Budapeste parte 2 – Pontes, Ruas e o Parlamento de Peste

Bem, estamos agora em Pest, tão diferente da charmosa Buda mas nada menos encantadora.

budapeste bandeira da hungria

Pest ou Peste é a parte agitada da capital húngara. Ligada a Buda por várias pontes sobre o Danúbio, a cidade te convida a desbravá-la.

 

As Pontes

Mas antes de falar de Peste vamos falar das Pontes. A mais famosa de todas é a Ponte das Correntes – Lánchid. Esta ponte é um charme com as figuras dos leões em suas cabeceiras.

ponte das corretes budapeste

Próximo a elas na margem de Peste está a Avenida Belgrado – Belgrád Rakpart – com vários hotéis. Tive o privilégio de me hospedar no Sofitel Chain Brigde com a magnífica visão do palácio de Buda iluminado à noite…

cafe da manha no sofitel de budapeste

Mas voltando às pontes, vale a pena conhecer a Ponte Isabel, toda branca e a Ponte da Liberdade, toda em metal lembrando a estrutura da Torre Eiffel.

ponte das correntes em budapeste vista do castelo de buda

 

O Parlamento Húngaro em Budapeste

Para começar o passeio em Peste sugiro partir do maior edifício do país. O Parlamento Húngaro (Országház).

Parlamento de Budapeste

Uma estrutura suntuosa, de estilo neogótico, às margens do Danúbio. Interessante é que seu interior guarda estilos arquitetônicos bem distintos, como o belo átrio barroco com escadarias.

Há visitas guiadas em vários horários. O Parlamento fica em frente a uma praça (Ter em húngaro, única palavra que me lembro) – Praça Kossuth. Quase em frente temos o Museu Etnográfico, que infelizmente não cheguei a entrar.

Museu etnografico de budapeste

Ao atravessar a rua há uma pequena praça com uma ponte de metal com uma estátua – Monumento a Imre Nagy – primeiro ministro húngaro.

estatua de Imre Nagy budapeste

 

Andarilhos pelas Ruas de Budapeste

Partindo a pé da Kossuth um passeio que sugiro é em direção à Rua Andrássy (ou Andrássy útca). A Andrássy útca é uma bela alameda.

andando ao léu em Budapeste

Mesmo no inverno com as árvores com folhas secas podemos contemplar sua beleza. Fico imaginando como será ainda mais bela na primavera com o arvoredo todo verde e o céu azul.

Andrássy útca Budapeste

A linha amarela do metrô segue toda a rua Andrássy e é bem superficial. Detalhe: esta é a linha de metro mais antiga do continente europeu. Suas estações são bem charmosas.

estacao do metro de budapeste

Esteja sempre com seu bilhete do metrô em mãos, pois apesar de não haver catracas os guardas nas estações vão exigir que você os apresente.

Metro - Budapeste

Se estiver com preguiça de caminhar pela Andrássy vale a pena pegar o metrô e descer na Estação Hörök Tere (Praça dos Heróis).

metro amarelo de budapeste

Caminhar pela Andrássy em qualquer clima é muito agradável. Nos primeiros quarteirões você vai encontrar as principais lojas de grife do mundo. Para os gastadores um bom lugar para comprar na Burberry, Gucci, Nespresso, Boss… Todas as marcas que você gosta estarão aí.

E para os que querem aproveitar para um passeio cultural em Budapeste, esta região também vai agradá-los. Por exemplo, é ali que fica o Teatro de Ópera.

Teatro de Opera Budapeste

O Teatro de Ópera (Magyar Allami Operaház), inaugurado em 1884, todo em estilo neo-renascentista, já foi o teatro com os equipamentos mais modernos de toda a Europa. Vale a pena entrar e ver os detalhes de sua obra, desde lustres, maçanetas aos afrescos por todos os salões.

Interior do Teatro de Opera Budapeste

A sala dos espetáculos por si é um espetáculo. Em formato de ferradura com três pisos de camarotes e no teto o afresco “Olimpo e os Deus” além do lustre de bronze de 30 quilates.

Ao lado da Ópera há a rua Nagymező, considerada a Broadway em Budapeste. Vale uma foto no Moulin Rouge.

moulin rouge em Budapeste

Caminhando ainda pela Andrássy não deixe de observar os edifícios ao longo da alameda… todos em estilo neo-renascentista… um charme no coração de Peste.

Budapeste panorama

O final da Andrassy te leva a uma grande praça – A Praça dos Heróis (Hösök Tere). No meio da praça uma altíssima coluna na qual ergue-se a estátua de bronze do arcanjo Gabriel, segurando a coroa santa e a cruz dupla, com as asas protetoras abertas representando o triunfo.

budapeste estatua do arcanjo gabriel

Ainda na praça encontramos o Monumento Millenium, construído para o milésimo aniversário da conquista da pátria húngara.

praça dos heróis em Budapeste

Ao lado da Praça dos Heróis de Budapeste ainda encontramos dois belos edifícios. O Palácio da Arte e o Museu de Belas Artes (Szépmuvészeti Múzem).

Palácio das Artes Budapeste

Museu de Belas Artes de Budapeste

Mas esse bate-pernas ainda vai muito longe, até porque a cidade tem bastante coisa para ser conhecida. Por isso, a gente dividiu Peste para vocês não se cansarem. O próximo capítulo dessa saga fala do Parque Municipal, da Gastronomia e do Centro de Peste, além de algumas dicas de compras.

 

Parceria Ticketbar

Olha só o que nós, do blog Andarilhos do Mundo conseguimos para vocês! A oportunidade de contratar passeios e adquirir tíquetes online para desfrutar a linda cidade de Budapeste. Assim você não vai precisar pegar fila para comprar ingressos!

A plataforma de venda desses tours é da Ticketbar, uma empresa da nossa total confiança. Você compra deles, paga para eles em ambiente seguro e faz o passeio com eles. E onde os Andarilhos do Mundo entram nessa? Eles nos retornam uma pequena comissão por termos feito a indicação.

Sem que você pague nenhum centavo mais caro por isso! Sairá o mesmo preço (às vezes até mais barato) do que se você deixar para comprar na hora!

Confira as opções de tours e ingressos a venda em Budapeste clicando no link – se não clicar no link, a gente não ganha comissão. :˜(

 

 

Gostou? Quer ler mais?Acompanhe a saga húngara de Rodrigo Molina por Budapeste:
Parte 1: Buda
Parte 2: Pontes, Ruas e o Parlamento de Peste
Parte 3: Parque Municipal, Gastronomia e o Centro de Peste
Ou mais posts sobre a Europa?

Escrito por: Rodrigo Molina
Compartilhe:
comentarios:7
Posts Relacionados:
25
Jul
2012
7 comentários
  1. Rafael Carvalho
    26/07/2012

    Muito legal, Rodrigo, morro de vontade de conhecer! Abraços

    • Rodrigo Molina
      26/07/2012

      Oi Rafael… muito obrigado pelo seu comentário.
      Budapeste é sensacional… Indico conhecê-la.
      Grande abraço!!!

  2. Luiz Modesto
    27/07/2012

    Rodrigo
    Ficou excelente, pena que não dá pra comentar a cada foto, hehehehe
    Budapeste, com certeza, vai deixar saudade!!!! mt

  3. Maria Lagranha
    25/09/2013

    Muito bom teu texto e as fotos belissimas!!!
    Estarei indo semana que vem…02/10/2013 pra la…
    Anotei as dicas e passeios…Obrigada! beijo

    • Rodrigo Molina
      25/09/2013

      Oi Maria!

      Muito obrigado e tenho certeza que vc vai adorar Budapeste!
      Quando voltar nos conte se as dicas ajudaram!
      Excelente viagem!!!

      Bjs!!!

      Rodrigo

  4. Deise Cassol
    13/02/2015

    Boa tarde,

    Mais uma vez parabéns pelo blog. As dicas são bastante úteis e me ajudaram muito numa viagem ano passado. Agora estou planejando voltar ao Leste Europeu e queria uma ajuda. Praga -> Budapeste. Qual a melhor maneira de deslocamento (custo/benefício), trem ou avião? A viagem de trem é longa e encontrei viagem noturna. Em compensação, os vôos são caros à beça.
    Enfim, agradeço se puderem me dar uma dica.

    Abraços..

    • Oi Deise,
      Isso vai muito do gosto e do orçamento pessoal.
      Como a jornada é longa, eu iria de avião. Mas não pense que sai tão mais rápido assim, porque o tempo perdido no aeroporto sempre é enorme. Então se o orçamento estiver apertado, a vantagem do trem noturno é economizar uma diária de hotel. Uma vez viajamos num trem noturno com cama e tudo e eu não dormi nada. Por isso minha preferência por pagar um pouco mais pelo conforto.
      Abraços.