Glencoe, o vale encantado

Nosso passeio pela Escócia seguia rumo norte. Depois de deixar a cidade de Oban para trás na direção da Ilha de Skye, passamos por um dos lugares mais surpreendentes do país: o vale encantado de Glencoe.

Vale Glencoe Escócia

Explico: surpreendente porque não esperávamos gostar tanto de um mero vale. Só entrou mesmo no nosso roteiro porque estava no caminho. Vale encantado porque é um daqueles lugares que mexem com o teu ser, fazendo brotar emoções de perplexidade, sem que possamos decifrar exatamente o motivo.

Mas vamos lá contar melhor essa história…

Estradas Escocesas

Depois de ter passado mais de 15 dias decifrando a cultura dos ingleses, uma coisa que notamos é que a Escócia, sem dúvida, é um outro país. Muito mais debochados e bem-humorados, eles adoram tirar sarro de tudo, até de si mesmos. Em todas as lojinhas de souvenir haviam brincadeiras envolvendo os kilts (saias) e sua condição mais “rural”.

Vale Glencoe com chuva

Compramos umas lembrancinhas ainda em Oban e seguimos rumo norte. A estrada que pegamos passava ao lado de um dos castelos mais bonitos do país, situado em uma espécie de ilha: o castelo Stalker.

Castelo Stalker Highlands Escócia

A cafeteria do mirante, infelizmente, estava fechada e ainda bem que ali não precisava pagar o estacionamento. Tiramos boas fotos (de longe, esse não dava para chegar perto sem um barco) e seguimos.

A essa altura já era mais de 13h, o que significa que o dia já estava quase no fim (aqui anoitece às 16h, lembram?). Lá pelas 13:30h chegamos no famoso vale Glencoe, um dos lugares mais belos das Highlands.

Glencoe e cachoeiras Escócia Highlands

 

Chegando a Glencoe

Aqui foi filmado coração valente e foi o palco de batalhas sangrentas históricas entres escoceses e ingleses. Hoje, é cenário de trilhas e escaladas com paisagens de cair o queixo. Uma rodovia corta o vale entre duas montanhas (ou melhor, dois GIGANTES de pedra), e é cheia de mirantes, um mais bonito que o outro.

Montanha nevada Glencoe Escócia

Assim que a gente entrou no vale, trouxemos a chuva junto conosco e o toró desabou feio! A gente via tempo aberto à frente, mas parecia que a nuvem estava bem sobre a nossa cabeça, porque quanto mais andávamos, mais o tempo fechava.

Vale Glencoe na chuva

Tentamos tirar fotos com chuva mesmo, saímos do carro (para ficarmos ensopados) e molhamos a máquina várias vezes arriscando a estragá-la. Depois de ficarmos tristes, decepcionados, arrasados, revoltados e achando que não íamos ter uma foto sequer condizente com a beleza do lugar, resolvemos voltar pela mesma estrada e seguir viagem para Fort William.

Foi quando fomos agraciados pela natureza…

Melhorando o clima em Glencoe Highlands Escócia

De repente, no meio daquela tempestade, abriu um Sol incrível! O Sol mesmo a gente não viu, porque ficou oculto por trás das montanhas, mas o céu ficou completamente AZUL!

Comemorando o Sol em Glencoe Escócia

Vocês podem ver que as fotos ficaram muito melhores, e a gente pode enxergar até mesmo um pico levemente nevado no topo (antes era tudo neblina!).

Glencoe Highlands Escócia

A chuva que tinha passado deixou tudo ainda mais bonito, o céu ficou bem claro e as cachoeiras se encheram de vida.

Cachoeiras mil em Glencoe

Foi fantástico! Aquele tipo de espetáculo que parecia ter sido aprontado só para nós, os únicos seremos humanos em quilômetros de distância, que tiveram sua persistência testada antes de terem ganhado esse presente sobre a forma de paisagem.

Andarilhos do Mundo em Glencoe Highlands Escócia

 

Rumo à Ilha de Skye

Anoitecia já, e cada vez mais rápido. Quando chegamos a Fort William já era noite. Uma cidade bonita, próxima do pico mais alto de todo o Reino Unido, mas que não conseguimos enxergar (eram 16:15 mais ou menos!).

A gente teve que correr para conseguir um café aberto (só achamos 1 em todo o centrinho da cidade) e para nossa sorte tinha internet grátis! Peguei o endereço de um hotel na ilha de Skye (nosso próximo destino) e seguimos estrada afora no meio de chuva forte e noite fechada!!!

Chegamos a tempo de nos deixarem entrar mas quase perdemos a janta do hotel (até as 20h!!!)

 

Vale Glencoe Escócia com rios

 

Escrito por: Gleiber Rodrigues
Compartilhe:
comentarios:8
Posts Relacionados:
17
Nov
2009
8 comentários
  1. Adri
    18/11/2009

    Cada vez a Gleibertur fica mais interessante, muito lindas estas fotos, realmente o Sandro se superou , to adorando, não fiquem triste com a chuva , aqui tbém tá chovendo, só não é chuva inglesa , é brasileira mesmo , milhões de alagamentos , lichos boiando e entupindo bueiros e um ratão invadindo a sala vermelha!!!!hahahaahhahaa, tem tbém a maldição da cachoeira na escada das coberturas lembra Gleiber ???, quase aconteceu comigo!!!!! divirtam-se e bjos. Adri.

  2. Adri
    18/11/2009

    ah desculpe são lixos e bichos boiando , as baratas tão a solta por aqui e os ratos tbém!!!

  3. Elisete
    18/11/2009

    Meu amores!!!

    Que lugares maravilhosos…
    O Sandro já tem uma nova profissão ” FOTOGRÁFO” linda foto… Parabéns Sandrinho querido.

    Gleiber querido, teus relatos são incríveis, muito bons…

    Adoro vcs..

    Beijãooooo….

  4. Jennefer
    20/11/2009

    Hehehe saudade de casa? Que tal um prato de arroz com feijão >:) ou então um pãozinho de queijo?

  5. Tereza Gonçalves
    02/01/2013

    Pela primeira foto não se tem ideia da beleza do lugar. Depois da chuva, porém, a gente se surpreende. Obrigada, Andarilhos, pelas lindas imagens. Bjs!!!

    • Que bom que gostou, Tereza. A Escócia ainda continua sendo um dos nossos lugares preferido no mundo!

  6. Gianne
    04/01/2013

    Olá meninos, tudo bem?
    Tenho lido o blog de vocês desde que fiz uma pesquisa no Google sobre Foz do Iguaçu e me deparei com algumas dicas do Andarilhos do Mundo.

    Curti pra continuar lendo alguns posts, mas hoje, quando achei esse mochilão de vocês na Escócia, eu simplesmente PIREI!!! Morei nesta terra encantada por 6 meses, de 2008 para 2009(os mais felizes da minha vida, pelo menos até o momento…rs) e escrevi um diário dos meus dias em tempo real. Estou enviando para vocês, caso tenham curiosidade de ler.

    Também me considero uma andarilha do mundo!

    Beijos

    • Claro que é Andarilha, Gianne! Inclusive, deixa eu te fazer um convite aqui abertamente: não quer ser nossa convidada e escrever um artigo sobre algum lugar querido teu na Escócia? Pode ser uma atração turística, um barzinho, uma dica de balada de Edimburgo, por exemplo, onde você morou! Ficaríamos curiosos e eu publicaria aqui com orgulho! 🙂 Adorei o seu diário, não estou conseguindo parar de ler! Abração e obrigado pela visita!