Cruzeiro pelo Nilo até Luxor – Egito parte 4 de 5

Só depois que o barco começou a seguir viagem é que a gente entendeu o gostinho de fazer um cruzeiro pelo Nilo. A principal vantagem, sem dúvida, é poder conhecer diversos lugares com o mesmo check-in.

Explico: Você se instala em seu quarto, arruma as coisas no armário, passa vários dias dormindo na mesma cama. Tudo isso atravessando kilômetros e kilômetros da sua viagem e conhecendo vários destinos diferentes (e sem precisar dirigir).


Cafezinho no barco…

O barco não era um 5 estrelas, mas tinha suas diversões a bordo. Uma piscina (tá! uma jacuzzi!) e um “bar” na parte superior já serviram para que a gente tivesse um pouco de entrosamento com os companheiros de viagem.

Era baixa temporada, o Sol nem era tão escaldante como dizem (nada pior do que o verão brasileiro), e se aqui cabe um conselho, aviso: Maio foi um mês ideal para conhecer esse país!


Saudades da Dona Wilman

Algumas paradas interessantes do caminho: Kom Ombo e Edfu. Ambos são cidades detentoras de enormes templos, que demonstram a arquiteturas de fases diferentes do Império. Não vou me deter a aulas de história por aqui, mas sendo resumido, essa viagem mostrou exemplos muito distintos.


Kom Ombo

Em Gizé (onde ficam as grandes pirâmides), temos exemplos de tumbas do Império Antigo e em Luxor (para onde estávamos indo) estão os templos o Império Novo. Em Edfu, por outro lado, o templo é da época dos Ptolomeus, uma dinastia após a conquista do Egito pelos Macedônios (gregos).


Claro que tem o encatador de serpentes, né?

A viagem incluía também aqueles passeios pega-turista, que são apresentados como “opcionais”. Você paga um preço extra e pode descobrir lugares inusitados ou ser levado para uma furada completa.


Visita a um povoado núbio típico perto de Kom Ombo

Um exemplo de furada completa é ver o show de luzes e sons aos pés das pirâmides. Uma narração difícil de compreender e um monte de luzinhas coloridas faziam o espetáculo mais entediante da face da terra.


Edfu, a arquitetura Ptolomaica

Um exemplo de lugar inusitado é o templo de Philae, ainda em Aswan, que nossos colegas de excursão foram (a gente não) e que, segundo eles, é imperdível. Infelizmente, nós perdemos… 🙁


Edfu

E, ao chegar em Luxor, prepare-se para encarar uma cidade grande, com muitos bazares e muuuuuitos turistas (como se pudesse dizer que algum lugar no Egito tenha poucos deles, hehehe). Há cinco atrações principais aqui, todas muito legais e com mais e mais aulas de história.


Templo de Luxor

 

1) Templo de Luxor

Esse é um dos principais dentro do complexo de templos da cidade (que foi capital do Império Novo e se chamava Tebas). Visitamos o local ao pôr-do-sol, o que deixou tudo ainda mais dramático. A imponência das colunas, as aulas de arquitetura e a beleza das estátuas foi simplesmente inesquecível.


No cair da noite, o templo de Luxor

 

2) Templo de Karnak

Templo relativamente parecido ao templo de Luxor em sua grandeza, também muito grandioso. Curioso que os dois templos eram ligados por uma avenida ladeada de esfinges e carneiros.


Alameda de carneiros, templo de Karnak

Hoje, milênios depois, o “meio” da avenida está soterrado pela própria cidade de Luxor. Então, a gente só vê a parte da avenida que está próxima a ambos templos, que foi escavada e “descoberta” pelos arqueólogos.


Templo de Karnak

 

3) Vale dos Reis

Fica nos arredores de Luxor, à margem oeste do Nilo (os túmulos ficavam na margem oeste e os templos e cidades na margem leste, como era tradição à época). Como os faraós achavam muito importante que suas múmias fossem sepultadas abaixo de uma pirâmide, escolheram esta região para a capital do Império justamente porque no Vale dos Reis há uma colina natural em forma de pirâmide.


Desértico, quente e no meio do nada. Esconderijo perfeito para as tumbas.

Ali embaixo, muitos e muitos túmulos foram construídos, túneis e mais túneis foram escavados e até hoje os arqueólogos ainda acreditam ser possível achar novas tumbas.

Como os faraós eram enterrados com seus luxuosos pertences (muuuuuito ouro), desde o tempo do Egito Antigo, os assaltantes de sepulturas já haviam feito a festa com as tumbas, digamos, mais óbvias.

Só sarcófagos muito bem escondidos poderiam escapar desses ladrões e foi assim que a tumba de Tuntacamon foi encontrada. Poucos sabem que sua fama se deve apenas e simplesmente por isso: foi a única encontrada inteira, intacta e com todos os seus tesouros. E por um simples motivo: foi difícil de ser encontrada, portanto, difícil de ser violada por espertinhos.


Entrada de uma tumba (calor!)

Uma dica muito importante que só um guia turístico pode dar ao visitar o Vale dos Reis! O tíquete de entrada só permite visitar 3 tumbas. E todos querem ir imediatamente à Tumba de Tutancamon.

Acontece que lá na tumba dele já não tem mais nada! E foi uma tumbinha pequena, feita às pressas, porque este faraó morreu muito jovem e de repente. Todos os artefatos estão no museu do Cairo!

#FicaDica: as melhores tumbas para visitar são aquelas mais bem adornadas, com pinturas mais bem preservada e que ainda guardam o sarcófago ou algumas peças. Só um guia para saber quais as mais bonitas! (eu mesmo nem me lembro mais).

 

4) Templo da Rainha Hatshepshut

Nos fundos do vale do reis, um enorme templo, totalmente diferente das tumbas escondidas dos faraós, chama mais atenção do que o próprio vale. Como sabem, a sociedade do antigo Egito não gostava muito dessa história de mulheres no poder, mas esta conseguiu subir ao trono e construir um dos templos mais bonitos de todo o país. Guarda a arquitetura tradicional (as estátuas femininas só de deusas), mas com uma imponência incrível.

 

5) Colossos de Mnemon

Esses sim, uma “furada”. Na verdade, o passeio passa pela estrada e eles estão bem ao lado. Então, não custa parar por 10 minutos para umas fotos e pronto. Não é nada mais do que duas estátuas gigantes representando o megalomaníaco Ramsés II (o cara foi o responsável pela construção de quase tudo que a gente visita, impressionante!).

 

Mais dicas de Luxor

Luxor é uma cidade grande, tem aeroporto e muitos hotéis. É ponto de partida (ou chegada, no nosso caso) de inúmeros barcos de cruzeiro pelo Nilo. Ou seja, é uma cidade fervilhante! Tem um bom bazar, cheio de tudo o que se pode imaginar para compras, desde coisas típicas até artesanato de qualidade, ouro e joias…

Tem vários hotéis de luxo que podem te arranjar esses passeios todos que falei acima. Então, se você não quer contratar um passeio de excursão pelo Egito, reserve 3 dias de hotel em cada uma de suas cidades principais e faça passeios: Cairo, Aswan e Luxor. Se não tiver tempo bastante, corte Aswan, mas não corte Luxor jamais.

Ufa! Postagem longa, mas finalmente chegou ao fim (e você é um herói por ter chegado até aqui!)

Acompanhe a série completa com os links abaixo:

Geral

   Pacote Turístico
   Dicas para Turistas

 

Aswan

   Aswan e Abu Simbel

 

Cairo

   Passeios no Cairo

 

Luxor

   Cruzeiro no Nilo e Luxor

 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:22
Posts Relacionados:
11
Jul
2011
22 comentários
  1. Milton Kennedy
    14/07/2011

    Pô Gleiber, tô fascinado mesmo com seus relatos. Cara demais essa viagem!
    E suas dicas sobre o que visitar e quais as furadas são interessantes.
    Como arquiteto estou curtindo muito o seu blog.

    Ah, vi que mudou o visual do blog.

    Grande abraço

    =)

  2. Gleiber
    14/07/2011

    Que bom que está gostando, Milton! Eu tô me puxando. Hoje mesmo fiz várias reformulações, como um índice de destinos. Vai ajudar quem está programando a sua viagem! Um abração.

  3. Gleiber,

    Fiz essa viagem a pouco mais de um mês e volto tudo na memória. Que lugar incrível!!!

    Ainda não publiquei os artigos, mas certamente irei recomendar o Andarilhos para meus leitores.

    Abraços, Até + !!!

  4. Felipe
    24/02/2013

    Boa noite Gleiber. Viajo exatamente em maio como vc disse, e pretendo passar 6 ou 7 duas no Egito. Nesse tempo consigo conhecer bem Cairo, Luxor e Alexandria? Vc acha q é melhor fazer o cruzeiro de Luxor a Cairo ou vice-versa?´Vale a pena passar uma noite em Luxor? E qto custou o cruzeiro? Muito obrigado por suas dicas.
    Abraços

    • Não há cruzeiro de Luxor ao Cairo! E sim de Luxor a Assuan, que fica mais ao sul. O bom do cruzeiro é que você conhece templos que ficam entre essas duas cidades, passa por uma eclusa e tem a oportunidade de ir a Abu Simbel, que é o principal templo do egito antigo (os tours são de meio dia e saem de Assuan). Mas conhecer o Cairo (2-3 dias) e Luxor (2-3 dias), fazendo a conexão entre as duas cidades de avião também é bem plausível e você terá tempo de aproveitar melhor as atrações dessas duas cidades com calma. Assuan em si não é grande coisa, não é um destino por si própria, mas eu achei divertido o lance do cruzeiro. Quanto ao preço, eu não estou por dentro (foi em 2008!). Eu achei meio difícil se virar de forma autônoma pelo Egito (por isso sugeri fazer o passeio de pacote) e, infelizmente, não conheci Alexandria e, portanto, não sei se é legal… Depois compartilhe conosco como foi a viagem, hein?

  5. Maria
    04/03/2013

    Postagem longa? Nada! Queria ler e ver muito mais. Parabéns pelo relato. Objetivo, dicas interessantes… Fiquei com inveja (no bom sentido). Pretendo, se Deus quiser, conhecer o Egito (amo) no próximo ano. Valeu! Felicidades!

  6. Angela
    15/05/2013

    Não se pode ir ao Egito e não ir a Luxor. É linda! Dá prá perder um tempinho e visitar o museu. Caminhamos horas sob o sol oara visitá-lo, mas foi muito divertido! 5 mulheres doidas andando pela orla do Nilo, desacompanhadas. Imaginem o que não rimos hahaha
    Uma passadinha em Hurghada para um mergulho também é excelente pedida. Eu adorei.
    O passeio de balão não vale uito a pena. Eu tinha achado o máximo, mas depois que fiz na Capadoccia, o passeio doEgito ficou totalmente sem graça.

  7. ROSÂNGELA BENATI
    23/05/2013

    ÓTIMA A SUA VIAGEM,FOTOS E COMENTÁRIOS!!!!!!!!!!!!!!!!!POR FAVOR,ESTOU PROCURANDO O “BARCO” NO QUAL FIZ O CRUZEIRO EM 2008 o “KING OF HANSA” e achei que poderia ser o mesmo no qual navegaste.PODES,POR FAVOR,CONFIRMAR???????????TENS ALGUMA FOTO DO BARCO EM SI,PARA POSTAR???????
    MINHA CÂMERA NÃO ERA DIGITAL E “PERDI” AS FOTOS DO BARCO,QUE AMEI,APESAR DE SIMPLES.SE PUDERES ME ATENDER…MUITO,MUITO GRATA!!!!!!!!!!!!!

  8. […] 101. @maricampos  | cruise review: sun boat iv sanctuary retreats | LINK 102. @dondeandoporai | fellucca: uma alternativa inusitada ao cruzeiro pelo nilo | LINK 103. @blogpenaestrada | o trem para luxor e aswan | LINK 104. @viajandocomeles | como chegar e planejar uma viagem para o egito | LINK 105. @viajandocomeles | viajar de barco pelo rio nilo no egito | LINK 106. @viajandocomeles | as melhores opções de transporte para viajar pelo egito | LINK 107. @drimiller | trem noturno: do cairo a luxor (e answan) | LINK 108. @andarilho_mundo | cruzeiro pelo nilo até luxor | LINK […]

  9. Felipe Gangeiro
    15/11/2013

    Primeiramente, estou lendo suas dicas anestesiado por Egito, pois sou Advogado e Historiador, então daí você tira…
    Bem, estou querendo passar o carnaval 2014 no Egito, que eu teria 5 dias completos para hospedar na cidade! O cruzeiro no Rio Nilo é uma das minhas opções.
    Gostaria de tirar uma dúvida:
    Eu consigo ir de Cairo a Luxor e voltar a Cairo pelo mesmo barco? em quanto tempo consigo fazer isso? Obrigado pela atenção.

    • Não, Felipe. O Nilo só é navegável entre Luxor e Aswan. Entre Luxor e o Cairo você tem que ir de trem ou de avião.

  10. Manoel Rodrigues
    26/11/2013

    Penso em ir ao Egito de 12 a 21 de dezembro. Saberiam dizer se nessa época há cruzeiros e se sabem o custo por pessoa.
    Obrigado e parabéns pelo blogue.

    • Oi Manoel. Os cruzeiros funcionam o ano inteiro. Mas, infelizmente, a gente não tem mais noção de preço (já faz muito tempo que a gente foi). Obrigado pela visita.

  11. Denize De Martini
    11/02/2014

    quero ir para lá este ano. Mas… infelizmente não tem indicação no momento. Riscos e mais riscos. Adorei suas fotos. Parabéns…

  12. Lucio Murilo Santos
    24/05/2014

    Ola Glelber!! Parabens pela sua viagem! sensacional? Gostaria de algumas dicas se possível: 1) faz mta diferença o barco que vc pega? sabe quais são os melhores?….Como vc faria a logistica chegando e saindo de aviaçao do Cairo, desejando passar 2 dias no Cairo e fazendo um cruzeiro de 4 dias? (qual seria o melhor trajeto interno e que meio de transporte?)
    Obrigado e parabéns novamente pela sua aventura!!

    • Oi Lucio
      O esquema é o seguinte. Pegue o avião no Cairo depois dos seus dois dias e vá para Luxor ou Aswan. As duas cidades tem aeroporto e de ambas saem e chegam os barcos que fazem os cruzeiros de 4 dias. Tem barcos “5 estrelas” (ou luxo) e “4 estrelas” (ou turístico). Faça os traslados entre Aswan – Cairo e Luxor – Cairo de Avião.

  13. Paula
    25/06/2014

    Olá! Estou programando minha viagem para maio de 2015… vc fechou pacote com qual empresa? Talvez feche esse mesmo roteiro que o seu. Há muitos “buracos” na programação para serem preenchidos por passeios pagos a parte? Ah, e quanto de dinheiro levar para uns 8 dias? Obrigada!

    • Oi Paula. A gente foi pela agência Flot. Mas nem sei se eles ainda fazem excursão pra lá. Nossa viagem foi em 2008, por isso nem tenho mais noção de quanto gastamos. Abraços.