Finalmente: esquiando em Axalp

Hoje, finalmente fizemos nossas primeiras aulas de ski!

Mais um sonho realizado, mais uma missão cumprida.


O carro que nos levou por toda a nossa jornada

A gente contratou um esquema muuuuito legal então eu vou compartilhar para vocês (além das fotos, claro) tim tim por tim tim como fizemos para caso alguém também queira esquiar nos Alpes Suíços sem deixar um olho para pagar a conta.


Mirante na subida da montanha…

1) Escolher um resort de ski para fazer suas aulas.

Ou seja, onde vai querer esquiar. Para iniciantes MESMO como nós, você deve escolher um que tenha uma escola de esqui, porque precisa ter estrutura para Beginners.

No nosso caso, nós ficamos num hotel em Beatenberg, na região do Jungfrau, que é um excelente lugar para isso, mas como ali a neve já tinha derretido a estação já estava fechada. Então no centro de informações turísticas nos indicaram outro resort chamado Axalp.


Muito da neve já derretendo em Axalp… 🙁

Bem, ambos lugares dão uma trabalheira enorme para se chegar de carro, pois exigem que você pegue uma estrada estreita montanha acima. Mas essa é justamente a vantagem: dá para chegar de carro.

Muitas estações de ski só são atingíveis de trem. Dependendo do meio de transporte a utilizar você põe na ponta do lápis o que achar melhor: pagar gasolina e estacionamento, ou pagar a passagem de trem.


Claro que levei meus tombos… Olhem a criança ao lado tipo, “nem te ligo”

2) Escolher a escola de ski.

O preço das aulas varia muito entre uma estação de ski e outra. Muito MESMO! Então se você nunca esquiou mesmo, vai precisar só aprender o básico mesmo então vá para a mais barata!

O preço de uma aula particular em Axalp, por exemplo é o mesmo preço da aula em turma (que depende da demanda, de agendar, etc…) em Zermatt. Marcou o local e a hora com professor, pode passar para o próximo passo.

3) Alugar equipamento.

Nós decidimos alugar TUDO para a nossa primeira experiência, pois não sabíamos se valeria à pena investir na compra de luvas impermeáveis que talvez nunca mais usássemos no Brasil.

Nem todos os locais alugam roupas apropriadas, por exemplo e os preços também variam absurdamente! Pesquisem. Agora à lista:

a) Calças e jaquetas impermeáveis: indispensáveis! A neve te ensopará todo se não estiver usando a roupa própria.

b) Skis e botas de ski: fiquem tranquilos que o pessoal da loja ajuda com todos os detalhes importantes. Eles se baseiam inclusive na sua altura e peso. A bota é o item mais importante! Ela deve ser bem firme, mas de modo que não machuque, que não sinta dor. O seus dedos devem tocar na sua ponta, mas de modo que se consiga movê-los um pouco.

c) Capacete e óculos (googles): esses são opcionais, legais para dar um style, mas dá para botar um óculos de sol comum.

d) Luvas impermeáveis: elemento indispensável, que também não se encontra para alugar em todos os postos.

4) Comprar um passe de ski para poder usar os elevadores (liftings).

Para você sair do conforto do seu carro ou da estação de trem e subir montanha acima até onde ficam as pistas de esqui, muitas vezes você precisa comprar um passe que lhe dá direito de usar esses elevadores (há vários tipos, modelos etc).

Se prepare para pagar caro aqui, se for a estações de esqui mais badaladas. Em Axalp, usar o lifting na pista para aulas é grátis!


Usando o lifting grátis em Axalp

5) Fazer a aula propriamente dita!

Aqui, nem sei se vale à pena eu dar as dicas para vocês, mas se preparem para se divertir muito, escorregar, cair e aprender bastante. Uma hora é mais do que suficiente para você ter noções básicas e praticar um pouco depois.

Como a professora mesmo disse: depois de uma hora de aula, compensa praticar por uma tarde pelo menos antes de seguir para o próximo passo.

Fim do guia!

Hehehe. Como deu para perceber, aprendemos bastante, nos divertimos à beça e já até nos arriscamos numa pista maior depois de brincar na pista de iniciantes. Os pés ficaram acabados (acho que pegamos botas apertadas demais!), mas foi uma experiência incrível! Estou louco para ir a Bariloche treinar um pouco mais.

De lá, rumamos para dar voltas por umas cidades bonitinhas para comer algo e tirar umas boas fotos. Praticamente todas as cidades Suíças são lindas. Thun, por exemplo, é de se encantar, cheia de chalés de madeira à beira de um lago idílico cercado de montanhas.


Thunersee

Pistas para bike e corrida à margem do lago…


Olhem só essa “casinha” na beira do Lago

Como eu queria poder morar aqui!

Abraços a todos!

 

Índice de postagens sobre a Suíça:

Glacier Express: Cruzando o País
7 coisas que você não sabe sobre a Suíça
Berna e Gruyères: Queijos e Chocolates
O Topo da Europa: Jungfraujoch
Esquiando em Axalp
Montreux e Lausanne: Riviera Suíça
Lucerna, Engelberg e Zug
Zermatt – Guest Post no blog Viagem em Viagens

Matterhorn, Zermatt
Zurich, último dia

 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:7
Posts Relacionados:
26
Mar
2011
7 comentários
  1. nao deu pra perder essa, rs.
    O sandro deveria ter filmado vc tombando, rs

    beijinhos garotos.

  2. Gleiber
    28/03/2011

    É que o tombo, foi meio que, assim.. Inesperado! ahauhauhaa Pensam que ele tb não caiu, é?

  3. FalaTurista
    31/03/2011

    que divertido, bacana o post! Não é tão dificil de aprender, é? Alguns tombos e já da pra dar uma arriscadinha?

    Anabela

  4. Gleiber
    01/04/2011

    Uma hora de aula já dá para brincar bastante! Mas ainda não é suficiente para já se arriscar nos liftings de forma independente. Numa próxima vez, ainda fico na área de beginners!

  5. Anderson
    22/10/2016

    Olá Gleiber,
    Excelentes os posts sobre a Suíça!!! Fotos incríveis!!
    Tô montando um roteiro para lá, para março de 2017. Queremos encaixar uma aula de sky para novatos – achei interessante a opção Axalp. Alguma outra opção a um custo equivalente?
    Tentei colocar os teus posts em ordem cronológica, mas fiquei em dúvida sobre a ordem das cidades/dias de hospedagem… Poderias confirmar pra mim, por favor? Outra coisa, vcs alugaram carro na Suíça?
    Grato,
    Anderson

  6. Anderson
    22/10/2016

    Acho que consegui (as datas são as de chegada nas cidades de hospedagem):
    Chur – 20
    Zermatt – 21
    Montreaux – 22
    Berna – 23
    Beatenberg – 24
    Lucerna – 26
    Zurique – 27
    Hospedagem em 7 cidades em 8 noites, é isso?

    • Oi Anderson,
      Foi isso mesmo. No mês de março de 2011. A gente alugou o carro em Sion e devolveu em Zurich, no aeroporto. E fomos parando cada dia numa cidade mesmo. Mas hoje em dia não faria isso de novo, fincaria base numa cidade ficando vários dias no mesmo hotel e sairia de carro para ver as atrações ao redor. Muito mais prático.
      Abraços.