Zurique, último dia… Despedida

Fim de viagem…

Dia triste esse. Sabemos que temos um vôo intercontinental pela frente. Espera em aeroportos, filas na imigração, mas principalmente… É hora de voltar para o mundo real.

Depois de 18 dias de viagem, na verdade, já era hora mesmo. Os gastos vão se acumulando, o cartão de crédito chegando perto de seu limite, saudades dos amigos, da comidinha da nossa terra…


Museu da Cidade, fechado na segunda… 🙁

Talvez por isso mesmo nosso passeio por Zurique tenha se tornado mais uma espera pela viagem de volta, do que um dia de turismo de fato.

Ou talvez seja porque Zurique não seja mesmo assim tão bela como os outros tantos lugares que visitamos antes. Aqui, deixamos para fazer coisas mais comuns, como jantar em um restaurante italiano (ou seria Suíço, da parte italiana?), tomar café no Starbucks e comer um sanduba no Burger King…


Ruinha típica no centro histórico

Acho que já estávamos satisfeitos de ver centros históricos charmosos e preservados que nem conseguimos achar nada demais por ali (principalmente depois de conhecer Berna, que é muuuuito mais simpática).


Estação de trem

Zurique é uma cidade, como eu costumo dizer, de VERDADE. Assim como Viena, é grande, cheia de gente andando por suas de ruas de fato a trabalho. Totalmente diferente de Zermatt, que vive exclusivamente do turismo de esquiadores ou de Praga, que parece só ter lojas de souvenirs, restaurantes e turistas no seu bairro histórico.

Sendo assim, a gente se sentiu vendo meio que um repeteco do que já tínhamos visto, sem muito o que acrescentar, apenas enquanto a gente esperava a hora de voltar para o aeroporto.


Linda ponte

Tá, é uma cidade bonita.

Tem um rio que a corta (assim como Salzburgo, Berna etc….) e pontes antigas com monumentos imponentes (como Praga), igrejas com relógios nas torres e pontudas até perder de vista (como em Chur, Vaduz, Interlaken).

Uma roda gigante perdida (como Viena) e uma fonte gigantesca (como Genebra, Lucerna etc…). Museus mil (fechados às segundas, infelizmente…) e para variar, chovendo…


Rio que corta a cidade…

Espero que vocês gostem das fotos, porque me sinto meio que deprimido em encerrar a nossa jornada. Com certeza, vamos sentir muitas saudades de tudo o que vivemos nesses dias de europeus.


Mais uma simpática ruela medieval

E principalmente, vamos sentir saudades de presença diária de todos vocês que nos acompanharam dia-a-dia com suas palavras de afeto.

A viagem termina aqui, mas o blog continua contando várias coisas sobre o universo do turismo.
Abraços a todos!

 

Índice de postagens sobre a Suíça:

Glacier Express: Cruzando o País
7 coisas que você não sabe sobre a Suíça
Berna e Gruyères: Queijos e Chocolates
O Topo da Europa: Jungfraujoch
Esquiando em Axalp
Montreux e Lausanne: Riviera Suíça
Lucerna, Engelberg e Zug
Zermatt – Guest Post no blog Viagem em Viagens

Matterhorn, Zermatt
Zurich, último dia

 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:8
Posts Relacionados:
31
Mar
2011
8 comentários
  1. Beta Rodrigues
    31/03/2011

    Que lindas fotos!
    Espero conhecer um dia!
    Parece ser linda!

  2. Gleiber
    01/04/2011

    Um tour pela Suíça é uma das experiências mais europeias para um viajante!

  3. Rebecca Americo
    01/04/2011

    aahh q pena q acabou! mas adorei acompanhar de longe a viagem de vocês! É sempre bom acompanhar blogs assim, com pessoas queridas que relatam com riquesa de detalhes cada dia de aventura!

    Uma curiosidade: Qual a melhor época pra se visitar a europa? A maioria das pessoas diz q é o verão! Mas eu gostaria de ir numa época em que eu possa ver neve, mas sem temperaturas muito extremas e sem muito turista. Em qual mês do ano isso é possivel? Estou planejando fazer uma viagem no ano que vem e penso em usar trem como principal meio de locomoção entre os países, e muitos dizem q é bom evitar altas temporadas.

  4. Gleiber
    06/04/2011

    Rebecca, desculpe a demora em te responder (acho que só hoje botei a vida em “ordem” para poder me dedicar aqui). A melhor época para Europa? Todas, menos o auge do inverno (DEZ-JAN)em que tudo fecha cedo, escurece às 15-16h e as cidades de interior parecem hibernar. Como no verão é o auge do turismo (muita gente e preços altos), eu sempre prefiro primavera ou outono. Tem mais coisas abertas entre a páscoa e o halloween (Abril e Outubro). Esqueça, portanto, de ver neve nas cidades, nas ruas e estradas (o que facilita os deslocamentos), mas se pegar março ou novembro, verá neve se quiser nos vilarejos de montanha ou em passeios até os cumes (como fizemos). Altíssima temporada é julho e agosto. Tente fugir desses meses para poder se deslocar tranquila de trem. Meses perfeitos: Maio e Outubro! Maio pelas flores e outubro pelas mil e uma cores do outono…

  5. Suíça de Trem
    12/04/2011

    Oi, Gleiber!

    Adoramos o seu blog, recheado de informações preciosas e fotos belíssimas!
    Gostamos muito, em especial, das suas fotos na Suíça e gostaríamos que você compartilhasse algumas delas em nosso site, junto com fotos de outros viajantes! Dê uma olhada sem compromisso e, se gostar, colabore!
    http://www.suicadetrem.com.br

    Agradecemos pela atenção!

  6. Gleiber
    13/04/2011

    Suíça de Trem, já postei várias fotos lá no site. Não sei se foram as melhores (tão difícil escolher), mas gostei de contribuir. Um abraço.

  7. Silvana
    19/05/2015

    Adorei o blog, estou viajando para a Suiça em 3 dias (23/5)! Fiz um roteiro de 10 dias e aproveitei muitas dicas que vocês postaram. PS: Mas que pés lindos tem o Sandro! Invejinha branca!:)