Rota Ecológica de Alagoas – Guia Completo do Paraíso

Se você procura um lugar para curtir sossego, pousadas de charme, praias desertas, mar quentinho, piscinas naturais, gastonomia de qualidade e, para completar, turismo ecologicamente sustentável, deixe-me lhe apresentar a Rota Ecológica, no litoral norte de Alagoas.

Rota Ecológica de Alagoas Porto de Pedras Mirante do Rio Manguaba

Mas como eu andei avisando por aí, é bom correr antes que todo mundo descubra! Esse canto ainda selvagem e paradisíaco do nosso litoral está situado bem no centro da Costa dos Corais. Não conhece? É aquela região que começa em Maceió e termina em Recife, protegida pelo segundo mais banco de arrecifes do mundo (só perde para a Grande Barreira de Coral da Austrália).

Para você entender melhor a geografia da coisa, imagine que 300km da nossa costa estão emoldurados por uma barreira natural construída ao longo de milhares de anos pelos corais. Por causa disso, veremos piscinas naturais na maré baixa em várias praias da região, além de um ecossistema muito rico em nutrientes e em variedade de espécies.

Rota Ecológica de Alagoas Patacho Recifes de Coral

Maragogi, onde ficam as mais exuberantes dessas piscinas, fica mais ao norte de Alagoas, quase chegando em Pernambuco. Mas antes de chegar lá, entre os rios Camaragibe e Manguaba, está uma área de litoral muito preservada, formada de municípios de pequena população e que, ao longo dos anos, vêm sobrevivendo principalmente da pesca e da agricultura de subsistência.

Rota Ecológica de Alagoas Casinha em Tatuamunha Casinha antiga no povoado de Tatuamunha

 

Preocupação Ambiental

Com o chegada das rodovias asfaltadas e dos turistas em maior número, diversas pousadas charmosas vem sendo abertas, ano após ano, mas com uma visão diferente, tentado hóspedes por causa da beleza selvagem da região. Assim, elas vêm se esforçando em preservá-la e não em estragar as coisas com lixo, esgoto ou desmatamento.

Rio Tatuamunha Rota Ecológica de Alagoas Rio da região, a salvo de depredação ambiental

Exemplo de turismo sustentável, passeios de jangada pelo rio Tatuamunha levam os visitantes a conhecer o Santuário do Peixe-Boi. Lá, um projeto do Instituto Chico Mendes reabilita filhotes para serem integrados à vida na natureza.

Vocês podem conferir o nosso passeio, com direito a demonstração de como se tira o caranguejo de dentro do mangue no nosso post “Santuário do Peixe-Boi em Alagoas”.

Jangada no Rio Tatuamunha Rota Ecológica de Alagoas Passeio de Jangada pelo rio Tatuamunha para avistar o Peixe-Boi

 

Como chegar à Rota Ecológica de Alagoas

Vindo de Maceió, é só pegar a AL – 101 e rumar até a Barra de Santo Antônio. Não se esqueça de dobrar à esquerda, em direção ao interior do estado, na direção de São Luiz do Quitunde.

Até é possível seguir pela litoral, mas a via não é asfaltada nesse trecho. Acreditem em mim, quando fizemos o passeio até a Praia do Carro Quebrado, vimos que seguir pela 101 à “beira-mar” é coisa para 4×4 potentes!


Visualizar Rota Ecológica em um mapa maior

De São Luiz do Quitunde, siga para Passo do Camaragibe e dali até a Barra do Camaragibe (super bem sinalizado, fácil, fácil). Quando você chegar no litoral de novo, estacione o carro e estique as pernas um pouco.

 

Barra do Camaragibe e Arredores

Vale a pena admirar a foz deste rio (o Camaragibe), principalmente se for maré baixa. Os bancos de areia e as piscinas de água pelo tornozelo habitadas apenas por meia dúzia de pescadores passando é uma cena daquelas lindas, difíceis de esquecer.

Barra do Camaragibe na Maré Baixa Rota Ecológica de Alagoas Barra do Camaragibe

Seguindo para o norte, chegamos à Praia do Marceneiro, onde paramos para umas fotos, achando que tínhamos chegado em São Miguel (falha nossa!). Depois dela, ainda vem a Praia do Riacho, onde está a Pousada Riacho dos Milagres, uma belezura dentre as várias da região.

Praia do Marceneiro Rota Ecológica de Alagoas Praia do Marceneiro

 

São Miguel dos Milagres

Na sequência, alcançamos São Miguel dos Milagres, uma cidadezinha que esbanja charme em suas cores vibrantes, apesar da simplicidade e da humildade do seu povo. Nosso post específico sobre essa praia, “São Miguel dos Milagres – a praia mais Azul do Brasil conta como foi passar uma bela tarde nesse pedacinho de paraíso.

Praia de São Miguel dos Milagres Rota Ecológica de Alagoas

Aí a coisa começa a ficar chique, a Praia do Toque, passando São Miguel, tem Pousadas classudas como a Pousada do Caju, a Pousada do Toque, a Pousada Origami, a Pousada da Amendoeira entre outras, acessíveis em pequenas vielas de chão batido, incrivelmente bem sinalizadas.

A gente andou por ali procurando algum lugar para comer, mas demos com os burros n’água. Só com reservas ou para hóspedes, meu caro.

Praia do Patacho na Rota Ecológica de Alagoas

À frente, o povoado de Porto da Rua e sua praia abrigam vários restaurantes descolados à beira-mar e mais pousadas legais. Pena que a gente só descobriu isso depois de ter voltado para casa (e ter ficado um peixinho com guaraná bem meia-boca num quiosque à beira-mar em São Miguel dos Milagres mesmo).

Quer umas dicas em Porto da Rua? Peixada da Júlia, Restaurante do Enildo, Luna Bar, Barraca do Tibiro para comer e a Pousada Côté Sud, Pousada do Sonho, Pousada Villa Pantai e Hotel Costa dos Corais.

 

Chegando perto de Porto de Pedras

Em Tatuamunha, o rio que corre paralelo ao mar, cortado por passarelas que atravessam o manguezal formam um cenário paradisíaco, digno de ser conhecido mesmo se o passeio para ver o Peixe Boi estiver lotado. Para hospedagem, só tem a Pousada Borapirá.

Ponte sobre o Mangue do Rio Tatuamunha Rota Ecológica de Alagoas Passeando pelo Manguezal em Tatuamunha

Na penúltima praia da região, a Praia da Lage, a pedida é a chiquetésima Pousada Aldeia Beijupirá, dos mesmos donos do restaurante homônimo de Porto de Galinhas. Dizem que a praia é uma das mais bonitas da região, mas eu fico com a Praia do Patacho e não abro!

Não sei se foi porque foi o dia mais agradável, ou se foi a coisa de poder deixar tudo no carro enquanto relaxávamos na areia. O post “Praia do Patacho – para chamar de sua” conta a nossa aventura andando 1km mar adentro de chinelos para conhecermos os recifes de coral! Para se hospedar lá, a recomendadíssima Pousada do Patacho.

Praia do Patacho Rota Ecológica de Alagoas

Nosso percurso foi até a cidade de Porto de Pedras e o seu Mirante sobre o Rio Manguaba, também tema de um post exclusivo. A cidadezinha charmosa também vale a visita, mas geralmente é apenas um ponto de passagem para quem vai pegar a balsa até Japaratinga, mais adiante.

Dizem, inclusive, que esta sim é a mais linda de todas (páreo duro, hein?), mas no final a gente acabou não seguindo em frente (afinal a ideia da viagem era ficar em Maceió, lembram?).

Mirante do Rio Manguaba avistando a cidade de Porto de Pedras Rota Ecológica de Alagoas Porto de Pedras

Não foi o fim da viagem, mas é o fim deste guia. Nós gostamos muito de conhecer esse cantinho sossegado e cercado por coqueiros do maravilhoso estado de Alagoas. Ainda temos muita história para contar desse carnaval!

Querem ver a nossa série com todos os posts publicados sobre Alagoas?
E mais posts sobre destinos no Brasil?
É só clicar nos links e boa viagem!

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:44
Posts Relacionados:
22
May
2012
44 comentários
  1. Karla
    23/05/2012

    Adorei o post, Gleiber! Bem didático mas sem perder o charme. E as fotos então nem se fala!
    Realmente um paraíso!

    Bjs,
    Karla

    • Obrigado Karla! Que bom que gostou! Tirar fotos lindas lá é muito fácil, é só apontar a câmera e clicar! Bjos

  2. Adorei o post, Gleiber!
    Se eu tivesse um #Anadrilhosfera vc seria selecionado com esse post, ehehhe
    Quero fazer esse roteiro qdo eu for lá.
    Abração

  3. Paula Brum
    27/07/2012

    Muito show o roteiro… estive na Praia do Marceneiro e amei, mas minhas fotos naquele dia não ficaram tão legais… Como tenho dito, Alagoas merece um retorno para que eu possa conhecer mais detalhes daquele paraíso… Abraços

  4. […] do Mundo, por Gleiber Rodrigues: Rota Ecológica de Alagoas – Guia completo do paraíso! Quer sossego, pousadas de charme, praias desertas, mar quentinho, piscinas naturais, gastonomia de […]

  5. verônica
    13/02/2013

    Parabéns pelo Blog!
    Pretendo ir pra São Miguel no final de fevereiro e acessando os links de pousadas que vc sitou fiquei um pouco assustada com os preços… Vc conhece algum site que poderia me dar todas as pousadas de São Miguel?
    Abraço

    • Sinto te informar, verônica, mas nesta compilação eu coloquei todas as pousadas que eu encontrei… 🙁 Bem, eu fiquei em Maceió e fiz meus passeios de carro. Certamente ficará mais em conta, mas sem o mesmo charme.

  6. Tony
    15/05/2013

    Boa noite Gleiber

    Encontrei o teu Blog para caso, navegando na net,Em Japaratinga inicia a famos Rota Ecológica, inclusive encontra-se pousadas de otima qualidade com preços muito acessíveis.
    O município de Japaratinga conta com 25 pousadas e dois hotéis, para todos os bolsos. Com magnificas praias e piscinas naturais.

    Atenciosamente Tony

    • Opa! Valeu pela informação! Como a gente não atravessou a balsa, a gente não sabia se o “lado de lá” ainda fazia parte da rota ou não… #ficadica aí, galera!

  7. Juliana Moore
    12/01/2014

    Adorei o post! Quantos dias vocês ficaram (ou recomendam ficar) para conhecer os principais pontos da rota?

    • Ficamos uma semana em Maceió. Para a rota, tiramos 3 dias. Saíamos do nosso hotel em Maceió de manhã e voltávamos no final do dia (não dormimos na rota, mas com certeza é a melhor pedida! Tem pousadas lindíssimas, embora um pouco salgadas). Passamos um dia quase inteiro no Patacho, outro em São Miguel dos Milagres e outro passeando entre as atrações (Santuário do Peixe Boi, Porto de Pedras, etc). Hospedando-se na região, dá para otimizar o tempo e visitar outras praias. Abraços.

  8. Daniele Cardena
    11/03/2014

    Olá, semana que vem estarei indo para Maceió e minha idéia é alugar um carro para conhecer melhor a cidade, um dos passeios que quero fazer é São Miguel dos Milagres, especialmente a praia do Toque, riacho e patacho, porem não sei ao certo como chegar, pelo o que entendi a primeira praia seria a do toque, depois riacho e por último patacho, certo??? como faço para acessar as praias de carro, onde posso estacionar?? Estou perdida antes mesmo de ir kkkk…por favor me ajudem…

    • Oi Daniele
      Fique tranquila. Bem na beira da rodovia, há placas apontando para cada praia. Geralmente são estradinhas pequenas, de terra/areia, que vão se bifurcando até chegar na beira da praia. Lá é tudo rústico, meio deserto, não há aquelas barracas de praia que vemos nas praias urbanas. A gente parou o carro quase na beira-mar, guardamos as coisas dentro do carro mesmo e ficamos curtindo a areia com o carro praticamente às nossas costas. Fique tranquila que é seguro.

  9. Daniele Cardena
    18/03/2014

    Muito obrigada

  10. Fausto
    12/04/2014

    Vivo em Portugal e estou planejando uma viagem ao Nordeste no mês de Setembro e encontrei o seu blog por acaso. Deu um jeitão!! Vou ficar em Patacho vindo de Recife, mas as suas dicas foram preciosas. Obrigado

  11. Mario
    12/04/2014

    Resumindo, ir ate maceió nao adianta nd. E se quiser visitar essas praias, tem alugar um carro pra ir pro interior

    • Meio isso, Mario… Até porque o lema ali é sossego, não tem excursão para te levar. Mas em Maceió mesmo há muitas praias legais também, viu? E praias que dá para ir de excursão com estrutura e tudo (e bastante gente, lógico…). Exemplos são o Gunga, o Francês e a praia do Carro Quebrado.

  12. Pablo
    13/05/2014

    Hola! Soy de Uruguay y tengo pensado visitar la Rota Ecologica. Por lo que he leído es muy conveniente alquilar un carro. Mi consulta es ¿las rutas, caminos de acceso a los poblados y praias están en buen estado? ¿hay lugares que no son accesibles en carro?

    Gracias

    • Pablo,
      Obrigado por sua visita. Conseguimos acessoar todos os “poblados” e praias de carro sim! E foi um carro comum, com motor 1.0, compacto. Mas já fazem alguns anos, pode ser que a situação tenha mudado. Mesmo assim, continuo recomendando que você tente. A viagem vai ser inesquecível.

  13. Pablo
    15/05/2014

    Gleiber, gracias por tu respuesta.

    ¿Qué lugar me sugerirías elegir como base para alojarme y desde allí recorrer los distintos lugares de la Rota Ecologica?

    Un saludo.

    • Hum… Pegue uma pousada na Praia do Toque ou no Patacho e já chegue lá com o carro alugado desde o aeroporto de Maceió. Pegue uns 4 dias para fazer seus passeios. É suficiente. Abração.

      • Pablo
        19/12/2014

        Gleiber, finalmente fuimos a Maceió y conocimos algunas playas de la Rota Ecologica.
        Barra do Camaragibe, Marceneiro, Riacho, Porta da Rua y Patacho.

        Sin lugar a dudas Patacho es la mejor.
        Llegamos de carro desde Maceió. Todas los accesos a las playas están señalizados. Para llegar desde Maceió en carro hay que tener en cuenta que se tarda un poco más de 2 horas, ya que la estrada tiene muchas curvas, subidas y bajadas y además en algunos tramos está en reparación.

        Si bien en los alrededores próximos hay playas muy bonitas la escapada hasta la Rota creo que bien vale la pena.

        Saludos desde Uruguay

        • Oi Pablo,
          Que legal você deixar esse feedback aqui para nós e para os nossos leitores. Concordo contigo. Patacho é mesmo a melhor das praias, principalmente ali perto da Pousada do Patacho.
          Abração.

  14. Sol
    09/07/2014

    Gleiber,
    me animei com seu relato, poderia ficar em Maceio hospedado e passar o dia nessa rota. Minha única preocupação é que estarei com criança e receio pela estrada, se é perigosa,bem sinalizada , com algum posto de gasolina, enfim não passar apuros.
    obrigada.
    Sol

    • Oi Sol. A estrada é tranquila, não é muuuito movimentada e as crianças vão adorar! Há postos de gasolina sim. Abraços.

  15. […] pelo interior para ganhar tempo, para quem tiver interesse em fazer a Rota Ecológica, sugerimos este post do blog Andarilhos do […]

  16. Silvana
    05/12/2014

    Olá Gleber, adorei seu post!!! Deixa eu te fazer uma pergunta, estou querendo ir pra Saõ Miguel dos Milagres sou de SP, você acha melhor eu descer no aeroporto de Maceió ou Recife? Outra coisa, quero fazer a rota porém não sei onde fico hospedada, não sei o que vale a pena fazer em um único dia, se as praias são perto uma da outra, isso me confunde… Não quero ficar em Maceió nem em Recife!! Me ajudaaaa!!

    • Oi Silvana
      Melhor descer em Maceió, que é mais perto. A gente colocou um mapa no post com o trecho da BR 101 onde estão as praias, repare que dá uma boa distância entre elas. Então a dica é estar de carro para ficar hospedada nas cidades, talvez (tipo em Porto de Pedras, onde deve ser mais barato), ou então pagar para ficar nas lindas pousadas da região. Acredite. Elas são mesmo lindas e paradisíacas e valem cada centavo. Abraços.

  17. Silvana
    10/12/2014

    Gleiber, é muito distante uma praia da outra? Dá pra ficar em São Miguel dos Milagres e fazer bate volta de outras praias? As diárias estão pela hora da morte, credo!!

    • Elas são longe sim, Silvana. Tipo, uns 5-6km pelo menos. Então a dica é fazer de carro, ou então ficar numa só mesmo, porque são todas bem parecidas. A gente ficou em Maceió mesmo e usamos carro justamente pelo preço das diárias, ehehehehe.

  18. Karla Almeida
    26/01/2015

    Oi, Gleiber. Adorei seu post. Estou montando um roteiro p 20 pessoas, amigos, kkkk. Vou sair de Maceió, passar um dia em São miguel e seguir p Maragoggi . Preciso só de carro4x4? E a praia do toque é’ depois de são miguel? Obg.

    • Oi Karla,
      Não precisa 4×4 não. A gente foi de Gol 1.0! Segundo meu mestre Google Maps, são 3,9km entre São Miguel dos Milagres e a praia do Toque. Boa sorte.

  19. Nathalia
    21/07/2015

    Oi Gleiber, tudo bem? Você acha que a rota ecológica é a melhor opção em janeiro? Estou com dúvidas se fora da rota ecológica – mais precisamente Maragogi – estará muito lotado nessa época do ano. O que você recomenda? Em que época você visitou?
    Obrigada! Abs.,

    • Oi Nathalia,
      A época de chuvas lá é julho-agosto.
      E em janeiro, claro, tudo fica mais lotado, mas como ali é um lugar mais afastado, tem sempre aquele clima de praia deserta. A gente foi em pleno carnaval e estava vazio.
      Abraços.

  20. Mariana
    20/03/2016

    Olá Gleiber! Há possibilidade de conhecer as praias da rota sem carro e hospedada em Porto de Pedras? Há transporte público por lá?

    • Oi Mariana,
      Honestamente não tenho essa informação.
      Abraços.

    • Renata
      28/11/2016

      Oi Mariana, vi um Post seu no andarilhos. Vc fez a rota ecologica sem carro? Porto de pedras é uma boa base?

      • Oi Renata
        Estávamos de carro alugado sim. Porto das Pedras é um lugar bem pequenino, viu?
        Eu montaria base em uma das pousadas à beira-mar da região.
        Abraços.

  21. alvaro luiz silva dos santos
    05/04/2016

    Quais praias na Rota Ecologica e tambem, aquela BR AL 435,quais praias?

    • Tem um mapa no post com o nome de todas as praias da Rota Ecológica. É só clicar nos ícones.
      Abraços.

      • Kely Mesquita
        04/01/2017

        Oi. Adorei suas dicas.
        Estou indo agora no dia 24 e queria mais detalhes… nao me informei antes de fechar e acabei fechando só Maceió, realmente é viavel a ida e volta da rota, todos os dias, qual horario q vc saia do hotel em maceio e a hora q voltava para Maceió, todos os sites eu achei meio confuso. Ficando em Maceió qual o roteiro q me indicaria de 5 dias

        • Oi Kely,
          A gente ficou no resort Salinas de Maceió, que não é em Maceió mesmo, mas em Ipioca, que já fica alguns quilômetros ao norte.
          Mas a gente foi até a região da Rota Ecológica 2 vezes, saindo tranquilos depois do café da manhã (10h, por aí) e passando o dia passeando de carro até as 17h por aí (quando anoitece lá).
          Abraços.

  22. Kely Mesquita
    04/01/2017

    Desde ja agradeço suas dicas!
    Att Kely