto do Argentino. Do lado brasileiro há mais quedas para se ver e arco-íris mas a gente se molha e passa frio- melhor ir em tempo quente. Já do lado argentino se curte todo o passeio de Trenzinho vendo já partes do Rio Paraná e a estupenda visão da Garganta do Diabo com as quedas bem próximas. Em resumo, em ambos os passeios há belezas para se curtir. Apreciamos tb a presença maciça dos quatis e visitamos o Parque das Aves, muito lindo tb. è maravilhoso poder viajar e curtir e ser tb outro Andarilho do Mundo!

    • Que legal, Tereza! Fiquei super feliz de você ter dado uma passadinha por aqui e contar um pouco do seu passeio aos leitores do blog! Sou suspeito para falar bem de Foz, hehehe. Somos todos Andarilhos deste mundo velho sem porteira. Um beijão!

  6. Tereza Gonçalves
    21/07/2012

    Eu já me considero Andarilho do Mundo mas tu já estás virando gaúcho, haja visto o dito acima (“mundo velho sem porteira” é um dito gauchesco). Um beijo bem grande!

  7. Lydia Ghisi
    01/08/2012

    Nooosssa.. já tinha ouvido falar do tour… mas visto por auqi parece bom demais! Dica anotada para nossa próxima ida a Foz! Parabéns pelo blog!

    • Obrigado Lydia! Lembre-se, o tour é igualzinho do lado Argentino (Gran Aventura) e do lado Brasileiro (chamado Macuco Safari). Encaixe no seu passeio como for melhor e aproveite! É diversão garantida, e dá para ir até com crianças. Apesar da câmera tremer toda (é culpa da água caindo!), o passeio é super seguro

  8. Ana
    25/11/2012

    Você acha que para quem nunca teve contato com o castelhano, vale a pena trocar o “Macuco Safari” pelo “Tour Gran Aventura”? Perde-se algo, por conta das explicações?

    • O Tour é de aventura. Praticamente não tem nenhuma explicação, ehehehhe Vá tranquila!

      • Alexandro
        12/06/2013

        Gostaria de saber qual passeio é mais bonito Macuco SAFARI OU GRAND AVENTURA.

  9. carlos
    22/07/2013

    Ola Amigos
    Sou Portugues e vou estar 2 dias nas cataratas. O que o agente me vendeu foi 1/2 nas cataratas do lado brasileiro e 1 dia do lado argentino. Pelo que entendi dos vossos comentários o safari macuco e idêntico ao grande aventura. Sendo assim sera melhor fazer do lado argentino em virtude de estar la o dia inteiro? Que me aconselham?
    Obrigado pela ajuda

    • Olá carlos! Foi exatamente assim que nós fizemos. Fizemos o gran aventura durante o dia em que estivemos na Argentina. Ficamos lá o dia inteiro (exatamente). E ficaria corrido fazer o Macuco com 1/2 dia no parque do lado do Brasil.

  10. Gleiber,
    Será que rola esse passeio pra minha mãe? Ela tem 64 e curtiu passear de buggy em Jeri 🙂
    Obrigada
    Mi

    • Oi Mirella, olha… No dia em que fomos, não tinha ninguém desta faixa etária. Como é barco, tem que ver se ela não enjoa, ou coisas do tipo. Que dá, dá… Mais sei lá. Minha mãe eu não levava porque era capaz de ela enfartar só de medo! Mas o passeio em si não oferece nenhum risco… Vale lembrar que você sai de lá ENXARCADO. Então se a pessoa fica encanada de ficar molhada, já complica também…

      • Valeu Gleiber,
        Minha mãe super curte aventura, ela anda ficando com mais medinho, mas vou deixar pra ela escolher por lá, mais fácil, né? 🙂
        Obrigada pelo feedback 🙂
        bjos,

  11. Joao Carlos
    22/04/2014

    Bom Dia,

    Gostaria de saber hoje qual o valor do passeio Grand Aventura na bilheteria do parque….um abraço

    • Custava 200 pesos quando fomos, João Carlos. Mas já houve inflação na argentina de lá para cá e eu não consegui achar o preço atual. :/

  12. Cintia
    29/04/2014

    Adorei o Blog, vou a Foz dia 15 agora de Maio e estou pesquisando sobre os passeios, to loucaaaa de vontade de fazer esse passeio aí e confesso que com seu blog fiquei mais apreensiva ainda! Esse passeio dura quanto tempo? Costuma começar que horas? Precisa agendar com antecedência? Dá pra levar roupa seca pra trocar depois? A máquina precisa daquelas capinhas pra água, certo? (pergunta idiota diante o vídeo, mas não custa rs).
    Obrigada e parabéns pelo blog, massa!!! ^^

    • Não precisa agendar não, Cíntia. Acho que ao todo, leva uma hora e meia – duas horas (até entrar no barco e depois até se arrumar / banho / trocar de roupa). Você precisa levar roupa seca sim!!! Quanto à máquina, se você quiser usá-la, tem que levar um saco estanque transparente (“aquela” capinha, hehehe). Se você não quiser usá-la, eles emprestam um saco estanque grande verde para você guardar suas coisas (mochila, carteira, roupa seca, tênis) e você pode jogar sua máquina lá dentro. No macuco safari (lado brasileiro) eles não dão esse saco, você é que tem que levar o seu ou então deixar tudo num armário com chave antes de começar o passeio.

  13. Maitê
    23/10/2014

    Oi Gleiber!! Vou para Foz no final do ano e quero mtoooo fazer o Grand Aventura… Vc sabe se lá tbm eles só aceitam pgto em pesos argentinos?? Pq pelo q soube, pra entrar no Parque Nacional Iguazu só se aceita dinheiro vivo em pesos argentinos… Valeu pelas dicas!!

    • Oi Maitê. Acho que aceitavam cartão de crédito também. As coisas lá na Argentina têm mudado nos últimos anos, desde quando estivemos por lá. Qualquer informação que eu te dê sobre as formas de pagamento na época que fomos já podem ter mudado. Abraços

  14. Denilson
    27/01/2017

    MUITO BOM, PARABÉNS!