Mendoza e suas Atrações

Mendoza, além de ser a meca do Enoturismo, sede de mais de 1200 bodegas, ainda consegue ser uma daquelas belíssimas cidades que vale à pena conhecer mesmo se você não bebe. Detém é o título de cidade mais limpa da Argentina e consegue ser incrivelmente verdejante, mesmo estando localizada praticamente em um deserto.

A Belíssima Plaza EspañaPlaza España

É uma boa pedida para se aventurar no país hermano, principalmente se você já conhece Buenos Aires e está atrás de “algo mais”. Vamos tentar descortinar esta cidade, revelando suas principais atrações.

1. Praças

DSC04011Plaza Independencia

O centro de Mendoza tem 4 praças que circundam a Plaza Independencia, que é a principal. Bem arborizada e limpa, fica incrivelmente bela durante a noite, quando a iluminação revela seu lado patriótico: o imenso brasão argentino, em luzes coloridas.

Plaza Independencia por la nochePlaza Independencia à noite com o brasão iluminado ao fundo

Bem no meio, uma fonte com água azul. Podem dizer que é piegas, mas eu achei o máximo. Wi-fi grátis em todo o perímetro e ambulantes / artesãos de gosto duvidoso completam o quadro.

Fonte com Água Azul na Plaza Independencia em MendozaFonte de águas azuis

Tem gente que indica a hospedagem na zona rural, para acordar admirando parrerais verdejantes da janela do quarto. Quem vai no inverno, entretanto, só vai ver um monte de estacas sobre um solo cor-de-areia, pois os vinhedos estarão murchos e dormentes. O centro, portanto, passa a ser uma boa pedida, perto de restaurantes, lojas e praças.

Parreral nem tão verdejante assim em MendozaParreral não tão verdejante no inverno

As outras quatro praças: Chile, Espanha, Itália e Sarmiento têm cada uma seu estilo próprio de “decoração” e valem a visita, nem que seja apenas de passagem em direção a um outro ponto turístico mais interessante.


Visualizar Mendoza em um mapa maior

2. Oásis no Deserto
Mendoza realiza esse milagre da engenharia de estar num deserto, e ainda assim ser verdejante. É que toda a água que chega à cidade vem do degelo da cordilheira, e graças a um incrível sistema de barragens e canais de irrigação, consegue manter o suprimento adequado de água não só para os moradores, como também para a agricultura e até para regar as árvores.

Água sempre abundanteÁgua em abundância

A gente mesmo só acreditou que não chovia por lá quando foi para os arredores fazer nossos passeios e vimos a terra árida, os cactos e os arbustos espinhosos. No dia da nossa chegada mesmo, estava caindo um baita temporal! Na montanha, inclusive, aquilo virou neve, mas na cidade o máximo que vimos foi uma (será?) chuva congelada.

 

3. Peatonal, Restaurantes e Cafés
O calçadão principal da cidade é o Paseo Sarmento, cheio de restaurantes simpáticos. Há muitas casas de alta gastronomia pelas redondezas, incluindo o famoso 1884, este localizado na Belgrano, 1188.

Para compras, a cidade é famosa não só pelos bons vinhos, mas também por geleias, patês, amêndoas, nozes, frutas desidratadas e outras gordices como as comercializadas na delicatessen Almacén del Sur.

Peatonal em Mendoza

Como boa cidade argentina que se preze, tem suas parrillas e cafeterias, das mais às menos elegantes, para todos os gostos e bolsos. Comemos, num butequinho despretencioso, uma lentilhada inesquecível e empanadas que, segundo informantes locais, eram as melhores da cidade. Pena eu não lembrar do nome do lugar para fazer a propaganda direito, mas achei as melhores que comi na VIDA!

 

3. Passeios nas Bodegas
O forte ali, obviamente, são os passeios pelas bodegas. Certamente a principal atração, a que move a maioria dos turistas até lá. Há diversas formas de fazer sua visita com degustação, mas a regra é sempre reservar antes. Você pode até fazer isso de casa, pesquisando o site da bodega e combinando com eles por email ou telefone.

Nós optamos por contratar um tour através de uma agência local (veja como fizemos AQUI), mas recomendamos que, se você quer conhecer alguma vinícola específica, contrate um remis que é um motorista que ficará à sua disposição para te fazer os translados e também fará as reservas. Todos os hotéis saberão quem recomendar e agências de turismo também oferecem esse modalidade.

Quer saber quais as bodegas mais legais? Entre nos blogs do Nós no Mundo ou no Dicas e Roteiros de Viagem e tire algumas sugestões.

Além de conhecer a fabricação dos vinhos e degustá-los, algumas bodegas ainda têm almoço harmonizado, que deve ser uma experiência deliciosa.

 

4. Passeio nas Montanhas
Mendoza fica no sopé da Cordilheira dos Andes. Os amantes de montanhas não podem, portanto, perder a chance de ter uma experiência com a neve, fazer uma trilhazinha, quem sabe até esquiar!

Uma boa opção de passeio oferecido pelas agências locais é o “Alta Montanha” que te leva até a famosa Ponte del Inca, quase na fronteira com o Chile e também até o mirante que avista uma parte do Aconcágua. Você vai ver mais ou menos neve dependendo da época do ano e TODOS dizem ser uma daquelas aventuras imperdíveis, até pelos vilarejos do caminho.

Nós, entretanto, não pudemos fazê-lo (já contei que a gente pegou uma nevasca que bloqueou as estradas, né?). Você pode ler mais sobre esse tour no blog Dicas e Roteiros de Viagem.

Caminhando em Villavicencio

A estação de esqui mais próxima é Penitentes que dizem ser muito legal. Infelizmente também teve que ficar para a próxima… Mas para quem não conseguir subir até a Cordilheira como nós, um bom prêmio de consolação é o passeio até Villavicencio, na Pré-Cordilheira, que conto AQUI.

 

5. Cânion de Atuel
Esse passeio a gente não teria tempo de fazer, mas é uma outra opção muito interessante nos arredores. Fica no Distrito de San Rafael e além da paisagem incrível, é um lugar onde se pode fazer vários esportes de aventura. A blogueira @carolymayr conta suas experiências no Blog Dicas e Roteiros de Viagem.

Bem, pessoal. Assim terminamos nossos posts sobre a cidade de Mendoza. Se você quer conferir toda a série sobre a cidade:

   Mendoza e suas Atrações
   Inusitado Villavicencio em Mendoza
   Feliz como Pataxó na Neve
   Tour das Bodegas em Mendoza
   Guia de como chegar a Mendoza


Ou Mais sobre a Argentina?

Buenos Aires

   Tá escrito OTÁRIO na minha testa?
    Roubaram o meu cartão de crédito no exterior
   Ópera Pampa: BsAs além do Tango
   Tango em Buenos Aires
   Buenos Aires para Iniciantes
   Diga Não à Aerolineas Argentinas

Puerto Iguazú

   Noche en Iguazú – Argentina no #BlogTurFoz
   Cataratas pelo Lado Argentino
   La Gran Aventura – DENTRO das Cataratas  com Vídeo
   Duty Free Shop de Puerto Iguazú

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:8
Posts Relacionados:
25
Oct
2011
8 comentários
  1. Olá! adorei seu blog,parabens!!Acabei de o conhecer através do grupo Blogs de turismo,do face!
    Quando estive no Chile passei uns problemas e tive que remarcar a ida a Mendoza…chuif!Fiquei aqui com agua na boca..espero ter outra chance!!
    Abraços!! 🙂

  2. Carolmay
    25/10/2011

    Oi Gleiber! Adorei acompanhar a sua viagem! E obrigada pelos links. Bjoss

  3. Obrigado pela visita! Vocês são uns amores! O grupo do face foi uma ideia muito legal, né? Acho que tem ajudado a gente se conhecer ainda mais. Também só conheci o seu blog por causa do grupo e também adorei! E quanto a você, Carol, nem preciso dizer o quanto gosto do seu blog depois desse monte de links, né?

  4. Luciana Almeida
    25/10/2011

    Estou louca para conhecer Mendoza! Parabéns pelo post e pelo blog!

  5. Adoro viagens Enologicas
    Mendoza esta na listinha
    Post para guardar para quando for la conhecer tb

  6. Valeu pela visita! Mendoza é um charme só! Eu mal voltei e já quero voltar no verão, na época da vindima!

  7. Ana Carolina
    13/05/2014

    Olá!
    Pesquisando sobre Mendoza estou adorando suas dicas, mas pergunto – em que época você foi?